You aren't following manoelnsn.

Follow him to keep track of his gaming activities.

Follow

  • 2020-07-13 19:52:40 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Detroit Metal City

    Ano - 2008

    Número de episódios - 12

    Disponível em Netflix - Não

    Disponível em Amazon Video - Não

    Sinopse: Souichi Negishi é um jovem rapaz tímido e bondoso que saiu de sua cidade do interior para fazer faculdade de música e seguir seu sonho, que era o de cantar em uma banda de jpop, porém após sair da faculdade acabou entrando em uma banda totalmente diferente, e após a devida caracterização se torna Krauser II, o infame vocalista da banda de death metal Detroit Metal City!

    __________________________________________________________________

    Detroit Metal City faz uma sátira com as bandas de death metal, onde seus vocalistas fazem pose de seres diabólicos saídos do inferno cantando seus rocks pesados e levando milhares de fãs à loucura, mas que fora do palco são uns cordeirinhos, e isso é representado na obra pelo protagonista Souichi, que nos palcos é o insano, criminoso e diabólico Krauser II!

    Daí a trama se foca na dicotomia que existe entre Souichi dentro e fora do palco, e te mata de tanto rir, já que as letras das músicas que eles cantam falam de assassinato, roubo, sexo e tudo mais e o cara é um coitado que não faz mal nem para uma mosca! E a legião de fãs do DMC (sigla para Detroid Metal City, que também é o nome da banda) são totalmente malucos, claro que também são um bando de posers igual o protagonista, ahuahua

    Detroit Metal City é bem curtinho (cada episódio dele tem uns 15 minutos de duração apenas), então vale muito a pena, especialmente para quem gosta de metal ou quer dar umas risadas. Contudo, vale ressaltar que o humor do anime é bem negro, então quem não curte esse tipo de comédia pode não gostar... Mas mesmo assim, a Velha, relembrando de sua juventude na base de sexo, drogas e rock and roll,  assina embaixo! 

    30
    • Micro picture
      fredson · about 6 hours ago · 3 pontos

      Sabe onde posso baixar?

      3 replies
    • Micro picture
      zefie · about 7 hours ago · 2 pontos

      Esse é incrível, genialidade sem tamanho.

      3 replies
    • Micro picture
      jcelove · about 6 hours ago · 2 pontos

      Esse eu vi um ep anos atrás e achei bem bizarro. Um recente que pega um pouco desse espírito (mas não é sobre metal) é o Agrettsuko, no sentido da protagonista ser uma "garota" normal e cheia de coisas reprimidas que descarrega tudo no karaoké gutural escondido.hehe

      3 replies
  • manoelnsn Manoel Nogueira
    2020-07-13 11:59:10 -0300 Thumb picture

    [OFF] Facada acertada com sucesso!

    Eu sempre gostei muito de action figures, desde que eu via naquelas revistas de anime dos anos 90, mas só fui comprar algumas muitos anos depois, quando comecei a trabalhar e a administrar melhor o meu dinheiro, afinal essas coisas não costumam ser baratas... 

    Porém, como eu só gosto de anime velho, as minhas opções nunca foram muito variadas, e sempre torci o nariz para aquelas articuladas, que pra mal dos meus pecados, são mais baratas e mais fáceis de achar... Então me foquei em comprar algumas de Sailor Moon, da série figuarts zero, e para o infortúnio da minha carteira, as que me faltavam entraram em promoção semana passada:

    Achei interessante que elas estão em escala, respeitando o tamanho de cada personagem, com a Jupiter sendo maior que as outras 3 e o melhor de tudo: elas não encardem com a poeira, já que a coitada da Marte já tá acumulando pó a um bom tempo na estante, ahuahua

    Acho que agora sossego com action figures e posso voltar a comprar coisas secundárias, como remédios, comida e coisas do tipo, ahauahuhaua

    E marcando um dos homens de cultura da rede, o @ersatzgott

    39
    • Micro picture
      fonsaca · about 15 hours ago · 2 pontos

      Da hora!

      2 replies
    • Micro picture
      kalini · about 15 hours ago · 2 pontos

      Que fofura!

      1 reply
    • Micro picture
      carlospenajr · about 15 hours ago · 2 pontos

      Essas figuraas da Sailor moon s'ao muito legais.
      Assim como você, detesto as articulacoes, so fa;o excessao pra mechas pois as articulacoes fazem parte deles XD
      Ps: ta quase sem acento pois to usando o Ps4 pra postar e e um saco colocar acento nele usando o teclado ><

      9 replies
  • manoelnsn Manoel Nogueira
    2020-07-13 00:03:03 -0300 Thumb picture
    manoelnsn checked-in to:
    Post by manoelnsn: <p>Antes de continuar pelo tortuoso caminho da engi
    Mystic Ark

    Platform: SNES
    68 Players
    5 Check-ins

    Antes de continuar pelo tortuoso caminho da engine Infinity, bora tirar uns RPGs japas da geladeira e resolver umas pendências, começando com esse cara aqui: Mystic Ark!

    Eu gostei pacas de 7th Saga (apesar de dificuldade injusta da versão americana) então não tardei para jogar suas "continuação". Entre aspas porque, apesar de terem mecânicas parecidas, não são sequências e talz...

    Dá pra escolher entre um protagonista homem e uma mulher, e ambos possuem uma diferença boa nos stats e nas mecânicas, mas decidi ir com a dona mesmo e usar o nome oficial, Farris já que ela aprende mais magias do que sua contraparte masculina. Acho legal que, apesar da aparência de ambos os sexos do MC ser bem parecida, eles fizeram os sprites de ambos ficarem bem diferentes, até me lembrou os Heroes de Dragon Quest III do SNES, ahuahua

    Enfim, depois de iniciar fui me lembrando de algumas peculiaridades do game... Primeiro que o level up dele é bem generoso, são bastante pontos ganhos a cada nível (no 7th original era assim também, só na versão americana que fumaram um baseado e cortaram tudo pela metade), segundo que o cenário de batalha parece um palco de teatro e é lindão também...

    E claro do excelente radar de encontros aleatórios de 7th saga! Me pergunto, por que caralhos voadores não colocaram essa mecânica em mais jogos? Dá pra ver os inimigos, desviar deles e não aparecem coisas irritantes gritando e correndo atrás de ti na velocidade da luz...

    Mas também me lembrei por que dropei o jogo da primeira vez: PUZZLES! E SIDEQUESTS! EVERYWHERE! Basicamente tu e mais um monte de malucos foram transformados em action figures (chamados aqui de Figurines) e vão parar numa dimensão sabe-se lá onde e tu precisa conseguir uns tals Arks pra poder voltar pra casa e eles estão espalhados por várias dimensões, nas quais tu tem que resolver pepinos pra poder avançar na narrativa... E o primeiro mundo a se explorar é repleto de gatos antropomórficos piratas de duas patas, que estão em guerra e cujas bases são em navios encalhados em um deserto!

    Gosto de RPGs onde a aventura é mais direta e tu tem uma quest principal bem específica cheia de personagens fodas, mas não irei julgar Mystic Ark antes de terminá-lo, então vejamos onde o jogo com esse lance de vários mundos vai parar! Estou com umas 4 horas de jogo e parei na torre dessa gata aí, e preciso pegar umas coisas pra ela fazer uma poção para que uma das facções dos gatos que estão guerreando possa domar um boss toupeira gigante que desci o cacete há um tempo atrás...

    31
    • Micro picture
      kalini · 1 day ago · 2 pontos

      Achei interessante esse ai. Nunca tinha ouvido falar. Tanto RPG de SNES que eu perdi...

      5 replies
    • Micro picture
      wiegraf_folles_ · 1 day ago · 2 pontos

      GATOS? Game of the Century.

      2 replies
    • Micro picture
      mateusfv · 1 day ago · 2 pontos

      Caramba se na marcação do jogo e no post vc n tivesse mencionado que era do SNES eu ia jurar que era do PS1, pq tá bem impressionante pra algo da plataforma, mas ele é de 95, bem finaleira do console então faz sentido kk

      Essa história de um monte de side quest e ficar resolvendo pepino dos outros me fez lembrar daquele jogo que vc adora: lerdeza of mana kk

      1 reply
  • 2020-07-12 23:32:11 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Denpa-teki na Kanojo

    Ano - 2009

    Número de episódios - 02

    Disponível em Netflix - Não

    Disponível em Amazon Video - Não

    Sinopse: Juu Juuzawa é um delinquente que não gosta de se aproximar de outras pessoas, e por isso mantêm distância de todos... Isso até um dia, quando uma garota chamada Ame Ochibana começa a seguí-lo, dizendo que é sua serva já que são interligados por vidas passadas. Apesar de Juu querer se afastar, a estranha garota de franjas espessas o segue para todo canto, como se fosse um tipo de obsessão... Até que um dia, uma colega de classe do rapaz acaba sendo assassinada, e Ame aparentemente sabia do ocorrido... Seria ela a assassina? Ou será que não?

    ______________________________________________________________

    Esse anime com o nome estranho foi lançado em uma época onde histórias sobre detetives estavam em alta e várias séries ruins foram saindo com essa temática (alguns jogos, como Persona 4, também vieram nesse embalo), mas com Denpa-teki na Kanojo a trama conseguiu sair da mesmice e entregou algo bem peculiar, apesar da curta duração, com apenas 2 episódios de 40 minutos cada...

    O protagonista Juu é stalkeado por uma dona estranha chamada Ame que tem um franjão, que fica falando que é a criada dele e que são ligados por vidas passadas, e após uma aluna ser morta com requintes de crueldade, a coitada foi a primeira pessoa quem ele suspeitou...

    Mas Ame não era a culpada e o buraco por trás do assassinato é bem mais embaixo, ainda mais que essa não foi a primeira vítima a aparecer com esse modus operandi e por ela ser conhecida de Juu, ele e sua "serva" começam a investigar o ocorrido. Pode parecer clichê e parecer um roteiro de algum anime harem genérico, mas a obra desenvolve isso de uma maneira bem interessante, e vale muito a pena conferir, seja pelo curto tempo de duração ou pela bizarra garota de franja proeminente, que sempre rouba a cena, especialmente quando aparece do nada perto do protagonista, ahuahua

    No mais, Denpa-teki na Kanojo é uma obra bem peculiar e vale a pena dar uma conferida, a Velha, com certeza, assina embaixo!

    20
    • Micro picture
      mateusfv · 1 day ago · 2 pontos

      Pelo titulo e capa já tava até jurando que era alguma parada de Yandere aleatório, mas n parece ser o caso, já tava até estranhando kk

      Esse cara ai me fez lembrar do Elric, só que mais velho :v

      1 reply
    • Micro picture
      zefie · 1 day ago · 2 pontos

      Até fiquei curioso, mas você disse que School Days também era "peculiar" então não sei se me dou ao trabalho de ver uhauhauhauhua

      3 replies
  • manoelnsn Manoel Nogueira
    2020-07-12 20:26:16 -0300 Thumb picture

    Será que vale a pena manter um 3DS?

    Minha história com o portátil da Nintendo já deve ter alguns anos, lembro que comprei um 3DS XL só pra jogar Pokémon X, e fiquei com umas 500 horas daquele jogo, só fazendo troca no Wonder Trade e com a minha irmã dando comida e brincando com os bichos no Pokémon Ammie...

    Após isso comprei flashcard e uma porrada de jogos, alguns digitais mas a maioria físicos e fiz uma pilha razoável de cartuchos e talz. Depois de um tempo comprei um New 3DS XL (o da imagem) já que meu 3DS XL acabou quebrando a carcaça e na época fiquei com preguiça de trocá-la eu mesmo e acabei vendendo-o a preço de banana, após colar sua lateral trincada com durepoxi, huahua

    3DS na case e os joguinhos que acumulei nesse meio tempo... Tem alguns de Switch também que consegui comprar sem ir à falência

    Porém, depois que consegui o Switch e desbloqueei o 3DS (pois não conseguiria sustentar 2 consoles da Nintendo ao mesmo tempo) eu não joguei praticamente nada nele! Na verdade foram 3 jogos: Xenoblade Chronicles, Radiant Historia e Super Robot Wars OG Saga Endless Frontier EXCEED e todos os jogos que me interessavam nele ganharam versão pra outros consoles (como Rune Factory 4 e Megaman ZX) aos quais tenho acesso, então, nesses dias, olhando pro bichinho pegando poeira na estante, pensei na pergunta que originou esse post:

    Vale a pena manter um New 3DS XL hoje, em 2020, tendo um PC, um PS3 e um Switch à disposição?

    Sei que DS e 3DS tem uma enorme biblioteca, mas tem emuladores pra esses caras (o próprio Switch já roda eles bem) e atualmente eu não tenho vontade alguma de jogar em portáteis (no máximo uso o Switch fora da Dock quando acaba a luz e olhe lá) e poderia vender esse cara e ganhar uns trocados a mais nessa quarentona (apesar de ser ótimo comprador, mas um péssimo vendedor), mas será que teria alguma coisa que me faria arrepender de fazê-lo, como algum jogo incrível que eu esteja perdendo cuja experiência seria arrasada se jogasse num emulador e que eu ainda não tenha jogado?

    27
    • Micro picture
      jcelove · 1 day ago · 4 pontos

      Se a essa altura vc com o 3ds desbloqueado a uma cara ta sem empolgação pra jogar nada nele, não vai aparecer mais nada pra te fazer mudar de idéia, a não ser que quisesse muito jogar os Great ace attorney e outros jogos jap only, coisa que se não fez até agora provavelmente não vai fazer mais.

      Então acho que a pergunta correta seria: qual dos meu amigos da Alva deveria receber alguns desses carts que estão pegando poeira, e mais importante: porque ainda não enviei o bravely Second pro JC? reflita.hehehehe

      12 replies
    • Micro picture
      mateusfv · 1 day ago · 4 pontos

      Bem eu acabei de comprar o meu então n dá pra opinar muito sobre se livrar ainda kkk

      Um dos maiores motivos pra ter comprado um foi os Megaten dele, e minha eterna jornada de zerar boa parte dos jogos da franquia kk

      Mas tem outras coisas tbm, os marios e algumas VN, eu n curto emulação do DS e 3DS não, sem as duas telas físicas acho muito estranho jogar, por isso comprei os dois inclusive kkk

      Mas se for vender os jogos ai a gente pode dar uma conversada, pode ser que tenha algumas coisas do meu interesse kk

      5 replies
    • Micro picture
      ersatzgott · 1 day ago · 2 pontos

      Sei lá, vou mandar aleatório aqui. Meu jogo preferido do console até agora só tem em japonês então acho que não serve pra recomendar (me diga se eu estiver errado), mas... já jogou Super Mario 3D Land?

      6 replies
  • 2020-07-11 17:13:52 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Ninja Scroll

    Ano - 1993

    Número de episódios - 01

    Disponível em Netflix - Não

    Disponível em Amazon Video - Não

    Sinopse: Jubei Kibagami é um samurai andarilho em busca de trabalho em pleno período Edo, quando acaba salvando a vida da ninja Kagero, e isso termina por envolvê-lo em uma trama repleta de violência, intrigas políticas, traição e com inimigos poderosos espreitando a cada passo...

    ________________________________________________________________

    Ninja Scroll é mais um clássico longa metragem animado japonês, e tem todo aquele clima badass, violento e exótico dos anos 90! Juubei é um samurai que trabalha por honra e dinheiro (não necessariamente nessa ordem) e por ter ajudado uma kunoichi chamada Kagero (que está longe de ser só um rostinho bonito) acaba virando alvo de um clã de ninjas com poderes malucos, como transformar o corpo em pedra, invocar cobras e várias outras coisas insanas!

    Também tem uma tramoia política envolvida nos acontecimentos, com Juubei se aliando a Dakuan, um velho espião do clã Tokugawa e é bem interessante, mas sem dúvida o maior destaque do filme é a animação linda de morrer e as cenas de ação, com sangue, membros decepados e tudo que se tem direito, ahuhaua

    Enfim, Ninja Scroll é um filme de ação animal, cheio de ação desenfreada. lutas bem animadas, vários personagens peculiares, um prato cheio para os amantes das animações retrô nipônicas e, obviamente, a Velha assina embaixo!

    Ah, já ia me esquecendo... Tem um anime, de 13 episódios, lançado em 2003 chamado Ninja Scroll: The Series que... É uma porcaria, esqueçam que ele existe...

    24
    • Micro picture
      fonsaca · 2 days ago · 2 pontos

      Poxa, mais um que nunca vi, mas conheço bem e tinha que ver.

      1 reply
  • manoelnsn Manoel Nogueira
    2020-07-11 01:32:51 -0300 Thumb picture
    manoelnsn checked-in to:
    Post by manoelnsn: <p>Após 17 horas... FINALIZADO!</p><p>#img#[721788]
    Ravenloft: Stone Prophet

    Platform: PC
    9 Players
    3 Check-ins

    Após 17 horas... FINALIZADO!

    Achei que esse jogo seria maior que os outros 2, mas acabou que consegui terminá-lo mais rápido. Acredito que seja porque usei meus personagens do Strahd's Possession, ou seja: tinha um clérigo e uma maga entupidos de magia até o talo e atropelando todos inimigos do jogo fácil fácil, daí só precisei me preocupar com os puzzles e dungeons...

    E falando neles, os puzzles ficaram cada vez menos intuitivos conforme o jogo foi avançando, foi cada coisa doida, como usar um banjo perto de um fantasma no meio do deserto, esperar ele cantar e te mostrar onde tinha uma estátua de um cara a qual tu precisava colocar uma corrente para que ela empurrasse um alçapão pra tu entrar na droga da dungeon! Sei que a premissa do jogo é de mistério e Egito antigo, mas muitas coisas foram bem alopradas de se descobrir e sem guia é bem pauleira imaginar o que se fazer em seguida... 

    A história também é bem doidona, e no final tu tem que despertar uma múmia motherfucker imortal com magia de morte instantânea e tem que fazê-la andar atrás de tu até um portal, o que te teleportará e a ela pra outra dungeon onde tem outra múmia e ambas criaturas enfaixadas acabam se autodestruindo... Brincar de pique-pega com uma múmia foi bem zoado, já que ela anda bem devagar e te mata fácil, então tem que ter paciência e salvar bastante...

    E a cutscene final não rodou aqui também, e tive que vê-la no Youtube (talvez alguma configuraçaõ no emulador resolvesse, mas que seja) e no fim das contas Stone Prophet é o jogo mais fraco dessa trilogia de Dungeons and Dragons, apesar de ter a ambientação mais legal e interessante dos três. Enfim, depois farei uma review do bichinho (e também farei alguns adendos nas reviews dos outros 2 jogos) e após isso continuarei nos RPGs ocidentais da década de 90... Ou quem sabe uma pausinha básica para algum japa?

    29
    • Micro picture
      kalini · 3 days ago · 4 pontos

      Que pena que não tenha gostando tanto quanto os outros, pois a ambientação desse ai é a melhor (tudo menos idade media, haha!)

      Agora to curiosa pelas suas impressões do Planescape: Torment, pois dizem por aí que ele tem uma historia suuuuper complexa e diferentona pros padrões dos westerns, sem falar que é Dungeons and Dragons também.

      4 replies
    • Micro picture
      thiagobrugnolo · 3 days ago · 2 pontos

      Que pena que justamente o último jogo da trilogia, que poderia melhorar vários aspectos dos dois jogos anteriores tenha ficado aquém de seus antecessores.

      1 reply
    • Micro picture
      mateusfv · 3 days ago · 2 pontos

      Caramba reta final épica de hot pursuit com a múmia a 1km por hora, isso sim que é final kk

      1 reply
  • manoelnsn Manoel Nogueira
    2020-07-11 01:01:19 -0300 Thumb picture

    Desafio: Fale dos seus favoritos

    Fui marcado pelo mano @thecriticgames nesse novo @desafio aqui do alva, onde poderemos falar um pouquinho do nosso TOP 5 jogos favoritos em 15 tópicos, ou dos seus 5 jogos em 15 motivos pré divididos assim:

    5 destes tópicos para o favorito, para o 1° lugar

    4 para o 2° lugar

    3 para o 3°

    2 para o 4° colocado

    e 1 para o 5°.

    Se ficar complicado basta seguir o exemplo de quem lhe desafiou.

    REGRAS:

    Copie e cole o texto até então, marque a persona @desafio e desafie mais 3 pessoas e não estenda demais o seu post pra não virar uma verborragia de elogios, dai a quantidade de tópicos já contada (é legal falarmos dos nossos favoritos eu sei :) ) mas po lota de imagens, já que só cabem 10 por posts mesmo).

    É difícil pra mim decidir TOPs, então pegarei 5 jogos que gosto pra porra e colocarei aí embaixo... Com exceção do último, que esse é meu jogo preferido mesmo, e até o meu perfil da rede tá aí pra dar spoilers, auahauha

    5º - Might and Magic VII: For Blood and Honor

    * Esse ano tirei para conhecer mais dos RPGs ocidentais, e esse está entre um dos melhores que joguei, um dos poucos casos onde uma escolha REALMENTE afeta o rumo das coisas!


    4º - Dragon Quest III

    *Meu Dragon Quest preferido e o jogo mais impressionante da franquia. Tudo o que esse jogo conseguiu fazer na época com as limitações que tinha foi assustador, conseguindo evoluir o clima épico de capa e espada do primeiro Dragon Quest até a casa do caralho (o tema de overworld, Adventure, que o diga).

    *Dragon Quest III também é um excelente exemplo de como se fazer remakes, já que sua versão para o SNES, que usa a engine de Dragon Quest VI, é espetacular, trazendo a aventura para os 16 bits sem descaracterizá-la.


    3 -Tales of Eternia

    *O melhor RPG de ação que já joguei, os combates são bem dinâmicos  e rápidos e finalmente um jogo da franquia veio com o modo manual disponível bem no começo do jogo, caralho!

    *O cast não é o melhor já visto em um RPG, mas tem uma personagem bem inusitada, carismática e que dá porrada pra caramba: Farah. Se estiver em apuros, Shouteiha é a saída, a menos que o boss tenha algum tipo de barreira contra hit físico, hauhua

    *Felizmente só usaram 3D no overworld (ou melhor: nos overworlds, já que são 3 diferentes) e as dungeons e os personagens são todos em 2D e é tudo muito bonito de se ver.


    2 - Persona 2: Eternal Punishment

    *Uma espécie rara de RPG japonês cujo cast é formado praticamente por adultos, cada um com suas próprias ocupações antes de decidirem se juntar para a aventura

    *Todos os protagonistas esbanjam carisma, com o destaque indo para o chantagista Baofu (que tem o visual mais exótico também)

    *As negociações com os demons, inimigos clássicos de SMT, é hilária e bem variada, com 2 ou até mais personagens podendo conversar com o inimigo ao mesmo tempo, com várias combinações bem criativas possíveis

    *A história é uma das melhores que já vi em um RPG (quiçá a melhor), e mostra que o subtítulo Eternal Punishment não é apenas um enfeite!


    1º - Final Fantasy VI

    *Desde que comecei a jogar apenas RPGs minhas preferências mudaram bastante... Mas FFVI continua no topo como meu jogo preferido, e dificilmente isso irá mudar, já que a criatividade e afinco que tiveram pra criar esse título em 1 único ano é bem difícil, pra não dizer impossível, de acontecer na conjectura atual...

    *É um dos RPGs com o maior cast, são 14 personagens jogáveis, e tirando os 3 extras, cada um tem seu destaque e importância pra narrativa

    *Cada personagem tem peculiaridades únicas em combate e a personalidade dos mesmos está deveras estampada nas suas mecânicas de batalha (como o monge Sabin e seus inputs de jogo de luta)

    *Kefka é um dos vilões mais marcantes dos jogos de videogame, conseguindo ser engraçado, irritante e assustador ao mesmo tempo, isso além de ter um desenvolvimento absurdo, levando seu niilismo a níveis aterradores na trama

    *Final Fantasy VI também tem uma das minhas personagens preferidas, Celes Chere, uma loira de 1,72 que sofre o caralho, faz várias coisas diferentes, se assusta a cada batalha iniciada e ainda tem um dos romances mais inusitados dos RPGs com outro personagem excelente, o ladr, quero dizer, caçador de tesouros Locke Cole

    Bem, é isso. Para também fazerem o desafio, vou indicar o outro mateus, o @mateusfv, o parça @mastermune, o dono da persona mais abundante da rede o @lukenakama, o homem sancto @_gustavo e o outro parça, o @vinicios_santana. E quem mais quiser brincar, bora escrever!

    Final Fantasy III (US)

    Platform: SNES
    2716 Players
    110 Check-ins

    52
    • Micro picture
      mateusfv · 3 days ago · 2 pontos

      Eu acabei de ver o post do @thecriticgames e comentar que não faço ideia de qual é o meu top 5 kk

      O primeiro eu sei (bem obviamente) e o segundo talvez, mas arrumar mais 3, vou ter que dar uma boa pensada kk

      3 replies
    • Micro picture
      thecriticgames · 3 days ago · 2 pontos

      Boa lista, ja previa alem do FF o DQ III que acho tambem dono de uma evolução MUITO grande em relação a seu predecessor o que pesa muito pra qualquer sequencia (como em Resident Evil 2) e tem o dobro do efeito negativo quando é um retrocesso (como foi com um Resident Evil 3 Remake) e o Might and Magic VII eu realmente não conhecia até fui dar uma olhada, eu particularmente gosto hoje em dia bem mais dos RPGs ocidentais ou no estilo ocidental e não pelo gameplay e na concepção de mundo e personagens, é mais que o excesso de animes e material niponico me cansou do jeito que "japones faz coisa japonesa" dai eu curti um FFVI, IX, um Bloodborne que fogem mais as tematicas e tons mais nipônicos típicos dos outros jogos, tipo a série Tales que sou um preconceituoso confesso mesmo tendo ela inteira até spin-offs de puzzle na minha lista de Must Play.

      1 reply
    • Micro picture
      lukenakama · 3 days ago · 2 pontos

      Obrigado pela marcação, irei fazer quando me sobrar tempo :)

      1 reply
  • manoelnsn Manoel Nogueira
    2020-07-10 10:27:52 -0300 Thumb picture
    manoelnsn checked-in to:
    Post by manoelnsn: <p>10 horas de jogo!</p><p>#img#[721579]</p><p>E a
    Ravenloft: Stone Prophet

    Platform: PC
    9 Players
    3 Check-ins

    10 horas de jogo!

    E a temática egípcia continua comendo solta! Apareceram uns homens escorpião, cabeças de faraó flutuantes, sombras gigantescas, cobras de todos os tamanhos, besouros gigantes, panteras... Os puzzles das dungeons tão sendo simples até o momento, mas bem temáticos com a proposta do jogo: em uma delas tive que falar com desenhos de lábios na parede, em outra tive que entregar ídolos de serpente pra cobras falantes para conseguir abrir certas portas, tudo é cheio de paredes falsas, armadilhas e tudo que uma tumba tem direito...

    O jogo também é o menos linear da trilogia, já que tu tem o deserto todo pra explorar e pode completar as tumbas da forma que quiser, mas além disso ele também é o menos intuitivo de todos também, já que descobrir o que tem de ser feito é um tanto confuso, por exemplo: em certa parte tu precisa falar com um gato pra conseguir uma chave, em outra tem que dar uma urna de cinzas que achou na puta que pariu pra um velho para que assim o jardim dele floresça e tu consiga uns esporos pra passar umas partes com veneno da dungeon próxima... Os NPCs tendem a falar por enigmas, então tudo fica bem confuso e tu pode acabar ficando mais perdido que fdp em dia dos pais...

    Também teve uma paladina zumbi que quer derrotar uma múmia e quando tu o faz com um scroll equipado ela desaparece, então o jogo pode parecer bem confuso, ainda mais comparado com os outros dois, que eram bem específicos no que tu tinha que fazer. Claro que é só dar um jeito de voltar pra casa, mas como isso vai acontecer? Não faço ideia...

    Mas apesar da confusão da mainquest, o jogo tem alguns lances legais, como tu ter um wemic (um centauro com a cabeça de leão, igual os lynels de Zelda BOTW) e um troll entrando pra sua party. No mais o jogo tem a melhor ambientação da trilogia, mas tá bem fraquinho nos outros quesitos, vejamos como tudo vai terminar... Hoje vou tentar chegar nas 20 horas, ou o mais próximo que puder disso XD

    27
    • Micro picture
      santz · 4 days ago · 2 pontos

      Você sempre joga esses games seguindo um guia, né?

      1 reply
    • Micro picture
      thiagobrugnolo · 4 days ago · 2 pontos

      Então jogo mistura bastante mesmo o universo de criaturas D&D com mitologia egípcia, e ao que parece é bastante focado em exploração e puzzles.

      1 reply
    • Micro picture
      mateusfv · 3 days ago · 2 pontos

      N sabia que tinha a participação especial do The Rock como escorpião rei nesse ai tbm kk

      1 reply
  • 2020-07-10 01:55:45 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    School Days

    Ano - 2007

    Número de episódios - 12 (+2 OVAs)

    Disponível em Netflix - Não

    Disponível em Amazon Video - Não

    Sinopse: Makoto Itou é um rapaz introvertido que, sempre que pega o trem de manhã para a escola vê uma bela garota de cabelos negros longos e sente que está apaixonado por ela. Apesar da mesma estuda na classe ao lado da sua, o jovem tem receio de se aproximar, então sua amiga, Sekai Saionji, decide ajudá-lo e fala com a garota, mesmo que no fundo a própria tenha sentimentos por ele... E assim aqueles dias escolares se iniciam, e ninguém fazia ideia de como iriam terminar...

    __________________________________________________________________

    School Days é uma trama curta de 12 episódios baseada numa Visual Novel e é provavelmente o anime mais odiado da internet. E o motivo de tal razão é justamente seu maior diferencial. Sem dar spoilers (já que por mais que eu goste disso, reviews não são a proposta do Arco), a história é focada em Makoto, seu interesse em Kotonoha (a garota que conheceu no trem) e Sekai (sua amiga de infância que banca o cupido entre ambos e que é apaixonada por ele) e, a priori, mostra o triângulo amoroso entre eles e também começa a tratar de um tema que causa uma natural repulsa na maioria das pessoas (e com razão), que é a traição, estilo de narrativa que os japoneses até nomearam: netorare.

    Contudo, já vemos isso direto em novelas nacionais e coisas do tipo, então qual a razão do ódio profundo que muitos sentem por essa obra? Simples: a maneira como a trama desenvolve isso. School Days é um harem (uma história onde um protagonista tem dois ou mais interesses amorosos ao mesmo tempo), mas ele age de uma forma contrária à que praticamente todos os animes do estilo fazem e, ao invés de ser uma obra alegre e ingênua pode certamente incomodar muitas pessoas...

    E incomodou. Relatos enfurecidos de como a obra é a pior coisa já feita pelo homem não faltam por aí, ainda mais com o final da história que é totalmente impensável para algo com a premissa inicial de romance adolescente de anime de escolinha e certamente isso torna a série deveras memorável, afinal é difícil esquecer um desfecho desses, onde... Bem, só assistindo mesmo pra ver, huahua

    Em resumo, School Days é praticamente uma experiência social, sobre como as pessoas reagem a mudanças drásticas de certos paradigmas, e também de como o público encara obras onde cujos atos dos protagonistas podem ser execráveis aos conceitos morais do espectador. Certamente não é um anime pra qualquer um, mas definitivamente é algo bem único e memorável e àqueles que procuram algo diferenciado poderão gostar e a Velha, apesar de ser uma senhora recatada e não aprovar essas coisas que os persoangens fazem, com certeza assina embaixo!

    School Days LxH

    Platform: Playstation 2
    7 Players

    36
Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...