You aren't following kalini.

Follow her to keep track of her gaming activities.

Follow

  • kalini Kalini Andrade
    2020-10-19 19:27:23 -0200 Thumb picture
    kalini checked-in to:
    Post by kalini: <p>TERMINOU! DEmorei muito pra terminar, pois o gam
    Koudelka

    Platform: Playstation
    212 Players
    15 Check-ins

    TERMINOU! DEmorei muito pra terminar, pois o game subiu muito de dificuldade desde o fim do CD 3, mas depois de tanto esforço, terminei.

    Finalmente cheguei na igreja onde está Elaine, o espirito que clama pela ajuda de Koudelka para fazer com que seu corpo sem alma seja destruido para que sua alma va pro céu. Ela também era desejo amoroso de James, mas o padre a perdeu para Patrick, homem responsavel por tentar revive-la com o poder do Emigré, ao custo de sacrificios de inocentes presos no monastério. Os espiritos dos mortos querem se vingar de Patrick, mas ele se selou em uma gigantesca planta. James teve a idéia de por incendio em toda a igreja para destruir Patrick.

    Subindo pela torre da igreja, eu fui enfrentando os tentaculos de Patrick em batalhas aleatorias. O corpo de Patrick era bem forte fisicamente e não tem fraquizas magicas, mas os tentaculos eram fracos contra fogo.

    Finalmente chego ao centro da sala. Nesta grande e bela flor, está o corpo de Elaine. Curei todo mundo e fui equipando com o que tinha de melhor. Koudelka, Edward, James estavam entre os niveis 60-55.

    A flor se desabrocha, e de dentro dela sai Elaine, que ataca com tudo nossos herois. Koudelka usa seu pendande para bloquear o ataque do monstro, e este começa a se jogar no teto e se contorcer todo, como se tivesse uma convulsão, e persegue nosso trio, andando que nem aranha.

    Elaine luta duas vezes em encontros aleatorios: na primeira luta, ela é fraca só contra vento, e na segunda luta, absorve tudo, menos terra e ataque fisico. Mas sempre ela atacava com esse vapor roxo, que causava dano baixo, mas que envenenava a todos. Foi bem facil, mas meio demorado, pois ela tinha alta defesa e hp.

    Ao chegarem no topo da igreja, ja toda em chamas por dentro, Elaine sofre uma metamorfose, transformando numa grande aranha humanoide. Essa é a batalha mais dificil do jogo. Elaine conjurava esse nevoeiro cheio de raios que causava quase 1000 me dano em todos, menos em Koudelka, tinha uma magia de cor vermelha, que aparecia no chão, que causava menos de 500 e acertava so 1 alvo, se curava com 5000 hp (chata demais) e a pior de todas: um ataque fisico de 8 hits, que mata qualquer um!Foram quase 30 minutos nessa batalha, causando pouco menos de 2000 de dano quando eu tinha chace, e na maior parte do tempo só bufando e debufando o bicho.

    Apos a luta, James inicia um poderoso ritual de exorcismo para terminar com Elaine de uma vez por todas, mas ele acaba morrendo no processo. As almas de James e Elaine partem pro ceu. Koudelka ainda tenta salvar James, mas Edward impede, achando que seria tudo em vão. Ambos se despedem e os creditos sobem, encerrando essa obra fantastica com grande estilo...

    ...

    ,,,mas so se voce PERDER A BATALHA, pois o final que voce recebe ao vencer a batalha é bem boring, Elaine morre de qualquer jeito, sua alma vai pro ceu, mas james fica vivo. Todo mundo so fica deitadinho no chão e fim! Toda a carga dramatica e o safricio não existe se voce vencer! De qualquer forma, Koudelka foi uma experiencia fantastica, um dos mehores games que ja joguei. Toda a atmospera suja, depressiva e traumatizante é de encher os olhos de lagrimas! E os tres protagonistas são humanos, cativantes e memoraveis. A musica é linda, mas ela nãos serve num jogo dito "survival horror", pois soa melhor eu as musicas da serie Mana e Indivisible (alias, o compositor é o mesmo), mesmo que um pouquinho mais "esoterica e lenta", mas fora do jogo são muito boas de se ouvir.

    Que satisfação em conseguir terminar esse jogo! Achei que nunca terminaria um jogo nesse ano que não seja rpg de NES. Minha doença me comprometeu demais, mas com muito esforço e sacrificio, meu trabalho está feito! Agora vou dar uma relaxada e pensar no que vou fazer em seguida.

    Até a proxima, gente!

    23
    • Micro picture
      thiagobrugnolo · 1 day ago · 2 pontos

      Parabéns! Que final boss bizarrão em sua primeira forma, conseguiram transmitir uma sensação bem perturbadora de uma mulher toda deformada se rastejando.

    • Micro picture
      jcelove · 1 day ago · 2 pontos

      Ae parabéns! Eu prefiro o final canon com todo mundo salvo, o James é um chato estoico mas não gosto de ve-lo morrer se da pra exorcizar a bicha sem que isso seja necessario. De qq forma nenhum final do jogo é mesmo feliz.ehe

      3 replies
    • Micro picture
      manoelnsn · 1 day ago · 2 pontos

      Ae, parabéns! Esse ano ainda confiro esse cara...

  • kalini Kalini Andrade
    2020-10-10 14:02:44 -0300 Thumb picture
    kalini checked-in to:
    Post by kalini: <p>Como prometido, prossegui com esse jogo fantásti
    Koudelka

    Platform: Playstation
    212 Players
    15 Check-ins

    Como prometido, prossegui com esse jogo fantástico chamado Koudelka (CD 2 ainda), e dessa vez, sem mais interrupções incovenientes.

    Do nada, um ladrão assutado (vou chama-lo de Sonhor Furtado, pois ele me lembra um pouco o personagem do Chaves, haha!) começa a atirar em Koudelka, Edward e James e se inicia uma boss battle contra ele. A luta contra o Senhor Furtado é a mais diferente até aqui, pois ele não pode ser atingido enquanto existir dois caixotes que ele usa pra se proteger. Depois de levar uma surra, nossos heróis questionam se o Senhor Furtado foi responsavel por matar as pessas aqui dentro do Monastério, mas ele diz que na verdade foi um casal de velhotes. O padre James, como sempre, destila seu preconceito contra imigrantes, dizendoq ue o ladrão está mentindo porque ele é imigrante, e imigrantes não são de confiança. Edward até acredita no Senhor Furtado, mas o coitado leva chumbo na cara por Edward mesmo assim, pois tentou matar o grupo... Nada de amizades ao final da luta contra o vilão. Isso aqui não é anime shounen, haha!

    Prosseguindo mais adiante, encontro um pequeno "puzzle" (que nem é nada complicado, como todos os outros até agora) onde tem que pisar nuns símbolos na ordem correta, que é revelada em um caixote, com o trajeto correto dos simbolos cobertos por um traço vermelho. Ao resolver o puzzle, a porta na esquerda é destrancada.

    A porta levava a uma bela biblioteca, e em uma das salas, Koudelka tem uma visão misteriosa e bizarra, mostrando um navio naufragando e um homem lamentando a morte de sua esposa, tudo isso misturado com um monte de simbolos cabalisticos aparecendo. Até Koudelka se confunde com sua visão e meio que tem um pirepaque. Ela tem essas visoes por causa do fantasma de uma mulher chamada Elaine... o motivo pelo qual Koudelka está aqui. Bem, explorando a biblioteca, achei três estatuas de animais pra desbloquear uma grande porta...

    ...que levava a mais uma boss battle! Tem boss a cada 15 minutos nesse game! O boss tinha umas habilidades de mudar a fraqueza elemental aleatoriamente e de soltar umas bolhas que causam envenenamento, mas nada muito preocupante (exceto pro Edward, que leva muito dano de magia, pois eu fiz ele ser um porradeiro), só a Koudelka causava mais de 1000 de dano quando usava a magia do elemento da fraqueza do boss, e o pobrezinho que so tem tamanho e feiura só tinha 5200 HP.

    Depois da batalha e de mais um puzzlezinho mole envolvendo pisar em botoes de acordo com notas musicais, os três chegam em uma sala cheia de livros e um caixão, onde sai de dentro do nada um cadaver saltitante berrando "O segredo do lord do fundo do mar... Emigré..."... e do nada também volta a "dormir". James revela que esse Emigré era um livro de artes alquimistas proibidas com a capaciade de ressucitar os mortos,  proibido pela Igreja Catolica porque "apenas o deus cristão pode ter o poder de dar a vida eterna as pessoas e bla bla bla...", mas que um amiguinho dele conseguiu subornar a igreja pra pegar o Emigré pra si. Esse homem se chamava Patrick Heyworth, e seu sonho era ressucitar sua amada, Elaine, o fantasma que clama pela ajuda de Koudelka. A missão de James nesse monastério é trazer o manuscrito de volta para a Igreja.

    Como é de se esperar, quando os herois começam a saber demais da historia, começam a desvendar os segredos por trás dela, merda acontece. Os três estavam andando tranquilamente dentro de uma ingreja quando do nada, por trás deles (tinha que ser por trás) surge uma sinistra emanação de energia que se materializa na forma de um demônio: Amon, o superboss do jogo! Edward e James metem o pé dali no maior estilo Joseph Joestar, deixando Koudelka sozinha pra lhe dar com a encrenca. Nenhum, absolutamente nenhum de seus ataques surtia efeito. O bicho também não fazia nada. Nem se mexia. Então o jeito era usar a técnica secreta do NIGERUNDAYOOOOOOOOOOO!

    E fim de papo no segundo CD! 

    Bem, vou seguir jogando aqui pra dar uma grindada. A historia se desenrola de forma bem rápida e fluída, e segue cada vez mais interessante. Koudelka, Edward e James seguem dando seu show de irreverencia. Talvez antes do próximo domingo eu já finalize. Agora não tem mais pausa!

    30
    • Micro picture
      thiagobrugnolo · 10 days ago · 3 pontos

      O que eu tô achando bem bacana nesse jogo é essa ambientação sinistra e bem dark, e essa mistura de rpg com survivor horror, está parecendo ser um jogo interessantíssimo.

      1 reply
    • Micro picture
      mastershadow · 9 days ago · 3 pontos

      Olha só, que bom que voltou a jogar, tava sumida moça! Eu ando ouvindo bastante a OST desse game nos últimos dias inclusive.

    • Micro picture
      jcelove · 10 days ago · 2 pontos

      o disco 4 é rapidão. O gargula eu não encarei, tem que fazer um grind sinistro senão nem arranha ele.hehe

  • 2020-10-08 18:00:35 -0300 Thumb picture
    Thumb picture
    Post by grindingcast: <p>Dando sequência com o nosso 2º competidor na cat

    Dando sequência com o nosso 2º competidor na categoria de Tácticos temos: Front Mission

    Front Mission é um RPG táctico por turno desenvolvido pela G-Craft e publicado pela Squaresoft no ano de 1995 para o Super Famicom.

    Situada em 2090, a história de Front Mission se passa na Ilha Huffman, uma ilha fictícia do Oceano Pacífico com aproximadamente o tamanho de Oahu, criada por atividade vulcânica ao sul da costa oeste do México em 1995.

    Em 2002 foi classificada como uma ilha e foi cedida ao controle das Nações Unidas. No entanto, em 2020, os Estados Unidos do Novo Continente (USN), uma unificação de países das Américas do Norte e Sul, disputaram o controle da ilha após se retirar das Nações Unidas.


    A Oceania Cooperative Union (OCU), uma aliança das nações do Sul da Ásia, Sudeste Asiático e Austrália criada em 2025, contesta essa afirmação quando as duas superpotências colonizaram a ilha em 2065

    As tensões aumentaram e eventualmente levaram ao primeiro conflito de Huffman em 2070, com a ilha de Huffman sendo dividida em duas metades no final da guerra. Uma paz incômoda é mantida até a crise de Huffman em 2086, quando uma série de pequenos confrontos em toda a ilha começa a se transformar em um caos. 

    As tensões aumentam e terminam em guerra quando a OCU é acusada de incitar o Incidente Larcus em 3 de junho de 2090. E é neste ponto que o jogo começa.

    A progressão ocorre de maneira linear: assista cut-scene, complete missões, configure wanzers durante os intervalos para a próxima missão. 

    O jogador viaja para locais em um mapa-múndi point-and-click.
    Conforme o jogador avança na trama, novos locais são revelados no mapa mundial. Vilas e cidades atuam como pontos de intermissão onde o jogador pode organizar e configurar suas unidades para a próxima missão.

    Em Front Mission, os jogadores usam unidades chamadas wanzers, um termo para mecha. Um wanzer tem quatro partes modulares: corpo, braço esquerdo, braço direito e pernas. Cada parte tem uma função específica e sua própria barra de saúde.

    No aspecto de costumização, os wanzers possuem uma variedade de peças, computadores, mochilas auxiliares e armas. O jogador tem controle total sobre a personalização de seus wanzers e pode fazê-lo desde que o valor do peso total não exceda a potência fornecida.

    Front Mission 1st

    Platform: Playstation
    50 Players

    21
    • Micro picture
      jcelove · 12 days ago · 3 pontos

      O primeiro FM é maneiro mais pela narrativa politica "compteporanea e millitar" que pelo esquema dos wanzers que apesar de inovador na pratica não fazia muita diferença já que assim qua vc consegue equipar misseis é só investir em long que vence qq coisa.hehe

    • Micro picture
      kalini · 12 days ago · 2 pontos

      Eis um game bem interessante e com um visual incrivel! Mas ta meio datado esse visual e gameplay, então merece remake full hd com gameplay hack and slash e... não, haha!

      1 reply
    • Micro picture
      bobramber · 12 days ago · 2 pontos

      Jogão que me surpreendeu muito quando o conheci. Esse e Ogre Battle, também do SNES.

  • kalini Kalini Andrade
    2020-10-08 11:44:18 -0300 Thumb picture
    kalini checked-in to:
    Post by kalini: <p>#img#[740093]</p><p>Acho que alguns de voces (si
    JoJo's Bizarre Adventure

    Platform: Dreamcast
    149 Players
    4 Check-ins

    Acho que alguns de voces (sim, todos voces 4) devem ter notado minha ausencia por aqui (se é que alguem liga pra minha irrelevante existencia, haha!). Bem eu tive uma piora no meu estado de saude pouco tempo atras, fiquei com sequelas do conoravirus que prejudicaram um pouco minha respiração, mas agora ja me sinto um pouco melhor. Ja posso caminhar por um bom tempo ser perder folego, embora não possa mais caminhar por muito tempo.

    Também aproveitei pra deixar os games de lado um pouco pra ver animes... e JoJo's Bizarre Adventure foi o que eu mais gostei. Sério, me apaixonei bastante por ele, por todas as partes. As referencias, as poses, a musica, o humor e as batalhas super criativas e bizarras me ganharam! Depois de terminar o anime, fui dar uma conferida nos games baseados em JoJo, e o que estou jogando nesse momento é esse jogo de luta...

    ... que é baseado na parte 3 do mangá, Stardust Crusaders, trazendo os 6 protagonistas (incluindo Joseph da parte 2) e ele, DIO, o chefão final do game. Todos eles são bem fieis a aparencia que tem no mangá (exceto Midler, que nem aparece completamente, e acaboiu ganhando um novo visual, bem bonito por sinal), e são dublados na batlhas, com o Jotaro soltando seus tipicos "ORA ORA ORA" e DIO falando "MUDA MUDA MUDA" ou "ZA WARUDO", que nem no futuro anime.

    Cada personagem é unica e tem seu próprio STANDO POWAH, que pode ser ativado apertando "A", tem sua propria barrinha de "life" (a azul, chamada "STAND", bem abaixo da barra lilás da personagem), e se essa barrinha se esgotar, o stand se desativa. Tirando isso, o resto do gameplay é no mesmo estilo que os Marvel vs Capcom e Street Fighter III, com dois tipo de botão pra atacar e formar combos simples (soco e chute), entrar em guarda andando pra trás, pular com o direcional ra cima, e tendo tambem os "especiais" que são bem... bizarros.

    Além do modo arcade, tem um modo historia bem simples e resumido baseado no mangá, com alguns frames de animação pra ilustrar a spartes mais marcantes da historia, que é sobre o retorno de um vampiro maligno chamado DIO, derrotado uns seculos atrás por Jonathan Joestar (seu irmão adotivo, e que depois teve seu corpo roubado e absorvido pelo DIO), ancestral do protagonista da vez, Jotaro Kujo. DIO pôs uma maldição na familia Joestar, concedendo a eles e a si memso com um poder sobrenatural chamado "Stand", tipo um espirito que luta ao lado do seu invocador (por isso "stand"), mas o stand de sua mãe, Holly, se volta contra ela e começa a mata-la aos poucos, forçando a Joseph Joestar, avô de Jotaro, a ir atrás do mesmo na prisão para viajar até onde DIO está, no Egito, e salvara  vida de Holly.

    Jotaro, um deliquente metido a bad boy, se mandou pra prisão porque seu Stand (chamado por ele de espirito maligno) Star Platinum era incontrolavel, se recusava a sair a qualquer custo, o que forçou a Muhammed Abdul, amigo de Joseph, a tirar ele la na marra, com seu stando "Magician's Red". A batalha contra ele foi bem dura, mesmo eu tendo vencido os dois rounds de primeira. Depois tive que enfrentar Kakyoin Noriaki e seu stand "Hierophant Green", e perdi os dois rounds seguidos, haha! A dificuldade desse jogo é muito alta e vai gradualmente aumentando, e jogar no teclado torna tudo ainda mais dificil!

    A tela de game over é bem legal (e bizarra, pra variar, haha): Mostra um dos vilões do mangá, Daniel D'Arby, mandando uma contagem regressiva, começando do 10. Apertando o botão de ação antes da contagem acabar, permite voce a continuar exatamente na luta onde parou... caso contrario, ele invoca seu stando Osiris e aprisiona sua alma numa ficha. Game over!

    Gostei muito desse jogo. Ele realmente te faz sentir dentro dessa obra incrivel e bizarra do genio Hirohiko Araki. Pena que não tenho um joystick pra ter uma experiencia melhor, mas até que tive uma experiencia dourada...

    talvez eu volte a jogar Koudelka e Persona 2 ainda essa semana, vai depender do meu tempo livre, mas saco e paciencia pra jogar agora eu tenho de volta.

    28
    • Micro picture
      igor_park · 12 days ago · 2 pontos

      Melhoras

    • Micro picture
      jcelove · 12 days ago · 2 pontos

      Eita, o coronga pegou vc tbm? Nao sabia, pensei q tivesse dado uma pausa na redeo_O. Mas que bom que esta melhor!
      Muita gente aqui no Brasil conheceu JoJo ppr esse jogo, eu incluso. Ate hj o terceiro arco é meu favorito provavelmente por causa dele, e o melhor q da pra salvar o mundo com Iggy XD

      2 replies
    • Micro picture
      ikke · 12 days ago · 2 pontos

      _Ora ora ora ora ora ora.
      _Muda muda muda muda muda muda.

  • kalini Kalini Andrade
    2020-10-08 10:30:29 -0300 Thumb picture
    Post by kalini: <p>Viu só? Voce ficou duvidando da sua capacidade d

    Viu só? Voce ficou duvidando da sua capacidade de fazer review, mas acabou fazendo uma melhor que 90% das que são encontradas por aqui, haha! Voce dissecou o game direitinho, até esclareceu que umas referencias na história passariam batidas caso ninguem conhecesse Touhou, já que esse game é feitos de fãs para os fãs.

    De qualquer forma, foi malz por fazer voce escrever algo tão longo. Deve ter dado um trabalhão, mas esse jogo maravilhoso merecia pelo menos uam review. Touhou em geral devia ser mais conhecido no BR.

    Você vai seguir fazendo reviews?

    Labirinto de Touhou 2 - A Árvore G-gante é G-ga.

    Review by: @taensland

    Depois de zerar esse jogo mais uma vez, dentre muitas que já perdi a conta, eu decidi postar uma review aqui após me convence...

    Keep Reading →
    11
  • 2020-08-29 00:45:54 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Tenshi no Tamago

    Ano - 1985

    Número de episódios - 01

    Disponível em Netflix - Não

    Disponível em Amazon Video - Não

    Disponível em Crunchyroll - Não

    Sinopse: Em um mundo desolado e sombrio, vive uma pequena garota que não faz nada além de coletar água em jarros de vidro e de proteger um ovo enorme, carregando-o para todo lugar. Um misterioso homem aparece em sua vida... E ambos então começam a conversar sobre aquele mundo.

    __________________________________________________________

    Tenshi no Tamago (ou Angel's Egg, no ocidente) é uma animação de pouco mais de 1 hora de duração, e que possui a arte de ninguém mais ninguém menos que o mestre Yoshitaka Amano (famoso por seu trabalho com a franquia Final Fantasy)! E por ser algo feito na década de 80 era tudo desenhado a mão, ou seja: nada de CGs e coisas do tipo, com o anime já valendo a pena só por causa disso, ahuahua

    A história é bem interessante também, contando sobre uma menina sem nome que fica cuidando de um ovo enorme o qual ela coloca debaixo da roupa e fica andando com ele como se estivesse grávida enquanto sai por um mundo gótico e sombrio cheio de soldados coletando água em jarros de vidro, até que um cara com uma arma bem estranha começa a andar com ela e ambos começam a conversar sobre todo aquele estranho mundo, coisas como o fato das pessoas ali ficarem perseguindo sombras de celacantos gigantes que aparecem nas paredes, mesmo que nunca consigam alcançá-las.

    É uma trama com bastante simbologia (especialmente cristã) e que também fala sobre esperança, que é algo que pode ser tão frágil quanto a casca de um ovo. É tudo bem simples (nada complexo quanto um Haibane Renmei da vida), com o destaque mesmo indo para a animação incrível com a arte do Amano, o que me faz imaginar o quão seria foda um anime de Final Fantasy com esse estilo... 

    No mais, Tenshi no Tamago é um anime bem curtinho e que vale muito a pena para os fãs do trabalho do Amano, ou mesmo àqueles que apreciem um bom trabalho de animação, e certamente que a Velha assina embaixo!

    Link para uma planilha com todos os posts do Arco aqui XD

    31
    • Micro picture
      thecriticgames · about 2 months ago · 2 pontos

      Excelente me interessei bastante, vou tentar assistir ele assim que eu voltar a estudar japones.

      1 reply
    • Micro picture
      dlima · about 2 months ago · 2 pontos

      excelente recomendação, concordo que o anime carece de informações explicitas, mas falar que é simples acho q não seria o ideal, o anime possui um alto nível de abstração com simbologia profunda, mas como disse nada é discutido, ficando ao entendimento de quem ver, ótimo para um final de tarde.
      Dá para assistir pelo youtube, sempre alguém coloca e tira de lá, fui ver aq e achei esse:
      https://www.youtube.com/watch?v=DafbVU72-1I
      tá em qualidade melhor de quando eu vi
      Curiosidade: alguns falam da semelhança com a Princesa Filianore de Dark Souls III
      https://vignette.wikia.nocookie.net/darksouls/images/a/af/Filianore_-_01.png/revision/latest/top-crop/width/360/height/450?cb=20170331231220
      podia até marcar esse jogo, iria dá um bug na cabeça da glr, lol
      No mais parabenizar as indicações, principalmente as de nível cult, vc tá me fazendo lembrar de coisa q eu nem lembrava q tinha visto kkkkk

      3 replies
    • Micro picture
      kalini · about 2 months ago · 2 pontos

      A primeira coisa que me veio a mente quando vi a primeira imagem foi: "Yoshitaka Amano". Como é inconfundivel o estilo desse grande artista! Ele é uma vela no meio da escuridão formada de um monte de gurias peitudas de olhos enormes e com aparencia de criança, haha!

      Um dia desse, eu me perguntava: "como seria um anime com a arte do Amano? Será que funcionaria bem?", e agora ao saber que existe mesmo um anime assim, é a chance minha de ver como é.

      E eu não consigo entender essa sua birra com CGs, hahaha! Queria saber.

      3 replies
  • 2020-08-26 18:59:54 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Iria: Zeiram the animation

    Ano - 1994

    Número de episódios - 06

    Disponível em Netflix - Não

    Disponível em Amazon Video - Não

    Disponível em Crunchyroll - Não

    Sinopse: Iria é uma caçadora de recompensas iniciante que, juntamente com seu irmão Gren, sobrevivem fazendo missões em um mundo futurista. Porém, num certo dia, um trabalho envolvendo o resgate de tripulantes de uma nave à deriva no espaço acabou mudando o destino de ambos para sempre, isso porque à bordo dela estava o lendário e imortal Zeiran.

    ________________________________________________________________

    Iria é uma prequel de um filme live action japonês chamado Zeiran e é outro dos animes que viviam aparecendo nas revistas nos anos 90. Me lembro bem da arte chamativa da protagonista, que parecia ser bem badass com aquela armadura futurista, os penduricalhos no cabelo e a alguma arma na mão, e quando fui ver a série, anos depois, ela era exatamente aquilo que seu character design mostrava! Sem dúvidas essa é uma personagem que eu me orgulharia muito de ter criado!

    A história é bem simples, com Iria e seu irmão Gren (que na verdade não é seu irmão de sangue, mas sem romance entre ambos, ufa!) sendo caçadores de recompensas e no primeiro trabalho deles mostrado no anime eles precisavam resgatar os tripulantes de uma nave, mas ela também está transportando por algum motivo um alien feio pra porra imortal chamado Zeiran, e o irmão da protagonista acaba ficando desaparecido quando Iria estava escapando do lugar.

    A partir daí a trama gira em torno de Zeiran, que aparece em vários lugares, e Iria vai atrás dele para procurar pistas sobre Gren. No caminho ela topa com um moleque chamado Kei que acaba ficando como sidekick dela depois de um tempo e ajuda a protagonista a descobrir o mistério que envolve essa coisa horrenda espacial e o paradeiro de seu irmão, com tudo bem curtinho, já que são apenas 6 episódios. A animação é bonita pra caramba, com a arte sendo aquela coisa linda dos anos 90 que enchem os olhos até os dias de hoje. O destaque não podia ser outro, senão a protagonista Iria, que além de ter um grande desing e de ser uma Samus Aran da vida é bem carismática e não fica falando com vozinha de gás hélio, com feições infantis e seios enormes como as molecas dos desenhos japas atuais...No mais, Iria é um anime bem legal de assistir e vale muito a pena gastar seu precioso tempo com ele, e é claro que a Velha assina e carimba embaixo!

    Link para uma planilha com todos os posts do Arco aqui XD

    Hyper Iria

    Platform: SNES
    20 Players
    1 Check-in

    28
    • Micro picture
      carlospenajr · about 2 months ago · 2 pontos

      Mano, eu conheço essa personagem de rosto, mas não lembro agora se assisti ou não XD
      Tem tanta coisa que eu já vi que mesmo com o controle do MAL não dá pra ter certeza hahahaha

      1 reply
    • Micro picture
      kalini · about 2 months ago · 2 pontos

      Amanha mesmo eu vejo. Me amarro em protagonsitas femininas ou ersonagens femininas fortem, principalmente num mundo sci-fi.

      velha sempre fazendo esse trablho incrivel de trazer essas animaçoes tão incriveis quanto, porem obscuras, mostrando que anime vai muito alem de Naruto, DBZ ou Pokemon.

      7 replies
    • Micro picture
      lgd · about 2 months ago · 2 pontos

      Tem um jogo meio obscuro para Super Famicom baseado nele

      6 replies
  • darlanfagundes Darlã Fagundes
    2020-08-21 01:28:14 -0300 Thumb picture
    Thumb picture
    23
    • Micro picture
      kalini · 2 months ago · 3 pontos

      Ultra Street Fighter IV com a Poison não surta esses sequelados não sei porque...

      2 replies
    • Micro picture
      andre_andricopoulos · about 2 months ago · 1 ponto

      Que nojo...aquelas janelas (03) de vídeos de YouTube... são verdadeiros?
      Fala sério...

      Os 3 games citados gosto pra Kct...👍🏻😘

  • cyberwoo Diogo Batista
    2020-08-16 09:29:24 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Os Heróis Mais Legais dos Games | Volume 01

    Tem artigo novo no site. Quer dizer, não é novo, mas sim remasterizado com os devidos cuidados e acréscimo de novidades.

    Corre lá conferir e prestigiar: https://www.arquivosdowoo.com.br/2020/08/16/os-herois-mais-legais-dos-games-volume-01/

    Super Mario 64

    Platform: N64
    15399 Players
    211 Check-ins

    18
    • Micro picture
      ersatzgott · 2 months ago · 2 pontos

      Só um toque: o Torneko não é bem NPC. Eu entendo que o DQIV original tinha party controlada por AI e que ele não é controlável no capítulo 5, mesmo fazendo parte da party, mas... ele é jogável no capítulo dele

      1 reply
  • kalini Kalini Andrade
    2020-07-24 19:00:26 -0300 Thumb picture
    Post by kalini: <p>Otima review, como sempre! Não tive interesse ne

    Otima review, como sempre! Não tive interesse nenhum de jogar até ler ela, pois voce faz o favor de dar spoilers pra história, e esse jogo tem uma vilã com uma motivaçao que achei deveras interessante (deve ser minha tara por surrar deuses FDP, haha!), e também pelo arco da Riza (o fato dela ser escolhida não é problema). Sobre os personagens serem inssosos, acho não ser muito problematico, se o jogo oferecer um mundo e uma lore interessantes. Eu não vejo problema, afinal, joguei EarthBound.

    O unico problema real mesmo foi os mantras, não só por quebrarem a individualidade, mas por seem muito repetitivos. O jogo poderia ser um dos melhores, se desse mais criatividade pra essa mecanica.

    O poder das palavras

    Review by: @manoelnsn

    Por mais que tenha sido nos 32 bits onde os RPGs japoneses ganharam destaque no cenário dos jogos de videogame,...

    Keep Reading →
    17
    • Micro picture
      manoelnsn · 3 months ago · 2 pontos

      Valeu! A história é interessante mesmo, afinal é uma deusa darwinista, se tivesse um cast melhor e um sistema de mantras mais limitado e menos repetitivo poderia ser muuuito melhor... Mas ainda vale a pena conferir

      2 replies
Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...