You aren't following jhonyfera.

Follow him to keep track of his gaming activities.

Follow

  • jhonyfera Jhonatan
    2020-09-01 22:52:30 -0300 Thumb picture

    Sequência "Tiro, Porrada e Bomba"

    Aqui vão os jogos platinados que tem sequências frenéticas de tiroteio e explosões, alguns com poderes e outros com robôs gigante.

    Titanfall 2

    Pra mim um dos melhores FPS da geração, Titanfall 2 trouxe novamente os Mechas para o cenário de confronto dos jogos de tiro, e mais uma vez fez bonito. O jogo em si apresenta uma história boa, e embora não a considere espetacular esse não é o principal aspecto que me cativa nesse tipo de jogo, são poucos que se destacam nesse quesito (alô franquia Modern Warfare). A jogabilidade pra mim é um dos fatores mais importantes e nesse caso tive ótimas impressões, o jogo flui bem e as mecânicas auxiliam nessa dinâmica já que os combates com ou sem Mechas costumam ser bem frenéticos. Os gráficos e trilha sonora não se destacam tanto mas são agradáveis e embora não acrescentem tanto assim no jogo, também não prejudicam seu desempenho. Para os platinadores é uma platina mediana e para os novatos pode ser um inferno, tudo graças a um único troféu logo no início do game onde você deve completar um percurso de obstáculos que pode levar dezenas ou centenas de tentativas para se obter.

    Anthem

    Um jogo com potencial enorme desperdiçado, Anthem é mais um da lista de jogos platinados que também envolve tecnologia avançado, armas de fogo e muitas explosões. É difícil comentar sobre a história do jogo, pois assim como Destiny ele apresenta um universo com background gigantesco e até bem interessante, que é pouco explorado na história principal. A campanha ser curta não seria problema se não fosse a vida útil extremamente curta desse jogo, após terminá-lo não há quase nada a ser feito e o próprio mundo aberto é por muitas vezes vazio. Os gráficos e ambientação são lindos, e apesar de não ter uma diversidade grande de biomas e paisagens, é extremamente prazeroso voar pelo mapa passando pelas cavernas e cachoeiras, mas isso não dura muito. A jogabilidade assim como em Titanfall 2 cooperam com a proposta do jogo em sua dinâmica e fluidez, permitindo grande liberdade na exploração e nos combates. Para os platinadores é uma típica platina de jogos de mundo aberto, com troféus para os coletáveis que não são poucos e os de explorar as diversas classes e equipamentos, não é difícil apenas longo, para os novatos pode realmente ser cansativo já que o farm é repetitivo.

    Bioshock 1 Remastered

    Bioshock 1 é um dos meus jogos preferidos, combinando um excelente enredo, ambientação única e jogabilidade fácil e dinâmica. Já platinei ele no PS3 e não irei me estender nos comentários aqui, apenas que é um jogo recomendado para todos que ainda não conhecem. Para os platinadores e para os novatos pode ser uma platina bem fácil devido a um glitch para o troféu de dificuldade, no entanto é preciso acompanhar um guia para não perder nenhum coletável na primeira jogada e agilizar a platina.

    Bioshock 2 Remastered

    Nunca havia jogado Bioshock 2 antes pois pelos comentários que havia visto não parecia valer a pena comprar. Agora com a versão gratuita disponibilizada pela Plus puder jogar e tirar minhas próprias conclusões. Agora na pele de um Big Daddy temos algumas mecânicas novas mas o jogo é muito parecido ainda com seu antecessor. Não há mudanças também quanto a ambientação e no geral podemos dizer que o jogo não inovou em nada. A história também é mais fraca do que a de Bioshock 1 e por isso não acho que realmente tenha perdido alguma coisa pulando direto pro Infinite, o enredo é esquecível. É uma platina similar a do Bioshock 1, felizmente não tem multiplayer agora, mas não há glitch conhecido para o troféu de dificuldade, apesar de ser mais fácil que o primeiro em relação a dificuldade do jogo.

    Far Cry 5

    Já fazia bastante tempo que não jogava um Far Cry até que comprei o 5 e comecei a jogar. Já é um padrão platinar jogos dessa franquia assim como Assassin's Creed e outros, portanto já sabia o que esperar. Considero o enredo a altura do esperado para a franquia, com o vilão principal estando no mesmo nível ou até acima dos anteriores, e os NPC's agora mais carismáticos e únicos com a opção inclusive de escolher dois para te acompanhar, uma estratégia que te coloca mais imerso na história. A jogabilidade não apresenta muitas inovações no cerne dos controles, apenas algumas mecânicas novas como os aviões e outras pequenas adições. A história segue um rumo bem mais surreal e louco que os jogos anteriores, com muitos aspectos inexplicáveis ocorrendo e eles não fazem questão nenhuma de explicar, inclusive o acontecimento principal da campanha mesmo eu só fui saber a explicação após falar com um amigo sobre. O jogo tem gráficos bonitos e uma trilha sonora boa, mas o destaque fica mesmo para os NPC's e alguns elementos da exploração. pois o combate também não apresenta muita diferença. Uma platina típica da franquia para os platinadores, exceto pelos troféus multiplayer que é um modo que ninguém pediu e é completamente desnecessário para esse jogo. As DLC's são legais, com destaque para a última que é uma referência clara a Left for Dead, e apresentam troféus bem desafiadores sendo a dos Aliens a mais cansativa e a dos Zumbis a mais desafiadora pois exige pelo menos um amigo para te ajudar.

    @platinadores

    10
  • jhonyfera Jhonatan
    2020-09-01 22:03:49 -0300 Thumb picture

    Sequência "Sem Comentários"

    Não deu pra postar na semana passada então vou fazer 2 posts pra compensar. E esse aqui vai ser curto pois como o título já diz: "Sem comentários"

    Midnight Deluxe

    Mr. Massagy

    My name is Mayo

    Goat Simulator

    The Sims 4

    Farm Simulator 19

    Day of the Tentacle Remastered

    Todas essas platinas são fáceis (ou ridículas rs), e mais serviram de estepe para que eu alcançasse meu objetivo inicial da 100º platina. The Sims 4 e Farm Simulator 19 foram bem repetitivas, em especial essa última que realmente faz jus ao Farm no nome. Quanto a Day of the Tentacle Remastered eu até achei um jogo bem divertido, com a velha comédia pastelão.

    @platinadores

    Acho que vale um @garapeiros

    11
    • Micro picture
      garapeiros · about 2 months ago · 2 pontos

      Garapas de responsa!
      Parabéns guerreiro pela sua 100º platina!

      1 reply
  • jhonyfera Jhonatan
    2020-08-17 19:47:45 -0300 Thumb picture

    Sequência "Mulheres Arrasam"

    Em vez de fazer uma sequência cronológica optei por agrupar as platinas por um fator em comum, e achei oportuno trazer uma sequência de jogos onde temos uma mulher como personagem principal, que arrasa por sua astúcia, determinação e poder, e não apenas por ter um "corpinho bonito" e objetificado:

    Horizon Zero Dawn: Pra começar a sequência, um jogo espetacular que agradou em todos os aspectos. Curti bastante a ambientação e os cenários, reforçados pelo gráfico espetacular. A jogabilidade também não deixou a desejar, com um sistema de criação e árvore de habilidades, não leva muito tempo para se acostumar com os controles e as variedades de inimigos presentes desafiam o jogador a se aprimorar e aprender novas estratégias para se dar bem. A história parte de uma ambientação que me agradou muito, embora não tenha me apegado tanto a maioria dos NPC's encontrados, o enredo é envolvente e emocionante. A variedade de máquinas é suficiente para o tempo de jogo que é proposto, até mesmo para os 100%, no entanto jogar mais que isso pode se tornar repetitivo e o aumento na dificuldade é uma alternativa pois será necessária precisão alta para superar os inimigos. É mais um jogo que para os exploradores a platina vem quase que naturalmente, tendo poucos troféus não relacionados a história ou aos 100%. Caso alguém tenha interesse também recomendo fortemente a DLC Frozen Wilds, que agora é possível de se adquirir por um bom preço e adiciona um conteúdo bem bacana ao jogo principal. Novas criaturas bem desafiadoras e uma nova história complementar ao enredo principal, além de um cenário espetacular.

    Darksiders III: E mais uma vez eu caio na cilada de tentar a platina de um jogo "Souls-like". Tá que esse aqui também é Nutella assim como o The Surge, mas foi realmente uma surpresa não tão boa quando descobri que depois do Darksiders I e II seguirem o caminho do Hack'n'Slash eles optaram por mudar com o III, e logo esse foi oferecido na Plus. Mas deixando de lado minhas preferências, tive uma boa experiência com o jogo. Os gráficos não me chamaram atenção e os considero apenas bons, sem muitos destaques. A jogabilidade foi bem agradável, e apesar de não curtir o esquema de respawn pós-morte dos inimigos e a perda de recursos, isso não chegou a ser um problema pois os comandos são fáceis e rapidamente se aprende a lidar com os diferentes inimigos. Também não curto muito ter que voltar a fase toda após morrer para o Boss, mas isso também não foi um problema muito grande. Apesar de não ter jogado os anteriores dei uma rápida lida em um resumo para me ambientar, e achei o enredo bem interessante, um tanto previsível em algumas partes e surpreendentes em outras. No todo, considero um bom jogo, que me divertiu e entreteve. Para os platinadores que já curtem o gênero é uma platina obrigatória, para os novatos recomendo dar uma chance, o modo Nightmare não é tão difícil assim e o desafio até que é legal, afinal é disso que os platinadores vivem.

    Life is Strange Before the Storm: Comecei o jogo um pouco receoso devido ao primeiro ter apresentado uma obra prima de enredo, super envolvente e emocionante. Mas Before the Storm não deixou nada a desejar e se provou um "prequel" a altura de seu antecessor, apresentando eventos e personagens que até então só tínhamos ouvido falar, ou personagens conhecidos em um outro momento de sua vida. No primeiro jogo eu nunca cheguei a de fato me apegar a Chloe, e acredito que muito do que foi colocado aqui tinha como objetivo sensibilizar as pessoas que assim como eu não concordavam muito com suas atitudes. Confesso que seu comportamento adolescente ainda me irritou algumas vezes, mas ainda sim sua história é algo a se levar em conta. A jogabilidade e o gráfico se mantém como no primeiro LiS, e em vez de fotografias temos oportunidades de pichações. Eu imaginava que fariam alguma referência no final do jogo, e embora queria que não fizessem, achei perfeito a forma como o fizeram (me deixou arrasado, mas foi perfeito mesmo assim devo admitir). Para os platinadores, é aquela platina garantida, para os novatos também, e com ou sem troféu é um jogo recomendadíssimo para todos, mas joguem o Life is Strange 1 primeiro.

    Beyond Two Souls: Esse aqui estava de lado pois havia desistido de platiná-lo devido a demora na conquista dos troféus, zerar o jogo mais de duas vezes não é fácil. Não vou me estender na análise pois já fiz até uma crítica sobre ele na sua versão de PS3, mas é um jogo de nicho puramente focado na narrativa e no enredo. e ele cumpre muito bem seu papel nisso. Sua jogabilidade é mais fluida e dinâmica que seu antecessor Heavy Rain, ainda que apresente alguns bugs ou seções onde o personagem "trava", mas para quem curte o gênero é um ótimo jogo. Para os platinadores, outra platina garantida embora extremamente cansativa, para os novatos que desejam a platina já comecem com um guia se já conhecem a história, caso contrário aproveitem o jogo sem pressa primeiro pois a história é tudo e nada se compara ao primeiro gameplay.

    Rise of the Tomb Raider: Após 641 dias para platinar o primeiro, a desse veio em apenas 6. Devido ao trauma do Multiplayer do último jogo fiquei muito aliviado por este jogo não ter esse modo. Seguindo os passos de seu antecessor, o jogo apresenta gráficos maravilhosos e cenários que nos permitem apreciá-lo, com mais variedade que o primeiro nos levando de regiões mais áridas e desérticas a montanhas congeladas e paisagens subterrâneas. Claro que as florestas não poderiam ficar de fora, e o jogo apresenta algumas melhorias e novidades na mecânica que tornam o gameplay bem divertido e dinâmico, com muitas opções de abordagem nos combates diretos ou furtivos. Quase sempre há mais de uma forma de se entrar em algum lugar ou limpar alguma área e explorar isso é bem interessante. A história agora começa a nos introduzir a novos personagens e organizações, apresentando algumas reviravoltas que nos fazem perceber que estamos no meio de um jogo de gente grande. e isso me faz gostar mais do enredo apresentado aqui em relação ao primeiro, pois ele não apenas trata dos mitos e mistérios da região onde estamos mas também aborda o que acontece por trás dos panos. O modo Sobrevivente é bem fácil para quem tem um mínimo de perícia e familiaridade, é tranquilamente possível começá-lo já nesse modo e até recomendável. O que mais me incomodou mesmo foi o modo Meta de Pontos, pois odeio esses modos e tudo que envolva tempo, mas seguindo a dica de copiar os cards dos líderes do placar até que fica fácil. Só recomendo iniciá-lo após completarem o jogo 100% para conseguir o troféu de comprar 300 cards e também porque em umas duas ou três fases eu preferi montar meu próprio set de cards. Além disso nas DLC's eu também criei meu próprio set pois os líderes buscaram apenas a pontuação e eu só queria mesmo os troféus. Enfim, um excelente jogo que recomendo a todos, principalmente aos amantes do gênero de aventura. Para os platinadores é mais uma platina divertida e desafiadora, para os novatos o modo Meta de Pontos pode assustar mas acreditem, não é lá essas coisas, ignorem o tempo e foquem em obter o máximo de pontos no início das fases, tem um guia muito bom no Youtube para quem precisar.

    @platinadores

    10
  • 2020-08-13 20:31:07 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Ranking Semanal de Dificuldade (03/08 a 09/08)

    Quer participar? Leia as orientações em https://cutt.ly/BsGHkxk

    Antes de mais nada: #FiqueEmCasa

    Bem vindos ao ranking semanal de dificuldade! O ranking que separa platinadores de garapeiros meninos!

    @jhonyfera já chega conquistando a platina de dificuldade! Parabéns!

    @srnicko012 garante o ouro!

    @igor_park fica com a prata!

    @cacotives fica com a dobradinha de bronze!

    @thraphik fecha o top de dificuldade da semana!

    Eis o ranking:

    (Clique na imagem para ampliá-la)

    Top 5:

    Marcando os esforçados:

    SladerAngel (@sladerangel) | igor_park (@igor_park) | TheGamerClubber (@andre_andricopoulos) | msvalle2011 (@msvalle) | JhunVallim (@jhunvallim) | ZandryX (@zandryx) | Barroq (@barroq) | ragafe (@vianna) | Sr-Nicko (@srnicko012) | cacotives (@cacotives) | CRISTALESCUITE (@cristalescuite) | gus_geek (@gusgeek) | kIeber7777 (@kleber7777) | bcns29 (@brunocesar10) | Hero-of-time-JJJ (@kratos1998) | GlacialZefie (@zefie) | Thraphik (@thraphik) | HilquiasCortez (@hilquias) | Eisfeld_L3al (@eisfeld_l3al) | SirXavier676 (@darleysantos676) | zirototoro (@zir0) | licatrek (@lica) | sergiotecnicobr (@sergiotecnico) | Ramzarify (@ramzarify) | Matsugaki01 (@matsugaki) | lordxsnow (@kalasjunior) | darlanfagundes (@darlanfagundes) | thiagofslima_ (@thiagofslima) | gregalexander00 (@gregalexander00) | Thiones (@thiones) | DantyBr (@game_zone) | nery_de_lima (@emphighwind) | chimianopao (@chimianopao) | hcaandrade2 (@hcaandrade) | LisboaReis (@denis_lisboadosreis) | EridsonKess (@kess) | Renato1bmatos (@warbraz) | Wild_Dark_Shadow (@wild_dark_shadow) | ArthurDias25 (@arthurdias25) | beadama_ (@beadama) | ThiaguimReis (@thiagoreis) | santiago-chrono (@chronoxplay) | iketeshima (@ike_teshima) | diogolpaixao (@diogo_paixao) | adriiano_a (@adriiano_a) | zTREVOLz (@ztrevolz) | Daniel_Sonny573 (@daniel573) | Soullfox (@soullfox) | ZehKarlos (@z3karlos) | jhonyfera-rio (@jhonyfera)

    ---

    @msvalle

    Rise of the Tomb Raider

    Platform: Playstation 4
    733 Players
    153 Check-ins

    34
    • Micro picture
      igor_park · 2 months ago · 1 ponto

      3 lugar nem esperava

    • Micro picture
      cacotives · 2 months ago · 1 ponto

      Só os brabos kkkk tá loco!

    • Micro picture
      srnicko012 · 2 months ago · 1 ponto

      2º Lugar! \o/

  • jhonyfera Jhonatan
    2020-08-11 20:35:49 -0300 Thumb picture

    Retornando (de novo)

    Olá @platinadores, se ainda não tiver um "perma ban" pra quem vive entrando e saindo do rank, gostaria de voltar (de novo) rs

    Zelda: https://mypst.com.br/rank/jhonyfera-rio/?page=jogos#!perfil

    Vi aqui que meu último post foi quando platinei o Call of Duty 4: Modern Warfare, sendo a platina de número 73 em Abril de 2019. Nesse meio tempo não fiquei parado e no momento estou na marca de 104 platinas, portanto vou tentar fazer um mega resumo ao longo de algumas postagens reunindo os jogos platinados de 5 em 5, pra falar um pouco da experiência de cada um.

    E a platina 74 veio com Detroit, um jogo daquele gênero que costuma dar trabalho para os platinadores, não por ser difícil mas pelos diversos troféus da história que te obrigam a repeti-la duas ou mais vezes. Ainda sim a jornada para a platina não foi tão desgastante quanto eu esperava, as segunda e terceira jogadas foram até prazerosas pois você acaba descobrindo novas linhas de diálogos e acontecimentos que não havia explorado antes. Para jogos desse tipo eu considero a platina quase que obrigatória para se ter a apreciação completa da obra, ainda que a primeira jogada seja sempre a mais importante.

    Conan Exiles foi mais uma segunda opção ao Ark que já jogava no momento, e fui convidado por um amigo de lá a conhecer. O jogo tem suas semelhanças e diferenças com Ark mas não me cativou da mesma forma, e acabou sendo uma experiência até certo ponto divertida, e uma platina garantida, sendo a #75.

    Como platina de número #76, Sniper Elite 4, mais um jogo dado na Plus (é o que mais tem por aqui). Minha única outra experiência foi com o Sniper Elite 3, e apesar de não ver grandes mudanças entre os dois curti bastante essa experiência. Uma coisa que consigo lembrar em relação ao primeiro era que achei pouco incentivo quanto ao uso do próprio Sniper, em relação as oportunidades de se passar furtivamente com o abafamento de som. No Sniper Elite 4 já me lembro de ter muitas oportunidades de uso, além dos próprios mapas serem mais dinâmicos com mais caminhos e oportunidades alternativas. O modo autêntico é realmente desafiador, e isso é bom, você realmente sente que está jogando um modo mais difícil e cada progresso é recompensador. Com alguma ajuda é possível facilitar os troféus de multiplayer e com isso a platina é tranquila.

    Após muito, muito tempo, decidi retornar para mais uma platina garantida porém trabalhosa. Esse me rendeu a Tartaruga por um bom tempo, demorei 942 dias para platinar, mas sempre tem um safado que demora mais que você, o atual tem mais de 1000. Enfim, desse jogo eu tenho o que falar, mas já o fiz durante meus diversos check-ins, então irei me ater a experiência da platina de fato, que é bem similar ao Conan, você pode utilizar os diversos comandos de administrador para facilitar a platina, ainda sim irá levar um bom tempo, o velocista mesmo tem 4h e são 4h bem repetitivas. E essa foi a platina 77. 

    NA NA NA NA NA NA NA NA NA NA NA NA NA NA BATMAN!!! Para fechar esse post, a platina de número 78 veio voando planando por becos escuros. Há muito tempo que queria jogar Batman Arkham Knight, pois já havia zerado os anteriores e queria encerrar a história da franquia. Cheguei a platinar o Arkham Asylum também, mas dropei o City devido a minha inaptidão e falta de paciência para com os infinitos Challenges e troféus de Combos. Isso me incomodou no início deste também, mas não foi tão difícil como eu esperava, ou eu mesmo melhorei minhas habilidades. Com menos desafios e troféus de combos mais simples, o restante foi moleza e é mais um jogo que considero a platina quase natural para aqueles troféus de coletáveis e exploração. Ao contrário de muita gente eu curti bastante a adição do Batmóvel, jogar com ele pelo mapa e suas missões exclusivas foi bem prazeroso. A mecânica em si não mudou muito, e os amantes dos outros jogos com certeza irão curtir, para os platinadores que já conhecem a franquia, uma platina fácil/mediana, para os iniciantes pode chegar a ser difícil.

    Assim encerro esse primeiro post resumindo as platinas que adquiri no meu hiato de postagens, nesse ponto a meta de 75 platinas já havia sido batida, e acabei estipulando uma nova meta: 100 platinas, e para a 100º planejei um jogo bem especial, The Last of Us Part II

    17
  • jhonyfera Jhonatan
    2019-04-21 11:54:24 -0300 Thumb picture
    jhonyfera checked-in to:
    Post by jhonyfera: <p><strong>Check-out</strong></p><p>Eu fiquei muito
    Call of Duty 4: Modern Warfare Remastered

    Platform: Playstation 4
    149 Players
    44 Check-ins

    Check-out

    Eu fiquei muito feliz quanto vi que esta era uma das gratuidades da Plus, pois quem me conhece sabe o quanto eu amo a franquia MW, embora só tenha jogado o MW2 até então. Não só a campanha como o multiplayer me marcaram e até agora nenhum o superou no meu conceito.

    E o jogo cumpriu com todas as minhas expectativas, foi muito bom rever personagens consagrados da franquia, e saber como tudo começou. Jogar com o 'Soap' mais novo, e o Price que não mudou nada nesse intervalo, além de saber a origem de muitas missões do Special-Ops do MW2, como a 'All ghillied up'. A dificuldade Veterano como sempre te levando a repetir várias vezes a mesma missão, embora eu tenha notado que esse estava um pouco mais díficil que o MW2, mas de alguma forma eu realmente gosto de jogar assim. Ter que ir com cautela, sempre buscando cobertura, avançando aos poucos e eliminando os inimigos rapidamente. Inclusive só jogando nessa dificuldade você aprende a valorizar a granada de luz.

    As únicas missões que tive um pouco mais de dificuldade foram 'One Shot, One Kill', na parte da extração, que consegui passar me escondendo atrás do carrossel e matando os poucos inimigos que vinham até lá. E na missão do epílogo, que confesso macetei com o esquema de mudar a dificuldade. Apesar de curtir jogar nessa dificuldade, aquela missão já deixava de ser difícil para ser ridícula, ainda mais com o tempo curto te obrigando a rushar, então sem peso na consciência de ter feito isso xD

    E mais uma badge:

    Tiro (Ouro) - Platinou 9 jogos do gênero Tiro

    E estou jogando o multiplayer dele, caso alguém tenha interesse, @multiplayers.

    A meta mudou, rumo a 75 agora!!!

    @platinadores

    13
  • jhonyfera Jhonatan
    2019-04-21 11:36:55 -0300 Thumb picture
    jhonyfera checked-in to:
    Post by jhonyfera: <p><strong>Check-out</strong></p><p>Nunca pensei qu
    The Surge

    Platform: Playstation 4
    169 Players
    59 Check-ins

    Check-out

    Nunca pensei que fosse terminar, sequer platinar um jogo "Souls-Like", mas parece ter uma primeira vez para tudo não é mesmo?

    Até agora não sei bem porque decidi a platina desse jogo, acho que me interessei pelo jogo em si, e vi que ele era bem mais fácil que seus parentes próximos de gênero. E de fato, acho que não posso dizer que tive grandes dificuldades com ele, obviamente que já comecei a jogar usando um guia pois queria gastar o mínimo de tempo e jogadas possível nele, não curto ter que ficar derrotando os mesmos inimigos nos mesmos lugares toda hora que morro ou volto pra safe area. No NG+ eu fiz um speedrun passando batido pelos cenários até chegar na P&D para pegar o troféu da Jo. Aqui vão algumas considerações:

    -O jogo apresenta uma ambientação bem interessante, com bastante potencial, no entanto, esse potencial é mal aproveitado através de uma narração confusa e escassa. O pouco que conseguimos aprender sobre o que aconteceu está nos áudios que coletamos e nos encontros com Sally e outros NPC's, e ainda sim nenhum deles sabe de nada do que está acontecendo só sendo revelado mesmo ao final do jogo. O que é considerado a história do jogo eu consideraria o background do mundo para aí então ser criada uma história por cima.

    -Não posso comparar com muita propriedade a jogabilidade deste com os outros citados, mas tive a impressão de que aqui a movimentação é um pouco mais rápida, posso estar enganado quanto a isso. Analisando individualmente, achei satisfatório o sistema de combate e desmembramento, este último sendo interessante até. A diferença entre velocidade e impacto dependentes do seu set de armadura e armas dá a sensação de que é possível ter diferentes estilos de jogo conforme o gosto pessoal, o que é algo bom. 

    -Quanto aos inimigos, como já havia citado quase todos os Bosses possuem um exploit que torna a batalha extremamente fácil. Quanto aos inimigos comuns, alguns são bem desafiadores, mas uma vez que se aprende seus padrões de movimentos, fica realmente tranquilo de passar. Podem haver problemas quando se encontram em quantidade.

    -A ambientação é bem imersiva, e considero não ser muita repetitiva entre os cenários, embora isso aconteça um pouco dentro de cada cenário. Os atalhos realmente se confundem muitas vezes fazendo você se perder nos muitos corredores e salas dos locais. Também sobre a trilha sonora, não há nada a destacar, achei razoável em cumprir o papel de imersão mas não surpreendeu.

    Acredito que seja um jogo razoável, e quem curte o gênero e tem a oportunidade deveria dar uma chance. Peguei grátis na PLUS, mas se tivesse que pagar não iria considerar nada acima de R$30.

    E ganhei uma badge com isso:

    Mestre das Lâminas (Ouro) - Platine 30 jogos que o personagem use arma de lâmina

    @platinadores estou de volta

    18
    • Micro picture
      andre_andricopoulos · over 1 year ago · 2 pontos

      É "SOULS like". Bom saber, pois vou passar longe.

      2 replies
    • Micro picture
      kratos1998 · over 1 year ago · 2 pontos

      Cara, só o fato de ele ter uma penca de troféus perdiveis, posso te garantir que tu Platinou um jogo difícil, pq Dark souls deve ser bem mais tranquilo, eu já Platinei e n acho que vou platinar esse, odeio troféus perdiveis kkkkk

      1 reply
    • Micro picture
      bye · over 1 year ago · 2 pontos

      Parabéns! Então você só jogaria o 2 se viesse de graça também?

      1 reply
  • jhonyfera Jhonatan
    2019-04-18 18:20:48 -0300 Thumb picture
    jhonyfera checked-in to:
    Post by jhonyfera: <p>Depois de um hiato gigantesco retorno às postage
    The Surge

    Platform: Playstation 4
    169 Players
    59 Check-ins

    Depois de um hiato gigantesco retorno às postagens do que venho jogando por aí. Os jogos Souls-Like definitivamente não me atraem, mas resolvi dar uma chance pra esse que parecia ser bem mais fácil, e também estava de graça na Plus. E realmente para minha surpresa achei bem tranquilo, em menos de 24 horas corridas no jogo consegui pegar todos os troféus possíveis em um único gameplay. Agora só resta pegar 2 troféus no NG+ mas não precisarei ir até o final para isso. Raiva e frustração fizeram parte da minha experiência mas não chegou nem perto do que achei que seria. Talvez hoje consiga o que falta e poste uma análise resumida sobre o jogo, uma coisa legal é que todo inimigo, sem exceção, pode ser derrotado com facilidade de souber o padrão dele, e quase todo o Boss tem um exploit que facilita muito a luta.

    @platinadores

    12
  • jhonyfera Jhonatan
    2018-11-13 15:11:18 -0200 Thumb picture
    jhonyfera checked-in to:
    Post by jhonyfera: <p>Evento da Bandeira de Ferro tá ativo, partiu peg
    Destiny 2

    Platform: Playstation 4
    328 Players
    148 Check-ins

    Evento da Bandeira de Ferro tá ativo, partiu pegar umas peças pra upar o nível 

    @platinadores

    8
  • jhonyfera Jhonatan
    2018-11-10 13:17:49 -0200 Thumb picture
    jhonyfera checked-in to:
    Post by jhonyfera: <p>E mais uma sessão de Itens exóticos:</p><p>#img#
    Destiny 2

    Platform: Playstation 4
    328 Players
    148 Check-ins

    E mais uma sessão de Itens exóticos:

    Ganhei em um dos Engramas Brilhantes, do Eververso, que ganhei ao completar a barra de XP.

    Essa foi uma recompensa da Matriz Prismática. Era o único que tinha que me interessava, foi realmente muita sorte ter vindo, Achei que um tonalizador ao estilo Homem de Ferro cairia bem nele.

    Esse foi uma recompensa do Xur, nos engramas semanais que ele vende. Realmente me surpreendi com a qualidade da arma. Além de muito bonita com uma mira cintilante, é muito eficiente principalmente no Crisol. Só não curti muito essas faixas brancas.

    Esse é o meu Xodó. Já havia ficado encantando por ele quando vi a lista de pardais exóticos, e ao vê-lo no estoque da Tess do Evento de Finados, corri atrás e vendi quase todas as minhas naves e pardais lendários pra conseguir as Poeiras Brilhantes necessárias. E valeu a pena.

    Ainda não usei muito essa arma, pois estou usando o Canhão Trator para aprimorá-lo ao nível de Obra Prima, mas a estética é deveras elegante. Está no estoque do Xur esse final de semana.

    Confesso que não curti muito esse colete, veio no engrama semanal do Xur também, mas ao menos adiciono a coleção de exóticos. Queria mesmo era uma capa maneira.

    Por fim, pouco antes de sair, levei um Engrama Brilhante para a Tess e recebi essa nave exótica. Já estava querendo uma nave exótica pois não tinha nenhuma, e até tive a oportunidade de comprar essa no estoque de Finados, mas priorizei os pardais. Ainda bem que o fiz.

    Estou aos poucos progredindo até o nível 300, pois preciso concluir a Raid do Leviathan, já que busco a platina mas não pretendo comprar as DLC's no PS4.

    @platinadores

    10
Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...