igor_park

Dos overrated aos underrated, também jogando os jogos alternativos que ninguém joga na alva!

You aren't following igor_park.

Follow him to keep track of his gaming activities.

Follow

  • 2020-06-21 13:26:33 -0300 Thumb picture
    20
  • 2020-06-20 12:16:39 -0300 Thumb picture
    Post by igor_park: Knack 2 é uma ótima sequência. Um bom jogo, não é

    Knack 2 é uma ótima sequência.
    Um bom jogo, não é espetacular, porém as melhorias na jogabilidade criaram um jogo divertido e interessante.
    Jogar em cooperativo foi uma experiência muito legal.

    Aprender com os erros!

    Review by: @igor_park

    O primeiro Knack é um jogo mediano, com fases longas demais, gameplay repetitivo, poucas opções no combate, fraco na exploração...

    Keep Reading →
    13
  • 2020-06-20 11:10:53 -0300 Thumb picture
    Post by igor_park: Jogo que terminei a uns meses atrás. Em tipo uma p

    Jogo que terminei a uns meses atrás.
    Em tipo uma playtrough eu zerei ele, não vai deixar nenhuma saudade.
    Acho que a OST é a única coisa que eu consegui enxergar como positivo.
    Esses jogos do Sonic são sempre polêmicos uma parte ama outra odeia, difícil ter uma visão geral, mas pelo que vi desse jogo muito acham ele mediocre, eu achei um pouco pior que mediocre, ruim mas não horrível.

    Vamos fazer o maior fanservice do mundo?

    Review by: @igor_park

    Uma batalha global de Furries:Sonic é derrotado e sequestrado.Knuckles é responsável por montar uma resistência glo...

    Keep Reading →
    11
    • Micro picture
      mateusfv · 13 days ago · 2 pontos

      Jogo bom do Sonic é uma lenda, pra sair um é a cada 100 mil anos quando todos os planetas se alinham e a lua esta raspando na terra kk

      2 replies
  • 2020-06-20 09:57:03 -0300 Thumb picture
    Post by igor_park: Uma dupla de Rappers aleatórios como fazer sucesso?

    Uma dupla de Rappers aleatórios como fazer sucesso?
    Já sei lançar um jogo free para PSN, ligado a nossa mixtape!
    E assim surgiu um dos jogos mais malucos que eu vi em 2020, realmente esse jogo é uma coisa maluca e engraçada.
    É um verdadeiro ato de marketing do que um Jogo!

    Uma grande propaganda!

    Review by: @igor_park

    Whiteboyz Wit Attitude: The Pursuit of Money.Garotos Brancos com Atitude Perseguindo o Dinheiro, é maior peça de Marketing em f...

    Keep Reading →
    12
  • 2020-06-20 09:27:20 -0300 Thumb picture

    Ratchet and Clank Explained Parte 3/3.

    Medium 3807741 featured image

    Ratchet and Clank é uma série criada pela Insomniac Games, uma série enorme com vários jogos, as instalações principais são jogos de plataforma 3D com Shooter, mais temos jogos Tower Defense, Cooperativo e de arena.

    Muitos se perguntam por onde começar a série, esse texto é uma explicação dos jogos e como funciona a linha do tempo do jogos da série.

    Podemos dividir em três sagas: clássica, future e spin-offs.

    A primeira postagem foi sobre a série Clássica ( CLIQUE AQUI)

    A segunda postagem foi sobre a série Future ( CLIQUE AQUI)

    Essa terceira postagem vai tratar dos Spinoffs e o Remake de PS4.

    All for One:

    All for One é um jogo cooperativo para 4 Players, com uma história simples e mecânicas simplificadas.

    A exploração, puzzles e shooter da série são simplificados para serem jogados de forma cooperativa.

    Com a possibilidade de jogar em sofá, lan e online.

    Os 4 Personagens são a dupla de protagonistas Ratchet e Clank, o polêmico héroi/anti herói/vilão Qwark e o  robô maligno Dr. Nefarious.

    É um jogo simples, mais infantil do que a série é comumente, não é um jogo para apresentar a série pois difere bastante do padrão que os jogos da série tem, é um jogo que não representa a essência da saga.

    Apesar de ser um Spin-off ele se passa após o Crack in Time e temos reflexões sobre uma possível aposentadoria da dupla e vilões questionando suas motivações.

    Disponível no PS3.

    Full Frontal Assault:

    O Tower Defense simples, porém competitivo e interessante.

    Isso é basicamente o Full Frontal Assault.

    Outro jogo que não tem a essência da franquia de exploração, mas diferente do All For One, volta um pouco com a camêra clássica e visão de TPS.

    É um jogo divertido e tem até um bom enredo.

    O destaque para ele é o vilão.

    O Fanboy do Qwark, Stuart Zurgo, que é um secundário que é fanboy do Qwark, agora ele volta como vilão por conta das ignoradas que ele sofreu lá no 2º jogo da franquia que foi algo bem engraçado.

    Zurgo o Fanboy.

    Disponível no PS3 e Vita.

    Ratchet and Clank Remake PS4:

    O Remake de PS4, um bom jogo, gameplay wise ele apropria muitas coisas boas do jogos antigos da série.

    Tem a essência da série aqui, um bom gameplay, planetas lindos para explorar, porém o maior problema aqui é a questão de mudanças de roteiros.

    Ratchet no primeiro jogo não era um amigão, um cara legal, ele evolui no jogo e passa a ser amigo de Clank e os dois fazem uma boa dupla.

    Isso meio que foi retirado aqui, as irônias, o crescimento, a personalidade.

    É um bom jogo, porém há algumas problemáticas, porém ele trouxe um gameplay bem fluído e com várias possibilidades nos mapas.

    O que peca mesmo aqui é a história e roteiro, esse jogo é bem polêmico entre os fãs, muitos temem que ele seja o norte da série, porém com o lançamento do novo jogo que saíra para o PS5, parece que não vão seguir a história desse.

    Esse aqui é um jogo do filme, se passa na perspectiva de Qwark, ou seja os eventos do 1º são contadas de forma meio mentirosa pelo famoso Capitão, muitas Cgs são re-utilizadas do filme.

    É um bom jogo, porém tem esses adendos.

    Disponível no PS4.

    Secret Agent Clank:

    Spinoff baseado no terceiro jogo da franquia, onde controlamos Clank em sua série de TV.

    Ele está disponível no PSP e PS2

    Size Matters:

    Elogiado bastante na versão de PSP e criticado na versão de PS2.

    Ele é elogiado no PSP pela qualidade gráfica e portabilidade dos controles e criticado no PS2 pela fraca escalonamento gráfico e performance, é aquele caso de port mal feito.

    Size Matters é um spinoff que se passa entre o 1º e 2º jogo da franquia.

    Disponível no PS2 E PSP.


    E aqui acaba a série divida em 3 posts, para quem leu os 3 ou qualquer um dos 3 por completo obrigado pelas vidas, shares e comentários.

    Espero que tenha elucidado algumas dúvidas.

    Ratchet & Clank

    Platform: Playstation 4
    680 Players
    184 Check-ins

    34
  • 2020-06-17 21:52:47 -0300 Thumb picture

    Ratchet and Clank Explained Parte 2/3.

    Medium 3807052 featured image

    Ratchet and Clank é uma série criada pela Insomniac Games, uma série enorme com vários jogos, as instalações principais são jogos de plataforma 3D com Shooter, mais temos jogos Tower Defense, Cooperativo e de arena.

    Muitos se perguntam por onde começar a série, esse texto é uma explicação dos jogos e como funciona a linha do tempo do jogos da série.

    Podemos dividir em três sagas: clássica, future e spin-offs.

    A primeira postagem foi sobre a série Clássica ( Clique aqui para ler)

    Agora vamos abordar a saga future.

    Que é formada pela trilogia Future Tools of Destruction, Quest for Booty, Crack in Time e o epilógo into the nexus. Todos esses são jogos de PS3

    Tools Of Destruction:

    Esse é o primeiro jogo da série Future, aqui temos as explicações sobre o que ocorreu com os Lombaxes, a verdadeira origem de Ratchet e quem foi o culpado pela queda de sua raça.

    Os jogos da série Future se passam na galáxia de Polaris.

    Disponível no PS3

    Quest for Booty:

    Esse jogo é quase uma DLC do Tools.

    Aqui temos uma campanha bem curta de 1:30 que serve com ponte entre o tools e o Crack.

    Aqui começa a missão de Ratchet atrás de Clank.

    Disponível no PS3

    Crack In Time:

    Considerado por muito o melhor jogo da franquia Crack In Time é um jogo espetacular.

    Mantendo o ótimo gameplay da série aliado com o seu melhor enredo, Crack in Time traz mais sobre a história dos Lombaxes ( a raça de Ratchet) a verdadeira origem de Clank. A volta do vilão do 3º jogo Nefarious. Ótimas arenas de batalha, a possibilidade explorar luas, um combate de naves muito melhor que os anteriores, você viaja de planeta em planeta controlando sua nave, nos aspecto de gameplay aqui é uma grande evolução.

    Mas é a história desse que brilha, Ratchet e Clank ficam separado por praticamente todo o jogo.

     Clank tinha sido sequestrado por Nefarious e Ratchet passa acompanhar Alister Azimuth um Lombax sobrevivente na esperança de aprender mais sobre sua raça e resgatar Clank.

    Nefarious que usar Great Clock, um relógio que rege o tempo do Universo, e Clank é a chave disso.

    Azimuthum General dos Lombaxes que se culpa pela queda da sua raça quer usar o relógio para salvar os Lombaxes, mas o risco para o universo é grande, a partir dessa dualidade o jogo anda, apresentando vários vilões, novidades de gameplay e uma história com plots twists bem legais.

    Temos essa noção que Ratchet e Clank vão se separar nesse jogo afinal Clank é o responsável por cuidar do Great Clock.

    O gameplay aqui é um dos melhores da série.

    A parte do Clank é de Puzzle Plataforma dos melhor da série:

    A parte do Ratchet continua aquele clássico gameplay de shooter com plataforma 3D, o que evolui foi a exploração espacial, agora podemos explorar luas e satélites inteiros, viajar de planeta para planeta sem cenas de CG, o jogo é espetacular:

    Disponível no PS3

    Into The Nexus:

    Esse é o epílogo da série Future.

    Aqui temos Ratchet que já salvou a galáxia de Solana duas vezes, a Bogon uma e Polaris também.

    Ratchet e Clank estão trabalhando numa missão de escoltar uma par de irmãos poderosos, acabam por escapar da prisão.

    Sua missão nesse aqui é recapturar eles.

    O jogo volta as raízes após os spin-off que o precederam no PS3 (vai ter um post pro Spin-offs).

    O jogo trata muito de Ratchet aceitar as escolhas que ele fez no Crack In Time, ou seja tem que jogar o Crack para poder apreciar melhor esse.

    Esse jogo trabalha muito com gravidade zero e exploração, trazendo novidades como Jetpack ao gameplay.

    Aqui temos referências a todos os jogos da série no insomniac museum, que é uma área que pode ser acessada em quase todos os jogos após zerar, lá temos monstros cortados, segredos de produção e várias curiosidades.

    Disponível no PS3

    O próximo post vai tratar dos spin-offs e por que vocês devem jogar eles por último.

    Ratchet & Clank Future: A Crack in Time

    Platform: Playstation 3
    397 Players
    37 Check-ins

    43
    • Micro picture
      hyuga · 16 days ago · 2 pontos

      Uma série que joguei pouco (all 4 one e deadlock) mas eu curti bastante uma pena que os jogadores não liguem tanto e por consequência a Sony também não liga

      4 replies
    • Micro picture
      andre_andricopoulos · 16 days ago · 2 pontos

      Super Divertidos ❤️

      1 reply
    • Micro picture
      artigos · 15 days ago · 2 pontos

      Parabéns! Seu artigo virou destaque!

      1 reply
  • 2020-06-16 23:25:33 -0300 Thumb picture

    Ratchet and Clank Explained Parte 1/3.

    Medium 3806731 featured image

    Ratchet and Clank é uma série criada pela Insomniac Games, uma série enorme com vários jogos, as instalações principais são jogos de plataforma 3D com Shooter, mais temos jogos Tower Defense, Cooperativo e de arena.

    Muitos se perguntam por onde começar a série, esse texto é uma explicação dos jogos e como funciona a linha do tempo do jogos da série.

    Podemos dividir em três sagas: clássica, future e spin-offs.

    Vamos começar com a série clássica:

    A linha clássica são os jogos originais do PS2, formada por 4 jogos, Ratchet and Clank 1, RC 2 Going Commando, RC3 Up Your Arsenal e Deadlocked.Todos esses jogos estão disponíveis no PS3 na coleção Ratchet and Clank Collection o Deadlocked é vendido separado, mas se você comprar o Full Frontal Assault você ganha ele também ou seja é melhor comprar o FFA para ganhar o Deadlocked.

    São jogos que trabalham os temas consumismo, capitalismo e cultura pop.

    Quem é Ratchet e quem é Clank?

    Ratchet é um Lombax criado no Planeta Veldin, ele é mecânico e sonha em explorar o espaço, Clank é um robô que foi criado no Planeta Quartu numa das fábricas do vilão do primeiro jogo.

    Ambos se conhecem quando Clank foge da fábrica em uma nave e acaba por cair em Veldin, Ratchet vai a socorro do mesmo e aí começa a relação entre ambos.

    Personagens Importantes da série:

    Qwark:

    Qwark é herói, vilão, anti-herói e alívio cômico.

    Qwark é marketeado como um herói nobre, altruista e de humilde.

    Mas na verdade é arrogante, interesseiro e com uma moral duvidosa, nos primeiro jogos ele faz um papel de vilão, porém com o passar do tempo ele recupera um pouco das origens heróicas e passa a ser mais um personagem de suporte aos protagonistas, uma coisas é bom saber ele sempre vai surpreender.

    The Plumber:

    O encanador é um personagem recorrente na série ele dá dicas de coisas que vão acontecer no futuro, com falas que às vezes parecem não ter sentido no ínicio, mas que tem uma grande explicação no final, o encanador pode dizer sobre a data de lançamento do próximo Ratchet ou até como evitar morte de personagens importantes.

    R.Y.N.O

    A Rip Ya New One, é a arma mais poderosa de toda a série, em quase todos os jogos da série tem uma versão da RYNO, é necessário pagar muitos bolts( moeda do jogo) ou recolher planos específicos para liberar essa arma.

    Linha Clássica:

    Ratchet and Clank:

    O pontapé da franquia, lançado em 2002, Ratchet & Clank é uma mistura de plataforma 3D e Shooter.

    Passado na galáxia de Solana, Ratchet e Clank tem a missão de encontrar o Capitão Qwark para comunicar sobre os planos do Chairman Drek.

    Drek é um dono de corporação obcecado por dinheiro que acabou por destruir seu planeta natal e todos os seus recursos, Drek agora comanda uma horda de robôs e mercenários onde ele invade os planetas e destroem seus recursos e roubam pedaços dos planetas para criar o seu planeta artificial.

    Consumismo é um tema que envolve bastante o primeiro jogo, com piadas e referências ao mesmo.

    A missão dos mesmo começa quando Clank pede ajuda a Ratchet para encontrar Qwark, Qwark é um herói da galáxia, os mesmo vão atrás de Qwark para avisar o mesmo sobre os planos de Drek, porém Qwark estava trabalhando para Drek e arma uma armadilha para ambos.

    Ratchet e Clank nesse primeiro jogo não são amigos, aqui temos um Ratchet que não é amigável que não é interessado em ser herói ele só queria viajar e sair do seu planeta.

    Essa relação entre os dois vai evoluindo com o tempo, quando Ratchet passa a entender a gravidade da situação e Drek ameaça Veldin seu planeta natal.

    O primeiro jogo tem uma gameplay bem arcaica na parte Shooter e bem completa na parte plataforma.

    A liberdade de exploração nos planeta é uma grande qualidade dos jogos da série, sempre há mais de um caminho para se explorar na maioria dos planetas, seja duas ou 3 rotas que levam a equipamentos ou gadgets novos.

    Ratchet tem botas que fazem ele andar em pontos magnéticos, Botas que fazem ele andar em locais sem gravidade, máscaras que faz o mesmo nadar embaixo da água, Ratchet pode transformar Clank em Helicoptéro  para planar, as possibilidades de exploração são enormes.

    A trilha sonora é fantástica a série clássica se destaca pela trilha mais eletrônica:

    O arsenal de armas é um dos destaques da franquias, temos lança-chamas, mini-nukes, chicotes elétricos, além da famosa chave do mesmo.

    O maior problema do primeiro é parte shooter, como no primeiro não tem a mecânica de Strafe que é quando o Ratchet anda para o lado o pro outro focando a mira, os tiroteios são muito mais complicado se comparado as sequências.

    Disponível no PS2, PS3 e Vita.

    Going Commando:

    Going Commando é a sequência para o primeiro jogo da série, aqui há várias inovações no core da série.

    A melhoria nas opções de combate, mais armas, o famoso strafe mode que a possibilidade de Ratchet andar de um lado para o outro sem sair de uma linha enquanto mira, que é de grande ajuda, arenas de combates, sistema de vida que sobe por experiência diferente do primeiro que há pouco vida do ínicio ao fim praticamente, as armas agoram evoluem quanto mais usadas, o esqueleto da série foi formado aqui, vários elementos de RPG foram adicionados nesse jogo.

    Esse gameplay acima é do Designer e progamador da equipe do jogo.

    Ratchet and Clank 2 se passa na galáxia de Bogon, eles são contratados pelo CEO da Megacorp uma corporação de armas da galáxia Bogon para proteger seu novo produto o Protopet, mas na verdade Qwark ressetindo pela derrota e a queda de sua posição como héroi, ele muda de galáxia e arma para ser herói novamente e adorado em uma nova galáxia, porém os plano dele dá errado, e Qwark acaba por causar uma infestação de Protopets por toda a galáxia de Bogon, sobrando para Ratchet salvar o universo mais uma vez.

    Esse é o jogo recomendado para iniciantes que não tiverem paciência de jogar o primeiro.

    Level Design Superior, melhor combate, mecânicas de RPG, aqui temos arenas de desafios, corridas espaciais, missões com a nave, é o recomendado para quem quer conhecer a franquia, e seu espiríto.

    Uma das mecânicas mais legais são as exploração de satélites, que se expandiu no segundo tem um jogo famoso aí que copiou essa mecânica e muitos acham inovador, mas não ou citar ele aqui kkkk.

    Essa mecânica tem uma evoluida monstra no terceiro.

    Disponível no PS2, PS3 e Vita.

    Up Your Arsenal:

    Esse é o melhor da série clássica, aqui temos a base que foi criada no 2, melhorada.

    As mecânicas mais assentadas, com batalhas de nave, conflitos em planetas, e uma história melhor.

    Ratchet e Clank voltam para a galáxia de Solana, aqui ambos tem que impedir o Dr.Nefarious.

    O tema de consumismo e corporações virou mais para um crítica a cultura pop nesse, porém o jogo tem um vilão carismático e boas piadas e enredo.

    Nesse jogo temos uma maior expansão das arenas de combates ( que viriam a ser o core do Deadlocked).

    Qwark tem uma grande importância na história, ele era o primeiro herói que derrotou Nefarious.

    As mecânicas de exploração  espacial do segundo jogo evoluíram  bastante aqui.

    Arsenal do jogo :

    Disponível no PS2, PS3 e Vita.

    Deadlocked:

    É  um spinoff mas focado no combate, não  há  exploração, aqui Ratchet pula de arena em arena, fazendo missões  e desafios.

    O foco em consumismo volta a ser abordado.

    Nesse jogo Ratchet é  sequestrado e forçado  a participar  de um reality show, chamado dreadzone onde rola uma luta de gladiadores  ilegal, heróis  são  sequestrados e levados para um setor escondido na galáxia. 

    Clank tem um papel mais de suporte  nesse jogo.

    Na parte Shooter esse é  o melhor da série  clássica  por que este é  o foco desse, o combate e a história  tem um tom mais dark, bem mais sério  sem tanto do humor que tem no 1,2 e 3.

    Esse difere  dos outros 3, pela divergência  na parte  da jogabilidade.

    Não  é  recomendado  começar  por esse.

    Disponível no PS2 e PS3.

    Ratchet & Clank: Up Your Arsenal HD

    Platform: Playstation 3
    68 Players
    41 Check-ins

    51
    • Micro picture
      santosmurilo · 17 days ago · 2 pontos

      Estou jogando o remake do PS4. Acho eles mt carismáticos. Gosto bastante, juntamente com jak & Daxter! :)

      1 reply
    • Micro picture
      andre_andricopoulos · 17 days ago · 2 pontos

      Amo a série...em especial no PS4...

      1 reply
    • Micro picture
      zefie · 16 days ago · 2 pontos

      Curiosidade: esses primeiros jogos tem o nome com piadas sujas. "Going Commando" é o ato de sair de casa sem cueca/calcinha, e "Up Your Arse" significa algo como "no seu cu" auhauhauhuha

      4 replies
  • 2020-06-15 22:08:39 -0300 Thumb picture
    igor_park checked-in to:
    Post by igor_park: <p>Já estou bem mais avançados que as Screenshots,
    Dragon Quest XI: Echoes of an Elusive Age

    Platform: Playstation 4
    50 Players
    34 Check-ins

    Já estou bem mais avançados que as Screenshots, mas como já tem um tempão que não faço check-in nesse jogo, vou postar alguns dos locais já passados, sem spoilers eu acho afinal são só as cidades.

    Uma coisa legal é que cada cidade desse jogo tem uma referência culturaral, Itália, Espanha, Havaí.

    Os cenários são bem bonitos.

    Trupe reunida!

    Essa cidade tem uma vibe de sudoeste asiático.

    O recanto dos Vikings.

    Acho que essa é a melhor screenshot ficou massa!

    25
    • Micro picture
      bartd3 · 18 days ago · 2 pontos

      Sempre muito bom um RPG de turnos

      2 replies
    • Micro picture
      vianna · 18 days ago · 2 pontos

      Vai buscar a platina? Eu curti bastante, não é tãããão cansativa

      1 reply
    • Micro picture
      bahamut · 17 days ago · 2 pontos

      Esse foi um dos jogos que eu mais gostei de ficar tirando screenshots. O visual é muito bonito e agradável. Você não cansa de ficar contemplando.

      1 reply
  • 2020-06-14 19:53:45 -0300 Thumb picture
  • 2020-06-13 16:45:57 -0300 Thumb picture
    Post by igor_park: <p>Um jogo muito bonito, com uma história minimalis

    Um jogo muito bonito, com uma história minimalista. Seu estilo de arte é o que mais atenção e seu maior feature. O ritmo do gameplay tem problemas, mas é um grande jogo recomendo demais.

    Aquarela de emoções.

    Review by: @igor_park

    Falar que Gris é um jogo bonito é chover no molhado, o jogo desenvolvido pelo estúdio espanhol Nomada e publicado p...

    Keep Reading →
    12
Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...