kotarou

O verdadeiro Kiseki foram as trilhas que desenhamos no caminho

You aren't following kotarou.

Follow him to keep track of his gaming activities.

Follow

  • kotarou Bruno Soares
    2020-07-23 10:01:07 -0300 Thumb picture

    Desafio dos favoritos

    Bom, recebi o @desafio pelo @katsuragi então bora lá. Basicamente eu preciso totalizar 15 motivos, acrescentando um para cada posição de 5 à 1. Vamos ver se eu consigo e não acabo me embananando no caminho.

    Regras:

    Copie e cole o texto até então, marque a persona @desafio e desafie mais 3 pessoas e não estenda demais o seu post pra não virar uma verborragia de elogios, dai a quantidade de tópicos já contada (é legal falarmos dos nossos favoritos eu sei :) ) mas po lota de imagens, já que só cabem 10 por posts mesmo).

    5 - Disgaea 4


    - Como todo jogo da série, tem um senso de humor sem igual que se estende em todos os aspectos do jogo, desde as batalhas e descrições até as cutscenes da história. Ao meu ver essa qualidade é o que torna a experiência de Disgaea tão única e divertida.

    4 - Ragnarok Online


    - O jogo é (ou ao menos era, quando eu jogava) um verdadeiro exemplo do que torna a experiência de MMO tão especial: a socialização online. Naturalmente havia um incentivo pra formar parties, a necessidade criava as oportunidades de conhecer outras pessoas e desfrutar do jogo em conjunto.

    - O design dos monstros raramente era repetido. Toda área nova realmente parecia um lugar diferente, sem nenhum reuso de assets pra cortar caminho. Era uma das vantagens de ser um jogo com sprites 2D, com animações muito boas por sinal.

    3 - Tales of the Abyss


    - O jogo que basicamente settou os meus padrões de jrpg a partir do ponto em que joguei ele. Personagens com um desenvolvimento incrível. O luke cresceu muito em mim enquanto eu jogava, e pelo final eu amava praticamente o cast principal inteiro.

    - Apesar de ser repleto de missables enjoados (em lugares que são completamente contra-mão de se chegar), tem muitas sidequests com recompensas legais e tidbits interessantes de lore, como a sidequest do Guy e a do Asch.

    - Apesar de bem simples em retrospecto, o gameplay era extremamente divertido. As batalhas eram um deleite, mesmo com a limitação de combos e etc.

    4 - Persona 3



    - Não tem nenhum outro jogo que me deixe imediatamente imerso como P3. A ambientação me pegou no instante em que o jogo começou a rodar, e parece que cada detalhe trabalha perfeitamente pra me colocar nesse estado.

    - Provavelmente minha trilha sonora favorita até hoje. É catchy, é única, é linda e é memorável. Gosto de praticamente todas as músicas, e parece que há um tipo de canção pra cada estado emocional ou fase da vida.

    - Se tem algo que Persona faz bem é o simbolismo presente nos jogos. Nas discussões sobre a qualidade dos personagens e da história isso raramente é mencionado, mas os símbolos mitológicos, significado das arcanas e os temas jungianos trabalham bastante para deixar tudo mais interessante do que normalmente seria. Levando em consideração esses temas, é possível enxergar os os elementos da obra com nova apreciação.

    - O sistema de fusão. Ok, não é exclusivo de P3 e não é sem seus defeitos, mas é minha parte favorita do gameplay. As batalhas do jogo não são nada demais, mas o preparação é divertida. É um deleite criar uma uber persona que você gosta, mesmo que demore horas porque fucking RNG na herança de skills man.

    5 - Zero no Kiseki



    - Gosto muito do enredo mais pé no chão que o jogo tem. Embora em um momento descarregue o hocus pocus na cara do jogador, boa parte da história é centrada em um conflito mundano, o qual não pode ser resolvido com força bruta. Fucking barriers man.

    - Como todo trails, conversar com os NPCs é um deleite, mas esse jogo elevou o nível com a quantidade enorme de NPCs  interessantes e relevantes. Stalkear alguns deles é muito recompensador, perdi horas indo atrás de fulano só pra saber o que estavam fazendo.

    - A continuação e resolução de um arco que havia começado há dois jogos atrás. Se a magia de trails são os jogos interconectados, zero é um perfeito exemplo disso. O desfecho não só é extremamente bonito e satisfatório como conecta perfeitamente com o enredo principal e os seus temas.

    - O buildup da história é lento, mas vale a pena. Como primeiro jogo situado em Crossbell, com um novo elenco de personagens principais, boa parte da história serve para aclimar ao novo ambiente e conhecer o local por completo. No final do jogo eu havia criado um verdadeiro apego à cidade de Crossbell como dificilmente eu consigo em outros jogos. O lugar é o seu próprio personagem.

    - O cast principal é magnifico. Os membros da SSS são alguns dos meus personagens favoritos da série inteira e recebem um bom desenvolvimento mesmo no primeiro jogo em que aparecem.  A ideia deles como uma família formada por pessoas completamente distintas é simples, porém muito bem executada.

    É isto, como não tem muita gente que eu mantenho contato aqui no alvanista, vou desafiar só o @emphighwind e o @katsuo caso ele apareça algum dia.



    Shin Megami Tensei: Persona 3

    Platform: Playstation 2
    605 Players
    40 Check-ins

    18
  • 2018-09-28 16:03:12 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    New World Order

    Letra:

    "The World now has come, and change is at hand. 

    Destiny's pulsing fragments awake and await commands.


    My soul will rise to a new dimension. It's burning with possibility. 

    Twenty-two disciples of light and dark have set the portal free.


    Justice! Let the scales deal harsh equality. 

    Hanged man! Endure his foolish crucibles. 

    Death! Let love burn to its silent end. 

    Temperance! Reign over havoc, weal, and woe. 

    The devil! Fear the vortex swallowing all. 

    The tower! Tear it down with the wicked ones.


    The star! Rend dark paths to distant wars. 

    The moon! Turn it on its head. Reality's a lie. 

    The sun! Worship the mercy that outshines sick truths. 

    Judgment! Sound the trumpets to the empire's end.


    The world! Ah, how far away the ideal world! Ah, how far away the eternal world!


    So, Karma weaves fate into a third world. I know the road is unforgiving. (2x)


    He told me so, but I gave my word. Ah, how far away the ideal world! (2x)"

    Granblue Fantasy

    Platform: Android
    33 Players
    29 Check-ins

    8
    • Micro picture
      gus_sander · almost 3 years ago · 2 pontos

      Essa é bem legal!

  • _gustavo Luis Gustavo Da Luz
    2018-09-26 12:12:08 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Screenshots de Resonance of Fate 4k / HD Edition

    A Tri-Ace revelou novas imagens da remasterização em 4K de Resonance of Fate, que podem ser conferidas abaixo

    O Jogo chega dia 18 de Outubro, apenas digitalmente no PS4 e PC via Steam o preço lá fora é de $35

    35
    • Micro picture
      katsuragi · almost 3 years ago · 1 ponto

      Eu não sei se vou pegar não esta versão Remasterizada. Já tenho o original, unless tenha conteúdo adicional, não vou ver o por que de pegar.

    • Micro picture
      taina2rj · almost 3 years ago · 1 ponto

      Esse aí eu penei para achar no mercado de usados na época do PS3 e acabei vendendo o console e nem jogando esta lindeza. Quem sabe agora consigo joga-lo.

  • kawens ^__^
    2018-09-26 05:22:14 -0300 Thumb picture
    Thumb picture
    Post by kawens: <p>#img#[588134]</p>

    45
    • Micro picture
      manoelnsn · almost 3 years ago · 3 pontos

      O raio moetizador chegou até no Bowser, huahuaua

      2 replies
    • Micro picture
      cukierti · almost 3 years ago · 2 pontos

      O mundo está beeeem sem vergonha

    • Micro picture
      katsuragi · almost 3 years ago · 2 pontos

      It just keeps getting better and better.

  • kotarou Bruno Soares
    2018-09-25 22:31:57 -0300 Thumb picture

    Joguem Kiseki

    Olá. Faz tempo que não posto aqui, mas gostaria de falar um pouco sobre uma série que passei a amar no decorrer dos últimos anos.


    Kiseki, ou simplesmente Trails, como é conhecido em inglês, é uma sub série que faz parte da franquia Legend of Heroes. Alguns de vocês já devem conhecê-la, mas pra quem não conhece, por que valeria a pena dar uma chance?

    O Mundo de Kiseki


    Um de seus pontos mais fortes, o universo de Kiseki é muito rico e bem construído. Os meios pelos quais isso se realiza são diversos, mas o maior contribuidor talvez seja os NPCs da série.

    Há um reconhecimento básico que permeia a ideia de construir um mundo: ele é primeiramente feito por pessoas.

    Cada NPC que o jogador conversar tem algo a dizer sobre sua própria vida e o mundo onde vive, mas de maneira natural e pouquíssimo utilitária. Com isso quero dizer que muitas vezes os diálogos não tem nenhuma utilidade prática para o jogador que não simplesmente entretê-lo com alguma trívia sobre a sua vida. Parece banal, mas é exatamente assim que as pessoas são; enquanto os heróis vão por aí rondando o mundo, cada NPC vive sua própria vida e tem seus próprios problemas, por mais mundanos, pouco importantes em relação ao enredo maior eles sejam. As vezes, é claro, esses diálogos coincidem com algo que os protagonistas fazem na história, mas em grande parte não é o caso.

    Além disso, existe um fator de continuidade na história de muitos dos NPCs. A cada avanço no enredo principal, eles ganham diálogos novos e frequentemente um progresso sobre o dilema em que se encontram. Inclusive, nem sempre ficam parados em um mesmo lugar, viajando pelo mundo onde vivem, encontrando os protagonistas novamente de tempo em tempo.

    Tudo isso acumula num mundo fictício que parece extremamente vivo. As pessoas que vivem nele seguem com suas vidas, as vezes resolvem seus problemas sozinhas, e a passagem do tempo é palpável.

    Talvez você esteja pensando que já viu esse tipo de coisa em outros RPGs ou jogos em geral, mas em toda minha vida jogando diversos joguinhos, nunca vi nada na mesma escala. Tudo isso que eu falei serve para a grande, grande maioria dos NPCs. Não são casos isolados espalhados num mundo gigantesco, são vários. Então saiba que se num capricho decidir conversar com alguém, não vai se arrepender. Não precisa nem procurar para achar.

    A História


    Entre arcos extremamente pessoais e conflitos/tramas políticas que atravessam jogos, as premissas mais simples se tornam histórias incríveis. Em outras palavras, é na execução e nos detalhes que a genialidade do roteiro mostra-se presente. Por isso talvez não chame tanto a atenção de começo, mas acredite em mim quando digo que é muito maior do que parece. Em algum ponto você estará investido na história de um jogo em particular, mas eventualmente também na história maior que engloba o mundo inteiro da série.

    Afinal, é aqui que o mundo se expande ainda mais. Alguns arcos simplesmente não teriam a mesma batida emocional se não fosse pela construção meticulosa através de vários jogos e toda a exposição sobre o funcionamento interno do universo, assim como os lugares que fazem parte dele e os personagens que o habitam.

    É difícil expressar o quão investido eu estava na história quando as maiores recompensas emocionais se concretizaram, ou o quão maravilhado eu fiquei quando percebi o significado de temas recorrentes. É uma experiência incrível.

    Os Personagens

    Não deve haver dúvida que um jogo que se importa muito até com os seus pedestres também teria o maior carinho com seus personagens principais. Sendo simples e direto, são em grande parte muito bem desenvolvidos e esbanjam carisma. Os protagonistas crescem muito durante suas jornadas e é extremamente gratificante ver o tipo de pessoa que se tornaram no fim dela.

    As relações pessoais dos personagens principais, inclusive com NPCs menos importantes, é bem escrita também. Pode ser algo pequeno, mas é gostoso ver como Estelle e Joshua, protagonistas do primeiro arco de Kiseki, são tratados pelas pessoas que habitam a cidade em que cresceram. São detalhes como a diferença de intimidade nas conversas e as reações que recebem quando revisitam o local que fazem o jogador criar um carinho especial por esses personagens. Sem dúvida tudo isso contribui para um elenco inesquecível.

    As Sidequests

    As sidequests são um ponto central nessa série, porque encompassa o trabalho dos protagonistas e é um dos maiores meios pelo qual você conhece melhor os personagens secundários. Como na maioria dos jogos, existem quests "filler". Vá lá e mate um monstro; vá lá e entregue um item, mas geralmente são rápidas e não são a maioria. Toda quest de entrega tem uma historinha por trás, e frequentemente os mesmos NPCs voltam fazer pedidos que os protagonistas podem escolher resolver. E é claro, boa parte das sidequests tem histórias mais extensas e divertidas de se ler, com algumas que até mostram um lado do mundo que você não conhecia ainda.

    Há outra coisa interessante em relação à construção de mundo e a continuidade/passagem de tempo da série no que se trata das sidequests. Em vários casos, os NPCs lembram, inclusive entre jogos, de que os protagonistas já fizeram algum favor a eles. E acredite ou não, esse pequeno favor pode mudar radicalmente as vidas deles. Ajudou uma garotinha a adotar o gatinho que queria? Pois bem, esse gatinho agora vai reaparecer em toda sidequest com a família da garota e será um pilar emocional para quando as coisas não derem muito certo na vida desses personagens. E isso é só um exemplo, existem vários outros casos parecidos ainda mais gratificantes de se vivenciar, principalmente os que exploram ideias do enredo principal.



    Notas finais

    É isto. Kiseki é uma série especial para mim por muitos, muitos motivos. Mais do que eu consegui expressar aqui com toda certeza. É um jRPG que pegou tudo que tem de bom no gênero e fez o melhor que podia com isso; o resultado é uma gema a ser conservada.

    Peço desculpas se não fui muito sucinto, mas enfim, joguem Kiseki!


    The Legend of Heroes: Trails in the Sky

    Platform: PC
    97 Players
    43 Check-ins

    32
    • Micro picture
      mattfenrir · almost 3 years ago · 2 pontos

      Coloquei na lista de desejos da Steam! Achei lindo os gráficos e super leve de rodar no PC.

      1 reply
    • Micro picture
      _gustavo · almost 3 years ago · 2 pontos

      Os JRPGs da Falcom são sensacionais, to ansioso pelo capítulo 4 do Cold Steel, mas tomara q lancem o 3 em inglês, q até agora ta bem enrolado tb, deve pintar só em 2020 pelo jeito

      1 reply
    • Micro picture
      lipherusyt · almost 3 years ago · 2 pontos

      Que post incrível, @kotarou! Eu sempre vi esse jogo de passagem lá no Steam mas depois de ler seu texto acho que vou pesquisar mais sobre ele. Realmente deve ser foda jogar algo onde os NPCs têm uma vida própria e também são responsáveis por gerar situações descompromissadas com a jornada dos heróis. É quase uma experiência até! E a forma como você disse que a construção do universo do jogo é super bem feita e embasada nos próprios personagens deve ser algo lindo de se ver. Curti muito.

      1 reply
  • kotarou Bruno Soares
    2016-12-25 16:51:00 -0200 Thumb picture
    kotarou checked-in to:
    Post by kotarou: <p>Indo pra terceira cidade agora. Tá tudo muito le
    Ni no Kuni: Wrath of the White Witch

    Platform: Playstation 3
    2279 Players
    739 Check-ins

    Indo pra terceira cidade agora. Tá tudo muito legal e lindo, só com alguns bugs bem chatos, tipo um que fez a interface de batalha desaparecer quando troquei de personagem.

    5
  • kotarou Bruno Soares
    2016-12-24 17:05:22 -0200 Thumb picture
    Post by kotarou: <p>Esse jogo é muito bom, puta merda. Estou no come

    Esse jogo é muito bom, puta merda. Estou no começo, mas adorando muito.

    Obrigado, Studio Ghibli e Level 5.

    Ni no Kuni: Wrath of the White Witch

    Platform: Playstation 3
    2279 Players
    739 Check-ins

    6
  • kotarou Bruno Soares
    2016-12-24 13:34:03 -0200 Thumb picture
    kotarou checked-in to:
    Post by kotarou: <p>DEPOIS DE MUITO TEMPO, FINALMENTE COMPREI<br><br
    Ni no Kuni: Wrath of the White Witch

    Platform: Playstation 3
    2279 Players
    739 Check-ins

    DEPOIS DE MUITO TEMPO, FINALMENTE COMPREI

    Bora lá se afundar nesse mundo

    5
  • kotarou Bruno Soares
    2016-07-23 17:05:03 -0300 Thumb picture

    Pocket Mirror

    Deêm uma olhada nesse jogo, se vocês gostam de jogos tipo Witch's House, Ib, Ao Oni e etc. Saiu ontem e parece bem legal (e bem bonito!)

    http://pocketmirror-project.tumblr.com/

    Eu já registrei aqui mas ainda vai demorar um pouquinho

    4
  • kotarou Bruno Soares
    2016-07-19 17:39:57 -0300 Thumb picture
    Post by kotarou: <p>Meu hype com essas notícias de Persona 5 tá indo

    Meu hype com essas notícias de Persona 5 tá indo as alturas. 

    3
Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...