2020-05-30 15:00:49 -0300 2020-05-30 15:00:49 -0300
zyotic Kalini Andrade checked-in to:
Post by zyotic: <p><strong>Golden Sun (Prólogo)</strong></p><p><br>
Golden Sun

Platform: Gameboy Advance
1386 Players
89 Check-ins

Golden Sun (Prólogo)


Decidi em paralelo a jogatina de Final Fantasy III re-jogar este que está na minha lista de melhores RPGs de todos os tempos e é o melhor RPG original de GBA.

(As prints estão com scanlines por que eu uso esse filtro quando estou jogando, se ficar muito ruim avisa nos comentários que um printo sem o efeito =p)


Golden Sun é em sua aparência superficial um RPG medieval que conta as aventuras de um grupo de jovens que acabam entrando em uma jornada para salvar o mundo de uma destruição eminente pelo uso de poder descontrolado. Mas não deixe que essa sinopse resumida de algumas linhas te afaste desse jogo, pois ele tem muito mais a oferecer que apenas isso e no decorrer do jogo vão sendo introduzidas novas mecânicas e um enredo envolvente.

O jogo conta com uma das melhores introduções dos RPGs que eu já joguei: Nosso protagonista, Isaac, é acordado por sua mãe. Não por que é seu aniversário de 16 anos e ele tem que falar com o rei ou por que ele precisa ir passear em um festival na sua cidade, mas por que uma enorme tempestade seguida da erupção do Monte Aleph está ameaçando a vida de todo mundo ali presente!

O vilarejo do protagonista fica sob os pés de um vulcão que até então estava adormecido por anos, mas alguma coisa aconteceu e está provocando sua erupção. A mãe de Isaac sai de casa com o filho e encontra seu marido que diz ir ajudar o resto das pessoas do vilarejo com sua psinergia para que as rochas caindo não destruam tudo. Logo nesse começo somos apresentados ao fato de que todos nessa vila tem esse poder chamado de Psinergia que nada mas é do que poderes mentais. Seus principais usos incluem mover e pegar objetos, mas ao longo do jogo veremos outros usos mais avançados como congelar a água, crescer plantas e até ler mente dos NPCs!

O pai e a mãe de Isaac o pedem para ir até o centro da vila enquanto procuram ajudar aqueles que precisam no caminho. Enquanto rumava para lá ele encontra seu melhor amigo, Garret, que tentava salvar suas coisas, mas é convencido a deixar elas para trás e salvar sua vida. 

É importante eu ressaltar aqui como Golden Sun não é um jogo tão antigo, mas pega propositalmente muitos conceitos dos RPGs clássicos como Dragon Quest e Final Fantasy para fazer referências: O protagonista é um herói mudo, mas a todo momento podemos responder perguntas feitas a ele com "Sim" ou "Não", que embora não mudem a história servem para dar um mínimo de roleplay ao jogador no papel de Isaac. O menu do jogo também foi claramente inspirado em DQ, pois ao invés de ser aberto com o botão START como já era o padrão nos RPGs do GBA (Esse botão abre a tela de opções) é o botão A que abre o menu de ações/psinergia/inventário do jogo, exatamente como nos primeiros jogos de RPG da Enix.

No caminho para o centro do vilarejo de Vale nós vemos alguns dos anciões tentando segurar uma rocha enorme que estava rolando do Mt Aleph com todo o resto de suas psinergias.

(Btw, essa é uma versão traduzida da ROM feita por Kyle the Runner)


Nessa parte do jogo podemos encontrar alguns inimigos e experimentar o sistema de batalha do jogo. Ele é um típico RPG de turnos bem simples onde termos a opção de atacar fisicamente, usar psinergia (Que é a magia desse jogo, mas Isaac e Garret ainda não possuem nenhuma ainda), usar Itens, Defender ou Fugir. Eventualmente nós vamos ganhar mais comandos dentro da batalha que aumentam suas possibilidades estratégicas quando um novo recurso do jogo for adicionado durante a história, mas falo dele quando chegar a hora.

O diferencial aqui é que a câmera de luta foca nas costas dos personagens e vemos eles fazerem todas as animações de ataque, psinergia, receber dano etc. Outra referencia aos RPGs antigos também está presente no sistema de batalha ao atacar um inimigo: Se você comanda mais de um personagem para atacar o mesmo alvo e ele morre antes do personagem seguinte realizar sua ação ele não direciona o ataque para o próximo inimigo na luta como é o padrão hoje, ao invés disso ele usa o comando de defesa. Isso era usado em alguns RPGs como o primeiro FF por exemplo em que você tem que ter um mínimo de planejamento dividindo seu dano de forma consciente em luta ao invés de apertar o botão A sem parar.

Antes de chegarmos ao centro de Vale vemos uma cena acontecendo: Encontramos os pais de Isaac, Jenna (Outra amiga nossa), seus pais e seu irmão Felix que está se segurando em um destroço no rio para não ser levado pela correnteza. 

A mãe do protagonista diz que vai pedir ajuda e pede para Isaac e Garret procurem também por alguém que ainda tenha psinergia sobrando para ajudar a resgatar o garoto, pois os adultos ali já tinha esgotado todo seu MP.

Assim eles fazem indo até a praça principal e pedem ajuda ao prefeito que manda um dos homens que tinha acabado de restaurar suas energias para o resgate.

Isaac, Garret, Jenna e o homem voltam até a cena do acidente e se aproximam para ele alcançar Felix com suas forças, mas antes que cheguem perto o bastante o pior acontece!

A rocha gigante que rolava montanha abaixo atropela todos em seu caminho fazendo com que em questão de segundos Isaac ficasse orfão do pai e Jenna perdesse toda a sua família!

Ninguém sabe o que fazer após o choque inicial, apenas o nosso protagonista consegue se mover e tentar correr de novo para a praça em busca de ajuda. Garret também sai do estado de torpor e o segue para ajudar, mas em seu caminho Isaac encontra Jessie e James duas figuras misteriosas que conversam sobre como eles não esperavam que a fúria do Mt Aleph fosse tão terrível, mas que na próxima seria diferente.

Os garotos são vistos pela dupla que tentam silencia-los e entramos em uma luta que não podemos vencer. Após nossa derrota os dois fogem e Isaac e Garret ficam desmaiados até serem encontrados mais tarde pelos habitantes de Vale.

Assim 3 anos se passam após essa noite terrível e o jogo começa pra valer. 

Eu amo essa prólogo de Golden Sun, por que tanta coisa emocionante já acontece nos primeiros 15 minutos de jogo e te coloca no clima, além de deixar uma série de perguntas sem respostas para você ficar curioso.

Espero que se você leu até aqui e nunca jogou esse jogo tenha ficado com vontade de jogar ele e se já jogou antes lembre dessa pérola de peso do GBA.
Até o próximo Check-in de GS!

8
  • Micro picture
    jcelove · about 1 month ago · 2 pontos

    Achava legal as batalhas dele mas os puzzles me afastaram U_U

    4 replies
  • Micro picture
    kalini · about 1 month ago · 1 ponto

    O jogo que eu disse ser genérico e menosprezei no grindingcast.

    2 replies
  • Micro picture
    santz · about 1 month ago · 1 ponto

    Eu joguei, mas acabei largando sei lá. Um dia eu tento zerar ele de novo.

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...