2020-07-27 09:36:38 -0300 2020-07-27 09:36:38 -0300

A importância e o desenvolvimento de Donkey Kong Country

Single 3816621 featured image

O estúdio britânico Rare vinha criando uma série de jogos de qualidade para o NES, como R.C. Pro-Am e Battletoads e era uma das companhias mais respeitadas na indústria. Em 1992, ela investiu os lucros de seus jogos em estações de trabalho da SGI, um investimento altamente arriscado devido ao custo elevado de cada máquina. Esses computadores foram utilizados para fazer os efeitos especiais de Jurassic Park, que espantou o público com dinossauros realistas. Naquele momento, a Rare era a companhia com o maior poder tecnológico do Reino Unido. Para testar o novo hardware, a equipe criou Battletoads Arcade e havia começado a desenvolver o jogo de boxe Brute Force, usando modelos 3D incríveis.

 Os jogos da Rare sempre chamaram a atenção da Nintendo e essas demonstrações convenceram ela a comprar 49% da companhia. Na época, a Nintendo estava querendo um jogo para bater de frente com o Aladdin da Sega e ofereceu o catálogo de personagens para a Rare usar. Donkey Kong foi o escolhido, pois a franquia estava abandonada desde o fracasso do terceiro jogo de Arcade. O gorila foi redesenhado e um novo parceiro foi apresentado, Diddy Kong, bom como novos inimigos e um mundo próprio, dando uma nova identidade para a série. A Nintendo teve pouca participação na produção do jogo e Shigeru Miyamoto ajudou com poucos toques de game design. A equipe da Rare era jovem e trabalharam por muitas horas neste projeto.

 O maior desafio da produção do jogo era transformar modelos 3D pré-renderizados em imagens compactas o suficiente para caber num cartucho de SNES. Killer Instinct, teve que vir com um HD para armazenar as imagens do jogo. Quadros de animações e cenários levavam quase um dia para renderizar e consumia uma quantidade massiva de energia. A técnica foi chamada de ACM pela equipe. David Wise ficou responsável por criar as músicas do jogo e se sentiu desafiado a criar composições que iriam surpreender tanto quanto o visual do jogo. Sem utilizar nenhum chip especial, Wise converteu todas suas músicas em linguagem de máquina e foi capaz de criar temas atmosféricos, que mescla sons ambientes com acompanhamos melódicos.

 Donkey Kong Country recebeu uma campanha de marketing absurda para época, onde a Nintendo investiu cerca de 16 milhões de dólares só nos EUA. Durante a demonstração do jogo na CES de 1994, o público achava que estava jogando um game do Ultra 64, mas todos ficaram chocados quando foi revelado que era um cartucho comum de Super Nintendo. Os assinantes da Nintendo Power receberam um VHS mostrando os bastidores de desenvolvimento, o que aumentou ainda mais o hype. O jogo foi lançado em novembro e rapidamente se tornou um dos games mais vendido do SNES. Colocou o aparelho da Nintendo em pé de igualdade frente as novas tecnologias das concorrentes, como 32X, Sega CD e até mesmo 3DO, Sega Saturn e Playstation.

@andre_andricopoulos, @cleitongonzaga, @jack234, @old_gamer, @ziul92, @mardones, @porlock, @darlanfagundes, @jokenpo, @darth_gama, @armkng, @lgd, @noyluiz, @marlonildo, @joanan_van_dort, @volstag, @manoelnsn, @shuichi, @gus_sander, @willguigo, @thecriticgames, @kb, @sergiotecnico, @srdeath, @melkorbelegurth, @avmnetto, @spider, @denis_lisboadosreis, @rogerlopezx, @fredson, @mjdias, @hyuga, @wcleyton, @bobramber, @carlosneto, @thiagobrugnolo [Quem quiser ser marcados nas próximas postagens, é só botar nos comentários]

64
  • Micro picture
    thiagobrugnolo · 15 days ago · 5 pontos

    DKC permanece até hoje como um dos jogos mais revolucionários de toda a história dos games, o trabalho feito na primeira metade da década de 90 com todas as limitações técnicas do Snes foi algo impressionante. A equipe da Rare extraiu ao máximo o poderio do console fazendo um jogo que impressiona até hoje.

    1 reply
  • Micro picture
    ramonex · 15 days ago · 5 pontos

    Eu lembro da história que o Shigeru Miyamoto ficou com inveja depois que viu o projeto concluido, ficava dando críticas sem sentido, aquelas críticas que é notória que a pessoa ta com inveja hahaahahaha! De longe o jogo é um dos melhores do SNES(SFC), tanto gameplay como as OST's são ótimas. Rare realmente caribou o nome dela na história dos video jogos com esse jogo. Fora a abertura antológica do logo da Rare sendo renderizado em tempo real (já vem até musica na mente) hahahaahaha!

    7 replies
  • Micro picture
    artigos · 14 days ago · 4 pontos

    Parabéns! Seu artigo virou destaque!

  • Micro picture
    lgd · 15 days ago · 3 pontos

    Clássico. Não tem nem o que falar

    1 reply
  • Micro picture
    leandro · 15 days ago · 3 pontos

    E por isso que o Snes foi o sucesso que foi, explorado ate dizer chega. Esse jogo diz por si só. Um das maios maiores obras primas da historia dos vídeo games

    1 reply
  • Micro picture
    denis_lisboadosreis · 15 days ago · 2 pontos

    As músicas de Donkey Kong Country ainda tocam como um mp3 no meu cérebro. Acho que de todos, esse jogo é o motivo do meu amor por videogames.

    1 reply
  • Micro picture
    knuxbbs · 15 days ago · 2 pontos

    Me arrisco a dizer que Donkey Kong jamais recebeu o mesmo carinho de quando era propriedade da Rare.

    1 reply
  • Micro picture
    andre_andricopoulos · 15 days ago · 2 pontos

    "Foi um auê" , um "Fuzz"...esses gráficos num SNES.

    DK é único ❤️

    2 replies
  • Micro picture
    volneisoares · 14 days ago · 2 pontos

    Nossa... me lembro como se fosse hoje... quando peguei minha revista de games [acho que era a game power] e vi essa obra de arte... uma pena a Rare ter "desacelerado" quando comprada pela Microsoft, eu imaginei que iriam apavorar quando foram comprados, porém, a Microsoft preferiu colocar a mão no osso e deixar parado... Essa ideia de criar os gráficos em super-computadores e depois transformar em pixels foi simplesmente genial, jamais imaginaríamos ter gráficos desse nível em consoles 16 bits, mas, o impossível aconteceu e fomos abrilhantados com vários jogos de qualidade visual exuberante... palmas em pé para a RARE.

    3 replies
  • Micro picture
    kess · 5 days ago · 2 pontos

    Um dos grandes trabalhos da saudosa Rare, com seus funcionários hoje reunidos na Playtonic, que sim, deve ser observada hoje em dia!

    1 reply
Keep reading → Collapse ←
Loading...