You aren't following majimbuu.

Follow him to keep track of his gaming activities.

Follow

  • majimbuu Paulo Victor
    2020-08-02 16:41:35 -0300 Thumb picture
    majimbuu checked-in to:
    Post by majimbuu: <p>Nunca mais tinha feito um check-in de Dragon Que
    Dragon Quest XI S: Echoes of an Elusive Age - Definitive Edition

    Platform: Nintendo Switch
    26 Players
    17 Check-ins

    Nunca mais tinha feito um check-in de Dragon Quest. Por causa do pouco tempo livre, tenho jogado menos, mas neste fim de semana dei uma boa adiantada no game, então vamos lá.

    Cheguei a 60 horas de jogo e é normal que com o passar do tempo, alguns aspectos do game cansem pela repetição. Para evitar esse tipo de situação, é necessário que o desenvolvedor traga sempre novidades para refrescar a experiência. Pois bem, o combate do jogo, que era apenas ok no início da aventura, agora já se tornou chato, com exceção das lutas contra chefes. Tudo bem que o jogo traz um modo automático e até mesmo opção de acelerar as animações durante as lutas, mas mesmo com essas opções, tenho evitado os inimigos há um bom tempo. Pelo menos não sinto que preciso grindar.

    Agora, se por um lado o combate vai ficando monótono com o passar do tempo, o mesmo não se pode dizer sobre a estória do game. A narrativa é um baita acerto de Dragon Quest XI. A todo o momento, uma nova subtrama é adicionada à estória principal, de modo a sempre renovar a vontade do jogador em seguir o roteiro.

    A estrutura do jogo é mais linear do que eu imaginava antes de jogar. Apesar de grande, o mundo é todo subdividido em pequenas áreas que algumas vezes parecem corredores mesmo. Não considero um defeito, até porque estou muito mais investido na estória que nos sistemas.

    Enfim, o jogo, por enquanto, é muito bom, apesar de já estar pedindo o desfecho há algum tempo. Espero que dure mais umas dez horas no máximo.

    2
  • majimbuu Paulo Victor
    2020-07-22 17:33:58 -0300 Thumb picture
    majimbuu checked-in to:
    Post by majimbuu: <p>Gente, como assim tem Life is Strange pra Androi
    Life is Strange

    Platform: iPhone/iPad
    4 Players
    1 Check-in

    Gente, como assim tem Life is Strange pra Android? E de Graça ainda!

    Não é a experiência mais bonita do mundo e tem seus problemas de jogabilidade inerentes à plataforma mobile, mas é o que temos pra hoje...

    Já joguei o 1º capítulo inteiro no Xbox 360, mas não comprei o resto. Tinha adquirido pela Gold, mas na época tinha muita coisa no backlog então deixei pra depois. Só que aí, meu Xbox 360 morreu e fiquei sem plataforma pra continuar o game.

    Mas eis que descubro que tá lá na Google Play Store e que é de graça. Aproveitando que comprei um Galaxy S20 há pouco tempo, aproveitei pra testar.

    Como eu disse, não é dos mais bonitos mas pra mim dá pra jogar. O jogo tem muito foco na narrativa e não sou muito fresco com gráficos. Pra mim, o importante é que agora eu tenho uma plataforma pra jogar.

    Mas o que me atrapalhou mesmo foi a jogabilidade. Jogos que foram feitos com a mentalidade de um controle geralmente não encaixam na jogabilidade mobile. Eu tenho um 8bitdo pra corrigir isso, mas não tenho o grip ainda, então to jogando só pela tela de toque.

    Ainda não cheguei onde eu tinha parado no Xbox, mas é bom que no celular, dá pra jogar de bobeira, em jogatinas rápidas. De qualquer forma, por ser gratuito, valeu o teste...

    4
    • Micro picture
      santz · 14 days ago · 1 ponto

      Mas é o jogo todo ou só o primeiro capítulo? Pois o primeiro capítulo é de graça em PCs também, se não me engano.

      1 reply
  • majimbuu Paulo Victor
    2020-07-19 21:18:38 -0300 Thumb picture
    majimbuu checked-in to:
    Post by majimbuu: <p>Tirando da lista da vergonha agora que chegou no
    Donkey Kong Country

    Platform: SNES
    20496 Players
    221 Check-ins

    Tirando da lista da vergonha agora que chegou no Switch Online. Já comprei até um 8bitdo SN Pro + pra jogar essas belezinhas.

    Quando pequeno, tive um SNES com diversos jogos e um deles era o Donkey Kong Country 2. Nossa, que jogo é incrível é esse. Pra mim, o melhor jogo de SNES com certa folga. Por outro lado, nunca tive o cartucho do 1º, que joguei apenas algumas vezes em locadoras. Nunca tinha passado do 2º mundo.

    Então vamos às impressões. Primeiro, o jogo ainda é tecnicamente muito agradável, tanto em gráficos, quanto na questão do som. A Rare operou um verdadeiro milagre em 1994. Os controles ainda são muito bons, principalmente comparando com outros jogos da mesma época. 

    As fases são muito legais. Os temas são variados e tem algumas ideias de level design bem interessantes mesmo, até para os padrões atuais.

    Por outro lado, percebo que comparado com o seu sucessor, o game parece um protótipo. Tem muita ideia ruim que eu não sei se fazia parte do pensamento da época, mas vamos lá.

    A primeira ideia esquisita é o salvamento do jogo. É preciso avançar bastante fases para poder salvar. Ok, esse problema era algo comum na época, então deixa pra lá (até pq com o Switch Online posso salvar onde quiser, então não existe mais esse problema);

    A segunda, e talvez a mais esquisita é a falta de liberdade para transitar entre os mundos. Você fica "preso" em cada mundo que entra até chegar no Funky Kong.

    Terceira parte esquisita são os chefes. Nossa, são muito simples e sem graça. Parecem até um esboço de ideias. 

    Quarta coisa são os coletáveis. Mais uma vez, posso estar sendo injusto e este ser um problema da época, mas todos os coletáveis basicamente só dão mais vidas. Parece que tudo que você pega é meio sem sentido. Tem um trabalhão danado para encontrar as letras e formar o K O N G só pra ganhar uma vida. Mesma coisa vale para todas as passagens secretas, bônus e até mesmo aqueles coletáveis dos animais, que você tem um trabalhão danado pra encontrar os três só pra ganhar mais uma 4 ou 5 vidas.

    E o pior é que as vidas são importantes pra danado, porém quando você salva e volta ao jogo, some tudo! Não importa quantas vidas você tinha antes de salvar, quando volta só tem 5 vidas. 

    Assim, o jogo é muito bom, mas não tem a menor condição de ser comparado ao DKC2, que basicamente melhora muito o jogo.

    13
    • Micro picture
      lgd · 17 days ago · 3 pontos

      Na verdade os "defeitos" que apontou, são mais limitações talvez e também se deve ao fato de você ter jogado o segundo primeiro, mas DK foi um marco, depois foi aprimorado no 2 e no 3. Fiz questão de comprar o Donkey Kong Country original pois o que eu jogava na época era de um amigo e por ser pirata, não gravava o progresso! Ainda não zerei ele sozinho.

      1 reply
    • Micro picture
      willguigo · 17 days ago · 2 pontos

      Muito boa sua análise.
      Esses dias eu estava jogando no emulador com meus filhos, chegamos até o mundo da floresta.
      Depois de passar muitos anos sem jogar, logo no segundo mundo eu sofri para conseguir chegar até a Candy, e salvar, lembrei daquela mutreta de ganhar vidas kicando no jacaré marombado, mas logo desisti, e em seguida lembrei do código das 50 vidas, nunca fui muito fã de macetes para facilitar os jogos, mas nesse, fui forçado a apelar, meti um BARRAL, e assim conseguimos progredir.
      Ganhou um seguidor parceiro.

      2 replies
  • majimbuu Paulo Victor
    2020-07-17 16:23:14 -0300 Thumb picture
    majimbuu checked-in to:
    Post by majimbuu: <p>45 horas e quando pensei que tava perto do fim,
    Dragon Quest XI S: Echoes of an Elusive Age - Definitive Edition

    Platform: Nintendo Switch
    26 Players
    17 Check-ins

    45 horas e quando pensei que tava perto do fim, o jogo dá uma virada absurda que não dá nem pra saber pra onde vai...

    Acho que dos JRPG's que já joguei, nenhum chegou nem perto deste no quesito enredo. É muuuuuito bom mesmo. 

    Definitivamente um dos melhores jogos pra Switch. Não me arrependi de ter pego ele no lugar do Astral Chain na promoção.

    11
  • majimbuu Paulo Victor
    2020-07-15 11:18:51 -0300 Thumb picture
    majimbuu checked-in to:
    Post by majimbuu: <p>Dessa vez sem gambiarras, com o intuito de testa
    Castlevania: Symphony of the Night

    Platform: Android
    5 Players
    1 Check-in

    Dessa vez sem gambiarras, com o intuito de testar meu 8bitdo no android, lá fui eu jogar pela primeira vez esse clássico (é isso mesmo, nunca joguei SotN, sou um herege!).

    Por enquanto joguei bem pouco. Passei do primeiro chefe e como também estou jogando Super Metroid, impossível não comparar. Vamos lá...

    Não sei se é a versão de android, mas acho os controles bem travados, até mais que o Super Metroid, o que me impressionou negativamente. Lembrando que o jogo tá rodando bem liso no meu celular (Galaxy S20), então esse defeito não se dá pela performance, que é muito boa.

    Outra coisa que por enquanto ainda tá cedo pra avaliar, mas já gostei é o modelo metroidvania.

    Agora um ponto que não me faria falta nenhuma são os elementos de RPG, pq já imagino grind e já me dá preguiça. Tomara que não seja necessário grindar tanto.

    Mas a trilha sonora é boa demais! Eu já ouvi essa OST de cabo a rabo desde a minha adolescência. Conheço todas as músicas de cor, apesar de nunca ter jogado.

    2
    • Micro picture
      knuxbbs · 22 days ago · 1 ponto

      Algum motivo para ter escolhido o controle da 8BitDo?

      Achei que o Ipega fosse o melhor.

      2 replies
  • majimbuu Paulo Victor
    2020-07-05 13:15:26 -0300 Thumb picture
    majimbuu checked-in to:
    Post by majimbuu: <p>Não tenho 3DS, mas tenho "gambiarra". Não me org
    Metroid: Samus Returns

    Platform: Nintendo 3DS
    283 Players
    119 Check-ins

    Não tenho 3DS, mas tenho "gambiarra". Não me orgulho do que estou fazendo, mas baixei o Citra pra testar meu 8BitDo no PC. E para o teste inicial, nada melhor que um joguin da série Metroid, né? 

    Minha ideia era só dar uma olhadinha, mas a carne é fraca. Acabei cedendo aos desejos malignos e não consegui parar de jogar. Até pq o ritmo desse jogo, por enquanto, é um absurdo de bom! Acho que não lembro de um Metroidvania com início tão perfeito assim.

    Outra coisa absurda de boa nesse jogo são os controles. Meu Deus do céu, como faz diferença ter um botão pra mirar. Eu queria parar, mas não consigo...

    20
  • majimbuu Paulo Victor
    2020-07-03 10:57:37 -0300 Thumb picture
    majimbuu checked-in to:
    Post by majimbuu: <p>Quase 30 horas e acabei de chegar numa espécie d
    Dragon Quest XI S: Echoes of an Elusive Age - Definitive Edition

    Platform: Nintendo Switch
    26 Players
    17 Check-ins

    Quase 30 horas e acabei de chegar numa espécie de Universidade Francesa. Que universo interessante!! Cada cidade meio que representa um país diferente do mundo real, com sotaque e cultura própria, tipo Gondolia é uma caricatura de Veneza, Galopolis é representa algum pais do Oriente Médio e a Academia é uma espécie de Universidade da França. Muito bom mesmo! A cada hora de jogo eu quero jogar mais!

    1
  • majimbuu Paulo Victor
    2020-07-02 09:10:08 -0300 Thumb picture
    majimbuu checked-in to:
    Post by majimbuu: <p>Já são mais de 25 horas de gameplay e tenho de c
    Dragon Quest XI S: Echoes of an Elusive Age - Definitive Edition

    Platform: Nintendo Switch
    26 Players
    17 Check-ins

    Já são mais de 25 horas de gameplay e tenho de confessar que esse jogo é muuuuuito melhor do que eu pensava. Ele simplesmente destruiu meu preconceito com JRPG's com combate tradicional. 

    Ele tem uma estrutura de estória muito interessante. Ao invés de sempre estar focado no enredo principal, cada lugar novo que você visita uma mini estorinha é mostrada e geralmente elas são muito boas. Acabei de passar por uma dessas que eu simplesmente chorei. Essa estratégia é ótima para não sobrecarregar a narrativa, como aconteceu em Xenoblade Chronicles 2, por exemplo. 

    Mas um ponto muito positivo a favor da estória é a dublagem em inglês, que ficou incrivelmente boa. Esse ponto me ajuda a emergir na estória

    O sistema de batalhas é bom, apesar de ser muito tradicional. Não é excelente como o Xenoblade 2, mas funciona. Apesar de vc poder movimentar o personagem durante a batalha, é um RPG classicão em turnos, mas com ótimo ritmo.

    Agora talvez o ponto que mais me motivou a joga-lo é a ausência de combates aleatórios. Aqui vc vê os inimigos no mapa e decide se quer enfrentá-los ou não. Infelizmente existem alguns trechos com batalhas aleatórias, mas são poucos e alguns são evitáveis.

    A trilha sonora não há o que falar: é simplesmente maravilhosa! Toda orquestrada e com melodias belíssimas.

    1
  • majimbuu Paulo Victor
    2020-07-01 10:46:52 -0300 Thumb picture
    majimbuu checked-in to:
    Post by majimbuu: <p>Um jogo que eu nunca tinha ouvido falar, mas que
    999: 9 Hours, 9 Persons, 9 Doors

    Platform: Nintendo DS
    662 Players
    136 Check-ins

    Um jogo que eu nunca tinha ouvido falar, mas que o pessoal do jogabilidade me chamou a atenção.

    Comecei a jogar a pouco tempo e já percebi que vou ler mais do que jogar (isso não é uma crítica), mas a estória é muuuuuito interessante e frenética e por enquanto estou bastante intrigado e curioso pra saber onde ela vai dar.

    3
    • Micro picture
      jcelove · about 1 month ago · 1 ponto

      Ele ja foi bem falado aqui anos atras, é uma bisual novel bem maneira, vai ter de ler e resolver muitos puzzles se quiser chegar ao verdadeiro final

      1 reply
  • majimbuu Paulo Victor
    2020-06-26 09:16:38 -0300 Thumb picture
    majimbuu checked-in to:
    Post by majimbuu: <p>20 horas de jogo e ainda tá uma delicinha de jog
    Dragon Quest XI S: Echoes of an Elusive Age - Definitive Edition

    Platform: Nintendo Switch
    26 Players
    17 Check-ins

    20 horas de jogo e ainda tá uma delicinha de jogar. Cheguei em Octagonia agora e por enquanto não me cansei da estória. Ao contrário de Xenoblade Chronicles 2, eu não evito as cutscenes por preguiça. 

    A vibe é toda de Dragon Ball, uma aventurazinha com personagens muito carismáticos e tal. Por enquanto o meu favorito é o Sylvando, mas todos são ótimos.

    A parte do jogo em si é bem tradicional, em turnos, mas bem legalzinho. No geral o jogo é fácil e eu só morri duas vezes em chefes, que no geral são um pouquinho difíceis mesmo.

    Outro ponto positivo são os loadings, que são curtinhos e rápidos para carregar.

    Por enquanto, nota 9!

    1
Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...