2019-04-25 12:05:19 -0300 2019-04-25 12:05:19 -0300
juninhonash Leandro Santos Featured

Falta de Entendimento do Público?

Single 3718104 featured image

Jogos de luta geralmente são alvos de polêmicas de anos pra cá, seus valores não muito amigáveis, mecânicas complexas pra pessoas com cada vez menos tempo de jogar e DLC's assombram a comunidade casual enquanto a hardcore como joga poucas coisas, geralmente compra mais fácil tais ideias.

Mas a ideia é quando coisas conflitantes acontecem como essa:

O motivo de notas tão baixas: 

- Não entender ou não aceitar serviço ao invés de produto

- Não ter arcade

- FM gerando confusão, mesmo esse permitindo comprar DLC's

- Sistema de temporadas ainda que isso garante que versões novas não sejam compradas de tempos em tempos

Mesmo com todo o resto sendo bom, problemas reais do jogo foram ignorados (como online, balanceamento em certas épocas, instabilidade de servidores, etc) e trataram coisas triviais como centro de críticas. Porém, o sistema de temporadas pegou, vingou e vai firme e forte em vários outros jogos que são super caros com temporadas caras e raramente tem qualquer crítica sobre isso.

Porém, os tão elogiados jogos da Neather Realms, visivelmente focados no casual, dessa vez recebe duras críticas sobre seu sistema de krypta e micro-transações.

E... só. Nunca imaginei que diria isso mas a NR fez um jogo redondo, da forma que tanto criticaram os jogos de demais empresas, com muitos modos de jogo, história cinematográfica, gerando sempre moedas em todos os modos e que desbloqueia itens da Krypta.

E meio que o motivo central se tornaram dois:

- As torres que são aparentemente difíceis demais, nada que updates não resolvam

- Liberar tudo da Krypta se tornou demorado demais devido ao seu tamanho e itens random, ainda que não sejam repetidos e a krypta tenha fim. Ou seja, demora mas vai. Lembrando que cada personagem tem uma média de 100 itens (desde os úteis até inúteis) e como são 25 personagens, temos a quantidade de 2500 itens pra liberar logo de cara, cada baú custa 15 mil e cada um gera 5 itens. Ou seja, vai demorar MUITO mas nada que te obrigue a usar um cartão pra liberar tudo, a opção existe mas usar ela ao invés de jogar.... ainda mais que tudo te rende moedas pra usar na krypta? Burrice... na moral. Tem que ser muito apressado pra comprar uma coisa que vai liberar jogando.

Chegamos a uma situação absurdamente estranha: O que segura um casual nos jogos de luta? Liberar DLC's virou uma coisa ruim a ponto de que preferem pagar, e conteúdo em excesso ainda que demorado mas obtido pacientemente também. 

Só que ainda assim, alguns casos passam batidos como DBFZ que é super limitado pra casuais no offline e o jogo te empurra pro online e pouco se falou disso, Tekken 7 por melhor que seja pra todo tipo de público tem valores absurdos e poucas críticas sobre isso... Simplesmente não dá pra entender, e em especial no caso do MK11, porque mudou bem pouco em vista do MKX e sofre duras críticas que o X não recebeu.

Eu sinceramente, gostaria da opinião da galera pra entender, porque eu sinceramente não consigo entender mais.

E não, não é ironia. 

29
  • Micro picture
    le · 30 days ago · 4 pontos

    O público casual só quer reclamar mesmo.

    Se vem tudo liberado, é ruim porque não te motiva a jogar pra liberar (afinal, jogar por jogar, pra se divertir? Pfff... Quem faz isso?).

    Se tem uma caralhada de coisa pra liberar, demora demais e é ruim por causa disso.

    3 replies
  • Micro picture
    tassio · 30 days ago · 3 pontos

    "Liberar DLC's virou uma coisa ruim a ponto de que preferem pagar, e conteúdo em excesso ainda que demorado mas obtido pacientemente também. "

    E ao mesmo, ce ve gente reclamando que ~ain hoje em dia é ruim porque tudo é dlc, tudo é pago, no meu tempo as coisas eram na raça, jogando...~

    É engraçado essa contradição do público.

    7 replies
  • Micro picture
    tecnologgamer · 30 days ago · 3 pontos

    O problema de MK 11 tudo foi feito como em jogo mobile, o drop não é balanceado e tudo complica para te incentivar a gastar dinheiro no jogo (detalhe, você pagou mais de 200 reais nessa porcaria), na moral com o preço que eles cobram e ainda anunciam que teriam microtransação já era motivo para qualquer um de bom senso não comprar essa merda. Principalmente ao saber que ela tá como obrigação para progredir.

    4 replies
  • Micro picture
    roberto_monteiro · 30 days ago · 2 pontos

    Como eu não estou dentro desses mundo de jogo de luta, nem posso opinar... A unica coisa que eu sei é que agora com PC novo em algum momento eu pego o Street V que eu to louco para ter desdo lançamento hahaha
    Quanto aos "jogadores", na boa, hoje cheguei a conclusão que as pessoas de hoje em dia não merecem os jogos q são lançados.
    Se o jogo é bom, é muito dificil, Sekiro
    O jogo tem historia boa, mas mecanica não inovou, 72 FLOPOU, Days Gone
    Sistema de FM, não entendi, quero arcade, agora tem arcade mas tudo caro, jogo ruim, SF5
    DlCs muito caras, e não quero demorar para liberar tudo, jogo ruim, MK11
    A mano, na boa, esse povo não merece, pega o jogo e joga lá de boa gente -__- Não há minima necessidade de crucificar um jogo ou empresa logo no primeiro dia de jogo ou por ela tentar inovar em alguma coisa e dar um presente aos fãs...

    3 replies
  • Micro picture
    mrsancini · 30 days ago · 2 pontos

    Mortal Kombat foi crucificado porque apelaram pro politicamente correto e pra agradar a SJW, Os fãs não gostaram, principalmente quando os produtores se colocaram contra eles.

    3 replies
  • Micro picture
    diogoskark · 30 days ago · 2 pontos

    Cara, não tem muito mistério. Enquanto SF V tu farmava para comprar DLC's pagas como skin e personagens, MK 11 tu farma para desbloquear algo que tu já pagou. No caso do MK tem muito item inútil, RNG pra tudo e brutality bloqueado via cripta.

    1 reply
  • Micro picture
    artigos · 30 days ago · 2 pontos

    Parabéns! Seu artigo virou destaque!

  • Micro picture
    thejosephkorso · 29 days ago · 1 ponto

    Jogo MK pela história e depois pelo gameplay. Amo jogos de luta desde meu primeiro console, na real desde o arcade, mas simplesmente não engulo esse shift de parar de fazer conteúdo offline e apenas focar em e-sports e online.
    MK11 é de longe o melhor da série, mas só vejo um bando de entitulados problematizadores destruíndo um ótimo trabalho devido a certas medidas nocivas, impostas pela WB, seguindo a onda de práticas predatórias das últimas duas gerações. Se é preciso gritar pra arrumar a cagada e seguir não aceitando más práticas? Com toda certeza que sim.
    Mas não se esqueçam que esses mesmos mimados que vociferam no MC dando zero ou 2.0 de nota pelos problemas de um jogo da atual geração (geração patch day one pra apontar melhor) foram os que aceitaram de boa o DLC na geração passada e atualmente acham normal pagar 350 reais numa versão digital de um game lançamento.
    Se isso é aceitável para você, sinto informar, mas sua percepção de valores anda meio avariada. Se você banca essa má prática, você está dizendo da maneira mais objetiva possível que você aceita o que o studio e a distribuidora fazem. Especialmente quando se trata de práticas predatórias.
    Eu estou longe de ser hardcore quanto a games de luta. Não tenho paciência de competir online. Sei que minha net é uma bosta e não tenho como bancar essas regalias. Mas se eu tivesse como, ainda assim não o faria, porque simplesmente eu tenho muitos outros afazeres fora do console que disponho por casa. A vida segue, na real, só no âmbito games, eu jogo quase todos os gêneros com igual fervor, não tenho como focar somente num só estilo anos a fio. Se deixou de ser interessante, divertido eu simplesmente não me obrigo a seguir adiante. Já larguei mão de ser completista faz tempo e não vejo a menor necessidade de provar pra ninguém quão bom/ruim eu sou num game.
    O fato é que essa galera atual é toda empinada, cheia de direitos, mas nenhuma obrigação. A premissa é simples: esse pessoal tem certeza de que não precisa saber de detalhes, não precisa pesquisar, não precisa se inteirar de fatos reais antes de sair espalhando inverdades, pra estes, a única coisa importante é que eles pagaram uma bagatela enorme por um jogo e por isso DEMANDAM que seja arrumado/modificado segundo seus gostos pessoais altamente egoístas porque sim.
    Eu sigo assistindo gameplays de jogadores pro de MK11, já que abandonei essa geração ano passado. Minha frustração com Tekken 7 foi letal. Minha afirmação é: quem alega que esse MK11 é ruim, tem mais problemas que pontos positivos, não tem técnica suficiente ou ficou aquém, ou é hater ou tem sérios problemas de percepção.

Keep reading → Collapse ←
Loading...