grindingcast

O Podcast criado para os amantes de RPG Eletrônico: geekquest.org/grindingcast/

You aren't following grindingcast.

Follow him to keep track of his gaming activities.

Follow

  • 2019-07-26 19:53:45 -0300 Thumb picture

    Atelier Ryza: destalhes sobre novos personagens

    A Koei Tecmo e o desenvolvedor Gust lançaram mais informações, video, e screenshots de Atelier Ryza: Ever Darkness & the Secret Hideout , introduzindo os novos personagens Lila Decyrus, Kilo Shiness, e Agatha Harmon.

    Lila Decyrus (Voz por Haruka Terui)

    Uma guerreira envolta de mistérios e edgyzices que acompanha Empel. Junto com Empel, Lila é uma guerreira andarilha que encontra seu caminho para a vila de Rasenboden. Embora ela tenha uma aparência misteriosa, ela é altamente qualificada em combate e concorda em ensinar Ryza e seus amigos a lutar em batalhas reais. Lila tem um comportamento cool e meio sério, sempre usando palavras com moderação e segue direto ao ponto. 

    ( Thy- Parece ser bem meu tipinho de personagem heh)

    Kilo Shiness (voz por Shiori Mikami)

    Uma obstinada usuária de Espíritos.

    Uma mulher conhecida como usuária de espírito que é um pouco frágil. Para proteger algo importante, ela continua a lutar sozinha.

    Ryza e companhia encontrarão Kilo em lugares inesperados.

    ( Thy- Minha opinião pessoal, é que a escolha da palheta não foi boa, pois a mesma foi usada na Lila, então ela parece uma versão mais nova da outra apesar das tetas ENORMES escondidas, que estão me agoniando.)

    Agatha Harmon (voz por  Masumi Asano)

    O líder dos "Guardiões" que protegem a vila de Rasenboden. 

    Entre os Guardiões, ninguém consegue igualar sua habilidade com uma espada.

    Ela é Leal e justa, legítima paladina. Embora respeite a ordem pública, ela não é fria e é bastante popular entre os moradores. Ela acredita no crescimento das pessoas da vila, e confia que os pequenos ainda irão ser adultos incríveis.
    ( Thy- Vi novamente aqui um problema com repetição de coisas no desing, ela parece uma digievolução da Riza, acho um desperdício. )

    Por enquanto sobre os personagens é isso que temos de notícia. Apesar de serem muito bonitinhas, e eu ter gostado demais da Lila, a repetição que eu comentei acima é algo que não está me agradando muito, acho que só irei perdoar se Lila e Kilo forem da mesma família, assim como Agatha e Riza.  

    Escrito por @thyene

    Atelier Iris ~Eternal Mana~

    Platform: Playstation 2
    194 Players
    24 Check-ins

    28
    • Micro picture
      _gustavo · 7 months ago · 1 ponto

      Uma das primeiras DLC vai ser a Kilo sem esse poncho, ainda mais se depender da KT

      1 reply
    • Micro picture
      zir0 · 7 months ago · 1 ponto

      Esse atelier vai salvar a trilogia passada que foi fraca

  • srw
    2019-07-26 11:36:17 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    PV2 pro novo Sakura Wars

    https://www.facebook.com/watch/?v=2164774100479478

    Infelizmente não achei um video no youtube pra linkar direto, mas já da pro gasto.
    Um detalhe que mostra rapidamente, pelo jeito esse será um jogo de ação em vez de estratégia, mas se será só assim ou terá outros modos, é esperar pra ver.

    Atualização:

    Achei um video com o gameplay, será de ação mesmo:

    Sakura Wars: So Long, My Love

    Platform: Nintendo Wii
    51 Players
    6 Check-ins

    25
  • emphighwind Emp Highwind
    2019-07-25 08:41:38 -0300 Thumb picture
    Thumb picture
    Post by emphighwind: <p>Kubo não vai ser o único character designer de S

    Kubo não vai ser o único character designer de Shin Sakura Taisen, os personagens do Shanghai Revue Wushenlong tem design feito pela  Horiguchi Yukiko.

    Tava feliz com o povo chinês, mas ai finalmente mostram gameplay das batalhas e:

    >virou action.

    Bem ao menos o knowhow pra SRPG ficou em Valkyria Chronicles, mas te ferrar Sega já basta Shining pra trasformar de SRPG pra Action, eu fiquei com medo disso acontecer quando não mostraram nada do gameplay de batalha até agora.

    Sakura Wars

    Platform: Dreamcast
    21 Players

    16
    • Micro picture
      the_muriel · 7 months ago · 2 pontos

      Cara arte deles ficou muito contrastante, e ainda por cima virou ARPG T_T

      5 replies
    • Micro picture
      manoelnsn · 7 months ago · 1 ponto

      Puta merda, a coisa só tá piorando, ahuahua

      2 replies
    • Micro picture
      wcleyton · 7 months ago · 1 ponto

      Shining já era ARPG desde o Ps2, e não são la essas coisas não

      1 reply
  • 2019-07-24 20:34:15 -0300 Thumb picture

    Oninaki (demo)

    Olá

    Acabei de terminar a demo de Oninaki e gostaria de falar um pouco sobre ele.
    Esse é o terceiro jogo da Tokyo RPG Factory (Empresa da Square Enix e criadora de I am Setsuna e Lost Spear - sim, eu falo muito deles). Dos jogos anunciados na E3, possivelmente Oninaki é meu jogo mais esperado.

    História (demo):

    Você está na pele de Kagachi, ainda criança, testemunhando o "funeral" de seus pais que faleceram devido a uma doença.
    Kagachi encontra uma garota que pergunta a ele porque ele ainda está incompleto, mas ele não compreende... Kushi, pai de sua amiga de infância Mayura e um Watcher, guia os pais do garoto para a reencarnação. Então o game tem um time skip e Kagachi e Mayura já são Watchers.

    Watchers viajam entre o mundo dos vivos e o além, guiando os mortos para a reencarnação e os salvando do "Lost" (é algo como ficar vagando e se perder ao invés de conseguir o descanso e posteriormente a reencarnação), Watchers são companhados por Daemons, Daemons são almas que não puderam reencarnar pois foram banidas ou amaldiçoadas e que não possuem memorias de sua vida passada (vou falar sobre isso na parte de skills).
    A existência deles é algo louvável pelas pessoas, isso é claro conversando com os NPCs

    O jogo trás algumas "filosofias" que te faz pensar, Watchers tem a autoridade de tirar a vida de alguém caso essa seja sua vontade, vou citar dois casos da demo pra que fique mais facil a compreensão:
    1- A alma de uma criança não fez a passagem, então os Watchers devem guia-lá. Ao conversar com a criança, ela não havia feito a passagem pois estava com medo de ficar sozinha e então pede para que Kagachi o leve para ver seus pais uma ultima vez antes que ele faça a passagem para a reencarnação, conversando com os pais do garoto, Kagachi insensivelmente diz a realidade para eles, e após um dialogo sobre o medo do pai e a aceitação da mãe, ambos concordam em morrer naquele momento para fazer companhia à alma de seu filho até a passagem... e então, Kagachi cumpre seu papel:

    2- Houve um suicídio coletivo em uma ceita chamada "Arca da esperança", mais uma vez a alma perdida é de uma criança (criança é foda) que não fez a passagem pois ficou esperando o Navegador (algo como pastor) encontrar eles após a morte, e então, após investigar e encontrar esse Navegador dentro de uma sala com caixas com barra de ouro, Kaguchi entende que o Navegador influenciou as pessoas a se matarem dizendo que iria junto com eles, mas não se suicidou, ficou vivo para ficar com todo o tesouro da ceita, fazendo a assim a pobre criança ouvir a confissão e aceitar que todos foram enganados para a morte, assim não deixando outra alternativa a não ser aceitar a paz e fazer a passagem, logo após isso, Kagachi leva o Navegador para julgamento.

    Em apenas uma demo, consegui sentir uma leve tristeza e raiva; e espero que a história do jogo completo seja ótima!

    Sistema:

    O jogo possui as dificuldades Casual, Normal e Maniac, onde no mais dificil tem o drop rate dos itens bem mais alto (Eu joguei a demo no normal e achei fácil demais, provavelmente no jogo completo vou jogar no maniac)

    Durante a jogatina você pode (e deve) passa do mundo dos vivos para o além, falando de uma forma mais simples, no mundo dos vivos você conversa com os vivos/npcs e no além com os mortos/almas (dã).

    Os monstros são diferentes nos mundos diferentes, se certas partes do mundo dos mortos está muito escura é precisos derrotar um mini boss para ter acesso à aquele trecho, assim como algumas passagens só estão abertas em certos mundos, ou seja, você terá que ficar alternando. Exemplo como passar essa parte sem ponte:

    E o "mapa mundi" infelizmente não é livre para andar, são locais selecionáveis

    Gameplay:

    Eu gostei bastante do que senti na demo, mesmo com esse sistema simples de action, a jogabilidade tem seus atrativos, como exemplo os Daemons; no total temos 4 (Aisha, Zaav, Wil e Izana), a jogabilidade muda conforme cada Daemon que está te possuindo, ex: Aisha te da uma skill de Dash, Zaav te permite pular, Wil te permite defender ataques inimigos e Izana abre um curto teleporte.
    Além disso cada Daemon tem seus equipamentos que podem ser dropados no decorrer do game, sistema de evolução dos equipamentos e slot. 

    Também possuem arvores de habilidade onde há habilidades passivas e ativas, os pontos de habilidade você ganha no decorrer do gameplay, Kagachi sobre de nivel, mas o Daemon não, porém, conforme são liberadas as habilidades, o Daemon sobe de Rank

    Lá em cima eu comentei que os Daemons não possuem memorias da sua vida passada, pois bem, na arvore de habilidade para você chegar em uma certa skill você tem no meio do caminho uma "fragmento de memoria" onde assimq ue você comprar você tem acesso a uma cutscene que o próprio Daemon se lembra e conta quem ele era.
    Eu achei isso ótimo, pois acrescenta muito no background do game e eu gosto muito disso.

    Existe também um sistema de afinidade, durante o gameplay sobe uma porcentagem que te da bônus de ataques, porém se muito alto, diminui a defesa, permitindo a ativação com o R1 para esse modo "manifestado"

    Bom, é isso, eu espero que minha opinião sobre a demo sirva para alguém kkk, particularmente estou ansioso pelo resto do game e é uma compra certa no lançamento!
    Até mais

    By: @lucas_jiro

    11
    • Micro picture
      _gustavo · 7 months ago · 3 pontos

      Eu nem vi q tinha demo disponível, mas por alguma motivo não me chamou atenção, mas as artes estão bem legais, to com os trails jogando então nem devo testar kkkkkkkk

    • Micro picture
      manoelnsn · 7 months ago · 2 pontos

      Eu ainda não joguei a demo completa, já que tô garrado nos Atelier Iris, mas provavelmente devo comprar no lançamento também, afinal é Tokyo RPG Factory

  • _gustavo Luis Gustavo Da Luz
    2019-07-24 15:55:47 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Detalhes e novos personagens para Atelier Ryza

    A Gust revelou novos detalhes de Atelier Ryza Ever Darkness & the Secret Hideout, através da edição dessa semana da Dengeki Playstation

    A começar por três novos personagens

    Lyra Desias

    Uma misteriosa guerreira com uma atmosfera calma, fria e reclusa, que está investigando Anbell e Kuken Island para um determinado propósito. Ela ensina Ryza e seus amigos a lutar. Ela empunha um par de garras longas em batalha e luta ao lado de Ryza como membro de sua party.

    Kiro Shinus

    Um usuário de espíritos que luta sozinho por algo importante. O jogador encontra Kiro varias vezes em lugares inusitados através da jornada.

    Agathe Harman

    O líder popular dos guardiões que protegem Razenboden Village, que cuida de Ryza e seus amigos.

    O novo sistema de sintetização chamado de Linkage Synthesis também foi detalhado

    Existem diferentes árvores para cada receita. Até mesmo a mesma árvore pode ter um resultado diferente, dependendo da rota escolhida. Há também um sistema de síntetização automática.

    A “Recriação de Itens” re-sintetiza itens que você usou anteriormente. Os materiais também podem ser sintetizados a partir do ponto em que você parou nas árvores de itens previamente

    O sistema de criar campos inteiros para coletas de materiais serão através de garrafas. Ao adicionar mais materiais em tais garrafas, a aparência do local e os itens que você pode coletar serão alterados.

    Atelier Ryza: Ever Darkness & the Secret Hideout será lançado para PlayStation 4 e Switch em 26 de setembro no Japão, e para PlayStation 4, Switch e PC via Steam em 29 de outubro na América do Norte e 1 de novembro na Europa.

    33
    • Micro picture
      gradash · 7 months ago · 3 pontos

      Não preciso ler, já gostei dela.

    • Micro picture
      the_muriel · 7 months ago · 2 pontos

      Ela tem um "Carisma" próprio kkkkk

    • Micro picture
      wcleyton · 7 months ago · 2 pontos

      Já é GOTY, não precisa nem discutir, dispensa o restante que já temos o GOTY

  • _gustavo Luis Gustavo Da Luz
    2019-07-22 14:39:43 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Tears of Avia SRPG inglês anunciado para PC e XBOX One

    A desenvolvedora inglesa CooCooSqueaky anunciou Tears of Avia, um game de RPG de estratégia em turnos com fortes influencias Japonesas

    A data para lançamento é no ultimo trimestre de 2019, com versões para XBOX One e PC via Steam

    24
    • Micro picture
      le · 7 months ago · 1 ponto

      Só espero que não seja daqueles RPGs táticos que dependem de mashing (tô olhando pra vocês, Project X Zone Shining Feather).

      4 replies
  • 2019-07-22 11:25:26 -0300 Thumb picture

    Atualizações podcast de Final Fantasy VII

    No dia 14 nossa equipe se reuniu para a gravação do podcast de FFVII, depois de horas de suor, lagrimas e sangue *Momento dramático*
    Chega a hora de salvar o arquivo e...o programa crasha....*Musica triste do  naruto*, então ontem ,dia 21, nos reunimos para gravar novamente, já calejados da ultima vez, criamos precações extras para evitar o incidente, e ai esta o resultado:


    Um poco mais de 6h de gravação, vai ficar impossível para mim editar e entregar ele até sexta e manter uma qualidade dessente, então vou estender um pouco o prazo para entregar algo de qualidade, sendo assim a nova data de lançamento sera para dia 03/08

    Segundo tópico que queria conversar é o seguinte, é bem provável que o tempo final do cast fique entre 3h e 4h, sendo assim, preferem que lancemos eles em 2 partes no mesmo dia igual os últimos questlogs? ou um podcast só bem grande? 

    Bom era isso, desculpa ai o atraso que vai acontecer.

    By @the_muriel

    Final Fantasy VII

    Platform: Playstation
    9931 Players
    263 Check-ins

    14
    • Micro picture
      santz · 7 months ago · 3 pontos

      Faz igual a Square e divide em partes :)
      Mas só 2, por favor.

      1 reply
    • Micro picture
      slashgoodboy · 7 months ago · 2 pontos

      Então a minha mandinga pro atraso do podcast deu certo.
      Quer dizer
      Sinto muito mesmo.

      1 reply
    • Micro picture
      lukenakama · 7 months ago · 1 ponto

      Puts, quero nem imaginar a dor de ver isso acontecer.
      Eu realmente não vou ver pois não joguei Final Fantasy 7, então pra evitar spoilers, mas se eu fosse ver, diria pra dividir em duas partes pra facilitar, ainda mais que o povo pode demorar dias pra ver, um dia vê 30 minutos, outro dia vê 1 hora, então com menos tempo fica mais fácil saber em que minuto parou de ouvir.
      Mas como falei, não vou ouvir então não sei se posso opinar.

      2 replies
  • jcelove José Carlos
    2019-07-21 22:36:00 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    10 Super Bosses difíceis de esquecer

    Medium 3734499 featured image

    Em Jrpgs,tornou-se comum encontrar, geralmente no fim do jogo ou no post game, bosses opcionais muito mais difíceis de derrotar que o final boss,  sendo alguns deles um verdadeiro teste de domínio das mecânicas de batalha, já que a velha manha de upar até nível 99 quase sempre não basta contra os melhores deles. E é desses casos que quero lembrar hoje.

    Como tem uma galera jogando/rejogando FF VII ultimamente por aqui, me recordei de um, ou melhor dois grandes exemplos de superbosses que pra muitos foram os primeiros a causar susto e trauma por um bom tempo.

    Levante a mão quem não penou pra criar chocobos  visando conseguir a desejada summon Knights of the round, só pra perceber que nem ela sozinha consegue derrotar os Emerald e Ruby Weapon!...

    Com essa "agradável"recordação,  resolvi listar mais alguns superbosses que exigem mais que level 99 pra se vencer, OU são uma esponja de hp tão gigantesca que se você não causar uma dano monstruoso vai perder pelo cansaço.

    Séries como FF e SMT e Kingdom Hearts sempre trazem desafios assim e vou citar alguns dos meus favoritos (se é que posso chamar assim) e outros que nem cheguei a encostar mas que são lendários e obrigatórios em qualquer listinha do tipo. Não se trata de um top, nem de uma seleção definitiva, só algumas lembranças traumáticas mesmo.

    Emerald e Ruby Weapon (FF VII)

    Com certeza os superbosses mais icônicos dos JRPGs, ao menos aqui no ocidente, já que muita gente começou no gênero com o clássico do PS1 e se traumatizou quando encostou o submarino sem querer no Emerald Weapon, sendo OBLITERADO em segundos ou ficou curioso com a misteriosa garra vermelha no deserto perto da Gold Saucer e se viu numa batalha impossível sem aviso.

    Emerald é o mais temido dos dois pq tem mais hp e bate FORTE e sem pena, um segundo pra respirar e provavelmente sua party já morreu. Ruby é UM POUCO mais tranquilo, mas o jogador precisa saber o esquema de preparação antes da luta pra não ver seus companheiros jogados pra fora da batalha. Pra ambos, além de level 99 é preciso uma estratégia bem amarradinha com materias em master e muitos combos de ataques pra ter uma chance. Ainda assim é bem fácil perder num momento de vacilo. Ambos tem muito mais hp que qualquer inimigo do jogo e fazem o Sephiroth em sua ultima forma parecer um bebê.

    Elizabeth/Theo e Margaret (Persona 3 Portable, também em Persona 3/FES e Persona 4)

    Ah, as duas ajudantes (ou seu irmão Theo, caso jogue com a protagonista feminina) do Igor em P3 e 4 são amáveis...até vc ter que encara-las em batalha e ver o satanás da apelação de dano 9999 em forma de secretária de vestido azul.

    Citei especificamente a versão portátil do P3, porque ele tem batalhas contra as duas e  são bem mais dificeis que em suas aparições em P3 e P4, já que no P3P você precisa farmar itens especificos pra invocar as fusion spells, ao contrário de só gastar MP como era no P3 original.

    A Margaret estreou como superboss no P4, mas apesar de difícil e de exigir vitória em um limite de turnos especifico e uma estratégia eficiente, com muito grind e a persona certa da pra vence-la mais tranquilamente.

    Já na sua aparição bônus em P3P ela vem com um esquema que exige que o jogador cause 5000hp de dano a cada 10 turnos usando ataques específicos, caso contrário ela mata instantaneamente. Tendo o level e personas certas, sabendo a ordem de ataque não é tão difícil, mas ainda é bem mais trabalhoso que no P4.Um deslize e magia sem defesa de dano 9999 na cara, quantas vezes for preciso pra te matar.

    Já a Liz é uma das superbosses mais difíceis que á enfrentei até hoje. A única que me exigiu usar uma CALCULADORA pra contar o dano causado a cada turno porque só se tem uma unica chance de mata-la quando conseguir causar 9999 de dano, caso contrário ela recupera todo o HP e volta-se a estaca zero num loop infinito até você não ter mais item nenhum. Foram meses de sofrimento até conseguir derrota-la

    Hitoshura (Digital Devil Saga)

    O protagonista de SMT 3 Nocturne é talvez vais lendário e difícil superboss da série (tem a Liz e do Philemon, o Stephen no mais recente jogo da franquia, SMT IV apocalypse no páreo também, dificil escolher...). Em sua aparição no primeiro Digital Devil Saga ele vem acompanhado por seu exército de demonios numa batalha opcional que da arrepios em quem jogou até hoje de tão apelão que é. Não tive o "prazer" de jogar DDS 1 mas a dificuldade dessa batalha é lendária e poucos são os que podem se orgulhar de ter vencido o MC mais querido da série sem ser trucidado numa sequencia de press turns infinita até o hp da party zerar.

    Philemon (Persona 2 Eternal Punishment)

    A quem diga que a dificuldade de Philemon, que resolve testar a turma da Maya se o jogador for corajoso (ou maluco) o suficiente pra desafia-lo no final de P2 EP, é ainda maior que a do Hitoshura no DDS.

    Não se chega a um consenso porque a turma que jogou SMT 3 e DDS é bem maior que a de Persona 2, mas o bicho é difícil de encarar. Confesso que nem tentei quando joguei EP....

    Sephiroth (KH 1 e 2) 

    Suegindo como uma batalha secreta na arena do mundo do Hercules, Sephiroth foi uma bela surpresa quando jogamos o primeiro KH. Bela não foi a forma como ele nos tratou já que Seph aparece em toda sua imponência e poder com sua masamune e ataques impossíveis de se defender até você ter level 99, e muito item de cura e magia, além de muitas tentativas até decorar os inúmeros padrões das várias fases que ele assume na luta.

    No KH 2 a batalha contra ele já era esperada e fica ainda melhor já que rola um evento com os personagens de FF VII (e o Squall do FF VIII) antes e depois da luta. No 2 ele é um pouco mais fácil mas ainda exige muita preparação e reflexo a seus ataques rápidos pra se ter uma chance.

    Sim, você pode dizer que ainda assim Seph não é nem de longe o pior superboss da série, que sempre traz bosses insanos em suas versões finais, mas com certeza é o mais icônico.

    Ethereal queen (Valkyrie Profile e Star Ocean)

    Quem teve o prazer de jogar os games mais famosos da saudosa Tri-Ace até o final deve ter tido o "prazer" de encarar a rainha. Boss recorrente nos jogos da empresa, aparecendo em quase todos os Star Ocean, nos Valkyrie Profile 1 e 2 e no obscuro mas muito bom, Radiata Stories do PS2 (só pra citar os mais importantes). Também conhecida como Iseria queen , ela tem ataques fortíssimos e hp infinito sendo que geralmente chegar até onde se batalha com ela já é um desafio sinistro (que tem saudades da Seraphic Gate?)

    Yiazmat (Final Fantasy XII)

    Yiazmat é o ultimo monstro da quest de caçadas do jogo e a fecha com grande estilo tendo absurdos 50 MILHÕES de HP, o que torna um verdadeiro teste de paciência. A não ser que você tenha uma estrátegia muito eficiente, pode levar várias horas sem sequer chegar perto de mata-lo. É tanto hp que o jogo permite que você fuja da batalha e volte depois até conseguir matar o infeliz.

    Ele ao contrário da maioria dos bosses dessa lista não assusta tanto (apesar do tamanho), se conseguir chegar nele provavelmente tem condições de vencer. O chato é a demora e o potencialmente traumático risco de sua gambit falhar por algum motivo e seu healer cura-lo com um RENEW no final da luta XD

    Parei após 30min quando joguei no ps2 e nunca mais voltei. O save ta no MC esperando pra retornar algum dia.

    Erde Kaiser (Xenosaga 2 e 3)

    Erde Kaiser é uma summon galhofa estilo robô gigante de super sentai que pode ser obtida fazendo uma longa quest no decorrer do primeiro episódio de Xenosaga. O trabalho compensa pois além da palhaçada na invocação o ataque dele retira 9999 de hp de qualquer inimigo do jogo podendo matar o final boss com apenas um turno.

    Nos episodes 2 e 3, Erde Kaiser passou a ser também um superboss opcional. NO 2 a turma da Xion pode encarar o desafio da Dark Erde Kaiser se vizer todas as 40 sidequests do jogo, no 3 é possível encontrar a versão final da Erde Kaiser mais ou menos no fim do game, sendo uma batalha insanamente difícil ja que vc enfrenta um robô gigante sem poder usar os seus robôs gigantes. Nunca derrotei nenhuma das duas versões U_U

    Asura (Vagrant Story)

    Vagrant Story é um dos jogos com curva de aprendizado mais desnecessariamente longas EVAR. Jogo a mais de 10 anos e nunca dominei seu complexo sistema de afinidades e upgrade de armas e equips. Essa dificuldade é expressa pelas dezenas de bosses que você encontra no jogo e que podem ser resistentes a todas as armas que vc possui se não tiver preparado elas. Ashley, o bravo protagonista de nádegas a mostra pode estar OP em uma dungeon, matando todos os inimigos tranquilamente e de repente dar de cara, sem aviso, com um boss onde nenhuma arma causa mais que 3hp de dano de uma hora pra outra.

    Asura é o píncaro dessa cadeia de perversidade do jogo. Aparecendo na dungeon extra hardcore carinhosamente chamada de Iron Maiden b2,  e acessível apenas no NG+, a monstra de 4 braços  vem coroar uma sequência de 8 bosses difíceis por sí só nesta agradável área. Dificilmente você vai conseguir causar mais que 10hp de dano por ataque nela na primeira vez que encontra-la. Some isso a magia de regeneração que ela invoca constantemente recuperando bem mais que os 10hp que seus ataques tiram MAIS  buffs de ataque e defesa também constantes além de mais que o dobro do HP do ultimo boss e temos uma longa e frustrante peleja pela frente.

    Eve (Parasite Eve)

    Parasite Eve não é u jogo  muito difícil. O cinematic RPG da Squaresoft pode ser terminado tranquilamente em 15h, sem traumas. O problema vem se você ficar tentado a explorar a dungeon extra do NG+ que é nada menos que o famoso Crysler Building, outrora maior prédio do mundo, e ver que tem que subir 77 andares "vazios", mas lotados de inimigos e bosses difíceis a cada 10 andares. Se conseguir suportar a dificuldade e chatice da subida encontra a verdadeira final boss do jogo e algumas revelações sobre o passado da protagonista Aya Brea, SE conseguir derrotar a apelação em forma de mutante verde voadora que é a menina.

    Se você curte JRPG certamente tem sua listinha de bosses traumáticos também. Aproveite pra citar, preferencialmente bosses opcionais, já que tem muito boss surpreendentemente sinistro no meio dos jogos (tipo o Miguel em Chrono Cross) mas esses não tem jeito e geralmente se arruma maneira de passar. Conta ai pra nois^^

    Final Fantasy VII

    Platform: Playstation
    9931 Players
    263 Check-ins

    85
    • Micro picture
      salvianosilva · 7 months ago · 3 pontos

      Platinei o FF XII no ps4 e a luta contra o Yiazmat foi pura adrenalina haha

      1 reply
    • Micro picture
      thecriticgames · 7 months ago · 2 pontos

      J posso dizer com oruglho que encarei algumas dessas batalhas e vivi pra contar história como a EVE e o Sephiroth nos dois KHs, ja encarei tambem a Elizabeth no P3 mas jamais consegui derrota-la, ainda farei isso um dia.

      3 replies
    • Micro picture
      manoelnsn · 7 months ago · 2 pontos

      Eu ignorei a maioria dos super bosses, hauhauha

      Eu só enfrentei a Iseria Queen, queria usar o Lezard, Brahms e Freya na equipe XD

      5 replies
  • 2019-07-20 19:42:49 -0300 Thumb picture

    Atelier Iris - Artworks

    Essa arte mais anos 90 é muito legal. Pena que hoje em dia é extremamente raro achar algum JRPG mais atual com ela...

    by @manoelnsn

    Atelier Iris ~Eternal Mana~

    Platform: Playstation 2
    194 Players
    24 Check-ins

    14
  • 2019-06-24 17:25:17 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Uma RE-introdução a série Neptunia !

    Olá meu povo !

    Percebi que recentemente tem crescido o interesse do pessoal na série Neptunia, mas muitos ficam perdidos por onde começar porque convenhamos, pensa numa série pra ter tanto jogo, atualmente são 10 (na verdade 13 mas 3 deles não são tão essenciais assim) games da série. Estou desconsiderando também os 3 games lançados no PS3 antes do primeiro Re;Birth.

    A ideia é dar uma introdução rápida de cada game já lançado, as datas de lançamento condizem com a página dos games na Steam, mas é só a ponto de curiosidade

    Também é legal conferir o post de:

    Introdução as personagens principais da série

    E eu estou preparando o post monstro das referencias da série (que não são poucas) e os dois posts do inicio da persona serão provavelmente apagados em favor desse novo porque honestamente

    Não gosto deles (ツ) Anyway

    Bora

    Hyperdimension Neptunia Re;birth 1 - Lançado em 28/01/2015 - Versões de PC, Vita, PS3 e PS4

    Re.birth 1 serve como uma introdução a série, ele se passa num universo alternativo mas cabe bem na proposta de introduzir personagens, mundos e os sistemas do jogo que serão expandidos depois.

    Re;birth 1 é o único jogo da série até então onde você tem todas as personagens convidadas a disposição, ele ainda recebe pequenas DLC, as mais recentes trouxeram personagens de Re;birth 2 não jogáveis para a party, como os conselheiros de cada uma das nações.

    Hyperdimension Neptunia Re;birth 2 Sister's Generation - Lançado em 29/05/2015 - Versões de PC e Vita 

    Rebirth 2 começa com Neptune, Noire, Blanc e Vert sendo aprisionadas e cabendo a suas irmãs menores o resgate, daí o subtítulo Sister's Generation. O game expandiu a quantidade de finais, são 1 para cada nação, 1 para as personagens convidadas, 1 True Ending e 1 Bad Ending, chamado Conquest e conhecido pelos fãs da série como o final mais deprê de Neptunia kkkkk.

    Hyperdimension Neptunia Re;birth 3 V Generation - Lançado em 30/10/2015 - Versões para PC e Vita

    Rebirth 3 se dá após o true end do segundo jogo, onde tudo está indo bem mas depois de alguns eventos iniciais Neptune vai parar numa outra geração da Hyperdimension, remetendo quase que ao que seria a industria dos games nos anos 80. O Jogo é o primeiro a introduzir Plutia oficialmente na história, já que ela é apenas uma convidada no ReBirth 1

    Hyperdimension Neptunia Action Unleashed - Lançado em 21/03/2016 - Versões para PC e Vita

    O primeiro Spin-Off da Lista é um Hack-n-Slash de Arenas similar a Senran Kagura, inclusive produzido pela própria Tamsoft empresa responsável por SK. Deixando os turnos de lado Neptune, Noire, Blanc e Vert, além das novas Famitsu e Dengeki (famosas revistas de games Japonesas) devem fatiar hordas de inimigos.

    Hyperdevotion Noire Goddess Black Heart - Lançado em 26/04/2016 - Versões para PC e Vita

    O Segundo Spin-Off é protagonizado por Noire e se passa em GameMarket um universo totalmente paralelo a série. Produzido pela Sting, conhecida principalmente por Evolution do Dreamcast, o jogo é um SRPG similar a Final Fantasy Tactics, Disgaea e outros.

    Devido a natureza do estilo de game. Noire é o jogo com o maior número de personagens, 18 foram criadas exclusivamente para ele, além de 4 personagens DLC (If e Compa, Sting a produtora do game e Tiara de Fairy Fencer F, game que na época estava sendo promovido pela Compile)

    Megadimension Neptunia VII - Lançado em 05/07/2016 - Versões para PC e PS4

    O terceiro (ou quarto se considerarmos ReBirth1) game da série, principal, também conhecido como Victory II, trouxe uma nova engine (que depois serviu de base para o remake de PS4/PC do Fairy Fencer F, Advent Dark Force). O game dessa vez se passa em três dimensões diferentes

    No Game Neptune novamente vai parar em outra dimensão, inicialmente na Zero Dimension onde ela conhece a Orange Heart, Uzume Tennouboshi, e também sua versão adulta. Depois muda para a Hyperdimension onde somos introduzidos ao grupo The Gold Third que toma o lugar das CPUs, e mais tarde para a Heart Dimension quando Neptune e Uzume conseguem sair da Zero Dimension e se juntam a Noire, Blanc e Vert..

    Como ultimo da série principal até então, VII é o maior dos games.

    O game foi recentemente relançado com suporte a VR, intitulado Megadimension Neptunia VIIR, mas a versão retirou algumas coisas da versão normal, como os personagens convidados, e finais, exceto o true end.

    Megatagmension Blanc + Neptune vs Zombies - Lançado em 31/10/2016 - Versões para PC e Vita

    Lançado no dia das bruxas. O terceiro spin-off usa uma engine de Action U aprimorada, agora com suporte a Coop; No game as Deusas são enviadas a universidade para estudar melhor o comportamento humano, mas eventos acontecem e a universidade precisa ser fechada, como saída Neptune funda um clube de filmes de terror e chama Blanc para ser a roteirista da história (daí o título). O game também foi feito pela Tamsoft, inclusive a própria Tamsoft aparece como personagem desta vez.

    Vale citar também que ele possuí inúmeras referencias a filmes e séries de terror, como Night of the Living Dead, Halloween,  entre outros. 

    Superdimension Neptune Vs Sega Hard Girls - Lançado em 12/06/2017 - Versões para PC e Vita

    O quarto Spin-Off desta vez traz Iffy como protagonista e uma Neptune transformada em moto. Iffy deve investigar o desaparecimento da história de Gameindustry para isso ela conta com ajuda da nova personagem, Segami e das Sega Hard Girls, GameGear, Dreamcast, Saturn e Genesis.

    Apesar de ser um Spin-Off, SHG tem o mesmo gameplay em combates da série principal. As novidades ficam por conta de "gimmicks" encontrados nas dungeons, como paredes que podem ser escaladas, ou estruturas para se pendurar.

    Cyberdimension Neptunia 4 Goddesses Online - Lançado em 27/02/2018 - Versões para PC e PS4

    O quinto Spin-Off, novamente um Hack-N-Slash, agora com forte influencias no coop e nas partidas online como o jogo sugere, entretando pode ser jogado completamente solo.

    Na história as 4 Deusas são escolhidas como Beta Testers da nova versão do game 4 Goddesses Online. O game é cheio de referências a esse estilo, como Sword Art Online ou .Hack. Cada uma das protagonistas possuí uma classe, Neptune é uma Paladina, Noire uma Black Knight, Vert uma Enchantress e Blanc uma Priest. As irmãs mais novas também aparecem como jogáveis novamente, Nepgear como Mage, Uni como uma Thief, Ram de Ninja e Rom de Samurai.

    O jogo é o primeiro a utilizar a Unreal Engine 4.

    Super Neptunia RPG - Lançado em 20/06/2019 - Versões para PC, Switch e PS4

    O mais recente, e Sexto Spin-Off da série é o primeiro game feito por uma empresa ocidental, a Artisan Studios do Canadá. O game dessa vez tem uma perspectiva de exploração e combates em 2D com cenários desenhados a mão e usa a Unity como engine.

    No game Neptune, Noire, Blanc e Vert estão sem memória e contam a ajuda de uma garota chamada Chrome para enfrentar a Bombyx Mori uma organização que impede o desenvolvimento de games em 3D numa versão alternativa da Hyperdimension.

    O nome completo do game é Brave Neptune: World & Universe! Pay Attention!! Ultimate RPG Declaration! Mas a empresa resolveu não usar o nome traduzido do Japones por ser muito grande kkkk.

    ---

    Além destes existem ainda 

    Hyperdimension Neptunia: Producing Perfection um exclusivo de Vita com estilo de VN onde devemos gerenciar a carreira de Idol da Deusa escolhida.

    E o recente Neptunia Shooter, um Shmup side-scroll lançado exclusivamente na Steam.

    A série também caminha para um novo jogo ainda não oficializado mas já revelado, chamado e-Ninja Neptune, além de um novo OVA que terá Megadimension VII como base aparentemente.

    That's all Folks o/ Até o próximo

    _Gustavo

    38
    • Micro picture
      manoelnsn · 8 months ago · 3 pontos

      @the_muriel tu deve conhecer todo esses aí, ahuahua

      1 reply
    • Micro picture
      emphighwind · 8 months ago · 2 pontos

      Os caras realmente botam debaixo do tapete a trilogia inicial do PS3.

      3 replies
    • Micro picture
      hukori · 8 months ago · 2 pontos

      Eu achei bem estranho no Re;birth 1 eu ter acesso a tanto personagem, e ter acesso as irmãzinhas antes do 2 foi algo que particularmente decepcionante.
      Para mim ter tanto acesso desde o começo deixou a história mais complicada do que quando eu joguei os primeiros do PS3, e isso me desanima de voltar a jogar os Re;birth...

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...