2019-07-22 02:10:25 -0300 2019-07-22 02:10:25 -0300

Jogar videogame pode ser benéfico para a saúde

Single 3735052 featured image

Desinformação injusta produz “demonização” de jogos eletrônicos, mas a atividade pode ser extremamente positiva para o desenvolvimento cerebral

Desde o surgimento dos primeiros consoles de videogame, há mais de trinta anos, existe um amplo debate social sobre a influência dessa forma de entretenimento no comportamento dos jogadores, especialmente dos mais jovens e, teoricamente, mais influenciáveis. Vários estudos surgiram nas últimas décadas para mostrar os benefícios e desvantagens dos videogames que podem ser exercidos na vida dos usuários. Mas, afinal, eles causam ou não um efeito negativo sobre quem está jogando?

Mesmo com estudos bem fundamentados, o debate ainda permanece e gera controvérsia. No início de 2019, após um jovem invadir a escola em que estudou, em Suzano (SP), e disparar tiros e golpes de machado em estudantes e funcionários, a polêmica voltou à tona. À época do crime, o autor do livro “Videogame e Violência”, Salah Khaled Junior afirmou, durante uma audiência pública da Comissão de Seguridade Social e Família, que a única ajuda que um game pode dar para uma ação como o assassinato seguido de suicídio que ocorreu em Suzano é em relação à sua apresentação estética.

Existe outro dado que coloca em xeque a afirmação de que jogos de videogame influenciam os mais jovens a cometerem crimes – os jogos mais violentos são jogados, em sua maioria, por pessoas com mais de 32 anos de idade. Essas informações contrapõem o que disse o vice-presidente da República, o General Hamilton Mourão, também à época do crime. “Hoje a gente vê essa garotada viciada em videogames e videogames violentos. Só isso que fazem. Quando eu era criança e adolescente, jogava bola, soltava pipa, jogava bola de gude, hoje não vemos mais essas coisas. É isso que temos que estar preocupados”, disse ele à imprensa.

Um estudo feito durante dez anos, que acompanhou o comportamento de jovens em diferentes situações, contraria a crença de Mourão. Publicado na British Medical Journal, a pesquisa faz parte do "UK Millennium Cohort", um relatório do Reino Unido que observou como as crianças podem ser afetadas psicologicamente pelos produtos do mercado do entretenimento – mais precisamente aqueles em que o usuário fica de frente para uma tela, incluindo TVs, smartphones e os próprios videogames. Mais de 11.000 crianças a partir dos cinco anos de idade foram submetidas a vários testes de exposição diária a diferentes formas de conteúdos, tanto na televisão quanto nos consoles.

Após uma década, os pesquisadores constataram que assistir mais de três horas à TV por dia pode aumentar as chances de desenvolver problemas comportamentais em jovens com idades entre cinco e sete anos. Por outro lado, de acordo com o estudo, os videogames não exercem nenhum efeito negativo nas características pessoais das crianças, como comportamento e atenção, nem ajuda a desenvolver doenças emocionais. A mesma conclusão vale para meninos e meninas. Diante disso, vale a pena se perguntar – se os videogames não fazem mal, é possível que façam bem? Veja a seguir algumas situações em que os jogos eletrônicos são benéficos.

Videogames são benéficos para desenvolver os níveis de atenção

Em um tempo em que as pessoas estão cada vez mais dispersas graças às redes sociais, o videogame pode ser um bom antídoto para manter o foco e a atenção em níveis satisfatórios. Uma pesquisa, realizada no Centro Médico Beth Israel, de Nova York, descobriu que até cirurgiões podem se beneficiar de uma boa partida de videogame. A habilidade para realizar as cirurgias do tipo laparotomia foi maior nos profissionais que jogavam por cerca de três horas por dia.

Jogos eletrônicos promovem o convívio, especialmente em centros urbanos

O tempo em que os pais deixavam seus filhos por horas a fio brincando na rua e interagindo com crianças e adolescentes das redondezas infelizmente terminou. Com a crescente sensação de insegurança nas grandes cidades, juntar uma turma de amigos ficou mais difícil, mas o videogame pode ajudar até nisso. Mesmo com a cultura de jogo online, estar em contato com outras pessoas é vital para o desenvolvimento social dos jovens.

Os games certos podem ajudar no raciocínio lógico

Jogos de estratégia, em que é preciso encontrar a solução certeira, estimulam o raciocínio. Para ultrapassar os obstáculos do videogame, é preciso tomar as atitudes certas, o que favorece o pensar lógico. A vontade de vencer impede que a criança simplesmente desista frente à dificuldade. Junto ao desenvolvimento do raciocínio lógico, vem uma boa lição de perseverança, que será útil na vida adulta. Além disso, a melhora é progressiva, já que cada fase é um pouco mais difícil que a anterior.

O videogame pode promover mais interações familiares

Os males atribuídos aos jogos eletrônicos podem ser facilmente atribuídos ao isolamento, e não aos jogos em si. Na verdade, apesar dos altos preços dos games no Brasil, jogar videogame pode ser útil para unir a família, não apenas por ter possibilidade de jogos em grupo, mas porque permitem que os pais se envolvam no universo da criança. Pais e filhos ganham juntos, perdem juntos e se divertem juntos. Isso aumenta a cumplicidade e a parceria.

47
  • Micro picture
    santz · 3 months ago · 4 pontos

    Se for botar na balança, videogame traz mais benefícios que malefícios. Só consumir com moderação que está tudo certo.

  • Micro picture
    kess · 3 months ago · 2 pontos

    Agora, coloca na cabeça dos não-gamers que traz benefícios? Uma briga pra conseguir botar algum senso na cabeça dessas criaturas!

    1 reply
  • Micro picture
    artigos · 3 months ago · 1 ponto

    Parabéns! Seu artigo virou destaque!

  • Micro picture
    gucarneiro · 3 months ago · 1 ponto

    Diego, curti muito teus textos. Eu lancei uma rede social para quem gosta de escrever sobre games, https://pyre.com.br/, e queria conversar contigo para saber o que te levou a escrever na Alvanista. Por onde eu posso entrar em contato contigo?

  • Micro picture
    luigi_dualshockz · 2 months ago · 1 ponto

    Que artigo legal, super gostei

  • Micro picture
    samuelsilva27 · about 1 month ago · 1 ponto

    Artigo bastante interessante

Keep reading → Collapse ←
Loading...