2017-11-20 20:14:54 -0200 2017-11-20 20:14:54 -0200

Analisando o sistema e quesitos de jogabilidade em Mega Man X (Pt. 1)

Single 3565963 featured image

Olá, este artigo tem o intuito introduzir os aspectos de coletáveis e sua padronização e utilidade dentro da série Mega Man X, assim também obviamente pincelando alguns aspectos de jogabilidade.

Neste primeiro artigo vou me limitar apenas ao primeiro jogo, pois é muita coisa para falar, e como ele é a base de toda a série, facilitará a explicação de suas sequencias em futuros artigos.

A primeira coisa a ser observada são as diferenças com a série clássica em questão de jogabilidade, sendo o Wall Jump que é te ensinado  da melhor forma possível na intro do jogo, a armadura que muita gente nega, mas foi um conceito que nasceu no Mega Man 6 (5 de novembro de 93) e X (17 de dezembro de 93) ao mesmo tempo e não antes na série clássica, e foi muito melhor explorado na série X, e por fim o Dash, que no primeiro jogo é uma feature dada  ao jogador pela Foot Part da armadura.

As Armor Parts são 4 peças da armadura, espalhadas cada uma em uma das o 8 fases do jogo, e cada uma têm uma função e até então nenhuma bonificação por estar completa ou punição por estar incompleta, cada uma das 4 partes funciona separadamente, sendo a única obrigatória em toda a série as Foot Parts no X1, pois nelas está contida a habilidade de dar Dash, uma das mecânicas primordiais e diferenciais do jogo, logo, não é um segredo, e sim uma feature que está no meio de uma das fases e não têm como prosseguir sem pegar ela, diferente das outras 3 que estão escondidas, não sei como e nem o por que essa foi tido como a melhor resolução entre colocar essas duas novas mecênicas, mas funciona! Uma coisa que vamos perceber é que os primeiros jogos de cada série de Mega Man tentam fugir do senso comum colocado nas anteriores e o segundo vêm para padronizar. 

Uma outra mecânica antiga com cara nova que temos são os Sub Tanks, que vieram para substituir os consumíveis E Tanks da série clássica, pois agora são recipientes recarregáveis, assim que possui algum e está com o HP cheio, os HP que você pega durante a jogatina vão para seu Sub Tank, assim tendo energia reserva para recarregar seu HP quando quiser, estes assim como as peças de armadura sendo 4 espalhados cada um em uma das 8 fases. Falando em HP também foram implementados na série os Heart Tanks que aumentam a sua quantidade máxima de HP, esses sendo 8, cada um espalhado por uma das 8 fases do jogo.

Aqui entra o ponto padronização que eu particularmente gosto de citar, bem, são 8 fases, 4 peças de armadura e 4 sub tanks, logo se são 8 coletáveis cada um vai estar em um stage do jogo, certo? Errado! Há um sub Tak e uma peça de armadura tanto na fase do Storm Eagle quanto do Flame Mammoth, assim como não há nenhum dos dois na fase do Boomer Kuwanger nem na do Launch Octopus.

O X tem a mesma habilidade do Rock de copiar as habilidades dos chefes que derrota, logo aqui funciona o bom e velho 'pedra, papel e tesoura' na hora de derrotar os chefes, mas outro fator importante é que só com alguns determinados poderes junto com as habilidades de algumas das peças de armadura é que é possível conseguir coletar outras coisas nas fases, fazendo com que essa interação entre as habilidades do X sejam bem interessantes no decorrer do jogo, mas que fique bem claro, para zerar o jogo, apenas as Foot Parts são obrigatórias, fora isso você pode não pegar nenhuma das outras 17 coisas coletáveis durante o jogo.

Uma feature muito interessante, mas que fica apenas neste primeiro jogo é a seguinte, quando derrota um Maverick, nome dado ao chefes do jogo (não vou entrar no quesito história aqui), umas das 8 outras fases pode mudar completamente, por exemplo derrotando o Launch Octopus, a caverna subterrânea da fase do Sting Chameleon ficará inundada, derrotando o Storm Eagle sua aeronave cairá na fase do Spark Mandrill deixando ela com um aspecto de destruída, derrotando o Chill Penguin irá sumir a lava da fase do Flame Mammoth sendo substituída por uma leve camada de neve, poxa features muito interessantes, mas que se limitam ao primeiro jogo.

Pra finalizar vou falar sobre as fases fiais do jogo, bem é um Mega Man, logo você enfrenta os 8 chefes novamente, mas, não há um boss rush como era nos clássicos, e sim irá encontrando e enfrentando novamente os chefes no decorrer das fases finais! 'Finalmente' na ultima das ultimas fases  antes de enfrentar o vilão Sigma neste primeiro jogo há um corredor vertical, ou melhor dizendo, uma torre até chegar à ele, e este é o único jogo que te dá a possibilidade de recarregar todos seus poderes e Sub Tanks 'na porta' do chefe final, pois ele é isolado de uma fase com os desafios comuns do jogo, e que ainda fica mais fácil utilizando uma arma obtida de um chefão, o Rolling Shield do Armored Armadillo.

Assim concluo todos os aspectos do sistema do primeiro jogo que queria abordar, a base está sedimentada, assim posso continuar falando sobre esses sistemas nos jogos posteriores da série em futuros artigos.

Espero que gostem, duvidas criticas sugestões ou mesmo se quiser debater sobre o tema, os comentários estão livres para isso e eu a sua disposição!

Até a próxima!

Mega Man X

Platform: SNES
10587 Players
203 Check-ins

68
  • Micro picture
    raquelita · almost 2 years ago · 4 pontos
  • Micro picture
    hard_frolics · almost 2 years ago · 4 pontos
  • Micro picture
    artigos · almost 2 years ago · 4 pontos

    Parabéns! Seu artigo virou destaque!

    1 reply
  • Micro picture
    raquelita · almost 2 years ago · 3 pontos

    Ótimo artigo! Deu prazer de ler :3 Esperando ansiosamente pela parte 2.

    2 replies
  • Micro picture
    manoelnsn · almost 2 years ago · 3 pontos

    O artigo foi bom, mas tu esqueceu do OHKO move que surgiu aqui também: o hadouken! E apesar de ser game breaking, conseguí-lo é im exercício de paciência, já que é preciso passar a fase do armored armadilo várias vezes, dar um pulo certeiro antes da porta do boss, estar com o hp cheio pra usar e ele ainda não salva na password(não sei se o mesmo acontece nos collections da vida, mas remake do psp salva ele).

    Teria sido interessante tu fazer um comparativo com a série clássica também e o porquê da saga X ter surgido, já que Inafune e a Capcom estavam sofrendo críticas devido ao fato do megaman clássico não ter muitas novidades entre os jogos. Já viu o vídeo do Sequelits? Ele explica bem essa relação entre ambas gerações do robô azul.

    Enfim, Megaman X é meu jogo preferido de todos do robô da capcom. Sei que ele é o mais fácil da saga, mas não me importo XD

    7 replies
  • Micro picture
    santz · almost 2 years ago · 3 pontos

    Mano, você escreve bem demais. E esses aspectos que você citou me incomodam demais nesse primeiro jogo. Tem fase que só tem o Heart Tank e tem mais de uma fase que tem o pedaço da armadura, Heart Tank e Sub-T, vira uma bagunça sem lógica nenhuma. Por isso o X3 é um dos que mais gosto, pois é tudo muito mais organizado.
    Um outro ponto também que me incomoda nesse primeiro são os pontos fracos dos chefes, onde alguns claramente estão causando mais dano, mas outros, eu nem sei direito se realmente é o ponto fraco dele mesmo, como o cara do bumerangue e a águia. E o bumerangue cortar a tromba do mamute e os tentáculos do Octopus também em incomoda, pois é a mesma arma para 2 chefes diferentes.

    2 replies
  • Micro picture
    hard_frolics · almost 2 years ago · 2 pontos

    @thecriticgames @manoelnsn também quero que leiam.

    1 reply
  • Micro picture
    old_gamer · almost 2 years ago · 2 pontos

    Ótimo texto ! Uma visão bem ampla do X 1 , um dos meus jogos preferidos alllllllll time .

    3 replies
  • Micro picture
    thecriticgames · almost 2 years ago · 2 pontos

    Bom texto, O X1 é até hoje o mais bem avaliado de todos os MMXs (pelas novidades e lari lari e que ele trouxe), uma leve curiosidade do sistema de pedra, papel ou tesoura é sobre o fato do poder do Boomer Kuwanger, alem de levar vantagem contra Sting Charmeleons ainda pode cortar os tentaculos de Launch Octopus, eliminando os misseis piranhas dele automaticamente, o mesmo ocorre com a tromba do Flame Mammoth e seu ataque de óleo. Esse Sigma do jogo possui pra mim o que é talvez a 1° forma mais facil e uma das 2° formas mais difíceis dos jogos (a primeira vez que zerei foi com inclusive um palito de vida sem mais nenhum tank ou vida :P).

    3 replies
  • Micro picture
    turtleninja · almost 2 years ago · 2 pontos

    Que nostalgia! Aguardando a parte 2 ❤

    1 reply
  • Micro picture
    thiones · almost 2 years ago · 2 pontos

    Certamente um ótimo texto introdutório para quem está entrando nessa magnífica série e curiosidades bem bacanas até mesmo pra quem já é veterano. Eu por exemplo sabia da mudança de certas áreas após a caída de certos chefes, mas não sabia o motivo, como a nave do Storm que cai sobre a fase do Spark Mandriller causando aquele aspecto de destruição, aliás, como nunca me questionei o porque disso? Haha
    Um excelente artigo, brother!

    1 reply
  • Micro picture
    mastermune · almost 2 years ago · 2 pontos

    Aaaah, ficou super legal, deu até vontade de jogar Mega Man X de novo *-*

    5 replies
  • Micro picture
    darlanfagundes · almost 2 years ago · 2 pontos

    Muito legal o artigo cara, parabéns! O primeiro X ainda é o melhor Megaman já feito na minha opinião...

    1 reply
  • Micro picture
    bakujirou · almost 2 years ago · 2 pontos

    puxa que legal, eu lembro que jogar a fase do penguin resultava em congelar a lava do mammoth lava. Mas nao sabia em que momento exato a fase do Spark Mandrill apagava.

    2 replies
Keep reading → Collapse ←
Loading...