You aren't following gustavobiazoli.

Follow him to keep track of his gaming activities.

Follow

  • gustavobiazoli Gustavo Biazoli
    2019-02-05 14:33:55 -0200 Thumb picture
    gustavobiazoli checked-in to:
    Post by gustavobiazoli: <p><strong style="background-color: initial;">Final
    Resident Evil

    Platform: Playstation
    8748 Players
    70 Check-ins

    Finalizado!

    Fui relembrar o saudoso Resident Evil de PSone para uma futura pauta do @joystickterrivel e acabei finalizando o game. Joguei com a Jill, por ter mais familiaridade e lembrar algumas coisas. Quando digo algumas coisas é algumas coisas mesmo. Não lembrava nadinha da mansão e seus enigmas. Eu sabia a resolução do puzzle dos quadros e lembrava das vezes que Barry me salvava, mas nada além disso - até porque a última vez que joguei foi no meu querido PSone, há pelo menos 15 anos atrás.

    Achei uma antiga revista de detonado que usei na primeira vez e fui explorar a mansão. Para minha felicidade não precisei usar a revista e consegui me virar sozinho. RE1 não é o labirinto que minha cabeça sempre imaginou. Claro, rodei bem a mansão para abrir todas as portas e conseguir os itens necessários para prosseguir no jogo, mas acredito que tive um bom desempenho.

    Terminei o jogo com 7h52. Me surpreendi com o tempo e depois percebi a diversas vezes que deixei o jogo "pausado" no inventário para fazer outra coisa. Então considero que levei umas 5hs em média. Fiz um final diferente da minha primeira vez.

    SPOILERS:

    Salve Chris e infelizmente perdi Barry. Além disso, para minha surpresa não enfrentei Tyrant no final. Achei estranhei e carreguei meu último salve e também deixei Chris para trás. Aconteceu a mesma coisa. Uso o sinalizador e Brad me busca com o Helicóptero, sem explosão de fundo. Após os créditos aparece a sombra do Tyrant olhando meu helicóptero ir embora. Pesquisei na internet e descobri meu erro com Barry. Não esperei ele retornar com a corda quando caio no buraco. Agora não faço a minima ideia sobre o porque não enfrentei o Tyrant no final.

    Para piorar também não consegui a chave do Closet para pegar as roupas extras... Em compensação, consegui sair da mansão em 30min na segunda tentativa.

    Vou dar uma jogada com o Chris, mas provável que não vá até o final. Preciso jogar os outros 2 RE ainda nessa semana. 

    22
    • Micro picture
      filipessoa · 9 months ago · 3 pontos

      Fiquei curioso pra saber que pauta é essa xD

      4 replies
    • Micro picture
      mastershadow · 9 months ago · 2 pontos

      Só enfrenta o Tyrant no heliporto se salvar o Barry mesmo...

      1 reply
    • Micro picture
      onai_onai · 9 months ago · 2 pontos

      Resident Evil Tube. Por acaso tu não finalizou pelo YouTube não né? Hehe...

      2 replies
  • 2019-02-04 12:10:52 -0200 Thumb picture
    Thumb picture

    Joystick Terrível Podcast 19 – Jogos e franquias que queremos de volta

    Fala Joystickters!!!

    Aqui estamos com nosso primeiro podcast do ano. Felipe Demolidor, Gustavo Biazoli, Adriano Melo e Leonardo Oliveira fazem um exercício de imaginação para trazer alguns jogos e franquias que há tempos estão esquecidos de volta a vida. Neste episódio: “Criamos um Assassin’s Creed no japão feudal”, “Resident Evil de dinossauros precisa voltar”, “Turok da atual geração seria bolado demais” e “não seja tomado pela nostalgia”.

    Participantes:

    @demolidorjt (Host) | @gustavobiazoli | Adriano Melo | Leonardo Oliveira

    Link: http://joystickterrivel.com.br/joystick-terrivel-p...

    Ouça também no spotify: https://open.spotify.com/episode/3JIqbKiF43FY3Yky3...

    -----------------------------------------------------------------------------------------

    Pré-edição por: Felipe Costa

    Finalização e Arte: Gustavo Biazoli

    Web Master: Maciel Portugal

    Curtiu nosso podcast? Assine nosso feed www.joystickterrivel.com.br/feed/podcast e compartilhe com a galera, espalhe o Joystick Terrível entre os amigos.

    Criticas, Sugestões, Elogios: mande um e-mail para contato@joystickterrivel.com.br (não esqueça do seu nome completo, profissão e cidade)

    -----------------------------------------------------------------------------------------

    Acompanhe nossas rede sociais:

    Facebook - Youtube - Twitter - Instagram - SITE

    Dino Crisis 2

    Platform: Playstation
    5614 Players
    35 Check-ins

    20
    • Micro picture
      _gustavo · 9 months ago · 3 pontos

      Dino Crisis na RE Engine ficaria foda, mas acho q o baque com o terceiro foi tão grande que a Capcom não quer mais saber de DC infelizmente (assim como Rival Schools =/ )

      2 replies
    • Micro picture
      vinicios_santana · 9 months ago · 2 pontos

      Dino crisis raiz

    • Micro picture
      kipocalia · 9 months ago · 2 pontos

      Queria de volta Gex, Pandemonium e Earthbound.

  • gustavobiazoli Gustavo Biazoli
    2019-02-01 11:03:07 -0200 Thumb picture
    gustavobiazoli checked-in to:
    Post by gustavobiazoli: <p>Fui atrás da <em>Hiena</em> e acabei chegando pe
    Assassin's Creed Origins

    Platform: Xbox One
    116 Players
    179 Check-ins

    Fui atrás da Hiena e acabei chegando pela primeira vez nas piramides. 

    Gostei bastante de explorar as tumbas e descobrir segredos antigos, mas a área em si é bem vazia. Poucos pontos de exploração e acho que tem apenas duas sidequests. O combate contra a Hiena foi legal. Bem diferente comparado ao Escaravelho e suas motivações me fizeram refletir - na pele de Bayek - sobre minhas ações em minha busca por vingança. 

     A imagem está desatualizada, pois já estou no level 26 e todos meus equipamentos mudaram. Em Gizé não encontrei nenhum comerciante para vender meus itens e estou com uma cacetada de coisas no inventário. 

    11
  • gustavobiazoli Gustavo Biazoli
    2019-01-29 11:52:04 -0200 Thumb picture
    gustavobiazoli checked-in to:
    Post by gustavobiazoli: <p><strong>AC Origins</strong> tem sido meu foco no
    Assassin's Creed Origins

    Platform: Xbox One
    116 Players
    179 Check-ins

    AC Origins tem sido meu foco nos últimos dias.

    Tinha começado um tempo atrás e estava curtindo as mudanças das mecânicas, principalmente a de combate. Mas após pausar para zerar RDR2 comecei a notar alguns detalhes que me incomodaram, detalhes estes referentes ao mundo aberto e imersivo que o jogo deveria ter. 

    Eu demorei a voltar a ficar cativado e imerso na pele de Bayek. Um dos motivos foi a dublagem. Fraca! Não consegui associar as vozes aos seus respectivos personagens e não vi muita interpretação ou emoção em diversos momentos. Dublagem e localização não são trabalhos fáceis, mas acompanho os trabalhos recentes da Ubi e Origins ficou abaixo na minha opinião. Depois de várias horas de gameplay mudei para inglês original. 

    AC Origins é lindo! Não achei que gostaria tanto do Egito como estou gostando ao explora-lo com Bayek. Mas também vejo muita repetição. Tanto as sidequests quanto os acontecimentos/eventos de cada área se tornaram previsíveis e repetitivos. Cada cidade que descubro vejo diversas atividades para fazer e recursos/tesouros para coletar, mas não variação. O gameplay é o principal motivo que me faz continuar a explorar as regiões. O combate é gostoso e traz desafios constantes. A variação de armas torna tudo mais único. Testei armas rápidas, pesadas, longas e as habilidades destravadas ao subir de level só melhoram as lutas. As missões principais também me prenderam. Finalizei as missões envolvendo o Escaravelho e me surpreendi.  Depois pude jogar com Aya e voltei para AC4: Black Flag com as batalhas navais. 

    Eu acho que aquele 1 ano de pausa de franquia foi excelente e a Ubi acertou em focar na mudança do gameplay. Mas ainda parece que ela usa a mesma estrutura de mundo do Assassin's Creed II, só que atualizada. Não vejo consequência em meus atos na região ou mesmo algum tipo de interação ou mudança - mesmo que minima - dos demais NPCs que não sejam comerciantes ou envolvidos em quests. E olha que sou o último dos Medjay, de acordo com o próprio Bayek.

    Apesar disso tudo, estou gostando de Origins e irei finaliza-lo e comprar suas expansões - quanto surgir uma boa promoção. Mas ele com certeza me fez pensar na geração atual e seus jogos. Espero que o sucesso de RDR2 mostre para a Ubi o que a atual geração pode realmente fazer em quesito de mecânicas, não só gráfico e que tenta se aproximar de algo na próxima geração. 

    Este é um assunto interessante. Talvez traga algo mais detalhado no futuro e gerar uma discussão com a galera aqui da rede. 

    P.S.: Não tirem a barba do Bayek, pelo amor dos Deuses. 

    14
  • gustavobiazoli Gustavo Biazoli
    2019-01-23 09:24:31 -0200 Thumb picture
    gustavobiazoli checked-in to:
    Post by gustavobiazoli: <p>Ai está um jogo que sempre pensei que finalizari
    Castle Crashers Remastered

    Platform: Xbox One
    24 Players
    5 Check-ins

    Ai está um jogo que sempre pensei que finalizaria apenas em coop, pois achava bem difícil. Mas vi que estava plenamente enganado. Tem algumas fases difíceis sim, assim como alguns inimigos e chefes, mas no geral foi bem de boa.   

    Na semana anterior tinha jogado em coop na casa de uns amigos e acabei ficando com vontade de continuar. Comecei do zero com o Cavaleiro de Gelo e no dia seguinte estava finalizando. Acredito que foram umas 5hs no total, não tenho certeza. 

    Terminei no level 27 - sem precisar farmar XP em outras fases - e foquei tudo em força. A sequencia final de batalhas até que foi tranquila e o último Boss não deu trabalho nenhum. Por fim, resgatei a última princesa e pude finalizar Castle Crashers.

    15
  • gustavobiazoli Gustavo Biazoli
    2019-01-19 16:22:37 -0200 Thumb picture
    gustavobiazoli checked-in to:
    Post by gustavobiazoli: <p><strong>Mais um finalizado!</strong></p><p>#img#
    Dandara

    Platform: Xbox One
    16 Players
    5 Check-ins

    Mais um finalizado!

    Minha assinatura do Game Pass se encerra na próxima semana e não irei renovar até a próxima promoção. Então decidi priorizar o Dandara para chegar ao final. Já estava bem adiantado na verdade, então não custou muito tempo para concluir. 

    Dandara é incrível.  Tem a peculiaridade de ter a movimentação apenas pela diagonal e tem uma história interessante, abordando assuntos como censura artística e ditadura. É um metroidvania como muito elemento souls-like. É um jogo difícil, admito, pois em momento mais avançados temos diversos elementos na tela e somos limitados na hora de se movimentar para desviar ou fugir. Mas tem uma excelente curva de aprendizagem. 

    Demoramos para conseguir habilitar o fast-travel no jogo e não temos uma variação grande de poderes alternativos. Mesmo assim não chega a incomodar.  O Boss final foi difícil também, bem mais comparado com os outros durante o jogo. Tive que me esforçar para derrotar sua primeira forma sem usar poderes ou tomar muito dano e gastar tudo que tinha em sua forma final. Apesar da jogabilidade ser bem fluida e de fácil aprendizado ainda tive alguns problemas como cair em projeteis ou entre os inimigos, quando tinha quase certeza que tinha mirado no outro local. Claro que durante o desespero pode ser difícil mirar com precisão, mas o jogo poderia dar um auxilio, mesmo que pequeno, quando a muito inimigos na tela.

    O jogo é curto, como devesse imaginar de um jogo do gênero. Levei 7h30 para finalizar, sendo que tinha pausado a jogatina - para zerar o Dark Souls 3 - e levei um tempo para conseguir lembrar de todo o mapa e sei que perdi um bom tempo no meu confronto com o último Boss. 

    Por sorte posso continuar o save antes do última batalha e vou dar uma volta nas primeiras fases para tentar encontrar os demais baús. 

    E para quem não sabe, Dandara é BR. Se gosta de Metroidvania tem um motivo à mais agora. 

    15
    • Micro picture
      mutux · 9 months ago · 2 pontos

      Esse jogo é muito bom!!

    • Micro picture
      filipessoa · 9 months ago · 2 pontos

      Parabéns!

  • gustavobiazoli Gustavo Biazoli
    2019-01-18 17:15:25 -0200 Thumb picture
    gustavobiazoli checked-in to:
    Post by gustavobiazoli: <p>Descobri que tenho todas as pedras de dragão \o/
    Dark Souls III

    Platform: Xbox One
    171 Players
    177 Check-ins

    Descobri que tenho todas as pedras de dragão \o/

    Eu tenho uma mania idiota de não prestar atenção no item que acabei de pegar, principalmente quando estou em uma área nova. Sabia que tinha uma pedra - mas nunca nem tentei usar - e não faço a minima ideia de quando peguei as demais. 

    Após finalizar o jogo pesquisei sobre as line quests dos NPCs. Como é de costume, não pesquiso nada antes de zerar algum Dark Souls, pois gosto da sensação de explorar os locais sozinho e modo de enfrentar os chefes. Mas as quests dos NPCs de Dark Souls costumam ser muito especificas, sendo difícil conseguir realiza-las sem maiores informações.  E para minha surpresa, descubro que consegui completar 4 quests - seriam 5, mas tenho certeza que a do Cebolão bugou. 

    Cheguei no santuário e André me diz que Hawkwood deixou uma mensagem para mim. Como tinha pesquisado sobre a quest sabia o que iria acontecer, mas não me preocupei porque não tinha todas as pedras do dragão. Pelo menos era o que pensava. Se morresse no combate, perderia todas. 

    Depois que o venci, ganhei a última pedra e pensei em usa-la para ver o que aconteceria e fiquei feliz em ver as 4 pedras no meu inventário hehehe. 

    16
  • gustavobiazoli Gustavo Biazoli
    2019-01-14 12:20:28 -0200 Thumb picture
    gustavobiazoli checked-in to:
    Post by gustavobiazoli: <p><strong>Dark Souls III finalizado!</strong></p><
    Dark Souls III

    Platform: Xbox One
    171 Players
    177 Check-ins

    Dark Souls III finalizado!

    Eu pausei minha jogatina em Dark Souls 3 em dois momentos desde sua compra. A primeira foi na Boss Battle contra a Dançarina do Vale Boreal e novamente, no Boss seguinte, a Armadura do Matador de Dragão. Ambos tive dificuldade na batalha e acabei pausando para jogar outra coisa  - e relaxar -, o que se tornou tempo demais. Se soubesse que estava tão próximo do final com certeza teria insistido um pouco mais. 

    A área da biblioteca não tive dificuldades, principalmente após abrir os atalhos. Nem mesmo a batalha contra Lothric e Lorian foi cansativa. Tive sorte de sumonar um jogador na bonfire e mais um na porta do Boss, mas mesmo sem ajuda senti que consegui um bom desempenho nas 2 tentativas anteriores que fui sozinho.

    O Lorde das Cinzas foi "assustador". Sozinho talvez não conseguisse com facilidade, mas outro companheiro fantasma me auxiliou até o último momento e acabou morrendo no último golpe. Eu finalizei o combate e sei que ele conseguiu completar sua missão, mesmo morto.  

    Engraçado como mudei minha forma de lutar do inicio do jogo até o final. Fui relutante em usar com as novas mecânicas das armas, com golpes especiais que consomem mana ou outros tipos de armas. Sempre atrás de um escudo com uma espada grande e pesada. No final estava usando roupas mais leves e explorando oportunidade para aplicar uma sequencia de golpes ou um especial com minha Katana. 

    Tenho ainda minha coisa para explorar - fora as DLCs -  então não irei avançar para o New Game +. Foram 70 horas de companha e numa visão geral DS3 parece ser bem maior que seus jogos anteriores. Agora minha última pendencia é com Demon's Souls e pretendo finaliza-lo neste ano. 

    20
  • gustavobiazoli Gustavo Biazoli
    2019-01-11 13:23:32 -0200 Thumb picture
    gustavobiazoli checked-in to:
    Post by gustavobiazoli: <p>Acabei de jogar a demo.</p><p>#img#[609814]</p><
    Resident Evil 2 Remake

    Platform: Xbox One
    54 Players
    29 Check-ins

    Acabei de jogar a demo.

    Primeiro, 30 minutos não é nada para explorar a área inicial da delegacia, que já é bem limitada. Acabou tão rápido que nem percebi. E não posso jogar novamente com minha conta. Vou logar em outra e acelerar o passo para ver mais.

    Apesar de haver um ar de familiaridade na delegacia, sinto que estava perdido e mais aterrizado como nunca estive jogando Resident Evil - RE7 não conta. Clima pesado somado ao ótimo design de áudio mostra que não é necessário uma visão em primeira pessoa para tornar o jogo mais assustador. 

    Não temos uma mira muito precisa, tornando a tarefa de derrubar um zumbi desafiadora. Minimo que balas para derrubar um zumbi foram 4. Isso sem contar as perdidas por não estar acostumado com mira. Alem disso não é possível ter certeza que o dito cujo morreu de fato. Fui mordido 2x por isso. Achei uma quantidade razoável de munição nesse pouco tempo, mas sei que dificilmente ficarei na vantagem quando tiver número maior de inimigos acumulados. 

    Antes de acabar os meus 30 minutos, tinha conseguido uma Shotgun com algumas balas. Não cheguei a usar, mas me senti um pouco mais confiante. 

    Essa tática de limitar um tempo para jogar é muito boa para incentivar uma pré-compra após seu termino. Se não achasse tão caro - e relutante em comprar jogas digitais no lançamento - com certeza já teria feito. Esse ano irei me dar o luxo de comprar alguns lançamentos na primeira promoção boa que encontrar. RE2 será um deles.

    16
  • gustavobiazoli Gustavo Biazoli
    2019-01-10 09:26:50 -0200 Thumb picture
    gustavobiazoli checked-in to:
    Post by gustavobiazoli: <p>Voltei a minha jornada em Dark Souls III.</p><p>
    Dark Souls III

    Platform: Xbox One
    171 Players
    177 Check-ins

    Voltei a minha jornada em Dark Souls III.

    Precisava derrotar o Matador de Dragões para continuar, mas estava muito difícil. Morria com 2 hits e sem sinal de ajuda na hora que entrava para jogar. Decidi descer até os domínios do Antigo Rei Demônio e dar uma explorada. Matei o Boss e desliguei a maquina de guerra gigante do local. 

    Depois de ter feito a limpa na área, enfrentei Oceiros, o Rei Decaído. Não foi uma luta difícil. Morri a primeira vez faltando apenas um golpe para vencer (ódio infinito), mas a segunda não dei chance para ele. A área seguinte era familiar. Surpreso ao perceber que estava no inicio do jogo novamente, mas agora com a morte do sol. 

    O Campeão Gundyr foi complicado. Estava mais forte, rápido e puto do que nossa primeira luta. Acho que na sexta alternativa, quando consegui ajuda de um fantasma amigo tive a vitória (O Sword Man não me foi muito útil). Matei Gundyr diversas vezes como fantasma e comecei a explorar mais a minha Katana com elemento de fogo. Antes dela usava apenas armas mais pesadas. 

    A descoberta sobre as Firekeepers me intrigou bastante ao adentrar o santuário. Consegui a chave para a torre e comprei a clássica - e épica - armadura de Artorias \o/! 

    Após isso tudo, tomei coragem e fui enfrentar Matador de Dragões. Ainda estava difícil, mas dessa vez consegui ajuda e o derrubei. Agora é avançar a misteriosa biblioteca a frente.  

    18
Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...