maria_luiza

Put on your red shoes and dance the blues

You aren't following maria_luiza.

Follow her to keep track of her gaming activities.

Follow

  • 2017-03-15 10:57:11 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    [Biografia Musical] #4 - Creedence Clearwater Revival

    -- E a biografia musical de hoje é meio reciclada por motivos já brevemente apontados no último post rsrsrs--

    E depois de outra pausa voltei com mais uma biografia musical, dessa vez com uma grande banda classificada como "Southern Rock"  mas que na verdade era de San Francisco: Creedence Clearwater Revival.

    A banda era centrada nos dois irmãos Fogerty, John e Tom, que se mudaram para San Francisco com a família após a grande depressão americana de 1929. O pai os abandonou quando John tinha apenas 9 anos de idade e seu único conforto foi a música, em especial, Elvis Presley.

    Apesar de terem crescido na costa oeste, acabaram não se influenciando pela contra-cultura dos anos 60, preservando um estilo mais "rural" em meio às bandas psicodélicas, com uma fusão de blues, rockabilly, country e R&B.

    Mas a história começa antes do final dos anos 60, já que os irmãos Fogerty, o baterista Doug Clifford e o baixista Stu Cook já tocavam juntos desde 1959, como The Blues Velvet, chegando a lançar alguns compactos em 1964 como The Golliwogs. 

    Em 1967 assumiram o nome de Creedence Clearwater Revival, sendo "Credence" o nome de um amigo deles, "Clear Water" uma marca de cerveja e "Revival" colocado por estarem "renascendo" como banda.

    Em 1968 lançam seu autointitulado álbum de estreia, que logo de cara já ganha um disco de ouro. John Fogerty já começa a mostrar seus dons como compositor e cantor, mas a sonoridade marcante da banda ainda estava a ser desenvolvida.

    Nele se destacaram dois covers, que também foram lançados como singles, “Suzie Q” e “I Put a Spell On You".

    No ano seguinte, 1969, a banda lança TRÊS discos de estúdio. O primeiro foi em janeiro, Bayou Country, e atingiu disco de platina. 

    Nele há clássicos como "Born On The Bayou", "Keep On Chooling" e "Proud Mary", que ficaria ainda mais famosa por suas diversas regravações, anos depois.

    O segundo, lançado em agosto daquele ano, é o Green River que também recebeu disco de platina. 

    Algumas faixas a se destacar nele são a faixa título "Green River" e o clássico "Bad Moon Rising".

    E o último de 1969, lançado em novembro, foi Willy And The Poor Boys que, olhem só, também atingiu disco de platina. 

    Nesse álbum mais um clássico, "Fortunate Son", o manifesto de John Fogerty contra a guerra do Vietnã, além de outro clássico, "Down On The Corner".

    No final daquele ano, o Creedence já tinha sido lançado ao topo das paradas, tocando no festival de Woodstock e se tornando a única banda americana a desbancar os Beatles do topo da parada inglesa. 

    Um fato curioso sobre o show deles no festival, é que a banda não permitiu o uso das imagens no filme de Woodstock '69. Eles justificaram que a banda não estava em seu máximo e o clima do show foi fortemente prejudicado devido ao ser atraso, tendo sido realizado de madrugada, com boa parte do público dormindo.

    Além disso, naquele ano, tocaram no mais importante programa de TV que uma banda poderia ir nos EUA, o Ed Sullivan Show.

    O mais impressionante é que eles compuseram e gravaram três álbuns de estúdio sem parar de fazer shows pelo país, tocando em outros festivais além de Woodstock, como o Atlanta Pop Festival.

    Antes de cada álbum, a banda lançava singles, que acabavam sendo as principais músicas do álbum e atingiam disco de ouro. Nessa altura, John Fogerty já dominava tanto as composições quanto as questões administrativas da banda.

    No ano seguinte, 1970 a banda lançou mais DOIS álbuns de estúdio. O primeiro, Cosmo's Factory, foi o disco de maior sucesso comercial da banda, vendendo mais de três milhões de cópias.

    Entre os singles lançados na época e as principais músicas do disco estão "Travelin' Band",  "Lookin' Out My Back Door", "Who'll Stop The Rain" e um cover de Marvin Gaye"I Heard It Through The Grapevine".

    E em dezembro daquele ano foi lançado Pendulum, considerado o disco mais bem produzido deles, o quinto álbum de estúdio, quarto álbum de platina.

    O disco foi um grande sucesso, possuindo, além de outras excelentes músicas como "Hey Tonight", o maior hit global do CCR de todos os tempos: "Have You Ever Seen The Rain?"

    Entretanto, apesar do enorme sucesso, a banda estava totalmente implodida, e Tom Fogerty abandona o barco no ano seguinte, em 1971.

    Eles ainda seguem fazendo shows como trio e em 1972 lançam seu último álbum: Mardi Grass. Dessa vez, atendendo a reclamação dos outros membros, John Fogerty decide dividir igualmente o trabalho: cada um compõe um terço do disco e canta suas próprias músicas.

    Os singles desse álbum foram "Door To Door" e "Sweet Hitch-Hiker", mas nem essas e nem nenhuma das outras músicas do álbum chegaram perto da qualidade e do sucesso das anteriores.

    Com o fracasso do disco e os atritos internos, a banda termina em 1972, com 5 anos de estrada e 7 álbuns de estúdio.

                                                    ----------------//--------------

    Nos próximos anos, os membros iriam passar por diversos processos judiciais contra a gravadora, empresário e pelos direitos das músicas. 

    John Fogerty inclusive chega a ser processado por auto-plágio, devido à semelhança de uma música de sua carreira solo com outra do CCR (The Old Man Down The Road com Run Through The Jungle). Com isso fica proibido de tocar as próprias músicas por anos.  

    Há inclusive uma história de que, mesmo depois de autorizado, ele não queria tocar as músicas do Creedence em sua carreira solo. Esse hiato durou até 1985, quando Bob Dylan e o ex-beatle George Harrison, grandes amigos seus, convenceram-no de que ele deveria tocar seus antigos sucessos novamente para o público. Harrison lhe disse que "se você não fizer, todos vão pensar que 'Proud Mary' é uma música da Tina Turner".

    Stu e Doug mais tarde formariam o Creedence Clearwater Revisited, que precisou de dois membros para substituir o insubstituível John Fogerty.

    Infelizmente, uma reunião completa nunca será possível, já que Tom Fogerty morreu em em 1990 vítima de AIDS, adquirida por meio de uma transfusão de sangue durante uma cirurgia nas costas. John diz que até hoje se arrepende por nunca ter feito as pazes com o irmão.

                                  ----------------------//-----------------------

    Então é isso.

    CCR é uma banda bem única e muito querida, então deixem aí o que vocês acham dela.

    Sei que, com a falta de tempo que estou agora, seria bom escrever posts menores para que eles sejam mais fáceis de fazer e  assim mais frequentes... Mas não consigo... Tenho a necessidade de fazer algo que eu sinta que está completo o suficiente... Mesmo que isso signifique que os posts serão mais esporádicos...

    Por último, queria deixar como recomendação um dos melhores canais de música do YouTube, se não o melhor: Kazagastão. Deixo aqui o vídeo do Creedence, de onde tirei boa parte das informações desse texto.

    Abraços.

    29
    • Micro picture
      herics · over 2 years ago · 3 pontos

      Pra mim uma das melhores bandas da época

      1 reply
    • Micro picture
      raccoon · over 2 years ago · 2 pontos

      Pra mim uma das melhores bandas EVER! É realmente bem triste toda a treta que rolou, e era a mistura única do quarteto que gerava o resultado final brilhante, mesmo que o John fosse o grande arquiteto pro trás das composições. Sempre tive dúvidas em relação aos lançamentos dos discos e seu texto ajudou abastante. É surpreendente o volume de material que os caras entregaram em tão pouco tempo. Foi uma explosão do mais puro Rock 'N' Roll, algo que não dá pra repetir.

      7 replies
    • Micro picture
      diegomatias · over 2 years ago · 2 pontos

      John Fogerty: que homem.

      1 reply
  • netogermano Neto Germano
    2017-03-12 11:06:38 -0300 Thumb picture
    Thumb picture
    64
    • Micro picture
      dandan_g_rous · over 2 years ago · 5 pontos

      aaaahhh a turma da monica nunca decepciona! <3

    • Micro picture
      andre_luiz · over 2 years ago · 3 pontos

      Genial kk

    • Micro picture
      maria_luiza · over 2 years ago · 3 pontos

      Todo post com a turma da mônica merece ser compartilhado shauhsuahsuhas

  • marviiu Marvio Leite
    2017-03-12 14:23:02 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    A morte da arte de capa dos jogos

    Achei legal a reflexão que ele fez e fiquei olhando nos jogos que possuo desta geração e quase todas se encaixam no que ele aponta no vídeo. A única que sai deste âmbito é a de Until Dawn.

    Antigamente eu já joguei muita coisa por causa da capa e deixei de jogar muitas outras pelo mesmo motivo, Zelda inclusive. Mas acho que quando o capa fica tão conceitual ela acaba não trazendo nenhuma informação para quem está olhando. Imagino eu sem internet anos atrás, nunca que teria pego Skyrim para jogar e ele nunca se tornaria o jogo da minha vida.

    Uncharted 4: A Thief's End

    Platform: Playstation 4
    2362 Players
    658 Check-ins

    33
    • Micro picture
      sophos · over 2 years ago · 3 pontos

      a capa ja fez parte do proprio jogo no passado. numa epoca do atari e mesmo do nes (um pouco menos do snes) vc tinha que ter muita imaginação pra ver aqueles quadradinhos como alguma coisa, ai que entrava a capa, ela ajudava sua imaginação a criar o mundo no entorno dos poucos pixels disponíveis.

      as capas eram muito legais, mas hoje elas são cada vez menos necessária isso pq dentro do jogo já tem o conteudo suficiente pra instigar a imaginação

      2 replies
    • Micro picture
      brunothebigboss · over 2 years ago · 3 pontos

      Isso só reforça o que eu acho: capas europeias e japonesas são muito melhores que as americanas.

      1 reply
    • Micro picture
      kleber7777 · over 2 years ago · 1 ponto

      Curioso ver essa diferença das capas em diferentes regiões. Infelizmente, ver uma produtora se preocupar mais com o lado artístico e estético vai se tornar cada vez mais raro.
      A Netflix adora fazer estudos com teste A/B. Em uma divulgação recente, ela revelou que trocar a capa padrão de um filme por personagens com expressões faciais exageradas (ex: fazendo caretas), aumentava o número de visualizações. Essa estratégia acaba se espalhando em várias areas. Basta dar uma olhada nas thumbs do Youtube.
      Considerando que o jogador mais informado não comprará o jogo por causa da capa, as distribuidoras continuaram com os clichês na cover.

  • sophos Sophos
    2017-03-12 14:24:29 -0300 Thumb picture
    Thumb picture
    Post by sophos: <p>#img#[407805]</p><p>#img#[407806]</p>

    19
  • 2017-03-12 19:20:02 -0300 Thumb picture

    Oi

    Eu sei que ando meio sumida (de novo) mas é que, bom, a faculdade começou, e até pegar o ritmo demora um pouco não é mesmo? rsrsrs 

    Agora que consegui me organizar um pouco, eu espero conseguir voltar com os posts da persona, infelizmente não na mesma frequência que antes (que tinha uma média de 3 a 4 posts por semana).

    Além disso, como estou sem meu computador e sem meu Wii U, não haverá check-in de joguinhos por agora... A não ser que seja algo mobile... Mas o tempo para isso está meio curto também... 

    OU SEJA... Sem novas pontuações no Tetris por enquanto hsuahsuahsu

    Bom, é isso.

    40
    • Micro picture
      ralphdro · over 2 years ago · 2 pontos

      Espero que consiga se organizar em breve :D
      Até lá, vou tentar fazer algum recorde em tetris hahaha

      1 reply
    • Micro picture
      zir0 · over 2 years ago · 2 pontos

      oi eu sou goku xDDD
      dexando a zueira, entendo a horas que fica complicado jogar ai, mas sempre da certo

      6 replies
    • Micro picture
      riki_samejima · over 2 years ago · 2 pontos

      Continue assistindo séries pra desestressar. Terminei a 1ª temporada de Scream ontem. Curti e recomendo ^^
      "Sem novas pontuações no Tetris por enquanto" - Ainda bem! Seus recordes devem estar tirando noite de sono de muita gente rsrs

      2 replies
  • jugemu 寿限無
    2017-03-02 13:32:23 -0300 Thumb picture
    Thumb picture
    Post by jugemu: <p>#img#[404619]</p><p>A única nota ruim é no quesi

    A única nota ruim é no quesito "sabor do cartucho". XP

    Graças ao benzoato de denatonio, um produto muito amargo colocado nos cartuchos para evitar ingestão por parte de crianças ou idiotas.

    46
    • Micro picture
      s7ephano · over 2 years ago · 6 pontos

      o engraçado são os caixistas usarem o zelda para atacar o horizon, sério, tá feio...

      5 replies
    • Micro picture
      scarthnite · over 2 years ago · 4 pontos

      Não tem mano, Zelda é Zelda, sucesso de crítica e de consumo sempre

      1 reply
    • Micro picture
      wilford_fernandes · over 2 years ago · 2 pontos

      s2

  • rafaschiabel Rafael Augusto Schiabel
    2017-02-23 12:38:34 -0300 Thumb picture
    Thumb picture
  • 2017-02-23 12:18:01 -0300 Thumb picture
    Post by maria_luiza: <p>Gente, estava vendo uns posts sobre o Breath of

    Gente, estava vendo uns posts sobre o Breath of the Wild e..

    Que negócio de ticket é esse? É só para o switch? Para que serve? Como funciona? Tem a ver com esse negocio de planeta novo?

    Dois dias fora e já estou perdida... Help me XD

    13
    • Micro picture
      mbc07 · over 2 years ago · 3 pontos

      O ticket faz parte do sistema de distribuição de jogos digitais que a Nintendo adota desde o DSi e o Wii (é praticamente o mesmo no 3DS e Wii U, salvo umas pequenas mudanças pra comportar updates de jogos e DLCs, que não existiam no DSi/Wii).

      De maneira resumida e sem entrar muito nos detalhes técnicos, funciona mais ou menos assim: cada jogo/DLC/Update tem uma ID nos servidores da Nintendo, sabendo a ID você consegue baixar todo o conteúdo associado à aquela ID juntamente com um arquivo TMD, que contém informações como o tipo de software (jogo/DLC/update), versão do conteúdo, região em que ele é válido (EUA, Europa, Japão, Coréia, etc) e as hashes pra verificar que os arquivos não estão corrompidos.

      Sabendo as URLs, qualquer um pode baixar esses arquivos porque a Nintendo não faz nenhum tipo de verificação no servidor (deveria fazer, mas não faz). Só que com exceção do TMD, esses arquivos são criptografados com uma chave de segurança que fica em um arquivo TIK (o tal ticket que você ouviu falar). Em outras palavras, tendo a ID do conteúdo e o ticket, você consegue baixar e ter acesso completo aos arquivos do jogo, que é possível obter diretamente da Nintendo, até pra quem não comprou.

      No caso do novo Zelda, os arquivos já foram disponibilizados pra download nos servidores da Nintendo (provavelmente pro pessoal que comprou na pré-venda fazer o download antecipadamente e no dia do lançamento já sair jogando ao invés de ter que esperar pelo download), só não tem disponível ainda o TIK com a chave de segurança pra descriptografar o conteúdo, esse só será disponibilizado no dia do lançamento, pra quem fez a pré-venda e pra quem comprar após o lançamento também

      Como você já deve ter percebido, o sistema de distribuição digital da Nintendo é tão precário a ponto de utilizarem exatamente o mesmo TIK para TODOS os usuários (pra um mínimo de segurança deveria ser um TIK pra cada usuário e um TIK diferente pra versão em mídia física), então basta esse ticket do Zelda cair na rede que qualquer um terá acesso ao jogo e a pirataria vai rolar solta. Outro agravante é que o mesmo TIK da mídia física também serve para a versão digital pelo que li por aí, então se alguém com o conhecimento necessário pra extrair o TIK conseguir uma cópia física do novo Zelda antes da hora e disponibilizar o ticket na rede o jogo está vazado pra qualquer um que tenha meios de rodar homebrew no seu Wii U.

      Foi o mesmo que aconteceu com o Pokémon Sun/Moon, Paper Mario Color Splash e uns outros, todos vazaram antes da hora por conta desse sistema de distribuição vulnerável da Nintendo...

      1 reply
    • Micro picture
      alternateblue · over 2 years ago · 2 pontos

      Acho que tem nada relacionado com o jogo! ahah É alguma coisa relacionada com pirataria do jogo... Mas vou repetir, eu ACHO!

      1 reply
    • Micro picture
      msvalle · over 2 years ago · 2 pontos

      Pelo que entendi ticket é um arquivo que valida a cópia pirata do jogo no Wii U.

      4 replies
  • gusgeek Gustavo Francescheto
    2017-02-22 10:49:23 -0300 Thumb picture
    Thumb picture
    43
    • Micro picture
      old_gamer · over 2 years ago · 3 pontos

      Adorei!

    • Micro picture
      aniger · over 2 years ago · 2 pontos

      Que fofos =3

    • Micro picture
      aryel · over 2 years ago · 2 pontos

      Que iradoo

  • 2017-02-23 12:03:12 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    [Séries] #3 - Extras

    E hoje venho indicar uma série que levei três dias para baixar, mas assisti tudo em um dia só, bem curtinha e viciante: Extras.

    Extras é uma série televisiva britânica de humor considerada um mocumentário, sendo uma co-produção da BBC com a HBO, transmitida originalmente de 2005 à 2007.

    Possui 2 temporadas com 6 episódios cada, com uma media de 30 minutos por episódio. Em 2007 o ator principal, Ricky Gervais, ganhou um Emmy e um BAFTA como melhor ator, e em 2008 a série ganhou um Globo de Ouro como melhor série de comédia para TV.

                                           ----------------------//---------------------

    Sinopse

    A série mostra a vida de Andy Millman (Ricky Gervais), um ator figurante ('extra' em inglês), que cansou de ganhar a vida como um "objeto do background", e procura um lugar ao sol como um verdadeiro ator.

    Juntamente com sua melhor amiga Maggie Jacobs (Ashley Jensen) e seu incrivelmente incompetente agente Darren Lamb (Stephen Merchant), ele corre atrás de papéis maiores e de um espaço para o roteiro de uma série que ele escreveu.

    A série foi criada e dirigida pelos próprios Ricky Gervais e Stephen Merchant.

                                           ----------------------//---------------------

    Bom, até aqui parece ser uma série bem normal... O que ela teria de especial para eu decidir ter colocado ela aqui?

    Bom, cada episódio conta com a participação especial de um grande nome do cinema, TV ou um britânico famoso (por exemplo, músicos), interpretando eles mesmos mas de uma forma mais caricata e exagerada.

    Essas participações adicionam uma certa realidade na criação do clima de "bastidores da TV".

    Sem contar o episódio especial de natal, os nomes convidados foram: Ben StillerRoss Kemp, Vinnie Jones, Kate Winslet, Les Dennis, Samuel L. Jackson, Patrick Stewart, Orlando Bloom, David Bowie, Daniel Radcliffe, Chris Martin, Ian McKellen e Jonathan Ross.

                                         ----------------------//---------------------

    Então é isso.

    Indicação curtinha de uma série curtinha, mas que curti para caramba. Dá para maratonar facilmente em um domingo tedioso.

    Cada episódio ficava naquela curiosidade de como o convidado iria aparecer e se "auto-zoar" rsrsrs.

    Abraço.

    9
    • Micro picture
      raccoon · over 2 years ago · 2 pontos

      Extras é incrível. A música do David Bowie é a melhor. Are you having a laugh? xD

      3 replies
    • Micro picture
      raccoon · over 2 years ago · 2 pontos

      O reality show que ele participa lá também é de matar de ridículo e engraçado. É no especial esse né?

      1 reply
Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...