michbros

"Manhãs são para café e contemplação"

You aren't following michbros.

Follow him to keep track of his gaming activities.

Follow

  • molinsky Rodrigo Molinsky
    2018-12-05 16:20:00 -0200 Thumb picture
    Thumb picture

    Agradecimentos e continuação do desapego

    Quero agradecer a todos que me ajudaram a divulgar os anúncios há duas semanas. Me surpreendi tanto com o apoio quanto com o volume de pessoas interessadas. Tive um trabalho danado pra organizar e etiquetar tanta caixa - mas fiz tudo com muito prazer. Parecia mudança, hehe!

    Agradeço ao @nicholasaraujo00, @filipessoa, @carlospenajr, @raxgmr2, @trocavenda e à minha irmã @tinahorta pelos compartilhamentos. Agradeço @jclove e tantos outros pelos comentarios e pela moral. 😊

    No entanto, não vendi tudo. Ainda tenho muita coisa. De pouco em pouco, espero limpar tudo aqui.

    Fiz uma lista dos arremates desta semana, caso alguém tenha interesse. São jogos que não foram comprados na semana retrasada, ou cópias avulsas daqueles que foram vendidos ou simplesmente games ou itns que deixei de anunciar inicialmente.

    Todos os arremates terminam neste Sábado à noite.

    Link com a lista:
    https://docs.google.com/spreadsheets/d/1NBij3SzzD6HXbahD4nLUiwwynN3flRl4fVbLvZYydZA/edit?usp=sharing

    Caso prefira navegar pelo próprio site do Mercado Livre, link dos meus arremates:
    https://games.mercadolivre.com.br/games/_AuctTypeID_AUC_CustId_56517743_seller*id_56517743

    A nota de repúdio/desabafo fica por um conta de um usuário que me difamou. Fiquei muito contrariado com um cidadão que me acusou de inflacionar os arremates com contas falsas porque ele estava vencendo 20 deles por uns 2 dias, mas no último dia perdeu a maior oferta em 18. Ele duvidava que os vencedores existiam. Eu não sabia se ele acreditava que arremate tem cadeira cativa, se não sabia que qualquer um pode superá-lo enquanto o arremate ainda está no ar, se era paranóico ou babaca mesmo. No fim das contas, ele deu um calote em dois jogos que finalizaram na casa dos R$ 20. Ou seja: era um babaca mesmo. Eu pensei seriamente em processá-lo, pois ele passou dos limites com as ofensas. Mas eu recadastrei os dois jogos e os valores já passaram os que ele arrematou, então ele simplesmente perdeu a chance de levar bons games por um preço de banana (se bem que tem banana que tá mais cara). O interessante é o retorno que já estou tendo com os que arremataram, todos bem satisfeitos. Melhor não gastar mais energia com quem não merece.


    Grande abraço!

    Donkey Kong Country

    Platform: SNES
    19899 Players
    202 Check-ins

    44
    • Micro picture
      lipherus · 5 months ago · 3 pontos

      Imagina @molinsky dá aquela forcinha nos shares nunca é demais pra mim xD Sobre o cara que te difamou acho que você fez bem em deixar pra lá, gente assim não merece nem tempo.

      1 reply
    • Micro picture
      rax · 5 months ago · 2 pontos

      Só pela menção vou compartilhar de novo u.u

      2 replies
  • 2018-09-24 13:56:41 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Jogos Indies desconhecidos (pra caramba) - Parte 2

    Medium 3673226 featured image

    Seguindo o mesmo padrão da parte 1, darei uma breve explicação sobre o jogo e botarei a lista do pior ao melhor

    5 - Whiteman Commando Flash Conflict 3

     primeiro jogo dessa trilogia indie é horrível.. o segundo WCFC aparentemente era igual o primeiro, então passei direto pro terceiro, que também não é grande coisa, mas bem superior os anteriores, é mais diversificado e mais bonito visualmente. O 1 e o 2 eram gráficos estilo joguinhos flash, o 3 foi pro lado meio 8 bit, visualmente ficou mais compacto e melhor. Os primeiros só são mais superiores nos controles na minha opinião, o atual tentou ser tão retrô que se limitou...

    4 - Alucard

    Jogo onde tem que se preocupar com a plataformas sua e de seu reflexo no espelho

    3 - Samurai Lantern

    Na vez passada citei dois jogos bem simplinhos, porém incríveis, dessa vez vou citar apenas um:

    Samurai Lantern! um jogo onde você é um Samurai e tem que coletar todas lanternas do cenário e fugir pela porta

    2 - Rising Dusk

    Diferente de tudo que você já viu, em Rising Dusk do lugar de pegar moedas você tem que fugir delas! Se a plataforma tiver um numero 5 por exemplo, você não poderá passar por ela se tiver 5 moedas ou mais. Game totalmente baseado na cultura japonesa com yokais e etc. (único pago da lista)

    1 - Duck Jam

    Ah cara, eu amo WarioWare, e Duck Jam é totalmente inspirado em WarioWare, vários mini games criativos pra caramba com 5 segundos pra resolver (muito mais que o necessário em alguns deles)

    32
    • Micro picture
      rodrigockp · 7 months ago · 1 ponto

      Esse Rising Dusk me lembrou muito Goemon e gegege no kitaro, única coisa que senti falta foi de ataques, que pelos trailers e Gameplays notei que são inexistentes, mesmo assim parece valer bem a compra.

    • Micro picture
      mattfenrir · 7 months ago · 1 ponto

      Patos com pernas!

    • Micro picture
      santz · 7 months ago · 1 ponto

      Esse do pato me parece interessante. Vou dar uma olhada em casa depois.

  • jeffroupinha Jefferson Lima Roupinha
    2018-08-22 19:43:40 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Sega e Vampiros

    Medium 3664061 featured image

    Historicamente os vampiros da Konami nunca foram numerosos em plataformas do ouriço azul, tendo somente dois jogos de peso nas plataformas da Sega, sendo eles no Mega Drive e no Saturn. No entanto um fato curioso são dois jogos que foram cancelados um para 32X e outro para o Dreamcast. Então é hora de conhecer melhor a história dos sugadores de sangue da Konami nos videogames da Sega.

    Para o Sega Dreamcast, Castlevania: Resurrection, o qual foi cancelado em março de 2000, era destinado a ser o 17º título da série Castlevania,  este também seria o terceiro jogo Castlevania para entrar no reino 3D.
    Já que a Konami estava se aventurando com a série no N64, com resultados mistos de boas ideias em jogos fracos. Muito da experiência adquirida nos títulos de N64 seriam experimentados no 128 da Sega.

    O jogo do Dreamcast era para se concentrar em Sonia Belmont, e um novo personagem, Victor Belmont, um caçador de vampiro que tinha abandonado sua linhagem. A história se passa em 1666, imediatamente antes da aventura de Simon Belmont nos Castlevania originais.

    Greg Orduyan, o diretor de arte para o jogo, é até hoje o único membro da equipe do projeto que revelou o controverso desenvolvimento do jogo. E seu cancelamento é creditado a muitas coisas, incluindo desacordos entre as equipes japonesas e equipes americanas da Konami, e a morte do Dreamcast pós o anúncio da Sony PlayStation 2.

    Dois personagens principais, boa música, aventura, ação e puzzles, seria um jogo em tanto na plataforma da Sega mas ficamos só na vontade.
    No entando outros jogos fizeram parte da história da Sega com os vampiros da Konami.

    Para Mega Drive, Castlevania: Bloodlines é o único jogo da série Castlevania que foi lançado para Mega Drive/Genesis. Ele foi desenvolvido e publicado pela Konami e foi primeiramente lançado para a América do Norte em 1 de junho de 1994. 

    Com belos visuais, boa música, level design e com um de seus heróis com feições femininas. Castlevania: Bloodlines nos traz uma história situada em 1914 e contrasta com os eventos da primeira grande guerra.

     A feiticeira Drolta Tzuentes ressuscita, Elizabeth Bartley, uma condessa conhecida como "a sobrinha de Drácula" (a qual é baseada em Elizabeth Báthory), que decidiu trazer Drácula à vida. Para isso, ela assassina o príncipe herdeiro da Áustria, iniciando assim a Primeira Guerra Mundial, para que as  almas sacrificadas na durante a guerra estivessem disponíveis para seu propósito maligno.
    Mais tarde, em 1917, Elizabeth parte em uma jornada pela Europa, recolhendo as almas dos mortos para seu plano de reviver Drácula. No encalço da vampira, John Morris, usando do chicote "Vampire Killer", e seu amigo Eric Lecarde, usando sua lança, partem juntos em uma jornada para deter Bartley e Drácula.

    Na casa dos cancelados junto do Dreamcaste temos para 32x, Castlevania: the bloodletting ou o derramamento de sangue para o periférico de mega, o 32X e Sega Saturn. Seria a entrada da serie nos 32 bits. Um dos primeiros anúncios do jogo foi na edição de dezembro de 1994, da revista Player Games, que lista "Castlevania" para 32X com lançamento já definido nos EUA. 

    A produção do jogo começou após o sucesso de Tokimeki Memorial, que foi lançado em 1994 e teve Koji Igarashi como desenvolvedor. Devido ao sucesso de Tokimeki Memorial, foi dado o direito de Koji Igarashi trabalhar em qualquer jogo que ele escolher, e optou por fazer um novo Castlevania.

    Pouco se sabe sobre a 32X Castlevania, só que ele teria tido lugar cronologicamente algum momento depois Castlevania: Rondo of Blood e teria, Richter Belmont, Maria Renard e um personagem desconhecido chamado de "rival".

    Apenas três sprites do jogo de 32X foram liberados ao público; cada em uma pose para os três personagens já mencionados. O sprite de Richter seria re-trabalhado e reciclados em Symphony of the Night, enquanto o sprite do rival é baseado na aparência de Richter em Rondo of Blood.

    Originalmente era previsto para ser lançado em 1996 e possivelmente até 1997 e foi aos poucos sendo deixado de lado até seu cancelamento. Na sequência do cancelamento do jogo, boa parte da equipe foi colocada no desenvolvimento de Symphony of the Night, que eventualmente foi lançado em Março de 1997 para Sega Saturn.

    O jogo de 32x acabou por ser reformulado em Castlevania: Symphony of the Night.

     A versão PlayStation foi desenvolvida pelo estudio KCET da Konami, e outra equipe a KCEN foi designada para trabalhar no "reforçado" port de Saturn algum tempo após o lançamento do jogo no Playstation.

    No Sturn Sotn recebeu uma versão maior e mais completa do game, com mais cenários e personagens que são possíveis controlar como Maria e Richard.
    Esse é tido por boa parte do público como o melhor jogo do gênero, é não é para menos, visualmente, musicalmente e com gameplay impecável, faz de Sotn um dos melhores jogos de todos os tempos.

    Castlevania: Bloodlines

    Platform: Genesis
    1078 Players
    53 Check-ins

    31
    • Micro picture
      santz · 8 months ago · 1 ponto

      Pô Konami, que mancada. Esse Castlevania de Dreamcast parecia ser muito da hora. De repente, dava um gás para o console da Sega.

      2 replies
    • Micro picture
      artigos · 8 months ago · 1 ponto

      Parabéns! Seu artigo virou destaque!

    • Micro picture
      kess · 8 months ago · 1 ponto

      Uma pena, o conhecimento que tenho de alguns jogos cancelados, parece que seriam tão interessantes, uma pena que nem todos conseguem ver a luz do dia...

  • michbros Michael Rurouni
    2018-10-22 16:53:11 -0200 Thumb picture
    michbros checked-in to:
    Post by michbros: <p>Um enrendo muito envolvente que lembra muito Gam
    Final Fantasy Tactics: The War of The Lions

    Platform: PSP
    1521 Players
    165 Check-ins

    Um enrendo muito envolvente que lembra muito Game of Thrones. Gostando demais dessa versão.

    2
  • edknight Eduardo Botelho
    2018-08-13 17:35:15 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Dissidia Final Fantasy Opera Omnia - Um Guia Para Iniciantes (parte 1)

    Medium 3631938 featured image

    Dissidia Final Fantasy Opera Omnia é um jogo do gênero RPG, uma espécie de spin off da série Dissidia Final Fantasy (que por sua vez é um spin off de Final Fantasy). Os jogos da subsérie Dissidia são jogos de combates de arena, com personagens famosos da série principal voando por um grande cenário e desferindo golpes fantásticos. Na versão mobile, o jogo volta a focar no combate de RPG por turnos clássico, com um toque estilizado nos gráficos.O jogo é desenvolvido pela Koei/Team Ninja, e publicado pela dona dos direitos da franquia, Square Enix. Ele foi lançado em fevereiro de 2017 no Japão, e globalmente junto com a chegada no ocidente do jogo mais recente da série Dissidia, também chamado Final Fantasy Dissidia NT, em janeiro desse ano. Opera Omnia está disponível para Android e iPhone.

    Apesar da pegada mais clássica de um RPG por turnos, Dissidia Opera Omnia ainda tem muitos elementos da versão de consoles, como duas barras de medidores do personagem (HP para sua vitalidade e BRV para a força de seu ataque) e um ataque para cada tipo de dano em uma dessas barras; ou a possibilidade de arremessar um oponente voando com a chance de fazer ele bater numa barreira invisível e sofrer dano adicional.

    O Básico

    O gameplay básico de Dissidia Final Fantasy Opera Omnia é bem simples, você usa uma equipe de três personagens que podem vir de qualquer jogo da série, revezando em turnos para derrotar todos os inimigos. Agora vou falar de cada um dos elementos da tela de combate, e trazer algumas explicações mais completas.

    1 - Estes são os personagens da sua equipe

    2 - Este número e a barra logo abaixo representam o HP dos personagens. A barra é azul enquanto seu HP estiver completo, verde depois de tomar dano, e vermelha quando ela está criticamente baixa. Quando essa barra/número zera, o personagem em questão está fora de combate.

    3 - Esse número representa Bravery (abreviado como BRV) do personagem. Este número é exatamente a quantidade de dano que será causado ao atacar com um ataque de HP.

    4 - Esse número representa o máximo de BRV que o personagem consegue adquirir. É possivel fazer esse número aumentar no curso da batalha, mas caso ele chegue no Max você não ganha mais benefícios ao usar um ataque BRV.

    5 - A ordem dos ataques, similar ao CTB do Final Fantasy X. Algumas ações podem fazer os personagens ganharem ou perderem turnos, fazendo com que eles "furem a fila" ou sejam passados para trás.

    6 - O número do turno atual.

    7 - A letra que representa o inimigo. Quando há mais de um inimigo na tela, eles são representados por letras sequenciais, dessa forma é possível saber qual a ordem dos ataques deles e se planejar de acordo.

    8 - BRV do inimigo. Da mesma forma que os personagens jogáveis, quando o inimigo atacar irá causar essa quantidade de dano.

    9 - A barra de HP do inimigo, infelizmente não há uma representação numérica, mas ela é suficiente para se planejar de acordo para maximizar o dano causado e minimizar o dano sofrido.

    10 - O alvo do próximo ataque do inimigo. Raras vezes um inimigo pode mudar de alvo (como quando o alvo de seu próximo movimento é retirado do combate, ou em gatilhos bem específicos de chefes), então use essa informação para ganhar vantagem em combate.

    11 - O botão de pausa, que traz um menu simples com os objetivos da fase, o número da parte da fase que você se encontra e a opção de abandonar a fase.

    12 - A quantidade de bônus ganho pela equipe que conseguir um BREAK (mais sobre isso já, já).

    13 - O personagem ativo no momento.

    14 - O botão para o ataque de BRV padrão de todos os personagens.

    15 - O botão para o ataque de HP padrão de todos os personagens.

    16 - O botão para a habilidade especial de cada personagem. Essa habilidade varia muito, então é sempre bom dar uma olhada nos stats do personagem para ver o que ela faz, podendo ser um ataque de BRV, HP, fortalecimento, enfraquecimento, cura, proteção, ou uma combinação de vários desses, e também podendo atingir um inimigo, todos os inimigos, um ou mais aliados... Todos os personagem possuem uma habilidade desbloqueada por padrão, e ganham uma segunda ao subir até o nível 20 do Crystal Strenght. Esses ataques tem um limite de quantidade de usos por partida.

    17 - O Botão de Auto, que faz os personagens agirem automaticamente baseados na IA. Bom para economizar tempo, já que é possivel deixar os personagens fazendo o grind de itens e Exp sozinhos enquanto faz outra coisa.

    O combate funciona da seguinte forma: Ataques de HP causam dano ao HP do oponente, esse dano é equivalente à quantidade de BRV que o personagem possui. Ao usar um ataque de HP, o BRV do personagem cai para 0, e sobe aos poucos naturalmente. Outra forma de aumentar o BRV do personagem é usando os ataque de BRV.

    Ataques de BRV funcionam como um tipo de roubo de BRV do oponente: Você causa uma quantidade de dano ao BRV do adversário e ganha a mesma quantia de BRV. Ataques de BRV são afetados por fraqueza e vantagem, então usar ataques BRV com um personagem melee (Cloud, por exemplo) contra um fantasma irão reduzir a efetividade do ataque, ao passo que usar o comando Fire de Vivi aumenta o dano causado a um Flan, que é vulnerável ao elemento fogo.

    Ataques de BRV ainda possuem outra grande vantagem: se você conseguir reduzir o BRV do inimigo a menos que 0, esse inimigo perde um turno e entra num estado chamado BREAK. Enquanto um personagem está em BREAK ele não causa nenhum dano de HP (embora usar um ataque de HP faça seu BRV voltar ao valor inicial). Sua recuperação de BRV sofre enquanto ele está nesse estado, e todos os ataques de BRV que o atingirem causam dano crítico. Além disso, a equipe do personagem que causou o BREAK ganha o Break Bonus no topo da tela, aumentando bastante o BRV de toda a equipe.

    Há mais alguns pontos interessantes no combate, mas o básico de tudo é isso. A estratégia é olhar para a ordem dos ataques, causar Break sempre que possível, e com BRV perto do máximo, desferir ataques de HP sem deixar que seu personagem fique vulnerável a sofrer um BREAK logo em seguida. O jogo indica com um efeito roxo sobre o BRV quando você consegue eliminar um inimigo com um único ataque de HP (ou quando o inimigo também consegue eliminar um de seus personagens com o próximo ataque), e isso pode ser usado para planejar qual o inimigo a ser eliminado primeiro.

     

    Ao fim de uma fase, o jogador recebe uma pontuação, baseada em quantos BREAK ele sofreu, quantos turnos foram necessários para finalizar a fase, e quanto dano (HP, nesse caso) ele tomou. Além disso, todas as fases possuem três objetivos e uma quantidade de pontos a serem alcançados, recompensando o jogador a primeira vez que ele completa cada um desses. Ao fim do combate também são revelados os drops dos inimigos eliminados, variando de armas, materiais para melhorar as mesmas, itens para "contratar" e melhorar invocações (mais sobre elas num próximo capítulo do guia), cristais para aumentar estatísticas e habilidades dos personagens, etc.

    Na próxima parte eu vou falar de elementos do jogo fora do combate, como melhorar os personagens através de cristais, melhorar equipamentos através da fusão, e o tão mal-falado elemento de gacha, que nesse jogo se resume a um sorteio de armas na loja, além de um breve passeio pelo mapa-mundi e outros menus do jogo. See ya!

    Dissidia Final Fantasy Opera Omnia

    Platform: Android
    40 Players
    159 Check-ins

    35
    • Micro picture
      artigos · 8 months ago · 1 ponto

      Parabéns! Seu artigo virou destaque!

    • Micro picture
      kess · 8 months ago · 1 ponto

      Lendo um pouco mais sobre o game me interessei. Por ser para celular estava meio receoso, mas na verdade estou até interessado nele, agora!

      1 reply
    • Micro picture
      michbros · 8 months ago · 1 ponto

      Gostei do post e me deixou interessado por jogar, ainda mais sendo fã da franquia

      1 reply
  • michbros Michael Rurouni
    2018-09-11 15:15:52 -0300 Thumb picture
    Post by michbros: <p>VOltando ao Alva para postar minhas conquistas c

    VOltando ao Alva para postar minhas conquistas com o 3DS :)

    2
  • michbros Michael Rurouni
    2016-01-12 16:49:11 -0200 Thumb picture
    michbros checked-in to:
    Post by michbros: <p>Voltar a jogar depois de meses parado é cruel. L
    The Legend of Zelda: Spirit Tracks

    Platform: Nintendo DS
    2886 Players
    116 Check-ins

    Voltar a jogar depois de meses parado é cruel. Lembro de nada! hahahaha ... Mas vamolá!

    1
  • michbros Michael Rurouni
    2014-12-24 12:46:04 -0200 Thumb picture

    Bom Natal a todos!!!!! (jogando um bom RPG)

    Para comemorar o Natal em bom estilo nada melhor que relembrar uma das melhores surpresas de RPGs que tive este ano!!!!

    Jeanne d'Arc

    Platform: PSP
    419 Players
    56 Check-ins

    3
  • michbros Michael Rurouni
    2014-07-11 14:18:00 -0300 Thumb picture

    Feliz Aniversário (atrasado) para ... Nikola Tesla!!!!

    Como ontem meu acesso estava impossibilitado, nem pude desejar um bom niver para ele, pois sem seus intentos não estaríamos jogando (seja na tv, no pc ou em qualquer outro aparelho). Nikola Tesla nasceu em 10 de julho, há 158 anos. 

    Tesla é o pai da modernidade por ter sido o responsável por descobrir a eletricidade, o rádio, o radar, o raio-x, a hidroelétrica, os sinais sem fio, o transistor, o motor elétrico e tantas outras coisas que vieram se tornar cotidianas para nós.

    Então, temos que agradecer realmente a pessoas que buscam cada vez mais conhecimento sem se preocupar em subir ao estrelato.

    Fonte: http://www.tecmundo.com.br/tesla/58927-aniversario...

    4
    • Micro picture
      renatolf · almost 5 years ago · 0 pontos

      Tem um cara de um site de tirinhas, chamado The Oatmeal, que tava fazendo uma campanha pra um museu do Tesla, acho até que ele já conseguiu!

    • Micro picture
      michbros · almost 5 years ago · 0 pontos

      Ele conseguiu construir um supercondutor gigante no terreno de Nova York !!!!

  • michbros Michael Rurouni
    2014-07-10 14:28:09 -0300 Thumb picture
    Post by michbros: <p>Depois de um período matador na faculdade, eis q

    Depois de um período matador na faculdade, eis que bate uma vontade de apreciar um bom RPG e como não tenho o console, vai de emulador mesmo!!!!

    Final Fantasy antigo ... os melhores!!!

    Final Fantasy IX

    Platform: Playstation
    5559 Players
    140 Check-ins

    2
Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...