historia_dos_games

Revivendo a história dos games em ordem cronológica

You aren't following historia_dos_games.

Follow him to keep track of his gaming activities.

Follow

  • 2019-08-02 10:25:43 -0300 Thumb picture

    Combo#170 [PC Engine] (1990): City Hunter & Die Hard

    Baseado no mangá, anime e filme japonês, a Sun Electronics lança um jogo de ação com rolagem lateral. Controlamos o detetive Ryo Saeba que parte para 3 missões distintas para resolver os mistérios das áreas recheadas de bandidos. Podemos atirar, pular e trocar itens pelos NPCs espalhados pela fase. Além de ação, o jogo tem um foco em exploração de muitas idas e vindas para concluir a missão derrotando um chefe no final. É notório a presença de sangue e conotações sexuais no jogo. - Um jogo muito bonito e com ação constante. Temos que ficar explorando salas em busca de NPCs que vão te dar uma dica ou um item. Os gráficos são bem detalhados e a trilha sonora é ok.

    Nota pessoal: ★★★☆☆

    ----------------------------------------------------------------------

    ----------------------------------------------------------------------

     E para concluir o ano de 1990, Temos um dos primeiros jogos baseado no filme de sucesso, Duro de Matar. Controlamos John McClain que tem a missão de invadir o prédio Nakatomi Plaza para resgatar os reféns de um assalto que está ocorrendo. John pode pular e atirar. Há variadas armas espalhadas pelo jogo e alguns inimigos deixam munição. O jogo é separado por fases e começa com John na selva, ainda longe do prédio. - Baseado num dos filmes de ação mais conceituados da época traz um jogo bem fraco. Os gráficos são pouco caprichados, a música é sem graça e level design é terrível. Ao menos há uma grande variedade de armas que podemos usar e as cenas que tentam parecer realista são até charmosas.

    Nota pessoal: ★★☆☆☆

    @andre_andricopoulos, @cleitongonzaga, @jack234, @old_gamer, @ziul92, @mardones, @porlock, @darlanfagundes, @jokenpo, @darth_gama, @armkng, @lgd, @noyluiz, @marlonildo, @joanan_van_dort, @volstag, @manoelnsn, @shuichi, @gus_sander, @willguigo, @thecriticgames, @kb, @sergiotecnico, @srdeath, @melkorbelegurth, @avmnetto, @spider, @denis_lisboadosreis, @rogerlopezx [Quem quiser ser marcados nas próximas postagens, é só botar nos comentários]

    City Hunter

    Platform: TurboGrafx-16
    4 Players

    42
    • Micro picture
      leopoldino · 17 days ago · 3 pontos

      Uma curiosidade, o filme do City Hunter foi interpretado por Jackie Chan, é muito engraçado e caricato tendo várias referências ao mangá (como marretas gigantes).

      2 replies
    • Micro picture
      andre_andricopoulos · 17 days ago · 2 pontos

      Olhando a imagem 1, faz lembrar ROLLONG THUNDER.
      ...
      Títulos que nunca vi na vida mas... também...nunca tive contato com TURBOGRAFX-16
      Nenhum amiguinho meu o teve...😅
      ...

      3 replies
    • Micro picture
      lukenakama · 17 days ago · 2 pontos

      Não concidentemente tava vendo o AVGN do Die Hard esses dias, que jogo esquisito kkkkkkkkk

      1 reply
  • 2019-07-31 08:54:19 -0300 Thumb picture

    #170 - Bomberman [PC Engine] 1990

     5 anos após o Bomberman do NES, a Hudson Soft resolve fazer um novo jogo da série. O jogo segue o estilo tradicional, onde o jogador deve usar suas bombas para explodir o cenário para abrir caminho labirinto e pegar upgrades ou destruir os inimigos. No modo aventura, White deve invadir o castelo de Black para resgatar a filha do inventor. O jogo é dividido em 8 mundos com 8 fases cada um, sendo a oitava um combate contra um chefe. No modo combate, até 5 jogadores podem disputar um duelo no labirinto padrão, optando por colocar ou não o item da caveira. Foi o primeiro jogo a permitir multiplayer pensado para o cabo TurboLink do Turbo Express. A fórmula do jogo se provou um grande sucesso.

     - Depois de anos, um novo jogo da série é apresentado, trazendo uma fórmula redondinha. No modo single player, há diversos tipo de inimigos com as habilidades mais variadas, bem como power-ups bem úteis que podem ser coletados durante a aventura. Algumas fases possuem scrolling, mas ainda sim, dá tempo para destruir todos blocos antes do tempo expirar. O modo multiplayer para até 5 jogadores é um grande diferencial do jogo. Como o labirinto é pequeno e só tem power-up de bomba e fogo, é preciso uma boa estratégia para encurralar o oponente. Os gráficos são simpáticos e bem colorido e a trilha sonora é divertida, casando muito bem com a proposta descontraída do jogo.

    Nota pessoal: ★★★★☆

    @andre_andricopoulos, @cleitongonzaga, @jack234, @old_gamer, @ziul92, @mardones, @porlock, @darlanfagundes, @jokenpo, @darth_gama, @armkng, @lgd, @noyluiz, @marlonildo, @joanan_van_dort, @volstag, @manoelnsn, @shuichi, @gus_sander, @willguigo, @thecriticgames, @kb, @sergiotecnico, @srdeath, @melkorbelegurth, @avmnetto, @spider, @denis_lisboadosreis, @rogerlopezx [Quem quiser ser marcados nas próximas postagens, é só botar nos comentários]

    Bomberman

    Platform: TurboGrafx-16
    23 Players

    34
  • 2019-07-30 08:54:14 -0300 Thumb picture

    Combo#169 [NES] (1990): Chip 'n Dale Rescue Rangers & Akumajō Special:

    ...Boku Dracula-kun

     Depois do sucesso de DuckTales, a Capcom desenvolve outro jogo com a Disney para o NES. Tico e Teco recebem a missão de recuperar um gato perdido, mas na verdade, era apenas uma distração e Fat Cat sequestra a engenheira Gadget para trabalhar para ele. Tico e Teco agora tem que passar pelas fases a fim de salvar Gadget. O jogo permite modo cooperativo e a principal habilidade dos esquilos e pegar objetos e arremessá-los contra seus inimigos. - Mais um excelente jogo de plataforma da Capcom. O modo cooperativo deixa tudo mais divertido, pois é possível interagir com o outro jogador, subindo em cima ou arremessá-lo. Os gráficos são bem coloridos e a trilha sonora combina bem cada fase.

    Nota pessoal: ★★★★☆

    ----------------------------------------------------------------------

    ----------------------------------------------------------------------

     A Konami lança um jogo que faz paródia com sua clássica série Castlevania. Kid Dracula acorda de seu longo sono quando descobre que o demônio Galamoth o desafiou. O pequeno Dracula vai se aventurar pelo castelo usando sua bola de fogo para destruir as criaturas do terror caricatas. Ao final de cada etapa, após passar por um mini-game, Kid Dracula recebe um novo upgrade para sua magia de fogo, que pode ser carregada para se tornar mais efetiva. - Um jogo de plataforma com belos gráficos e trilha sonora divertida. A mecânica do jogo é simples e não apresenta muita dificuldade, por ter essa pegada mais infantil. Em uma única fase, há diferentes segmentos que dão um dinamismo legal.

    Nota pessoal: ★★★★☆

    @andre_andricopoulos, @cleitongonzaga, @jack234, @old_gamer, @ziul92, @mardones, @porlock, @darlanfagundes, @jokenpo, @darth_gama, @armkng, @lgd, @noyluiz, @marlonildo, @joanan_van_dort, @volstag, @manoelnsn, @shuichi, @gus_sander, @willguigo, @thecriticgames, @kb, @sergiotecnico, @srdeath, @melkorbelegurth, @avmnetto, @spider, @denis_lisboadosreis, @rogerlopezx [Quem quiser ser marcados nas próximas postagens, é só botar nos comentários]

    Akumajou Special: Boku Dracula-kun

    Platform: NES
    122 Players
    4 Check-ins

    54
    • Micro picture
      old_gamer · 20 days ago · 4 pontos

      Só jogos excelentes de nes!
      Tenho os 2 completos na coleção. Inclusive o “castlevania jr” tenho o jogo completo de famicom e a versão nacional para phantom system, que é um cartucho preto bem difícil de se achar hoje.

      5 replies
    • Micro picture
      thecriticgames · 19 days ago · 3 pontos

      Kid Dracula é bem maneirinho, lembre dele principalmente por causa das referencias, tipo o Homem-Aranha. O do Tico e Teco foi zerado esses dias por mim e por um amigo, e é um co-op bom pra todo mundo, ainda tenho que zerar o 2.

      2 replies
    • Micro picture
      gus_sander · 20 days ago · 2 pontos

      Já baixando esse Tico e Teco pra testar com minha irmã, estava mesmo procurando um coop retro e legal pra jogar com ela =D

      1 reply
  • 2019-07-29 08:58:55 -0300 Thumb picture

    #169 - Little Nemo: The Dream Master [NES] 1990

     Baseado no filme japonês de animação, O Pequeno Nemo, a Capcom cria um belíssimo jogo de plataforma. Controlamos o garoto Nemo que se aventura em seus sonhos lúdicos e recebe a missão de ir ao encontro da princesa. Nemo pode oferecer doces a inimigos específicos pelo cenário e pegar uma carona com o animal. Cada espécie tem suas próprias habilidades e vão ajudar Nemo a coletar chaves espalhadas pelas fases para poder concluí-las. Ao longo de sua aventura, pequenos diálogos te envolve mais na história, que vai se desdobrar em eventos como do filme. Apesar da apresentação infantil do jogo, ele era considerado muito difícil, especialmente por focar na exploração de cada fase para obter as chaves, alternando entre os animais.

     - Graficamente, o jogo surpreende a cada instante. Os sprites são bem desenhado e os cenários são riquíssimos em detalhes. O jogo também tem uma trilha sonora divertida e viciante. A jogabilidade é precisa e inteligente. Ao ver um novo inimigo, você já logo que ver qual habilidade ele pode ter. São poucos animais que podem ser usados, mas como cada um tem habilidades únicas e é sempre bom ir alternando. A questão de coletar as chaves em cada fase torna a jogatina mais exploratória do que simplesmente passar de fase. Os diálogos entre as fases são bem colocados e introduzem bem a parte da história no jogo.

    Nota pessoal: ★★★★☆

    @andre_andricopoulos, @cleitongonzaga, @jack234, @old_gamer, @ziul92, @mardones, @porlock, @darlanfagundes, @jokenpo, @darth_gama, @armkng, @lgd, @noyluiz, @marlonildo, @joanan_van_dort, @volstag, @manoelnsn, @shuichi, @gus_sander, @willguigo, @thecriticgames, @kb, @sergiotecnico, @srdeath, @melkorbelegurth, @avmnetto, @spider, @denis_lisboadosreis, @rogerlopezx [Quem quiser ser marcados nas próximas postagens, é só botar nos comentários]

    Little Nemo: The Dream Master

    Platform: NES
    234 Players
    10 Check-ins

    46
  • 2019-07-26 09:18:47 -0300 Thumb picture

    Turbo Express: O PC Engine de bolso

    Medium 3736002 featured image

    Para não ficar de fora da onda dos portáteis, a NEC lança o mais poderoso e incrível videogame de bolso da época. Sob o codinome de Game Tank, o aparelho foi demonstrado em abril e prometia trazer total compatibilidade com os jogos de cartão do PC Engine. A versão japonesa do portátil saiu como PC Engine GT e a americana como Turbo Express, ambos saíram em dezembro de 1990. As dimensões do aparelho lembrava muito o GameBoy da Nintendo, com botões de ação inclinados, D-pad circular e botões Run e Select na parte inferior. Uma vantagem que este controle tinha com relação ao controle padrão do PC Engine era o seletor de turbo, que podia ser ativado tanto para o botão I quanto o II. As duas versões vinham com uma carcaça preta.

     Se tratando de um produto de tecnologia para massas, o aparelho era o que tinha de mais avançado. O hardware era quase idêntico ao que podia ser encontrado no PC Engine. Mesmo processador e memória RAM. Tinha uma saída de som mono na parte frontal e saída para fones de ouvido para som estéreo. A tela de 400x270 px colorida possuía retroiluminação, como o Game Gear, porém, era capaz de reproduzir até 481 cores simultâneas na tela, contra apenas 32 do aparelho da Sega. Foi lançado também o acessório TurboVision, que se conectava na lateral do portátil. Com isso, ele era capaz de receber o sinal analógico de radiofrequência de uma televisão para reproduzir na tela do portátil. Um feito simplesmente inacreditável.

     Como o aparelho é basicamente um PC Engine portátil, todos os jogos já lançados em cartões para a plataforma podiam ser jogados no Turbo Express. Isso garantiu a ele uma biblioteca gigante comparado aos concorrentes, porém, nem tudo são flores. Como os jogos foram pensados para jogar em TV, alguns títulos são quase impossíveis de jogar no portátil, especialmente RPGs, pois mal dava para ler as informações na tela. O preço também foi um fator determinante para o fracasso do aparelho, 199 dólares, o mesmo valor de um console de mesa de 16-bits. O dispositivo também necessitava de 6 pilhas AA e durava apenas 3 horas de jogo. Além disso, teve um campanha de marketing fraca. No Japão, o aparelho teve um pouco mais de aceitação.

    @andre_andricopoulos, @cleitongonzaga, @jack234, @old_gamer, @ziul92, @mardones, @porlock, @darlanfagundes, @jokenpo, @darth_gama, @armkng, @lgd, @noyluiz, @marlonildo, @joanan_van_dort, @volstag, @manoelnsn, @shuichi, @gus_sander, @willguigo, @thecriticgames, @kb, @sergiotecnico, @srdeath, @melkorbelegurth, @avmnetto, @spider, @denis_lisboadosreis, @rogerlopezx [Quem quiser ser marcados nas próximas postagens, é só botar nos comentários]

    67
    • Micro picture
      riki_samejima · 22 days ago · 4 pontos

      Foi um pecado enorme a NEC não ter vingado na indústria de video games.

      10 replies
    • Micro picture
      manoelnsn · 24 days ago · 3 pontos

      Dá até medo de pegar um negócio desses, ahuahua

      1 reply
    • Micro picture
      artigos · 24 days ago · 2 pontos

      Parabéns! Seu artigo virou destaque!

  • 2019-07-25 10:15:58 -0300 Thumb picture

    Combo#168 [Arcade] (1990): The Super Spy & Crossed Swords

    A SNK lança no mercado sua placa Neo Geo MVS e uma leva de jogos. Dentre eles, temos um bem inovador, onde é apresentado uma visão em primeira pessoa com os braços do protagonista Roy Heart aparecendo. Sua missão é matar os máximo de terroristas possíveis em um prédio. Além de socos e chutes, podemos abaixar, defender, usar uma faca ou uma pistola. Cada inimigo derrotado garante pontos de experiência para subir de nível. Salvando reféns, podemos recuperar a energia ou ganhar melhoria nos armamentos. - Um jogo bem diferente de tudo que já apareceu. O combate lembra um Beat 'em up, mas podemos caminhar pela tela para os lados. O jogo tem uma dificuldade acentuada, mas a jogabilidade é muito boa e dinâmica.

    Nota pessoal: ★★★★☆

    ----------------------------------------------------------------------

    ----------------------------------------------------------------------

     Outro jogo de Neo Geo com também tem uma pegada diferente. Estamos no controle de um guerreiro que deve salvar uma vila devastada pela horda de demônios comandada por Nausizz, bem como resgatar a princesa. O personagem é visto de costas em wireframe, como em Punch-Out!! e pode atacar e se defender mirando em cima ou no meio. É possível também usar magias que variam de acordo com a arma equipada, comprar novos equipamentos ou restaurar a energia com o mercador que passa. O jogo permite 2 jogadores simultâneos. - Um jogo muito diferente e divertido. Além dos belos gráficos, a ação do jogo envolve ritmo e agilidade para atacar e se defender na hora certa.

    Nota pessoal: ★★★★☆

    @andre_andricopoulos, @cleitongonzaga, @jack234, @old_gamer, @ziul92, @mardones, @porlock, @darlanfagundes, @jokenpo, @darth_gama, @armkng, @lgd, @noyluiz, @marlonildo, @joanan_van_dort, @volstag, @manoelnsn, @shuichi, @gus_sander, @willguigo, @thecriticgames, @kb, @sergiotecnico, @srdeath, @melkorbelegurth, @avmnetto, @spider, @denis_lisboadosreis, @rogerlopezx [Quem quiser ser marcados nas próximas postagens, é só botar nos comentários]

    Crossed Swords

    Platform: Arcade
    9 Players

    40
    • Micro picture
      hyuga · 25 days ago · 2 pontos

      joguei super spy no emulador e gostei é um game bem diferenciado, mas achei um tanto quanto repetitivo

      1 reply
    • Micro picture
      darlanfagundes · 25 days ago · 2 pontos

      Nunca vi nenhum dos dois.

      1 reply
    • Micro picture
      andre_andricopoulos · 25 days ago · 2 pontos

      Rapaz...quanto jogo diferente.
      Nunca tinha visto antes... nenhum dos dois.

      2 replies
  • 2019-07-24 14:35:45 -0300 Thumb picture

    #168 - Steel Gunner [Arcade] 1990

     A Namco lança um jogo de pistola de luz para 2 jogadores bem impressionante. Os protagonistas Garcia e Cliff fazem parte de uma operação policial especial e deve destruir um grupo de terroristas cibernéticos que assola a cidade. Equipados com metralhadoras ilimitadas e uma quantidade de granadas, os jogadores podem destruir praticamente qualquer objeto do jogo, mas deve evitar atirar nas pessoas inocentes que transitam pela tela. A tela se move sozinha, parecido com Operation Wolf, mas caminha para frentes ou para os lados dependendo da fase. O jogo não apresenta um contador de pontos na tela o tempo todo, o que é algo bastante incomum para jogos de Arcade, bem como não terminar a contagem de pontos com “0”.

     - Um jogo de pistola de luz muito bonito e bem feito. A quantidade de elementos na tela chega a ser exagerada. É tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo que é fácil se perder. Ainda sim, é um belíssimo espetáculo visual, com explosões e tiros para todos os lados. A ação é constante e a dificuldade é bem alta. Dificilmente você vê qual inimigo conseguiu te acertar um tiro, isso quando não tem um monte de granadas e mísseis voando em sua direção. O jogo permite 2 jogadores, o que facilita bastante a tarefa. Não atirar em um inocente garante um pouco de HP recuperado, que acaba não sendo muito recompensador. O fato de permitir atirar em tudo na tela dá ainda mais realismo ao jogo.

    Nota pessoal: ★★★☆☆

    @andre_andricopoulos, @cleitongonzaga, @jack234, @old_gamer, @ziul92, @mardones, @porlock, @darlanfagundes, @jokenpo, @darth_gama, @armkng, @lgd, @noyluiz, @marlonildo, @joanan_van_dort, @volstag, @manoelnsn, @shuichi, @gus_sander, @willguigo, @thecriticgames, @kb, @sergiotecnico, @srdeath, @melkorbelegurth, @avmnetto, @spider, @denis_lisboadosreis, @rogerlopezx [Quem quiser ser marcados nas próximas postagens, é só botar nos comentários]

    Steel Gunner

    Platform: Arcade
    4 Players
    1 Check-in

    36
    • Micro picture
      gus_sander · 25 days ago · 2 pontos

      Literalmente tiro, porrada e bomba... Amei! xD

      2 replies
    • Micro picture
      spider · 25 days ago · 2 pontos

      Nunca joguei esse, os jogos desse tipo não me apeteciam muito não, quando eu encontrava um, jogava uma vez para ver como era, e não voltava mais.

      3 replies
    • Micro picture
      andre_andricopoulos · 25 days ago · 2 pontos

      Posso ter visto...mas não lembro de te lo jogado não ..
      Parece divertido.

      1 reply
  • 2019-07-23 09:40:36 -0300 Thumb picture

    Combo#167 [Super Nintendo] (1990): F-zero & ActRaiser

    O outro jogo que veio no lançamento do Super Famicom foi este inovador jogo de corrida que demonstrava como o uso do Mode 7 podia ser aplicado para criar ambientes pseudo-3D rotacionando sprites. Ambientado no ano de 2560, bilionários criam um novo tipo de corrida baseado na Formula 1. O jogo inaugura o subgênero de corrida futurista. O grande prêmio é dividido em 3 ligas com 4 pistas cada. O carro perde energia no ato da colisão e pode se recuperar passando por áreas magnéticas no chão. - Certamente, um dos melhores jogos de corrida até então. Os gráficos e uso do Mode 7 deixa tudo muito fluido. A trilha sonora do jogo é um espetáculo a parte. A dificuldade do jogo é alta devido ao medidor de energia e obstáculos no meio pista.

    Nota pessoal: ★★★★★

    ----------------------------------------------------------------------

    ----------------------------------------------------------------------

     A Enix lança um jogo que mistura ação de plataforma com construção e gerenciamento de cidades, estilo Populous. Você controle uma divindade que tem o objetivo de restaurar a paz e a fé da população em uma terra devastada pelas forças do mal. Nos segmentos de ação, controlamos uma estátua viva e devemos vencer um chefe no final da fase. Na parte de construção, controlamos um anjo que deve indicar o caminho para onde a população deve crescer, bem como operar os milagres para destruir os inimigos e ajudar o povo. - Um jogo com uma proposta bem diferente e inovadora. A parte de gerenciar as cidades é simples e bem ativa. A seções de plataforma é desafiadora e igualmente divertida. A trilha sonora e os gráficos do jogo são excelentes.

    Nota pessoal: ★★★★★

    @andre_andricopoulos, @cleitongonzaga, @jack234, @old_gamer, @ziul92, @mardones, @porlock, @darlanfagundes, @jokenpo, @darth_gama, @armkng, @lgd, @noyluiz, @marlonildo, @joanan_van_dort, @volstag, @manoelnsn, @shuichi, @gus_sander, @willguigo, @thecriticgames, @fredson, @kb, @sergiotecnico, @srdeath, @melkorbelegurth, @avmnetto, @spider, @denis_lisboadosreis, @rogerlopezx [Quem quiser ser marcados nas próximas postagens, é só botar nos comentários]

    F-Zero

    Platform: SNES
    5167 Players
    37 Check-ins

    48
    • Micro picture
      spider · 27 days ago · 3 pontos

      Taí o jogo de corrida que mais joguei junto com Top Gear! E jogo até hoje! E claro espero sempre uma nova versão nos videogames novos. Tudo é surpreendente em F-Zero, desde a insana velocidade, passando pela ótima música e jogabilidade precisa. E o que falar do visual futurista no esquema Mode 7 ? De encher os olhos!

      Quanto ao Actraiser, uma mistura muito legal e inovadora de estratégia e ação, com uma trilha muito bacana. Um jogão!

      1 reply
    • Micro picture
      joanan_van_dort · 27 days ago · 3 pontos

      Actraiser foi o primeiro jogo da Quintet. Como não canso de repetir, pra época ele apresentava um jogo muito mais profundo do que as pessoas estavam acostumadas. E de certo modo, ainda é assim que olham para ele. Tanto é que a versão americana teve, tal qual Zelda, removida a referência ao cristianismo.
      À exceção de Robotrek, muito embora esse ainda apresente alguma coisa de existencialismo e da reflexão do que é ser um humano em relação à criação e existência de outras criaturas, a Quintet sempre se preocupou em trazer para seus games de Super Nintendo várias questões pilares da vida humana. A nossa relação com o divino, com a fé, com a criação e existência no mundo, com a religiosidade e, por último, com a questão da progressão da civilização. Actraiser, Soul Blazer e Terranigma (nesta ordem específica) formam uma trilogia não-oficial que caminha o tempo todo nesses pontos principais. Sempre dá ao jogador o ponto de visa de estar como um ser celestial ou através da intervenção por tal, no qual a humanidade deposita todas as suas esperanças e, às vezes, até mesmo a vida. O mais fraco de todos é sem dúvidas Act Raiser 2 que tirou a parte da civilização e ficou só com a rolagem lateral de ação.
      Eu gosto muito desses jogos. Em especial Actraiser e Soul Blazer. Terranigma é espetacular também mas tem muita barriga nos 4 atos e se o jogador se perder o jogo fica interminável, de modo que o design geral é pouco comprometido dado a pretensão gigantesca do jogo. Ainda assim é excelente.

      3 replies
    • Micro picture
      lgd · 27 days ago · 3 pontos

      F-Zero foi o primeiro jogo de SNES que comprei/ganhei sem nem saber do que se tratava, fiquei frustrado por não ter opção para dois jogadores. É um dos jogos que mais joguei na vida.

      1 reply
  • 2019-07-22 10:12:24 -0300 Thumb picture

    #167 - Super Mario World [Super Nintendo] 1990

     Estreando no novo hardware da Nintendo, o quarto jogo da franquia Super Mario mostra ao mundo do que o Super Famicom é capaz. De férias, Mario, Luigi e Toadstool curtem o sossego na Dinosaur Land, mas o vilão Bowser rapta a princesa e cabe aos irmãos encanadores se aventurarem pelas ilhas a fim salvá-la. Assim como Super Mario Bros. 3, o mapa apresenta as fases conectadas, mas agora com todos os mundos juntos. O novo power-up Cape Feather dá a possibilidade de Mario voar e planar. Uma das maiores adições do jogo é a montaria Yoshi, que pode comer a maioria dos inimigos e usar poderes variados dependendo da cor do casco que comer. A trilha sonora se dá por meio de um tema único com arranjos que se adaptam ao estilo de cada fase.

     - Mais um jogo perfeito da franquia Mario, melhorando tudo que havia no jogo anterior. Com um mapa interconectado e cheio de segredos, há sempre algo novo para descobrir a cada jogatina. Apesar de ter menos power-ups, Mario está muito mais versátil e há uma grande liberdade de movimentos novos usando os cascos, Yoshi e a capa. Sem sombra de dúvida, é a melhor jogabilidade de todos os tempos. A trilha sonora é fantástica e marca cada aventura. Os gráficos são de primeira, bem colorido e cheio de estilo. A dificuldade é bem balanceada, pois sempre há rotas alternativas que jogador pode passar se ficar preso em um nível. O jogo também salva seu progresso e permite 2 jogadores alternados.

    Nota pessoal: ★★★★★

    @andre_andricopoulos, @cleitongonzaga, @jack234, @old_gamer, @ziul92, @mardones, @porlock, @darlanfagundes, @jokenpo, @darth_gama, @armkng, @lgd, @noyluiz, @marlonildo, @joanan_van_dort, @volstag, @manoelnsn, @shuichi, @gus_sander, @willguigo, @thecriticgames, @fredson, @kb, @sergiotecnico, @srdeath, @melkorbelegurth, @avmnetto, @spider, @denis_lisboadosreis, @rogerlopezx [Quem quiser ser marcados nas próximas postagens, é só botar nos comentários]

    Super Mario World

    Platform: SNES
    26391 Players
    357 Check-ins

    50
    • Micro picture
      manoelnsn · 28 days ago · 4 pontos

      Puta jogo, mas ainda fico com o Mario 3, hauahua

      2 replies
    • Micro picture
      lukenakama · 28 days ago · 4 pontos

      ``nota pessoal, 5 estrelas" como se seu jogo favorito de todos os tempos fosse receber uma nota menor que isso kkkkkk
      Super Mario World é foda.

      2 replies
    • Micro picture
      old_gamer · 27 days ago · 3 pontos

      Game que despensa qualquer comentário.
      Esse eu tenho um primeira impressão de 91 americano lacrado e com classificação da VGA. Outro completo de exposição para os lojistas da época , que tem escrito na caixa for display only e outro completo million seller, será que eu curto o game ?!

      2 replies
  • 2019-07-19 10:11:24 -0300 Thumb picture

    Combo#166 [Mega Drive] (1990): Batman & Shadow Dancer: The Secret...

    ...of Shinobi

     A Sunsoft, responsável pelo Batman de NES, faz um jogo totalmente diferente para a versão de Mega Drive, seguindo mais os eventos do filme. O jogo segue o estilo de plataforma com ação e tem uma fase que Batman pilota o Batmóvel. Além do Batarangue, o herói também possui o gancho, que o permite alcançar lugares altos. O jogo surpreendeu quando foi lançado devido a sua alta qualidade gráfica e sonora, mas a experiência é muito curta. - Um jogo graficamente lindíssimo. Assim como a versão de NES, tudo é sombrio e extremamente detalhado. O jogo não é muito difícil e a jogabilidade é bem suave. Batman pode se defender, o que é algo incomum para jogos neste estilo.

    Nota pessoal: ★★★★☆

    ----------------------------------------------------------------------

    ----------------------------------------------------------------------

     O segundo jogo da série Shinobi no Mega Drive não é uma continuação de The Revenge of Shinobi e sim uma adaptação da versão de Arcade. Hayate, filho de Joe Musashi, junto de seu cão, Yamato, partem para uma missão de resgate dos humanos e colocar o fim no clã que venera um demônio reptiliano. O jogo segue o estilo de ação com plataforma em níveis urbanos. A shuriken é ilimitada e podemos fazer Yamato atacar inimigos com um comando especial. - Um jogo frenético e difícil. A ação é intensa e basta um golpe para perdermos uma vida. Os gráficos são incríveis e a trilha sonora segue o ritmo do jogo. O uso do ninjutsu e do cão Yamato são de grande utilidade, bem como os power-ups e vidas extras.

    Nota pessoal: ★★★★★

    @andre_andricopoulos, @cleitongonzaga, @jack234, @old_gamer, @ziul92, @mardones, @porlock, @darlanfagundes, @jokenpo, @darth_gama, @armkng, @lgd, @noyluiz, @marlonildo, @joanan_van_dort, @volstag, @manoelnsn, @shuichi, @gus_sander, @willguigo, @thecriticgames, @fredson, @kb, @sergiotecnico, @srdeath, @melkorbelegurth, @avmnetto, @spider, @denis_lisboadosreis, @rogerlopezx [Quem quiser ser marcados nas próximas postagens, é só botar nos comentários]

    Shadow Dancer: The Secret of Shinobi

    Platform: Genesis
    798 Players
    31 Check-ins

    39
    • Micro picture
      leandro · about 1 month ago · 4 pontos

      Esse Batman do Mega Drive é excelente. No mesmo nível de qualidade da versão do Nes. E que estupenda OST, né, amigos.

      1 reply
    • Micro picture
      fredson · about 1 month ago · 4 pontos

      Eu ADORO esse Shadow Dancer!

      1 reply
    • Micro picture
      andre_andricopoulos · about 1 month ago · 3 pontos

      Dois games incríveis.
      Tive o prazer de joga los.
      Bom pra K-C-T.

      1 reply
Keep reading → Collapse ←
Loading...