2015-01-09 12:53:34 -0200 2015-01-09 12:53:34 -0200
nintendonews Luis Gomes

Culpando altos impostos, Nintendo encerra operações no Brasil

A Nintendo anunciou hoje (9) que não distribuirá mais jogos e consoles no Brasil.

A partir de janeiro de 2015, a Gaming do Brasil, empresa subsidiária da Juegos de Video Latinoamérica, não distribuirá mais os produtos da Nintendo no Brasil. A Gaming do Brasil distribuiu os produtos da Nintendo no país pelos últimos quatro anos.

“O Brasil é um mercado importante para a Nintendo e lar de muitos fãs apaixonados mas, infelizmente, desafios no ambiente local de negócios fizeram nosso modelo de distribuição atual no país insustentável”, disse Bill van Zyll, Diretor e Gerente Geral para América Latina da Nintendo of America.

“Estes desafios incluem as altas tarifas sobre importação que se aplicam ao nosso setor e a nossa decisão de não ter uma operação de fabricação local. Trabalhando junto com a Juegos de Video Latinoamérica, iremos monitorar a evolução do ambiente de negócios e avaliar a melhor maneira de servir nossos fãs brasileiros no futuro”.

Apesar das mudanças no Brasil, a Juegos de Video Latinoamérica continua a ser a distribuidora da Nintendo para a América Latina. “Somos parceiros da Nintendo na distribuição de seus produtos na América Latina há 14 anos e continuamos comprometidos com a marca. E, enquanto nenhuma outra mudança está planejada para outros mercados da região, estamos em uma posição em que precisamos reavaliar nossa abordagem na distribuição no Brasil”, explica Bernard Josephs, CEO da Juegos de Video Latinamérica.

"Continuaremos a monitorar o ambiente no país para que possamos avaliar futuras oportunidades".

Problemas de longa data

Não é de hoje que a relação da Nintendo com o Brasil é problemática. Há mais de um ano é impossível para muitas pessoas comprar conteúdo na loja online eShop do portátil Nintendo 3DS. Isso porque a Nintendo não se adequou à regulamentação bancária que impede que cartões de crédito de certos bancos, como Bradesco, Itaú e Santander efetuem operações em lojas online que apresentam preços em reais, mas cobram em dólares.

A loja online do Wii U então sequer existe - e a Nintendo aponta como motivo para isto justamente o problema citado acima.

A inexistência do eShop de Wii U aqui impede jogadores de comprarem conteúdo exclusivo online, como os games clássicos do Virtual Console, e gera outras situações inusitadas: "Mario Kart 8" recebeu um conteúdo extra gratuito que brasileiros não conseguem baixar pois é necessário acessar a loja online.

Tanto Microsoft quanto Sony enfrentaram a mesma situação com suas respectivas lojas online para consoles, mas conseguiram solucionar e oferecer alternativas ainda em 2013.

via: UOL Jogos

UPDATE

                                                                                                    [clique para ampliar]

49
  • Micro picture
    gan0nd0rf · over 4 years ago · 6 pontos

    A gaming que abriu.
    Entrará outra no lugar que trará jogos em ptbr, promoções, campeonatos e edições de colecionador. Bem como abrirão a eshop br pro u, aceitando todo e qualquer cartão daqui.

    3 replies
  • Micro picture
    seta · over 4 years ago · 4 pontos

    Não adianta de nada a pessoa gostar da empresa se ela não retribui nada... A Nintendo vai parar de dar suporte aqui, mas é porque quer.

    A própria Microsoft trouxe a indústria dela para o Brasil para produzir aqui e vender produtos mais baratos, porque ela sabe que o Brasil é um dos países que mais consomem jogos, e quis nos dar suporte. A Nintendo poderia fazer o mesmo sim.

    Pior que ontem eu estava justamente pesquisando preços de Wii U's quando percebi que nenhuma loja fez re-estoque do console... agora, sem distribuidora para fornecer jogos/consoles, vou desistir de vez da ideia.

    2 replies
  • Micro picture
    laisangel · over 4 years ago · 3 pontos

    Acho que nem vou mais comprar meu nintendo wiiU

    2 replies
  • Micro picture
    solidrenan · over 4 years ago · 5 pontos

    Pra mim, a Nintendo nunca se interessou mesmo pelo Brasil depois da Playtronic. E no comunicado oficial dizem que o Brasil é um importante mercado pra eles. Não acredito. Se fossemos, teríamos mais esforço da Nintendo pra permanecer aqui, ou no mínimo do mínimo jogos localizados em PT-BR. Coisa que Sony, MS, e até mesmo produtoras indies que nem são do Brasil estão fazendo.

    Na realidade a Nintendo cagava e andava pro Brasil. Quantas vezes teve gente confrontando ela pra vir de vez pro Brasil, ou no mínimo mostrar que sabem da existência do mercado aqui, e o máximo que se consegue é "ah, Brasil? Vcs são importantes sim, sei lá. Tá bom assim?".

    Péssimo pra quem joga a Nintendo aqui, vai ser tudo uma fortuna agora.

    1 reply
  • Micro picture
    deletado999999 · over 4 years ago · 2 pontos
    4 replies
  • Micro picture
    mattfenrir · over 4 years ago · 2 pontos

    Brazil <3

  • Micro picture
    s7ephano · over 4 years ago · 2 pontos

    NAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAOOOOOOOOOOO e agora como comprarei o Majora's Mask quando sair??????????

  • Micro picture
    doctorlarry · over 4 years ago · 2 pontos

    Caralho isso vai dar uma treta...

  • Micro picture
    harrylee · over 4 years ago · 2 pontos

    noooooooooooooooooo

  • Micro picture
    gicba · over 4 years ago · 2 pontos

    Q-quem sabe não pinta alguém melhor...né?

  • Micro picture
    dimi2102 · over 4 years ago · 2 pontos

    ai ai... Brasil e foda!!! *mais nada a declarar*... -.-"

  • Micro picture
    weic · over 4 years ago · 2 pontos

    Que venha zelda U por mais de 250 reais

  • Micro picture
    rnnrdg · over 4 years ago · 2 pontos

    Nintendo nunca se importou muito com o mercado brasileiro

  • Micro picture
    frohlich · over 4 years ago · 2 pontos

    Já estava comprando meus jogos pelo eshop, não vai fazer muita diferença, mas pqp a nintendo ramelo grotescamente agora

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...