jonomaia

Formado em História na Universidade Federal de Uberlândia, falador de groselha profissional.

You aren't following jonomaia.

Follow him to keep track of his gaming activities.

Follow

  • jonomaia João Gabriel Maia
    2019-04-15 12:31:34 -0300 Thumb picture

    E o psicológico, como vai?

    Nessa semana passada tive uma oportunidade muito bacana.
    Venho fazendo acompanhamento no psicólogo há algum tempo. uma das melhores coisas que a gente pode fazer pela nossa saúde mental. Ele era amigo da minha família há um bom tempo também, e hoje, além de paciente sou professor de violão dele kkkkk.

    Tive a oportunidade de gravar um podcast com ele. uma nova série na verdade, eu e ele discutindo temas mais abrangentes que geralmente aparecem entre as consultas ou no dia a dia. são episódios um pouco menores que de costume e com temáticas mais sérias. 

    Mas espero que possa servir de inspiração pras pessoas que possam vir a ter a oportunidade de frequentar um psicólogo, de poder falar e se colocar como próprio objeto de análise em um espaço sem julgamento.

    "na presença de um psicólogo, discutindo problemáticas e questionamentos que nos intrigam, na busca pelo próprio bem estar.

    Com o psicólogo convidado CARLOS EDUARDO, neste programa o tema é:
    A Terceirização do Existir. Porquê e até que ponto abrimos mão das nossas capacidades de pensar, falar, sentir e querer quando há algo que possa faze-lo por nós?"

    Seguem os links:

    https://open.spotify.com/episode/2nW3SADkjlU3hq2EPtVTGx

    https://soundcloud.com/tru_cast/psicologia-no-podcast-a-terceirizacao-da-existencia" style="background-color: initial;


    Deixa o feedback pra gente, por favorzito :)

    9
  • darleysantos676 Darley Santos
    2019-03-31 06:40:43 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Tramitação do PL-00514/2011 na Câmara dos Deputados

    O Projeto de Lei 00514/2011, que estende os incentivos estabelecidos pela Lei nº 8.248, de 23 de outubro de 1991, a jogos eletrônicos de uso domiciliar, teve novo andamento.

    *

    *

    *

    *

    É bom ficar de olho e seguir o projeto, existe essa opção na própria página do projeto, assim você recebe as novidades no email. Segue o link:

    https://www.camara.leg.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=493106

    13
  • jonomaia João Gabriel Maia
    2019-03-25 12:19:03 -0300 Thumb picture

    "A Cobra Mal Matada"

    A Violência e o Video game: Onde erramos? #10

    Assim como uma cobra mal matada. o assunto da violência no video game sempre retorna para nos infernizar e, infelizmente, esse é mais um momento de ressurgimento do tópico.
    É um tema que sempre me interessei muito e sempre fiquei com uma pulga atrás da orelha a respeito da forma com que a discussão era tratada, até o momento que consegui achar uma resposta para a minha inquietação na faculdade, quando transformei o tema no meu TCC.

    mais uma vez, infelizmente, nos vemos numa situação em que a discussão dele é propícia por causa de acontecimentos e afirmações recentes, então espero de verdade poder contribuir com algo para, quem sabe desta vez, conseguirmos abordá-lo na real complexidade da qual o tema precisa, para além das velhas afirmações batidas.

    Nesse último episódio do tru.cast, trazemos nossas experiências de vida e acadêmicas sobre o assunto:   A Violência e o Video game.

    Discutiremos ao longo deste programa os seguintes tópicos:

    1 - O DEBATE CÍCLICO. Porquê se repete? o que "fizemos de errado"?
    2 - Como informar, problematizar e debater o tema?
    3 - De onde/como surge a violência que transita nas mídias?
    4 - A VIOLÊNCIA ESTÁ EM TODO LUGAR. O que torna a do videogame “mais perigosa?”
    5 - o preconceito: “Pense nas crianças”
    6 - Normalização e insensibilidade à violência
    7 - Como educar?

    https://open.spotify.com/episode/0asxEg4bQHonK8I9T...


    O objetivo não é esgotar o tema, e sim começar pelo começo! discutí-lo de verdade! Antes de chegarmos no debate sobre os efeitos e consequencias da violência, precisamos discutir uma série de coisas essenciais que são quase sempre ignoradas...
    como é um programa curto e introdutório ao assunto, muitas das questões ainda não foram exploradas até o fim, mas estão sendo introduzidas.

    https://soundcloud.com/tru_cast/a-violencia-e-o-video-game-onde-erramos


    Se você ouviu e gostou, COMPARTILHA! ajuda a gente a divulgar e também levar o assunto adiante
    Se tem críticas, manda pra gente! agradecemos todo e qualquer tipo de feedback que possam nos dar! 

    instagram: @tru.cast  @maia.mon  @vithorlaureano

    6
  • jonomaia João Gabriel Maia
    2019-03-20 01:08:07 -0300 Thumb picture

    O potencial destrutivo do pensamento Anticientífico

    Esses dias pra trás assisti a um documentário recomendado por um amigo a respeito do movimento terraplanista pelo puro entretenimento a fim de gravar um episódio pro podcast. Pra minha infeliz surpresa, quanto mais eu assistia o documentário, mais decepção, tristeza e raiva me dava pensar sobre o assunto por MUITOS MOTIVOS.

    Mas foi uma experiência muito interessante e que acabou por render um dos melhores episódios que gravamos.

    Se tiver um tempinho, ouça lá. Discutimos sobre o Conspiracionismo, a rejeição de autoridade, AS PESSOAS por trás dos movimentos e os PERIGOS dessa mentalidade anticientífica que se fortalece pela avalanche de informação e omissão da academia e sistema educacional.

    https://open.spotify.com/episode/5TmWKKBmLS2S06NzX...

    Acho que quem se interessa por temas relacionados à ciencia, educação, conspiração e coisas do tipo, deve achar interessante. e se gostar, dá o feedback pra gente, compartilha com os amigos! 
    Agora também tá no ITUNES!!!

    É só procurar por TRU.CAST

    https://soundcloud.com/tru_cast

    18
    • Micro picture
      gradash · about 1 month ago · 2 pontos

      Isto nada mais é que uma reação natural na realidade.

      Faz muito tempo que os cientistas escolheram se fechar na sua bolha "intelectual superior", e o resultado é uma quantidade absurda de pessoas que simplesmente não vê motivos para acreditar na ciência.

      Vide que alguns poucos que queriam que a ciência se tornasse algo popular como o caso do Carl Sagan era EXECRADOS pela comunidade ciêntifica pois "ciência não era para o povão".

      5 replies
  • jonomaia João Gabriel Maia
    2019-03-13 16:56:45 -0300 Thumb picture

    O Prêmio Hortência de Cinema

    É com muito prazer que lhes apresento  O Prêmio Hortência de Cinema TRU

    https://open.spotify.com/episode/2AlHM1LxpiWK5gZPu...

    Sim, o tru.cast desta semana volta com uma lista de filmes bons, ruins e outros que não assistimos, não vamos assistir mas nos achamos no direito de julgar porquê sim.


    Esses são os filmes: 

    Baby Driver, 

    Avengers: guerra infinita

    Swiss Army Man,

    Bingo

    Star Wars VIII

    SOLO: A star wars story

    Drive

    Dead Pool II

    The Wicker Man

    Ghost In the Shell

    Uma dobra no tempo

    5 nós amamos, 6 nós preferíamos ter ido ver o filme do Pelé. DESCUBRA

    https://soundcloud.com/tru_cast/o-premio-hortencia-de-cinema-tru-8

    Dá uma forcinha pra gente! se ouvir e gostar, compartilha o trem que seremos eternamente gratos!

    10
  • lipherus Lipherus
    2019-03-12 11:47:41 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Segunda parte da jogatina de PORTAL

    Primeiramente quero agradecer de coração a todos vocês que assistiram o vídeo anterior e enviaram um feedback a respeito do mesmo, vocês são feras <3 Nesta segunda parte eu mexi em algumas configurações de som, melhorei a thumbnail dos vídeos, fiz uma introdução bem piegas mas até que me diverti no processo rsrs

    Espero que estejam curtindo a experiência!

    Portal

    Platform: PC
    12472 Players
    230 Check-ins

    43
    • Micro picture
      leopoldino · about 1 month ago · 3 pontos

      Thumbnail de profissional.

      1 reply
    • Micro picture
      reasel · about 1 month ago · 3 pontos

      ta muito bom pra um canal que ta começando agora, like+1 sub!!

      1 reply
    • Micro picture
      gregalexander00 · about 1 month ago · 2 pontos

      Infelizmente não fui o inscrito nª24 QQQQQ. HAUHAUAHAUHAUA Já me inscrevi la

      1 reply
  • galathar Victor Hugo Vasconcelos
    2018-12-03 21:47:35 -0200 Thumb picture
    Thumb picture

    Entrei no Mestrado! Tema da pesquisa? Cultura Gamer BR!

    Recebi hoje a notícia de que fui aprovado no processo seletivo para o Mestrado em Linguística da UERJ! O mais legal é que a minha pesquisa vai falar sobre alguns aspectos da cultura gamer brasileira, em especial sobre as revistas brasileiras de games. Ou seja: vou passar os próximos 2 anos estudando e escrevendo sobre cultura gamer!

    44
    • Micro picture
      leaonardo · about 1 month ago · 3 pontos

      Bom saber que tenho mais um amigo pesquisando sobre videogames. Muito, muito bom.

      Boa sorte, força, se precisa de indicações de literatura, eu esbarrando em algo interessante, te passo.

      2 replies
    • Micro picture
      fonsaca · 5 months ago · 2 pontos

      Parabéns! Serão dois árduos anos, mas nada como pesquisar o que curte!

      2 replies
    • Micro picture
      caramatur · 5 months ago · 2 pontos

      Que legal, parabéns!

  • raccoon Ronaldo D'Arcadia
    2019-03-07 14:21:50 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Ajuda Alvanista

    Olá amigos, finalmente chegou o momento de atualizar minha central de entretenimento rs. Estou querendo comprar uma TV legalzinha, um novo processador e placa de vídeo. Queria aproveitar então o conhecimento de vocês para perguntar quais TVs, placas e processadores estão com o melhor custo benefício atualmente. Sei que aqui sempre tem novas pessoas que compraram recentemente ou estão pesquisando.  Meu orçamento esperado pra todos estes itens seria aí é de 4,500 reais, mais ou menos rs. Eu estava dando uma olhada na TV TCL 50P6US,  a marca é nova mas está sendo muito vendida nos EUA por causa do custo benefício. O que acham? Enfim, se puderem ajudar eu agradeço! 

    PC Building Simulator

    Platform: PC
    6 Players
    3 Check-ins

    22
    • Micro picture
      sannin · about 2 months ago · 2 pontos

      i3 8100 tem ótimo custo benefício.
      Os Ryzen R3 2200g e R5 2400g tbm são ótimos.

      Placa de vídeo tem a RX 580 e GTX 1060, mas se quiser investir mais pra ter o dobro do desempenho, recomendo a RTX 2060.

      2 replies
    • Micro picture
      gustavobarbosa94 · about 2 months ago · 2 pontos

      A GTX 1060 serve bem pra 1080p/60fps nos jogos mais avançados lançados até hoje, não sei se segurará 60fps nos jogos futuros (tipo ps5) ou em 4k, mas ela é a melhor custo-benefício atual. Na compra da TV é importante ver o input lag e o tamanho certo pro seu local, tenho amigos que compraram grandes demais pra distância e precisam ficar movimentando o pescoço enquanto jogam. Também cuidado com a qualidade do HDR, principalmente se for por essas marcas de custo-benefício como TCL ao invés de Samsung/Sony/etc, existem diferenças na qualidade de implementação e algumas tem HDR bem melhores que outras.

      3 replies
  • jonomaia João Gabriel Maia
    2019-03-07 11:54:31 -0300 Thumb picture

    Incompleto, Inacabado, Inexplicável.

    Medium 3708079 featured image

    [Não se trata necessariamente de jogos, mas pode servir também. me peguei pensando a respeito disso no psicólogo e tivemos um papo interessante lá. Talvez alguém se identifique.]

    A maldita tradição ocidental de explicar, definir e conceituar tudo que há de vivo ou inerte no universo fruto da mentalidade científica moderna nos atingiu com seu charme de Espiã(o) britânic@ e nos impediu de apreciar a graça do incompleto, a complexidade do vago e inacabado e o sentido do inexplicável.

    Sensacionalismos a parte, não me leve a mal. A ciência é essencial para nossa vida, nossa saúde, sobrevivência e transformação enquanto espécie e eu não poderia ser mais grato por todas as mentes brilhantes das mais diversas áreas do conhecimento que se esforçam para explicar e discutir o mundo físico e metafísico. Caso contrário não estaria escrevendo artigos ou muito menos me formado.

    Mas o que quero dizer é: o que aconteceu com a nossa capacidade de admirar as “coisas pela metade”? Será que realmente precisamos que os filmes nos esclareçam cada pequeno detalhe da trama, que a letra da música exponha cada nuance da história e o argumento do Didi Braguinha seja totalmente preservado nos vídeos do MRG?

    Para mim, o símbolo maior do impacto desta mentalidade na arte continua sendo A Força em Star Wars e a forma decepcionante de como George Lucas decidiu teorizar sobre um elemento transcendental que unia toda a existência da galáxia de forma brilhante sem nem mesmo gastar mais de mais de uma sentença para estabelecê-la.

    "an energy field created by all living things. It surrounds us, penetrates us, and binds the galaxy together.

    O mais triste ainda é o fato de que muitas vezes perdemos até mesmo a capacidade poética de explicar as coisas para além das palavras. “Show, don’t tell!”. E por alguma razão, nos sentimos “culpados” por interromper a leitura de um livro no meio do caminho ou simplesmente abandonar um filme ruim demais antes do final.

    Esse desejo de conclusão das coisas atravessa nossa vida e nos consome, perturba nossa mente. Nunca publicar um texto ou uma canção por não conseguir concluí-la ou esconder nossa voz, nossa cara, nossa ideia e nossa arte pelo medo da repercussão, pelo receito de revisitá-la uma semana depois e detestá-la totalmente.

    A arte nunca é finalizada, apenas abandonada, como dizia o mestre. A todo momento reverenciamos obras, discursos e ideias de indivíduos que provavelmente as odeiam tanto quanto nós odiamos as coisas que rasgamos e atiramos na fogueira do ostracismo do esquecimento. O triste é o fato de que, quando o fazemos, perdemos a oportunidade de aprender e rememorar nosso passado, testemunhar nossa transformação e sermos nosso próprio objeto de análise, de autoconhecimento. Impedimos de existir algo que poderia inspirar o próximo e dar as primeiras gotas de vida a uma nova ideia.

    A cada sentença que ganha forma nesse texto, três foram desintegradas. A cada desenho que finalizo, abandono dez rascunhos e outros dois que deixei de gostar no meio da confecção e por mais que me esforce para não repetir tal façanha, sei que provavelmente se repetirá.

    Porquê sentimos tanta necessidade de compreender o inexplicado e o inexplicável, o inacabado e o inacabável? Que diferença faz saber a razão do símbolo do Linux ser um pinguim ou assistir a décima temporada de uma série que deixou de ser boa na terceira?

    Talvez um dia aprendamos a aceitar algumas coisas como elas realmente são, constantemente inconstantes e eternamente insuficientes. E para combinar com a temática, finalizarei esse texto com a única conclusão possível:

    João Maia



    Dá uma força pra gente! 

    https://www.tru.blog.br/blog/

    Podcast no Soundcloud e Spotify: Tru.cast

    https://soundcloud.com/tru_cast

    5
  • jonomaia João Gabriel Maia
    2019-02-27 20:41:28 -0300 Thumb picture

    É sério que o ser humano chegou a esse ponto?

    Tava recentemente vendo muita coisa sobre Resident Evil 2 Remake e original e acabei por passar por um vídeo que achei muito interessante. A ideia, como o titulo aponta é mostrar o que, nos olhos do sujeito ai, em quais pontos ele considerava o jogo original "melhor" que o remake. Nisso, entram questões da narrativa, construção dos personagens ou algumas decisões menores. 

    Mas o que mais me incomodou é o fato de, mesmo com ele dizendo claramente que é um jogo que ele realmente gostou e considera um ótimo remake e consegue se destacar nas diferenças do original, UMA GALERA ligou o "Nando Moura Mode" e partiu pra cima pra negativar o vídeo do cara, xingar ele de forma completamente desnecessária e burra.
    Pior ainda é o fato de ser realmente a perspectiva de análise crítica dele. ela não precisa justificar o gosto de ninguém.


    Fiquei pensando.. poura, será que a galera de hoje em dia chegou mesmo nesse ponto de se sentir "pessoalmente atacado" ou ofendido por causa de uma crítica à um jogo feito por uma pessoa que gostou do jogo?

    Como discute o artigo do @renanmotta sobre Hype, essa empolgação embutida em tudo que vemos hoje deixou de ser algo natural e é construido de várias formas. Realmente parece que hoje, existe uma grande quantidade de doido que se sente na obrigação de defender um "produto", de ter sua preferência "legitimada" pelas críticas e entendendo uma análise como uma ofensa à quem consome. E isso acontece em quase todo canto das mídias. no cinema, na música, nos jogos, na tv. Eu conhecia gente que me xingava porque não gosto de Black Mirror ahahahah.

    O que atenua ainda mais essa estupidez é a falsa ambivalência que botaram entre "opinião", preferência e crítica. Opinião e preferência não precisa necessariamente estar completamente fundamentada em argumento ou conhecimento. A crítica, mesmo que também sendo algo pessoal até certo ponto é algo muito mais complexo que parece ser cada vez menos respeitado hoje pela própria incompreensão dela...

    Resident Evil 2 Remake

    Platform: PC
    112 Players
    70 Check-ins

    8
    • Micro picture
      renanmotta · about 2 months ago · 2 pontos

      As pessoas ficam agressivas quando levam para o pessoal. Sendo que o jogo existe independente da pessoa. Não está associado a ela, mas os jogadores fanáticos tornam a obra parte de sua existência. Isso gera os ataques exagerados e sem sentido.

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...