2017-10-04 10:37:57 -0300 2017-10-04 10:37:57 -0300

Magnavox Odyssey²: O videogame com teclado embutido

Single 3547503 featured image

 Após o lançamento de vários videogames da série Odyssey, a empresa Magnavox começou o projeto do seu videogame de cartuchos intercambiáveis, seguindo a nova tendência. Em 1977, o Odyssey 4000 encerra a série e o desenvolvimento do novo videogame começa a tomar forma. Em parceria com a Philips, uma gigante no ramo de eletrônicos em geral, A Magnavox foca seus esforços na produção do aparelho e então no Natal de 1978 é lançado o novo videogame para o mercado americano, o Magnavox Odyssey². Na Europa, o console é lançado com o nome de Philips Videopac G7000, ou apenas, Videopac.

 O grande diferencial logo de cara é a presença de um teclado alfanumérico embutido na parte superior do videogame. Os contatos ficavam na parte interna do aparelho, então o teclado era apenas uma película desenhada. O console era cinza e inteiramente de plástico e a versão europeia não havia o botão de ligar, tudo ficava desenhado no teclado, seguindo o padrão QWERTY usados nos computadores. Por dentro, ele dispunha de uma CPU de de 8-bit Intel 8084 de 1,79 MHz e uma memória RAM de 64 Bytes. O console chegou ao mercado no mesmo valor que o seu concorrente, o Atari VCS, US$ 200,00 e teve uma aceitação melhor no mercado europeu.

 O console vinha com um par de controles presos no equipamento, mas posteriormente, foram lançados versões com a possibilidade de destacá-lo. Era uma caixa de metal quadrada com um pequeno manche que se movia em 8 direções. Havia também o botão de ação vermelho na parte de cima, lembrando bastante o joystick do Atari VCS. Os cartuchos eram de plástico e sem rótulo. Ao invés disso, havia uma espécie de alça na parte superior do cartucho, para que fosse mais fácil puxá-lo quando se queria trocar de jogo. Ele também havia uma capa com o desenho seguindo um estilo de arte e sempre havia o nome do console estampado na parte superior.

 Foram lançados cerca de 4 cartuchos ainda naquele ano. Power Lords, onde devemos atirar em uma cobra que dispara laser, Nimble Numbers Ned, um jogo que devemos pular de barris seguindo uma sequência lógica de número, Speedway! / Spin-out! / Crypto-logic!, uma coleção de jogos de corrida e o SID The Spellbinder!, um jogo de tiro que devemos destruir uma cobra. Ainda naquele ano, foi lançado o Type & Tell, era um jogo simples, onde tudo que você escrevia na tela, o videogame falava. Para isso acontecer, o videogame deveria estar acoplado ao add-on The Voice, um acessório que permitia o console emitir sons falados, mas com qualidade muito inferior. Esse acessório era um dos grandes diferenciais do aparelho em relação aos concorrentes.

@andre_andricopoulos, @filipessoa, @cleitongonzaga, @jack234, @old_gamer, @ziul92, @augusto_sander, @mardones, @porlock [Quem quiser ser marcados nas próximas postagens, é só botar nos comentários]

45
  • Micro picture
    artigos · 1 ano atrás · 10 pontos

    Parabéns! Seu artigo virou destaque!

Continuar lendo → Reduzir ←
Carregando...