lima

There's only room for one Boss... and one Snake...

Você não está seguindo lima.

Siga-o para acompanhar suas atualizações.

Seguir

  • lima Bruno Lima
    2017-10-08 01:04:52 -0300 Thumb picture
    lima fez um check-in em:
    <p>Ooo coisa 'difícil'... na hora tu fica apavorado - Alvanista
    Magicka 2: Learn to Spell Again

    Plataforma: Playstation 4
    243 Jogadores
    31 Check-ins

    Ooo coisa 'difícil'... na hora tu fica apavorado e aperta os botões errados, dispara magia do jeito errado... uma beleza.

    7
    • Micro picture
      seufi · 1 ano atrás · 1 ponto

      Jogamos em 3 players aqui em casa ontem... que pandemônio que virou!!!

  • le Leandro Santos
    2017-09-16 21:01:19 -0300 Thumb picture
    Thumb picture
    le fez um check-in em:
    <p>Tô no início ainda (ao menos parece ser o início - Alvanista
    Guacamelee! Super Turbo Championship Edition

    Plataforma: PC
    174 Jogadores
    58 Check-ins

    Tô no início ainda (ao menos parece ser o início, já que eu só peguei 8 conquistas de 30 até agora), mas parece ser um dos jogos mais fáceis de todos os tempos. Checkpoint a cada 30 segundos; quando você erra um pulo e cai, em vez de voltar pro checkpoint, volta pra beira da plataforma pra tentar de novo...

    Aí você percebe a diferença na filosofia de design do negócio e "entende" a revolta dos jornalistas de video game com jogos tipo DuckTales Remastered (que nem é difícil se você jogar com a mentalidade "certa"). Sim, perdeu todas as vidas, já era. Mas, em compensação, o jogo é pensado pra você jogar com alguma cautela e sendo relativamente fácil de acertar e entender o que fazer da primeira vez.

    Em jogos como Guacamelee e Ori, morrer não é nada. Você não perde nada, mal volta alguma coisa no jogo. Nem loading dá quando você morre. Aí você acaba fazendo as coisas de qualquer jeito, sem pensar, sem ter cautela, sem medir pulos, sem parar pra analisar padrão de movimentação dos inimigos... Os próprios devs acabam botando umas armadilhas e obstáculos mais complicados de entender da primeira vez, porque não tem problema morrer mesmo. Nesse sentido, não precisa ser tão bem-pensado e equilibrado.

    Sai de um jogo com essa filosofia e vai pra um que te pune por morrer, nego que se acostumou a jogar de "qualquer jeito" vai à loucura.

    Enfim, divagações à parte, parece ser um bom jogo, bem funcional com alguns problemas de detecção de contato e um pouco travado no controle (em comparação com outros jogos melhores do gênero, tipo os Castlevania ou Ori). Bom jogo, mas longe de ser aquela coisa divina que vi muita gente aqui falar.

    Acho que muita gente se deixa levar por referências e pelo carisma do jogo (vide Castle Crashers, que é um beat 'em up bem medíocre, mas com carisma pra cacete).

    A propósito, a melhor referência até agora, disparada, é o uniforme do Jorge Campos.

    16
    • Micro picture
      tassio · 1 ano atrás · 2 pontos

      VVVVVV tem isso também, passa a impressão que ~MORRER~ ficou banal.

      2 respostas
    • Micro picture
      mbomnis · 1 ano atrás · 2 pontos

      Idem pros Castlevania da época do NES e os mais modernos, desde o Symphony.
      Essa comparação é mais datada, porque tem que mostrar que não é de hoje isso.

      1 resposta
  • 2017-09-02 16:10:06 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Transmissão Automática e Manual

    Medium 3534422 featured image

    Você escolheu sua pista, escolheu o seu carro e está pronto para correr. A única coisa que falta é escolher a transmissão do carro. A tela aparece: Manual (MT) ou Automática (AT)? Qual você escolheria? Faz alguma diferença?

    Embora a diversão esteja garantida indiferente da transmissão que você escolher, a escolha de transmissão pode ser mais importante do que você pensa. Calma, este post não existe para chamar os motoristas de AT um bando de casuls. Saber usar a transmissão manual não te transforma em um profissional de corridas. O que vai definir isso é entender o valor da transmissão manual nos jogos de corrida.

    A transmissão automática é um meio conveniente de aprender o jogo sem se preocupar com a troca de marchas, se divertindo com as corridas e apenas se preocupando com o freio e a aceleração. Porém, existe uma desvantagem na transmissão automática: Você entrega parte do controle do carro para o jogo. Por causa disso, em jogos como Daytona USA, a escolha de transmissão vai definir sua vitória ou sua derrota.

    Eu vou explicar. Imagine a seguinte situação: Você está se aproximando de um semáforo. Ele está fechado, mas você ainda está longe dele, não existe nenhum carro em seu caminho e é possível que ele abra a qualquer momento.

    (Não sou artista ok)

    Considerando que não existem obstáculos na sua frente e que a possibilidade do semáforo abrir ainda existe, ao invés de deixar o carro em ponto morto e se preparar para parar, você pode diminuir a velocidade do veículo aos poucos apertando o freio e mudar para uma marcha menor. Assim, se o farol abrir, você aproveita o movimento do carro, acelera e coloca novamente em uma marcha mais alta, recuperando a velocidade anterior. Isso se chama Recuperação.

    Nessa mesma situação, usando a transmissão automática (de videogame), não seria possível fazer essa ação com a mesma precisão, pois a marcha é trocada baseada na velocidade que você alcança. Você seria forçado a frear bruscamente o carro até chegar em uma marcha menor e, caso o semáforo mudasse para verde, teria de acelerar e esperar até que o jogo mudasse a marcha para você novamente, levando a uma recuperação de velocidade muito mais demorada.

    É essa recuperação que vai garantir que você vença uma corrida, pois a mesma situação vale para curvas. Quando você entra em uma curva, precisa estar na velocidade certa para garantir controle do veículo na entrada e saída da curva. Uma mudança de marcha precisa e total controle sobre o carro garantem uma entrada e saída rápida nas curvas, perdendo o mínimo de velocidade possível, enquanto na transmissão automática você teria que brecar antes de entrar na área de risco da curva, virar o carro e acelerar na saída até recuperar a marcha e velocidade anteriores, dando a chance para outros corredores de te passarem. Essa é a importância da transmissão manual!

    Agora, isso não significa que a transmissão automática seja inútil. Como eu disse antes, ela é uma ferramenta eficiente para conhecer o jogo. Metade da vitória sobre um jogo de corrida envolve conhecer como o jogo funciona e como ele reaje à suas ações.

    Sempre que eu jogo um jogo de corrida novo, indiferente se é de uma franquia que eu já conheça, eu sempre jogo com a transmissão automática primeiro. Eu jogo até me acostumar com a física do jogo, entendendo como ele puni ou recompensa o jogador baseado nos movimentos que ele decide fazer a cada curva.

    Quando eu já sei todas as vantagens e defeitos daquele jogo, eu passo a usar a transmissão manual e, utilizando o controle total do carro, lido melhor com a maneira que o jogo quer que eu faça as curvas.

    Mesmo que você não esteja acostumado com a transmissão manual, lembre-se: Você tem o conforto de usar botões ao invés de lidar com uma transmissão manual real. Então, configure o controle da maneira que for mais conveniente para você e pratique até você pegar o jeito. Uma vez que se acostume, vai perceber a diferença nas corridas.

    Espero que este artigo ajude os jogadores que se acham ruins em jogos de corrida, mas na verdade estão apenas sendo limitados pela transmissão automática. Você é mais rápido do que acredita ser ;)

    Initial D Arcade Stage 7 AAX

    Plataforma: Arcade
    Jogadores

    49
    • Micro picture
      rafaelseiji · mais de 1 ano atrás · 4 pontos

      Puta post do caralho xD Parabéns!

      1 resposta
    • Micro picture
      marviiu · mais de 1 ano atrás · 4 pontos

      Eu nunca entendi como jogar com marcha manual. Mas também, eu não sei dirigir e nunca fiz questão de saber.

      2 respostas
    • Micro picture
      yon · mais de 1 ano atrás · 2 pontos

      Gran Turismo, principalmente os mais antigos, fazia uma diferença absurda...
      No 2, vc podia estar a 300 por hora, se jogava pra 2ª marcha, seu carro reduzia na hora kkkk
      Diminuía muito o tempo de frenagem..
      Eu tenho um problema: Não consigo usar os gatilhos com o dedo do meio, então não consigo ter acesso aos L1 e R2 ao mesmo tempo.. E pra mim, trocar marcha teria que ser no L1/R1.
      E ultimamente tenho jogado mais arcade (FH3), tirando o Dirt Rally que comecei, mas sou tão horrível que ainda quero me acostumar, antes de passar pra manual e ir tirando as assistências.

      2 respostas
  • kawens ^__^
    2017-08-30 00:12:11 -0300 Thumb picture
    Thumb picture
    <p>#img#[468067]</p> - Alvanista

    15
    • Micro picture
      jailsonbraga · mais de 1 ano atrás · 2 pontos

      hahahaa...
      Quando eu assisti eu pensei exatamente na mesma coisa.

    • Micro picture
      barbarabai · mais de 1 ano atrás · 1 ponto

      kkkkkkkkkkkkkk @fredson

  • lima Bruno Lima
    2017-08-27 00:31:47 -0300 Thumb picture
    lima fez um check-in em:
    <p>Trilha sonora foda demais!</p><p>https://www.you - Alvanista
    Guilty Gear Xrd: Rev 2

    Plataforma: Playstation 4
    21 Jogadores
    9 Check-ins

    Trilha sonora foda demais!

    5
  • lima Bruno Lima
    2017-08-20 18:27:02 -0300 Thumb picture

    Só queria postar isso.

    Canal foda. Conheci hoje xD

    6
  • 2017-07-28 08:31:51 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Game Boy operário

    Gunpei Yokoi revolucionou a indústria dos games com suas invenções. De sua cabeça saíram criações como o Game Boy, o Game & Watch, e até mesmo o direcional digital em forma de '+', padrão até os dias atuais. Mas sua carreira na Nintendo começou de uma maneira pouco glamurosa.

    Formado como técnico de eletrônica, Yokoi foi contratado pela Nintendo em 1965 para trabalhar como operário na manutenção das máquinas da fábrica de hanafuda - o jogo de cartas japonês que era o principal produto da empresa na época.

    O engenhoso jovem tinha como hobby trabalhar em suas próprias invenções - talento que não passou despercebido pelo então presidente da Nintendo, Hiroshi Yamauchi.

    Em visita à fábrica de cartas em 1966, o executivo tomou nota de um brinquedo que Yokoi tinha criado para sua própria diversão. Era uma espécie de braço extensível capaz de agarrar objetos distantes. Yamauchi ordenou que Yokoi transformasse o brinquedo em um produto para a Nintendo vender naquela temporada de Natal.

    A Ultra Hand tornou-se um enorme sucesso, e foi vendida pelo mundo todo. Yokoi acabou promovido.

    Liderada por Yamauchi, a Nintendo passou as décadas seguintes expandindo seus negócios para outros mercados. A empreitada abriu espaço para algumas outras criações de Yokoi, como a máquina lançadora de bolas de baseball Ultra Machine e o 'testador de compatibilidade amorosa' Love Tester.

    De acordo com um artigo escrito por Lara Crigger para o The Escapist, foi em uma viagem no trem-bala que Yokoi teve sua próxima grande ideia. Ele observou um homem que, entediado, apertava botões aleatórios em sua calculadora eletrônica para passar o tempo. Pouco tempo depois, o inventor pensou em um sistema de jogos eletrônicos portátil com duas telas LCD, batizado de Game & Watch.

    O sucesso do sistema fez a Nintendo enfim voltar seus olhos para os videogames. Yokoi acabou incumbido da tarefa de supervisionar a criação de "Donkey Kong" e "Mario Bros." ao lado de Shigeru Miyamoto. Como produtor, ele ainda foi instrumental na concepção de jogos como "Kid Icarus" e "Metroid".

    Misturando o conceito de sistema miniaturizado do Game & Watch e a tecnologia por trás do Nintendinho, Yokoi então criou o Game Boy. Mais de 118 milhões de unidades do sistema foram vendidas até hoje.

    No livro "Game Over", David Sheff relata que Yokoi sempre planejou aposentar-se cedo. Ele acabou deixando a Nintendo em 1996, pouco após a empresa lançar e ver fracassar uma de suas últimas invenções, o Virtual Boy - sistema que utilizava um visor especial para criar uma experiência arcaica de realidade virtual. O lançamento supostamente ocorreu sem a aprovação de Yokoi, que ainda não considerava a tecnologia apropriada para consumo.

    O último projeto de Yokoi ao lado da Nintendo foi o Game Boy Pocket. Com sua própria firma, o inventor ainda coordenou a criação do portátil Bandai WonderSwan.

    Gunpei Yokoi morreu em 4 de outubro de 1997, vítima de um acidente de trânsito. Em 2003, ele foi homenageado de maneira póstuma com um prêmio da Associação Internacional de Desenvolvedores de Games (IGDA) pelo conjunto de sua obra.

    54
    • Micro picture
      diegolvf · mais de 1 ano atrás · 6 pontos

      Belo post, não conhecia a história do Gunpei Yokoi, mas achei muito interessante essas curiosidades sobre o criador da game boy dentre outras coisas!

    • Micro picture
      santz · mais de 1 ano atrás · 4 pontos

      Cara, que post fantástico. E pensar que o mesmo cara criou produtos tão foda para a Nintendo. Uma pena a morte dele, pois teríamos uma mente genial que poderia mais uma vez revolucionar o mercado dos games.

    • Micro picture
      kratos1998 · mais de 1 ano atrás · 4 pontos

      Excelente post!

  • 2017-07-15 15:44:50 -0300 Thumb picture
    Thumb picture
    zefie fez um check-in em:
    <p>O vício está pesado, é karma porque eu zuava o @ - Alvanista
    Fate/Grand Order

    Plataforma: Android
    56 Jogadores
    156 Check-ins

    O vício está pesado, é karma porque eu zuava o @katsuragi por perder a vida com os mobages no passado :C

    Vou fazer esse check-in mais explicativo pra quem ainda não conhece o jogo cair nessa vida perdida também quem sabe, se interessar.
    Pra quem não conhece NADA de Fate/Stay Night, recomendo muito que vá assistir os animes (ou jogar as visual novels). Se não, um resumo básico: a história consiste em 7 usuários de magia (conhecidos como Mestres) que invocam 7 espíritos heroicos (os servos) para lutarem entre si até que só sobre um, este adquirindo o Cálice Sagrado, que realiza qualquer desejo.

    Bom, o Fate/Grand Order consiste de dois gêneros. A história é contada em forma de visual novel, com a diferença de que as suas escolhas não influenciam em merda nenhuma (cof cof Telltale cof), tanto que as respostas sempre são bem parecidas mesmo.

    Transformaram a sanguinária condessa Elizabeth Bathory em uma loli cantora HUEHUEHUEHUEHUEHUE ahhhh Japão...

    Já o combate é um RPG por turnos um pouco diferente. Ao invés de escolher a ação individual de cada membro da party, você tem que selecionar 3 cartas de um total de 5 para montar a ação do seu grupo para aquele turno. A cada turno 5 novas cartas são selecionadas aleatoriamente pra você escolher.

    Cartas azuis aumentam um pouco a barra de especial do servo dela. Vermelhas aumentam o dano do ataque naquele turno e as verdes aumentam a chance de você dar critical no próximo turno. Combinando 3 cartas da mesma cor o efeito ganha um bônus, e se você conseguir combinar 3 cartas do mesmo servo (independente da cor), você ganha um ataque extra com ele.

    Basicamente é isso. Tem alguns outros detalhes, como o cada classe ter vantagens e fraquezas contra outras específicas (no mesmo estilo de Pokemon), mas isso fica para quem quiser jogar, descobrir. 

    Conforme você vai concluindo as missões e recebendo os prêmios (uns cristais multicoloridos), você vai podendo invocar novos servos. O meu favorito só estará disponível até dia 20 para ser invocado (e a chance é de 1% apenas), então quem tem interesse precisa correr xD

    EXTRA: momento feels do final do primeiro capítulo.

    Farewell, saint Jeanne D'Arc!

    18
    • Micro picture
      zir0 · mais de 1 ano atrás · 4 pontos

      moba vicia pq e tipo abrir boster

      3 respostas
    • Micro picture
      ghostsnakin · mais de 1 ano atrás · 2 pontos

      Com a falta de tempo pra sentar somente para jogar, esses mobages do fate e fire emblem tão sendo minha desculpa pra dizer que estou jogando algo XD
      Dei sorte de tirar a Jeanne no primeiro summon cheio que fiz apos o que o jogo te obriga a fazer. Agora to querendo é a Arturia.

      4 respostas
    • Micro picture
      emphighwind · mais de 1 ano atrás · 2 pontos

      eu não consegui gostar de fate/go

      2 respostas
  • juninhonash Juninho Rodrigues
    2017-06-23 19:53:00 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Jogadores Profissionais Bancam Novatos na EVO 2017!

    O EVO 2017 está chegando, e junto dele todas as emoções do maior campeonato de games de luta no mundo. Organizado anualmente pela comunidade em Las Vegas, o torneio atrai os melhores competidores do planeta, mas nem todos tem condições financeiras para fazer essa viagem até o evento. Para isso, os jogadores profissionais Justin Wong e Du "NuckleDu" Dang estão ajudando financeiramente vários norte-americanos a realizarem esse sonho.

    Ambos os jogadores não deram muitos detalhes de como fizeram a sua escolha. Justin Wong escolheu os seguintes competidores: Marcus "THE COOL KID93" Redmond, Sean "Shine" Simpson, Master Parker e LostSoul.

    Enquanto isso, NuckleDu selecionou: Dexter "Tampa Bison" James, Naasi "Ice Effect" Nixon, LuckyD e Gunfight.

    O EVO 2017 acontece entre os dias 14 a 16 de julho nos Estados Unidos com noves games em disputa e vários outros em torneios paralelos. 

    Fonte: https://theenemy.com.br/evo-2017-profissionais-aju...

    Só pra constar: Ixion era o melhor jogador de Dan do mundo no USF4 até onde se sabe, e eu não sei o que rolou pra ele não ter tido incentivo até agora, mas ele é um dos melhores jogadores de Nash do online.

    Gunfight é disparado o melhor Alex que se tem notícias de todo o setor competitivo tanto online quanto offline, mas pra algo desse naipe acho que ele nunca teve a chance. Praticamente seguido por poucos nomes como The Cool Kid.

    Outro puta jogador é TampaBison, que obviamente joga de Bison e joga muito, e eu não me recordo de ver ele em eventos tão grandes. 

    Gostei MUITO da iniciativa de ambos, queria ver mais gente assim fazendo o mesmo. Daigo bem poderia usar sua influência do canal do YouTube e carregar uma galera do zói puxado que joga muito. 

    Street Fighter V

    Plataforma: Playstation 4
    608 Jogadores
    385 Check-ins

    17
    • Micro picture
      igor_park · mais de 1 ano atrás · 3 pontos

      Ótima atitude dos caras fortalecem a cena e criam um ar de irmandade que me lembra o Skate e os esportes radicais

    • Micro picture
      lima · mais de 1 ano atrás · 3 pontos

      Quero que me banquem tbm. Não jogo nada mas pelo menos viajo por uns dias.

      1 resposta
    • Micro picture
      colt47 · mais de 1 ano atrás · 2 pontos

      League of legends

  • lima Bruno Lima
    2017-06-19 22:21:01 -0300 Thumb picture
Continuar lendo &rarr; Reduzir &larr;
Carregando...