melks

So all you bad folks, you must go

You aren't following melks.

Follow him to keep track of his gaming activities.

Follow

  • melks Gabriel D'Luca
    2018-08-27 10:38:39 -0300 Thumb picture

    [DEBATE] Jogos e Saúde Mental

    Medium 3665340 featured image

    Oi, pessoas!

    Como vocês já devem saber, o DSM-5, manual de diagnóstico e estatístico de transtornos mentais, recentemente incluiu o gaming disorder em sua lista de transtornos psíquicos. Nesse contexto, gostaria de levantar um debate sobre jogos e saúde mental.

    É muito mais comum vermos discussões sobre como isso se torna algo compulsivo e patológico, como mencionado acima. Mas gostaria de levantar um debate sobre justamente o contrário dessa ideia: o que te leva a jogar um jogo? em alguns casos, há um propósito (você já jogou com o intuito de se sentir mais confortável mentalmente)?

    Você já se sentiu mal (psicologicamente) e jogou algo para descontrair ou se sentir melhor? Se sim, quais tipos de jogos você costuma jogar mais nessas ocasiões (e por que)?

    Gostaria de ouvir as experiências e os relatos de vocês sobre como os games podem ajudar nessas adversidades. Obrigadx! :)

    P.S: Se puderem republicar, é de grande ajuda!

    68
    • Micro picture
      blusnow · about 1 year ago · 5 pontos

      Bom, quando eu comecei a ter ansiedade no ano passado, eu fiquei com muito medo, por que eu n sabia que algo psicologico pudesse causar dor fisica, minha pressão aumentava, eu sentia falta de ar, n desmaiava, mas perdia a consciencia algumas vezes (eu ouvia as pessoas mas n conseguia processar oq elas estavam falando) minha mente muitas vezes ficava "cheia" ou pesada, exaustão entre outras coisas, também por causa disso tudo, foi uma época que eu me isolei mais ainda em casa por que eu n me sentia disposta pra sair e praticamente tinha fobia social.

      Foi bem na época que lançou Animal Crossing e por ser um jogo colorido, com musica calma e alegre e várias missoes pra fazer (ja que trocam de personagem de manha, tarde e noite) eu conseguia me distrair e me manter calma por causa dele, eu sempre jogava na hora de dormir até pegar no sono, também é um dos motivos de eu gostar tanto de jogos point and click.

      Também foi quando eu passei a jogar mais Overwatch, e fiz amigos por causa dele, e esses amigos me ajudaram muito, por que ficavamos conversando varias horas por dia, sobre o jogo, jogavamos juntos e saiam varias piadas disso, também me chamavam pra sair e gostavam da minha companhia, cozinhavamos juntos, conversavamos a noite inteira, viamos animes, e jogavamos Muchkin. (que eu passei a amar muito muito mesmo)

      Hoje em dia eu to bem melhor em varios aspectos , passei a fazer acompanhamento com psicologo algumas vezes por mês, que também me orientou a praticar mindfulness (meditação) e em relação ao ano passado eu to 70% melhor com certeza.

      Mas ainda uso os jogos pra me manter ativa, como por exemplo o Pokemon Go, eu tenho acompanhado um grupo de pokemon go no wpp, e por causa do jogo eu tenho saido mais pra caminhar, isso tem ajudado muito no meu sedentarismo (apesar da minha familia ser contra eu sair pra jogar por que posso ser roubada a qualquer momento).

      4 replies
    • Micro picture
      onai_onai · about 1 year ago · 4 pontos

      Videogame pra mim é uma válvula de escape e sempre me ajudou a relaxar, talvez exceto nos jogos de estratégia, mas o problema ocorre quando jogo demais e deixo de fazer outras coisas importantes. De qualquer forma uma coisa é certa, se não fossem os jogos eu já teria pirado a muito tempo, e as vezes acho que não giro muito bem, por que viver apenas para trabalhar é uma bosta. Um fato curioso também é que várias pessoas interessantes que conheci na vida foram por meio do videogame, direta ou indiretamente.

    • Micro picture
      smoothpoffin · about 1 year ago · 4 pontos

      Eu estudo bastante a área de psiquiatria na minha faculdade, e eu acho que o que ocorre é apenas um mal entendimento. O vício em jogos é um transtorno, e não simplesmente uma forma de julgar pessoas que gostam de jogar como "doentes". Uma coisa é gostar de passar o dia inteiro jogando num domingo ou sábado, outra coisa é faltar a escola/faculdade/trabalho, distanciar da família, descuidar de si mesmo, etc, e isso sim que é o transtorno por vício em video games. E ele existe sim, por mais que seja chato de falar isso. Video games funcionam no nosso cérebro como qualquer droga, dinheiro, ou até mesmo café- nos dá uma sensação boa de recompensa, então queremos mais. A diferença é quem sabe ajustar esse desejo com a vida e aqueles que deixam video games tomar conta dela. É quase como a relação entre pessoas que bebem álcool normalmente e pessoas que sã alcoólatras.

  • melks Gabriel D'Luca
    2017-01-08 00:39:17 -0200 Thumb picture
    melks checked-in to:
    Post by melks: <p>Um <em style="background-color: initial;">check-
    Pokémon Sun

    Platform: Nintendo 3DS
    378 Players
    277 Check-ins

    Um check-out no final da viagem: nem tive tempo pra jogar muito. Até agora só deu tempo de finalizar e ganhar as stamps dos trials de Akala e Melemele.

    a "screenshot" é feia e mas culpa é do HANS que ainda não suporta os novos jogos

    Devo dizer que a questão da ambientação brilha tanto aqui que faz os jogos antigos parecerem uma árvore oca e com pouca identidade. Todos os elementos colaboram com isso: trilha, as falas dos NPCs, parte visual, etc.

    Os novos pokes são lindooos (achei estranho eu não estranhar). E ando já capturando e treinando alguns pensando no post-game e no metagame.

    6
  • tsutomu Tsutomu Matsumoto
    2017-01-06 20:38:23 -0200 Thumb picture
    Thumb picture

    Primeira tentativa com arte digital

    Ja faz uns 3 anos que comprei minha tablet (aka mesa digitalizadora) mas nunca realmente parei para usar, então como uma de minhas metas de 2017 decidi que vou aprender a fazer arte digital e para isso comprei o art rage 4 que estava em promoção na steam e decidi que ia tentar desenhar toda uma dex de pokemon para treinar, mas para fazer diferente ao invez da 1ªgen decidi fazer de uma das que mais gosto (por mais que muita gente não)

     fundo ficou uma bagunça só para não ter um vazio, mas não deu pra fazer muita coisa porque esqueci de fazer em uma camada separada kkkkkkkk, espero que quando terminar finalmente consiga usar essas tablets

    Pokemon White Version

    Platform: Nintendo DS
    2613 Players
    151 Check-ins

    33
    • Micro picture
      brubshenrique · almost 3 years ago · 1 ponto

      Lindoooooo

      1 reply
    • Micro picture
      andre_luiz · almost 3 years ago · 1 ponto

      Ficou muito bom, depois tente usar o Krita, é um programa gratuito muito bom de arte digital

      1 reply
    • Micro picture
      filp · almost 3 years ago · 1 ponto

      Ficou massa! Bem melhor que minha tentativa por esses caminhos, haha.
      Mostra mais depois. o/

  • melks Gabriel D'Luca
    2017-01-02 05:02:29 -0200 Thumb picture
    Post by melks: <p>AMADOS, APÓS ANOS DE ESPERA ACABA DE VAZAR O LEG

    AMADOS, APÓS ANOS DE ESPERA ACABA DE VAZAR O LEGIT CIA PARA A CLASSE MÉDIA QUE GASTA TODO O RICO DINHEIRINHO COM ÁLBUNS E COISAS DA CULTURA POP:

    agora não há mais desculpas para ficar por fora do assunto de metade da população mundial meu beeemm.

    Inclusive, vou aproveitar o fato que estou completamente no limbo (juro valendo que a única coisa que sei até agora é o nome dos três iniciais + uns poucos que usei no Showdown) e fazer uma crítica quando finalizar o main game (e um pedacinho do post também por que ninguém é de ferro). Gotta play!

    Pokémon Sun

    Platform: Nintendo 3DS
    378 Players
    277 Check-ins

    6
    • Micro picture
      bakujirou · almost 3 years ago · 2 pontos

      o jogo eh lindo... msm eu tendo recebido uns spoilersao mt ruim mas eh bacana

      1 reply
  • 2016-12-19 11:27:09 -0200 Thumb picture
    Thumb picture

    Votação aberta: Qual o quesito mais importante de um jogo?

     E ai pessoal do top10, tudo bem? Vamos abrir um novo top com um tema bem legal diferente do comum. Quem escreve críticas e reviews vai curtir bastante de participar desse top.

    Os quesitos de um jogo são basicamente aqueles pontos que são analisados separadamente para que se possa visualizar e geralmente dar nota ao game em pontos separados. Dessa forma, você pode enaltecer um ponto de um game que em outros quesitos não recebem tanto destaque.

     Não se atenham quesitos do Alvanista, podem considerar alguns pontos separados, por exemplo, jogabilidade pode ser dividido em: controle, level design, sistema, batalha, etc. Basta pensar em divisões de um quesito e também pode-se criar novos, mas por favor, não invete um totalmente novo que ninguém deve votar também.

    Regras:

    -Os comentários devem listar até 5 quesitos, acima disso, não serão considerados. Essa ordem fará toda a diferença na classificação dos quesitos , onde o 1º lugar ganhará mais pontos na contagem e ordenação, depois o segundo e assim por diante;

    -Favor não inventar quesitos que provavelmente ninguém deve votar, seja criativo, mas não sem noção;

    -A votação ficará aberta por aproximadamente 1 semana, então ative seu senso críticos e vamos analisar os seus jogos separadamente.

    @roberto_monteiro, @anderson_costa, @jokenpo, @mjdias, @hilquias, @jaquearan, @toon_link, @manoelnsn, @thecriticgames, @laumiramos, @giullia_vitoria, @dandan_g_rous, @camneto, @joanan_van_dort, @tcarlucci, @gusgeek, @fonsaca, @vector, @rafaelreborne, @vinicios_santana_3, @mardones, @xchoramhunter, @alvaroluiz, @spider, @rafatsilva, @blinkn, @marcusmatheus, @natangaspechak, @lipeprestes099, @volstag, @darlanfagundes, @christtci, @_gustavo, @biel_gva, @thraphik, @venonsnake, @douglascruz19, @ermeson, @andre_andricopoulos, @mbc07, @hard_frolics, @bakujirou, @zir0, @willguigo, @natansouza, @marlonzp, @jaime96 [Se quiserem também ser marcados nas próximas postagens, é só botar nos comentários]

    96
    • Micro picture
      zir0 · almost 3 years ago · 11 pontos

      Gráfico
      Resolução 4k
      Mods trincadoes
      60 fps nativo.
      Sqn Hue

      1- história
      2 Gameplay
      3lvl desigg
      4 ost
      5grafico

    • Micro picture
      wildwolf · almost 3 years ago · 4 pontos

      1 - Jogabilidade
      2 - História
      3 - Trilha Sonora
      4 - Dificuldade (Esta de preferência equilibrada)
      5 - Gráficos

      Não acho que seja uma lista muito diferente das outras, e além disso há outros pontos que eu deveria colocar.

    • Micro picture
      marcusmatheus · almost 3 years ago · 4 pontos

      Ué? Acho que vai ser bem parecido o de todo mundo heim:

      1- Jogabilidade
      2- Trilha sonora
      3- História
      4- Gráfico

      E não acho que precise de mais nada!

      2 replies
  • marcusmatheus Marcus Vinicius de Paula Matheus
    2016-12-15 13:01:04 -0200 Thumb picture
    Thumb picture

    Podemos confiar em Opiniões e críticas?

    Medium 3429745 featured image

    Após responder em uma postagem de um brother aqui da rede (não vou marca-lo para não parecer que estou obrigando ele à ler essa montanha de texto, kkkk) me veio a ideia de escrever sobre este tema. E ironicamente, apesar de eu mesmo ler muitas críticas – sempre evitando os spoilers – minha opinião é bem mais profunda do que poderia expressar em um único comentário. Sendo assim: Vai um artigo! ^_^

    A crítica é uma das capacidades inerentes dos jogadores. Ela nos permite avaliar minuciosamente um jogo e, com isso, ter uma opinião sobre o que é bom ou ruim, aquilo que é certo ou errado, quando está bonito ou feio. Ela nos permite tomar decisões sobre uma série de coisas.

    Essa capacidade de criticar também é importante para nossa vida em grupo. Por vezes, somos ajudados com críticas de outras pessoas, que nos dão sua opinião sobre o que fizemos ou deixamos de fazer. Muitas vezes também sentimos vontade de colaborar, criticando comportamentos dos nossos familiares e amigos – seja na rede ou na vida real.

    Portanto, ao contrário do que parece à primeira vista, a crítica em si não é ruim. O problema está na dificuldade em fazê-la corretamente. É muito fácil uma crítica se virar contra a pessoa que a está fazendo. No lugar de contribuir com outro player você prejudica a si mesmo.

    Eu não sei se todos vocês sabem mas o Pensamento crítico é uma habilidade – e não uma característica humana (e obviamente nem todos possuem!): É a maneira pela qual podemos nos libertar de ideias pré-fabricadas às quais estamos sujeitos o tempo todo, e finalmente pensar por contra própria.

    Isso porém não significa se isolar e tacar foda-se para a opinião dos outros (isso é outra característica da nossa espécie que, de certo modo, não convém mencionar neste artigo!). Na verdade, ter pensamento crítico significa saber absorver importantes informações e ser capaz de usá-las para formar a sua própria opinião sobre determinado assunto – em vez de apenas reproduzir um discurso pronto que se lê na internet e nas redes, que se ouve na escola ou na igreja ou que é propagado por outras pessoas.

    Esta não é uma capacidade com a qual nascemos pois, na verdade, o mundo busca de nós exatamente o oposto: somos treinados basicamente para não desenvolver muito bem o pensamento crítico e, desta forma, não sermos muito contestadores.

    Vou dar um exemplo super – mega – hyper simples, que é muito comum de se encontrar na rede. Observo porém que aqui nem expresso um ponto de vista, e sim uma realidade estudada e comprovada pela ciência. Textos e artigos sobre o assunto podem ser facilmente encontrados na internet, caso você duvide disso. Well, lets go:

    O preconceito que se auto-confirma:

    Acho que quase todo mundo por aqui já ouviu falar de psicologia reversa e de efeito placebo, certo? Mas vocês sabiam que essas técnicas muito usadas no mundo da ciência têm como base falhas do pensamento humano? E de maneira nenhuma pense que você é especial e está imune à elas: Esses problemas acontecem com todos, independentemente de idade, sexo ou nível educacional (sabe aquelas pessoas que adoram jogar o diploma na sua cara quando você tem uma opinião contrária? :) ).

    Esses “preconceitos” apenas confirmam atitudes que fazem parte de nós. Eles acabam causando constatações que provocam o resultado previsto. Quer um exemplo? Que tal se eu mesmo me analisar e me colocar na linha de fogo?

    Quando eu penso “eu odeio jogos de esporte, simplesmente não consigo entender como alguém consegue gostar disso...” sou automaticamente desestimulado a jogar jogos de esporte por meus próprios pensamentos e, as chances de achar um jogo de futebol horrível, ou um jogo de corrida por exemplo, aumentam consideravelmente! Essa é uma tática muito usada pelos assim chamados “videntes”: Você vai à cartomante e ela diz que há uma pessoa muito próxima querendo o seu mal – logo você começa a ficar mais atento e receoso com qualquer pessoa que conhece e seu comportamento alterado pode até levá-lo a fazer um novo inimigo – basta uma discussão ou uma briga com um conhecido para que você acredite ter encontrado a pessoa da previsão.

    Eu por exemplo: Iria jogar jogos de esporte procurando erros e falhas técnicas, problemas no gameplay, e quaisquer outros tipos de empecilhos que pudesse achar. E sabem o que eu faria depois de anotar a lista de defeitos? Escreveria uma crítica destruidora do jogo, apontando e enaltecendo todos os defeitos dele – dando muito maior ênfase aos defeitos do que às qualidades, alias!

    Se você vai ler uma crítica Preste atenção nos detalhes certos:

    Uma das partes mais importantes de pensar criticamente ao ler uma crítica é aprender quais detalhes são, de fato, importantes. Estamos expostos a tanta informação e opiniões diferentes que fica muito fácil se perder nos detalhes. O que eu gosto mais de aconselhar é: Comece confiando na sua intuição! Se algo não soa verdadeiro para você, eis aí o primeiro sinal para não considerar aquela opinião.

    Na sequência, uma boa dica é refletir sobre quem está te dando a informação ou opinião. Se há uma discussão acalorada sobre, digamos, um novo jogo lançado ou se a qualidade da água da torneira é adequada ou não para consumo, preste atenção se dentre as partes envolvidas não está alguém que particularmente não gosta do jogo ou uma indústria de garrafinhas de plástico.

    Estejam avisados: Se eu escrever uma crítica de jogos de esporte, por favor, é melhor não levar a sério, kkkkkk.

    E todas essas ideias nos traz ao segundo ponto: questione a sua fonte. Principalmente após a grande disseminação da internet nas últimas décadas, as fontes nem sempre são imediatamente confiáveis. Portanto, se algo parece meio duvidoso, rastreie de onde veio antes de formar uma opinião. E se uma ideia geral parece estar de acordo com a maioria das opiniões e críticas apresentadas, provavelmente essa ideia é verdadeira.

    Compartilhei a crítica de um brother esses dias aqui no Alva pois, após leitura, notei que os pontos que ele levantou eram muito bem explicados e não senti em nenhum momentos que ele estava falando mal do jogo propositalmente. Outro ponto que contou, foi que a ideia levantada por ele e a nota final apresentada, não fugiu fugiram de tudo o que eu havia lido em diversos sites e fóruns (a ideia geral foi mantida).

    O mesmo vale para os meios de comunicação. Cada publicação ou veículo tem uma vertente – esquerda, direita -, e não é que é impossível acreditar em matéria alguma de política por conta do posicionamento desses meios, mas para o bem do seu pensamento crítico, é bom ter um pé atrás e analisar se o texto traz alguma informação nova (e isenta) ao leitor, ou se serve apenas para reafirmar as convicções da empresa ou da pessoa que escreveu.

    Outro ponto importante: Cuidado com “achismos”:

    Quando estamos lendo uma crítica o que buscamos na verdade é saber pequenos detalhes que podem nos motivar a comprar ou não um jogo. Resumidamente queremos saber se os gráficos do game são bonitos, se o gameplay dele flui naturalmente, se as músicas são boas e bem produzidas, se a história é interessante e... Bem, basicamente mais nada!

    Devemos treinar nossa leitura para notar pequenas palavras e frases que servem como sinais de alerta. Sabemos que é impossível prestar atenção em tudo, por isso, conhecer algumas frases que tendem a vir antes de um argumento fraco é realmente útil!

    São os, assim definidos, “achismos”. Mesmo que de forma sutil, essas expressões entregam que a opinião que vem a seguir muito provavelmente não é bem embasada. Uma vez vi num documentário que existe uma lista oficial de frases que grandes pensadores se concentram na hora de descartar uma opinião. Dentre elas, destacam-se, além da famosa “eu acho que”, expressões como “para dizer a verdade”, “só quero que você saiba que” e “só estou querendo dizer que”.

    Numa crítica técnica e impessoal, ou seja, numa crítica que irá te passar exatamente aquilo que você precisa saber sobre um jogo, essas expressões podem sinalizar o momento exato em que a questão deixou e ser técnica para se tornar pessoal. E é justamente por isso que eu NUNCA considero a opinião das pessoas em relação a história de um jogo!

    Existem pessoas que odeiam a história de Dark Souls – existem outras que amam.

    Existem pessoas que odeiam contos de fadas – existem outras que amam.

    Existem pessoas que odeiam montar quebra-cabeças – existem outras que amam.

    Existem pessoas que odeiam romances – existem outras que amam.

    Existem pessoas que odeiam clichês – existem outras que amam.

    Não adianta: A questão da história é um dos fatores mais subjetivos numa análise e esta é uma parte que eu sempre recomendo ao leitor interpretar de forma pessoal

    Obs: Salvo raras exceções, na qual você conhece a pessoa que está fazendo a crítica e sabe que ela tem um gosto parecido com o seu. Ainda assim, mesmo nestes casos, várias opiniões diferentes aparecem de jogo pra jogo.

    E basicamente é isso!

    Agora sim, consegui me explicar de forma clara sobre o que acho de críticas e avaliações de jogos. É um tema bem complexo que é difícil definir em poucas palavras, kkkk.

    Para vocês que tiveram paciência de ler até aqui, obrigado. Um abraço!

    The Last of Us

    Platform: Playstation 3
    11574 Players
    1165 Check-ins

    73
    • Micro picture
      lica · almost 3 years ago · 6 pontos

      Muito bom o seu texto! Só destacaria algumas coisas interessantes para um debate com as suas ideias:
      - Sobre a crítica se voltar contra a pessoa, acho que a vida é assim. Se alguém se propõe a falar publicamente sobre algo, terá que aguentar as consequências disso. Claro que nunca defendo açoites em praça pública, mas apresentar ideias e viver em livre expressão significa se responsabilizar por tudo que você fala/escreve.
      - Quando você fala em imparcialidade fica evidente que você está destacando aspectos técnicos, entretanto o próprio campo de críticas e análises dos games tem pouco conhecimento dos aspectos técnicos ou ainda não sabe quais aspectos técnicos devemos destacar para aí sim analisar, Por exemplo, quando você fala em história de um jogo digital a primeira coisa que vem na cabeça de muita gente, inclusiva no seu texto, é o gosto pessoal. Quando analisamos a história de um jogo o que a gente se propõe a destacar: a construção da narrativa ou o seu gênero? a forma como ela se desenvolve ao longo do gameplay? se é profunda ou superficial? se tem coerência e coesão? se apresenta furos lógicos? ou a gente vê tudo isso e chama de história? Os critérios para as análises não são claros. Outro problema é a questão dos gráficos, que as pessoas confundem com a arte do jogo, achado que gráfico é todo jogo que se pretende realista. Quando analisam som, só pensam nas músicas e esquecem da sonoplastia, dos sons do ambiente... Percebe que os próprios critérios para as análises não são claro? Por isso não dá para ser imparcial.
      Outro ponto que ajuda na imparcialidade a "bagagem" anterior que nos temos interfere sim na sua experiência de imersão. Você pode estar diante de um jogo incrível, mas a sua bagagem anterior pode fazer com que você não curta por vários motivos. Jogar um jogo em Inglês quando você não entende muita coisa pode ter um impacto diferente do que teria se o jogador fosse fluente ou entendesse bem. Jogar sozinho um game que se propõem multiplayer pode também mudar seu conceito sobre ele. Nem sempre temos as condições ideais para desfrutar de um jogo a partir de sua real proposição. Isso tudo impede a imparcialidade.
      O que fazemos diante disso? Eu acho que deveríamos desencanar, ao menos por hora da imparcialidade e assumirmos opiniões, experiências e gostos nas análises. Ser sincero, não analisar um jogo, mas relatar a experiência de jogar. Inclusive nossa experiência de jogar muda com o tempo, o que traz para as análises sua condição efêmera.
      Particularmente não leio nenhuma crítica, mal assisto trailer porque odeio spoiler hahaha. Mas entendo que precisamos de outro posicionamento quanto a elas. Menos hype, conceitos soltos, palavras vagas que são usadas em todas as críticas e não dizem nada. Mais concretude, sinceridade, experiência e opinião embasada.
      ;)

      1 reply
    • Micro picture
      jorgegt · almost 3 years ago · 3 pontos

      Comentando pra ler mais tarde.

      1 reply
    • Micro picture
      armkng · almost 3 years ago · 3 pontos

      Excelente artigo, os caras do T3H são feras demais hehehe...
      Quando se fala em crítica, muitos atrelam em forma no qual não vai incentivar, não irá agregar algo de bom. Que está ali apenas para diminuir, difamar e etc.
      O grande problema de construir uma crítica, e saber aceitar a critica, absorver a informação que ela possua, e não ser uma de forma destrutiva, como muitos fazem hoje em dia.
      A crítica bem construida, trazendo seus prós e contras de forma objetiva e clara, todos irão ter uma leitura agradável.
      Lendo os vários comentários de nossos amigos que acompanham a persona, a de nossa amica @lica trouxe vários pontos e em destaque é, se ao escrever sua crítica e expor ela, ainda mais na internet, você tem que estar preparado para receber o ponto de vista da galera, e saber absorver de forma positiva, sem agredir verbalmente a pessoa que comentou.
      Nosso amigo @marcusmatheus também levantou pontos que devemos levar sempre em consideração, relevar e ser imparcial também em alguns pontos.
      O que acaba ocorrendo, que muitos acham que a crítica dele está correta e ponto, e quem resolve expor sua "opinião", e errado em sua história também.
      A própria persona Talk to the Hand foi criada para termos discussões sádias, no qual todos podem ter seu ponto de vista, e é claro, sempre e mais importante, respeitar a pessoa que está adicionando, agregando sua visão, opinião e critica também.

      1 reply
  • melks Gabriel D'Luca
    2016-08-05 19:39:05 -0300 Thumb picture
    melks checked-in to:
    Post by melks: <p>A ida ao dentista hoje rendeu bastante, no camin
    Pokémon GO

    Platform: Android
    745 Players
    1734 Check-ins

    A ida ao dentista hoje rendeu bastante, no caminho passei por quase 20 PokéStops e recebi alguns muitos itens e três eggs também, e quando cheguei no dentista adivinha só... as minhas duas dentistas jogam! bom, pelo menos uma delas, a outra não conseguia por que não dava pra baixar pelo Galaxy S3, mas ensinei ela a baixar no apk tudo certinho.

    Consegui nível cinco, que é o nível de enfrentar os gyms, mas como passei de carro não deu pra tentar nenhum, só deu pra escolher meu team que, obviamente, não poderia ser outro além do que tem o Articuno no símbolo. Na volta também passei por vários pokémons e capturei todos, menos um inferno de Tangela com 209 CP que escapou e faria de tudo pra tentar de novo. O restante veio tudo baixo, o melhor foi a Ekans com 79 CP.

    E terminei o dia com uma medal de Collector, agora só faltam mais 469 pra pegar o prata! uhu

    7
  • melks Gabriel D'Luca
    2016-08-04 19:43:52 -0300 Thumb picture
    melks checked-in to:
    Post by melks: <p>#img#[325837]</p><p>E aí está o resultado da tar
    Pokémon GO

    Platform: Android
    745 Players
    1734 Check-ins

    E aí está o resultado da tarde de hoje, além desses capturei vários repetidos que joguei fora pra ganhar mais candies, e agora faltam só um ou dois pra chegar no nível 5 e enfrentar os gyms. Aliás, sábado vou no shopping e se Suicide Squad for tão mais ou menos como dizem, pelo menos não perco o meu dia kkkkkkkkkkkkkkk

    10
  • lap
    2016-08-01 22:36:29 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Novas mecânicas em Sun e Moon!

    Não foram só mais pokémon as novidades de hoje, tivemos informações sobre algumas mecânicas que estarão presentes em Sun e Moon.

    The Rite os the Island Challenge

    É um dos costumes da região de Alola. De forma semelhante aos rituais de crescimento, esse ritual consiste em aventuras pelas ilhas da região em busca do fortalecimento e crescimento dos treinadores mais jovens. Os protagonistas do jogo claro que passarão por esse ritual.

    O ritual consiste em provações/testes das ilhas, que serão propostos por seus capitães, quatro no total, um para cada ilha. Esses testes não serão limitados a batalhas, podendo envolver testes de conhecimento ou coleta de itens.

    No final desses testes você enfrentará um Pokémon Totem, que será um pokémon maior que ganhará bônus em alguns stats durante a batalha. Além disso, esses Pokémon Totem poderão chamar outros pokémon para ajudá-lo na batalha.

    O teste final consiste em uma batalha contra o Kahuna da ilha, treinadores escolhidos pelos pokémon guardiões de cada ilha. Ao vencê-lo você será reconhecido publicamente e ganhará permissão para ir para a próxima ilha.

    Os Capitães

    Lana

    Perita em pokémon do tipo Water. É dedicada à sua família e é uma irmã mais velha cuidadosa e confiável.

    Mallow

    Especialista em pokémon do tipo Grass. Ela ama cozinhar, mas parece que seu gosto é um pouco diferente…

    Sophocles

    Especialista em pokémon do tipo Electric. Ele é bom com mecânica e já contruiu diversas máquinas.

    Kiawe

    Perito em pokémon do tipo Fogo. Junto com seu Marowak ele estuda as danças passadas de geração em geração em Alola.

    Kahuna Hala

    Hala é o Kahuna da ilha Melemele e é o avô do rival do(a) protagonista no jogo, Hau. É ele quem dá seu pokémon inicial e espera grandes coisas vindas dele(a).

    Poké Ride

    Nem a terra, nem o céu e nem o mar são obstáculos quando se está com montando num Pokémon!

    É costume da região de Alola você pedir ajuda a determinados pokémon que servirão de montaria para passar de áreas em que sozinho não seria possível. Esse pokémon não entra para seu time e nem batalhará também. Isso mostra a ligação que o povo dessa região tem com seus pokémon.

    Z-Moves

    Quando os desejos de pokémon e treinador são os mesmos, golpes poderosos poderão ser desferidos. Esses são os Z-Moves, golpes que poderão ser usados apenas uma vez por batalha.

    Cada tipo de pokémon tem um Z-Move específico e para usá-lo o pokémon deve aprender um golpe daquele tipo e ele e treinador devem estar equipados com a Z-Crystal correspondente.

    Quando esses golpes são usados animações especiais são mostradas!

    Pokémon Sun

    Platform: Nintendo 3DS
    378 Players
    277 Check-ins

    20
    • Micro picture
      jornalistazeke · over 3 years ago · 3 pontos

      Quero ver pessoalzin reclamando de n ter gym, os mesmo que reclamavam que a franquia nunca inovava KKKKKKK... esses Z-Moves <3 meu Deus que foda!

    • Micro picture
      marlonildo · over 3 years ago · 2 pontos

      Não teve pokemon Z, mas fizeram Z-moves rs
      Poxa, então não vai ter mais ginásio mesmo hein..

      3 replies
    • Micro picture
      gogobrasil8 · over 3 years ago · 2 pontos

      é bom uma mudança de ares na franquia, era sempre a mesma coisa.

  • jcelove José Carlos
    2016-07-17 10:20:55 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Demorou...

    Pokemon Go ainda não chegou ao Brasil mas já tem "hino oficial".

    De nada.hehe 

    Pokémon GO

    Platform: Android
    745 Players
    1734 Check-ins

    23
    • Micro picture
      foxwire96 · over 3 years ago · 3 pontos

      KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK XD

    • Micro picture
      daisuke · over 3 years ago · 3 pontos

      Jisuis

    • Micro picture
      burningorpheus · over 3 years ago · 2 pontos

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk caralho vei

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...