2018-01-16 23:11:40 -0200 2018-01-16 23:11:40 -0200
kleber7777 Kleber Anderson

A mistura de poker com microtransações

Single 3590588 featured image

Eu joguei o primeiro Governor of Poker a muito tempo. Possivelmente no auge dos jogos em flash. Se bobear, foi no saudoso Kongregate. Nossa, como gostava daquele site.

O que mais gostava era tentar entender a lógica por trás da IA. Como poker foca muito na estratégia do blefe, você precisa se preparar para evitar as trapaças da máquina. Ao contrário de uma pessoa normal, o algoritmo passava a ser um tanto previsível com o passar do tempo. O que facilitava as vitórias. Além disso, gostava da ambientação do jogo. No geral, era um jogo divertido.

Dias atrás, eu estava procurando um jogo offline para suprir meu tempo livre no ônibus e me dei de cara com a sequencia do saudoso jogo de poker. Agora, para celular. Falei: "perfeito! vamos ver como a franquia evoluiu". Como vocês já devem imaginar pelo título, foi uma reação semelhante a Plants vs Zombies 2.

A estrutura do jogo manteve-se praticamente igual. Com algumas pequenas melhorias. Agora existem mais cidades e desafios pra fazer. Mas basicamente isso. Porém a mudança que mais chama atenção é isso aqui.


Sim, microtransações. Em um jogo de celular que paguei R$ 9,00 para ter a versão completa! Confesso com fui bem inocente e não reparei que, mesmo assim, teria pagamentos dentro do jogo. Obviamente, não tinha essa imagem nas thumbs da loja.

Pense comigo, existem dois argumentos principais para esse tipo economia em games.

1) O custo de desenvolvimento de jogos ficou tão alto que os valores tradicionais já não são suficientes. É preciso mais para manter seu produto como serviço.

2) O estúdio oferece o título de graça e o projeto se paga com pequenas compras dentro do jogo.

Governor of Poker 2 não se encaixa em nenhuma dessas categorias. É um título indie e já finalizado, sem nenhum recurso multiplayer online (aparentemente, isso só existe no 3). E também não pode ser enquadrado como freemium. Ou seja, por que estão me cobrando por fichas? Eu realmente gostaria de ouvir um contra argumento porque, pra mim, ficou parecendo um caso de completo desrespeito. 

Mas nada é tão ruim que não possa ser piorado, certo? Pois é. Tem mais. Na descrição do jogo na Play Store, o estúdio destaca o aprimoramento que fizeram na inteligência artificial do jogo. Eles se orgulham em oferecer um desafio ajustável tanto para um iniciante quanto para um profissional. Teoricamente, ajustando a dificuldade no decorrer das partidas.

Sobre esse ponto, posso afirmar que realmente a IA do jogo mudou. Ela já não é tão simples de ler. Algumas das estratégias que tinha até funcionam, mas com uma eficiência bem inferior. Até aí tudo bem, eu não posso criticar por isso. O problema começa a ficar sério quando você começa a sentir que está sendo trapaceado.

Vamos a algumas comparações inicialmente. Imagine aqueles modos de treino de Heartstone. Você enfrenta a máquina. Ninguém joga pensando preocupado: "será que a IA está lendo minhas cartas?" ou "será que o jogo está trocando minhas cartas futuras?". Não existe esse tipo de preocupação porque o game não tem nada a ganhar com isso.

Em certas partidas de gwent em The Witcher 3, principalmente nas expansões, alguns adversários eram bem mais difíceis de vencer. Eles tiravam umas cartas nas rodadas finais que me destruíam bonito. Mesmo assim, não era motivo de ódio. O custo de entrar em uma nova partida era ínfimo comparado com a grana que tinha. O desafio era bacana. O jogo não ganha nada com minha derrota. Isso muda totalmente com as microtransações.

Agora, pensa comigo, em Governor of Poker 2 você tem uma quantia limitada de fichas. O preço para entrar em uma competição principal não é baixo. Se você começar a perder seguidamente, a única opção será comprar mais fichas com dinheiro real. E isso é totalmente relevante para o estúdio. Perceberam a diferença?

Neste ponto volto ao que citei acima: "a IA foi aprimorada para oferecer um desafio maior". Blefar em um jogo de poker é normal mas eu nunca vi igual como nesse jogo. NPCs sem nada com apostas altíssimas e aumentando mais a cada oferta coberta. Na boa, não faz sentido. Se não se controlar, você roda rapidinho. Considerando que completei apenas umas 4 cidades (as mais fáceis), eu só fico imaginando na dificuldade que seria mais pra frente. Nesse ponto é inevitável começar a se sentir em um jogo de azar.

Essa mistura de IA agressiva, desconfiança na lealdade do algoritmo e alertas insistentes em microtransações (de um jogo que teria de ser completo) tornaram Governor of Poker 2 uma das piores experiências que já tive com jogos. Isso de um game cujo o plot principal da história é vencer o novo governador para provar que poker não é um jogo de azar, mas sim de habilidade. Na boa, esse jogo é de um mau-caratismo inacreditável!

PS: O card é da versão pra PC. Mas joguei no Android.

Governor of Poker 2

Platform: PC
19 Players
2 Check-ins

15
  • Micro picture
    bakujirou · almost 2 years ago · 1 ponto

    cara que experiencia ruim esta, teloko. :X

Keep reading → Collapse ←
Loading...