You aren't following mandaloriano_95.

Follow him to keep track of his gaming activities.

Follow

  • mandaloriano_95 Henrique
    2019-04-20 01:39:20 -0300 Thumb picture
    mandaloriano_95 checked-in to:
    Post by mandaloriano_95: <p>Terceiro capítulo completo. Foi o mais curto até
    Painkiller: Black Edition

    Platform: PC
    115 Players
    8 Check-ins

    Terceiro capítulo completo. Foi o mais curto até agora, com apenas 3 níveis, sem considerar o chefe. Se bem que eu levei em torno de 30 minutos para completar cada um deles, então talvez em termos da duração geral esteja na média dos anteriores. 

    Embora eu tenha gostado das fases, principalmente da base militar, com direito a luta contra tanques, anti-aéreos e muito bunny hoping, acho que foi o episódio mais fraco até o momento por conta da repetição de inimigos: são os mesmos três tipos em todas as três fases. Por outro lado, foi o capítulo mais difícil também, sem dúvidas.

    5
  • mandaloriano_95 Henrique
    2019-04-17 13:31:19 -0300 Thumb picture
    mandaloriano_95 checked-in to:
    Post by mandaloriano_95: <p>Concluí o segundo episódio.</p><p><a href="https
    Painkiller: Black Edition

    Platform: PC
    115 Players
    8 Check-ins

    Concluí o segundo episódio.

    A fase da ponte em particular eu não gostei, mas em compensação a fase no manicômio e a da vila anterior ao boss foram verdadeiramente do caralho.

    Agora, no terceiro episódio, eu percebi um certo salto na dificuldade, considerando o tanto de vezes que morri na estação de trem. Mas também eu estava tentando concluir o desafio de não pegar nenhuma alma, então isso deve ter contribuído.

    Ao menos enfim apareceu um rocket launcher de verdade que, para melhorar ainda mais, é também uma metralhadora. Sexy. 

    8
    • Micro picture
      santz · 2 days ago · 1 ponto

      Esse é aquele jogo que chefes gigantescos?

      1 reply
  • mandaloriano_95 Henrique
    2019-03-29 14:10:48 -0300 Thumb picture
    mandaloriano_95 checked-in to:
    Post by mandaloriano_95: <p>Comprei Painkiller na promoção de primavera do G
    Painkiller: Black Edition

    Platform: PC
    115 Players
    8 Check-ins

    Comprei Painkiller na promoção de primavera do GOG, junto com mais alguns outros jogos a preço de banana, e agora já estou no capítulo 2, jogando na dificuldade Nightmare.

    É um FPS bem bacana puxado pra pegada de Serious Sam, jogo este que eu adoro. E a trilha sonora me faz Quake II vir à mente.

    Mas olha, esse chefe do final do primeiro capítulo foi bem ruinzinho. 

    15
    • Micro picture
      le · 22 days ago · 1 ponto

      Ele é basicamente um FPS de "ondas". Tem um quê de Serious Sam, mas o Serious Sam é mais focado em áreas grandes e abertas e não te "bloqueia" tanto quanto o Painkiller, que costuma te enclausurar numa área pequena até que você termine de matar todos os inimigos.

      Mas acho os dois ótimos FPS pra quem quer fugir do FPS "moderno"...

      2 replies
    • Micro picture
      sannin · 22 days ago · 1 ponto

      Carai Dark Souls com armas... A primeira imagem é igualzinho a igreja dos gárgulas.

      2 replies
  • mandaloriano_95 Henrique
    2019-03-27 00:39:13 -0300 Thumb picture
    mandaloriano_95 checked-in to:
    Post by mandaloriano_95: <p>Agora comecei a jogar este. Foi preciso corrigir
    Max Payne

    Platform: PC
    3879 Players
    50 Check-ins

    Agora comecei a jogar este. Foi preciso corrigir um problema com o som do jogo ocasionado por uma incompatibilidade com sistemas operacionais mais atuais, mas não foi nada complicado graças a um patch compartilhado na Steam.

    Eu tinha visto também uma correção para o suporte a widescreen, mas acabei ficando com preguiça de baixar, então vai ficar esticado desse jeito por hora.

    Linha vermelha do Metrô, São Paulo.

    9
  • mandaloriano_95 Henrique
    2019-03-25 11:49:48 -0300 Thumb picture
    mandaloriano_95 checked-in to:
    Post by mandaloriano_95: <p>Enfim terminei este aqui.&nbsp;</p><p>Tenho boas
    Area 51

    Platform: PC
    133 Players
    3 Check-ins

    Enfim terminei este aqui. 

    Tenho boas recordações minhas jogando ele no PS2, mas na verdade é um jogo bem mediano. Tem uma identidade própria, certamente, e é legal moer os inimigos com duas shotguns ao mesmo tempo e se transformar em mutante, mas o jogo acaba cansando bastante, tanto que cheguei a dar algumas longas pausas na jogatina. Talvez fosse melhor se o jogo não se estendesse tanto.

    Tem duas coisas que me irritaram, a primeira não muito e a outra um bocado. Primeiro é o FOV que é muito pequeno, ao mesmo tempo que não há opção no menu para alterá-lo, ocasionando em momentos em que era até difícil de enxergar direito o que acontecia ao redor. O segundo é o sistema de checkpoint, que por vezes é terrível. Em diversas batalhas complicadas, em que é difícil você não morrer algumas vezes, o sistema salva seu progresso antes da cutscene (que é impossível de ser pulada) que precede a batalha, o que implica em ter que reasstir à cena inteira a cada morte. Sério, é de cair o cu da bunda.

    Tem momentos em que o visual do jogo até que impressiona, principalmente nas arquiteturas alienígenas. As cenas pré-renderizadas também são bem bacanas.

    13
    • Micro picture
      jclove · 26 days ago · 1 ponto

      Esse eu joguei qdo a publisher deixou ele e o The Suffering free no PC. Era bacaninha, principalmente por poder usar duas armas ao mesmo tempo. Minha parte favorita é qdo vc passa pelo set de filmagem da chegada do homem a lua.hehe

    • Micro picture
      lipherus · 26 days ago · 1 ponto

      Parabéns!

  • mandaloriano_95 Henrique
    2019-03-23 17:41:12 -0300 Thumb picture
    mandaloriano_95 checked-in to:
    Post by mandaloriano_95: <p>Baixei e já finalizei, no Hard, todos os níveis&
    Quake

    Platform: PC
    1871 Players
    24 Check-ins

    Baixei e já finalizei, no Hard, todos os níveis (incluindo o secreto) do DOPA, o episódio desenvolvido pela MachineGames em comemoração aos 20 anos de Quake.

    Gostei, o episódio num geral tem um level design bem bacana, mas não colocaria nenhum dos níveis entre os meu favoritos. E acho que no final ficou faltando ao menos uma fase que tivesse uma complexidade mais mirabolante.

     O finalzinho do último nível foi meio tenso, com dois Shamblers para enfrentar e eu com somente um pouco de munição para a shotgun, tanto que terminei desse jeito aí que tá na screenshot.

    The Dopefish lives!

    9
  • mandaloriano_95 Henrique
    2019-03-23 00:47:41 -0300 Thumb picture
    mandaloriano_95 checked-in to:
    Post by mandaloriano_95: <p>Eu gosto bastante da ambientação e dos níveis do
    Quake

    Platform: PC
    1871 Players
    24 Check-ins

    Eu gosto bastante da ambientação e dos níveis do quarto episódio do jogo, ao ponto de que seria, provavelmente, o meu episódio favorito, não fossem os malditos dos Spawns, que são um verdadeiro inferno de lidar e não geram satisfação alguma.

    Esses dias eu tenho estado morrendo de vontade de rejogar Quake, o que acabou me levando a ir do início ao fim do jogo no Hard. Inclusive, acho que o Hard é o modo em que Quake deve ser jogado (assim como Doom no Ultra-Violence), já que proporciona um desafio muito justo e garante uma quantidade bem legal de inimigos pra matar em cada fase, o que é bacana porque acaba exigindo do jogador bastante movimentação e coordenação. No Hard o jogo também te manda dois Shamblers, um seguido do outro, logo de cara já no começo do E1M3, o que me deixou surpreso pra caramba, pra falar a verdade.

    Embora eu tenha um gosto bem grande pelo visual do software renderer do Quake, nessa run eu usei o Quakespasm mesmo, pois eu queria poder jogar com a trilha sonora e em Full HD e porque, afinal de contas, é um baita de um source port, apesar do mesmo ser baseado no GLQuake, o que acaba produzindo o visual mais lavado.

    Acho que agora eu vou dar uma conferida naquele tal de episódio 5 produzido pela MachineGames alguns anos atrás e que eu ainda não joguei.

    10
  • mandaloriano_95 Henrique
    2019-03-05 16:05:01 -0300 Thumb picture
    mandaloriano_95 checked-in to:
    Post by mandaloriano_95: <p>A importância da família...</p><p>Que longa jorn
    Clannad

    Platform: PC
    92 Players
    22 Check-ins

    A importância da família...

    Que longa jornada. Baseado no tempo registrado na Steam, mas considerando o período que posso ter deixado a visual novel aberta enquanto fazia alguma outra coisa, gastei em torno de 90 horas até chegar ao final do After Story. É sem sombra de dúvidas a visual novel mais longa que já li até então, certamente mais extensa do que Fate/stay night com uma boa margem de folga.

    Não desmerecendo o arco escolar, levando em conta a alta qualidade de boa parte do conteúdo apresentado nele, como a rota da Kotomi que já estou cansado de destacar, mas o After Story é sem dúvidas o ponto alto de toda a obra. É um arco bastante longo que desenvolve os relacionamentos do Tomoya com sua família de forma detalhada, verossímil e completamente envolvente.

    Acho que nunca vi nada que contasse uma história de vida de um casal da forma como é contada aqui. Indo desde a busca pela casa própria e passando pela primeira experiência de trabalho, até o nascimento do primeiro filho e a relação com o mesmo. Mesmo com os necessários pulos no tempo, nunca há perda de imersão em relação à história dessa família. E é sobre isso que Clannad trata, família.

    Os acontecimentos passam uma vastidão de emoção, da tristeza à mais pura felicidade. E embora possa ser dito que há algumas situações forçadas para tentar pegar o sentimento do leitor durante o arco escolar, não acho que essa afirmação seja válida para os eventos do After Story. É tudo desenvolvido de forma justa e convincente, muito graças à maneira complexa e realista com a qual os pensamentos do Tomoya são transmitidos e como os relacionamentos são desenvolvidos. 

    Talvez não tenha havido um momento que me desse aquele impacto a ponto de me fazer chorar baldes d'água, mas não há dúvidas de que a temática e os sentimentos de Clannad são verdadeiros, profundos e tocantes.

    Falando brevemente sobre a localização para o inglês, há diversos erros de digitação espalhados pela VN, embora não chegue a ser muito gritante vide a quantidade colossal de texto presente. O maior problema mesmo é que a tradução é um tanto inconsistente, provavelmente por conta do número de diferentes tradutores e de uma supervisão falha. Há, por exemplo, momentos em que o termo japonês "senpai" é traduzido para "senior", enquanto em outras ocasiões é desnecessariamente deixado como senpai mesmo. 

    Agora ficarei esperando por uma promoção para pegar o Tomoyo After, mas por enquanto, felizmente já tenho o Clannad Side Stories na minha biblioteca para começar logo.

    12
    • Micro picture
      zefie · about 1 month ago · 2 pontos

      Essa cena com a Ushio na neve é muito tensa, é realmente incrível como a história consegue passar tantas emoções

  • mandaloriano_95 Henrique
    2019-03-03 18:51:36 -0300 Thumb picture
    mandaloriano_95 checked-in to:
    Post by mandaloriano_95: <p>E, enfim, rota da Nagisa terminada. Quero dizer,
    Clannad

    Platform: PC
    92 Players
    22 Check-ins

    E, enfim, rota da Nagisa terminada. Quero dizer, mais ou menos.

    No momento, certamente ainda não é uma das rotas que mais gostei, porém eu sei que ainda tem muito o que acontecer agora que estou começando o After Story. Ainda há também diversos elementos sem conclusão, como a relação do Tomoya com o pai. 

    Engraçado é que, pouco depois de metade da rota, a opening da visual novel finalmente tocou pela primeira vez.

    7
  • mandaloriano_95 Henrique
    2019-03-02 13:26:59 -0300 Thumb picture
    mandaloriano_95 checked-in to:
    Post by mandaloriano_95: <p>A aspiração a cuidar dos outros...</p><p>Já cheg
    Clannad

    Platform: PC
    92 Players
    22 Check-ins

    A aspiração a cuidar dos outros...

    Já cheguei ao fim da rota do Koumura-sensei.

    Embora conte com um belo final, a rota é extremamente curta e não desenvolve quase nada em relação ao professor, já que tudo sobre ele só acontece praticamente nos últimos 10 minutos de leitura.

    O problema tanto dessa rota quanto da rota da Fuko é que boa parte delas utilizam o que é, claramente, o início da rota da Nagisa (nessa rota do Koumura, então, o Tomoya até inicia o romance com ela) e, apesar de permitir o leitor a já ter bastante contanto com a personagem, isso implica em ter que reler ou pular um monte de texto nas leituras subsequentes, o que acho que vai ser ruim principalmente agora que chegou a vez da rota da Nagisa de fato.

    7
Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...