2019-11-18 20:27:30 -0200 2019-11-18 20:27:30 -0200
ramno Sérgio Henrique

O que eu achei de Mirror's Edge.

 Jogo: Mirror’s Edge (2008)

Plataforma: PC

Concluído em: 12/09/2019

Mirror’s Edge é o primeiro jogo que vou analisar de muitos outros que estão por vir. Primeiro farei uma análise superficial, demonstrando a primeira impressão que tive do jogo e depois o que eu achei, enquanto eu jogava, sem dar spoilers da história, e por fim a conclusão da minha experiência.

Logo de cara já notei os gráficos do jogo, que para a época eram maravilhosos, e para um jogo de 2008 continuam lindos e as cutscenes, feitas em um desenho minimalista, são incríveis. Não há o que reclamar da parte gráfica, que hoje é possível rodar em qualquer Pc.

A mecânica central é realizar movimentos de Parkour por diversos telhados e cenários da cidade, há também combate armado e desarmado, mas vou falar disso depois. Os cenários são muito bem construídos para fazermos diversos saltos e vários deles têm mais de uma maneira de chegar ao objetivo e em conjunto com isso, as cores do jogos, que são excelentes, passam muito bem a atmosfera da história de fundo, e utiliza do vermelho pra indicar o local em que o jogador deva ir, sem inserir um mapa na tela. A trilha sonora é discreta, nada marcante, mas combina muito bem com os cenários.

Mas como todo jogo, Mirror’s Edge, também, tem seus defeitos e um dos que mais me incomodou foi o combate, que é horrível. O combate desarmado é travado e o armado é impreciso, somado com o fator que qualquer 2 ou 3 tiros a personagem morre, tornando as fases focadas nessa mecânica extremamente difíceis. Eu entendo que o foco do jogo não é o combate, e várias vezes preferi fugir do que lutar, por ser mais fácil, mas é uma grande sacanagem existirem diversos momentos que é obrigatório o combate.

Já na questão de história, a trama principal é simples e não desenvolve muito mais do que foi apresentado no início, mas a história de fundo foi o que me prendeu. O background é, basicamente, a história da cidade em que o jogo se passa e é contada de forma não linear, em que com diálogos soltos se vai formando uma trama, que se mistura com a principal, e isso me deixou fascinado. Infelizmente a história de fundo não é contada por completo e aparenta que teria uma continuação, que eu queria muito, mas outro jogo da série já foi lançado e pelo que li na internet, a série foi rebootada. Não posso confirmar nada sobre o reboot, já que jogarei e analisarei esse outro jogo em outra hora.

Mirror’s Edge é um jogo excelente, apesar dos problemas, e, com certeza, recomendo, só fico triste de saber que, talvez, a trama desse jogo nunca receba uma conclusão…

- Ramno.

Mirror's Edge

Platform: PC
4155 Players
93 Check-ins

24
  • Micro picture
    hyuga · 3 months ago · 2 pontos

    eu joguei uma no normal fugindo e outra no hard matando os inimigos, não lembro do combate com arma ser impreciso, mas faz tanto tempo que joguei

    1 reply
  • Micro picture
    lukenakama · 3 months ago · 1 ponto

    Bela crítica, eu não joguei Mirror Edge até hoje, mas gostaria, já que adoro parkour.

  • Micro picture
    andre_andricopoulos · 3 months ago · 1 ponto

    Sempre quis jogar...mas nunca consegui.

Keep reading → Collapse ←
Loading...