2019-01-12 01:47:23 -0200 2019-01-12 01:47:23 -0200

Impressões gerais sobre o game

Nesse post farei uma análise geral destacando os pontos que eu considero negativos e os pontos que considero positivos (que talvez vire uma crítica futuramente). Pra quebrar o costume vou começar com as negativas, que por sinal são poucas se comparadas aos atributos positivos do game.

Negativos:

Alguns chefes são desnecessariamente fortes: É comum enfrentar chefes fortes guardando os castelos, mas alguns deles possuem um nível de força muito desequilibrados para o momento do jogo. Por exemplo, no capítulo 5 da 1º geração os chefes utilizam armas lendárias, mas estamos no último capítulo da 1º geração então não há problema quanto a isso. Agora no 2º capítulo da segunda geração o chefe também utiliza uma arma lendária e nesse momento do jogo só temos acesso a duas delas por parte do Ares e do Shanan, mas, se eles tombarem, é praticamente game over, o que causa certo desequilíbrio na dificuldade do jogo. 

Mapas MUITO Grandes: Os mapas desse jogo são muito extensos e cansativos de se jogar. Para os mais experientes isso não é um problema muito  grande, mas o fato é que esse jogo acabou se tornando muito cansativo a ponto de fazer no máximo 2 fases por dia, e depende da fase. Claro que tem gente que consegue ter uma paciência de aço, mas ainda assim é muito desgastante fazer várias estratégias conforme o decorrer das fases.

Sleep Staff e Hel: Sem dúvidas o que mais me irritou no final do jogo, não se trata de reclamar da dificuldade do jogo, mas isso é simplesmente irritante e desnecessário colocar 5 magos que ao invés de atacar colocam suas unidades pra dormir por 5 turnos, ou então colocar 5 magos que ignoram totalmente a resistência de suas unidades e levam seu Hp a 1 pra uma formiga qualquer matar ela depois. O primeiro é desnecessário e o segundo é exagerado no fim das contas.

Positivos:

Trilha sonora: Foi o 1º jogo da franquia Fire Emblem que eu vi utilizar uma música por fase. Não tem trilhas sonoras repetidas (acho que só a música do capítulo final que tem um trecho da música do prólogo se não me engano) e cada uma delas dá uma identidade diferente para os capítulos. Sem dúvidas uma das melhores da franquia!

Habilidades: A adição de habilidades nesse game foi um dos elementos que o torna tão único para os fans da franquia, pois muitas unidades com baixos stats podem adquirir habilidades que as tornam quase invencíveis.

Conserto das armas: Algo que sempre me perturbou ao usar as armas lendárias na franquia é o fato de que quando elas quebram é adeus. Nesse jogo, porém, é possível reparar as armas no arsenal dos personagens, fazendo com que não haja tanto receio em utilizar armas lendárias nesse jogo.

Plot Twist: O enredo do jogo seus eventos tornam ele muito bem falado e não é átoa. Durante a 2º geração acoh que a história ficou um pouco mais menos detalhada do que a 1º, mas isso se dá pelo palco muito bem construído no durante a 1º geração, o que fez a 2º parte ter um enredo bem mais simples, mas em nenhum momento fraco ou coisa parecida.

Personagens: Talvez o ponto mais forte da franquia no geral, e Genealogy não fica pra trás nesse critério. Todos os personagens possuem um valor único, o que faz deles indiscartáveis em hipótese alguma. No geral, não tem como afirmar que um personagem é desnecessário ou irrelevante na história do game. Tanto que resolvi fazer um TOP 5 de cada geração a começar com a 1º:

5º Lugar

Quan foi de cara um dos personagens que eu mais gostei logo no começo do jogo. Pena que ele se retirou grupo no início.

4º Lugar

Ayra sem dúvidas é uma das melhores personagens da franquia no geral. Pra mim, pelo menos, entre as espadachins femininas da franquia, ela é a melhor de longe.

3º Lugar

Eldigan, mesmo sendo um NPC, foi um dos mais memoráveis da franquia, seja pela personalidade, pelo estilo, pelo seu carisma e por sua lealdade para com os amigos(Eu te odeio Chagall! Vou sentir falta de postar isso huehue).

2º Lugar

Lewyn é de longe o personagem mais carismático do jogo, e um dos meus favoritos da franquia. Ele é bem palhaço no início, mas demonstra grande apreço pelo seu país e pelos seus amigos além de guiar Seliph e companhia durante a 2º geração. Ele me lembrou bastante o Josuha, então já sei que ele serviu de inspiração pra o meu favorito de The Sacred Stones.

1º Lugar

Sigurd sem dúvidas é um dos melhores protagonistas de Fire Emblem, Sendo o único que já começa extremamente forte. Sua personalidaade também se difere dos demais protagonistas no geral, tanto por ser mais velho, quanto por ser sempre leal aos amigos mesmo quando eles estão no lado inimigo e não escondendo seus anseios ou desejos de vingança contra aqueles que traíram sua lealdade.

Agora para a 2º geração:

5º Lugar

Leif foi um dos melhores do jogo durante a 2º geração mesmo sem ter uma arma lendária, e sem dúvidas o mais versátil do time tendo acesso à quase todas as armas do game, e pelo que dizem que ele fez em Thracia 766 então esse kugar é mais que merecido por ele.

4º Lugar

Larcei é sem dúvidas uma das melhores espadachins do jogo junto com seu irmão Ulster. O motivo dela substituir ele nesse top é, novamente a sua personalidade forte.

3º Lugar

Arthur é 100% carismático (puxou isso da mãe kkk) e um dos melhores magos da 2º geração. A personalidade dele logo de cara me fez curtir o personagem e ele é bem forte mesmo em níveis baixos.

2º Lugar

O protagonista da 2º geração, sem dúvidas um dos mais memoráveis da franquia no geral. Sua personalidade lembra bastante o Marth, que é o meu personagem favorito da franquia, e suas convicções para lutar também concederam a ele essa posição. 

1º Lugar

Ares, o filho de Eldigan, foi pra mim o melhor personagem da 2º gen. Isso por sua personalidade semelahnte à de seu pai Eldigan e sua força e sustento para o time, sendo indispensável em todos os momentos. Ele também é muito Badass, vale rassaltar.

Gostaria de fazer uma mensão honroza para Talitiu e o Lex (primeira gen), Nanna e Ced (2º gen) e Finn, Shanan e Oifey que participaram nas duas gerações.

No geral esse jogo é muito recomendado da minha parte e possui um dos melhores enredos da franquia.

Fire Emblem: Seisen no Keifu

Platform: SNES
208 Players
83 Check-ins

5
  • Micro picture
    arthurdias25 · 3 months ago · 2 pontos

    Não querendo ser chato, mas um pequena correção, no Ch 7 quando vc enfrenta o Blume com a arma lendária vc tem na verdade 2 Personagens com ela que é o Shanan e o Ares, mas não deixa de ser desequilibrado a dificuldade realmente.
    e gostei bastante dos seus top personagens, realmente esse jogo tem alguns dos melhores personagens. Mas perguntinha basica, cade o Shanan kk? nem nas menções honrosas cara?

    2 replies
  • Micro picture
    gicba · 3 months ago · 2 pontos

    Boa. FE4 é um ótimo jogo, ambicioso e experimental, então algumas coisas funcionam e outras não, mas num geral eu acho que ele foi um grande passo pra série, vindo dos 3 anteriores. Dava pra ver que o escopo do jogo era bem maior agora.

    Os mapas grandes são realmente um problema, não seriam tanto se você não tivesse de andar manualmente pra cada castelo e tal. Maior parte do tempo você passa andando pra lá e pra cá ao invés de lutando, é um pouco triste...sempre que eu jogo eu faço um castelo por sessão mesmo, já que é de fato bem cansativo.

    Bom gosto em personagens btw! (Apesar que eu diria isso pra quase qualquer personagens que tu botasse aí. Eu gosto de quase todo mundo nesse jogo ahahaha)

    1 reply
Keep reading → Collapse ←
Loading...