This game doesn't have any review. Be the first one to review it!

Add Review


  • pauloaquino Paulo Aquino
    2020-03-22 20:15:36 -0300 Thumb picture

    OST contra OST

    @onai_onai 

    Pra vocês, qual destes dois games tem a trilha sonora mais mucholoca? 

    Need for Speed Underground 2? Ou Burnout 3 Takedown? 



    Aliás, vou dar uma provocada aqui: a turma que não é chegada a hip-hop vai preferir Burnout 3. Apesar de que Need for Speed Underground 2 tem muita música que não é hip-hop.  

    --- 

    Eu tenho Spotify, mas é conta free. 

    7
    • Micro picture
      onai_onai · 8 days ago · 1 ponto

      Sem querer ser chato mas não gostei de nenhuma. Hehe...

  • 2020-03-22 15:04:37 -0300 Thumb picture

    Do pior para o melhor - série Burnout

    Sair loucamente pelo tráfego é sempre divertido, mas é claro que nem sempre na mesma proporção. Burnout é uma das minhas séries favoritas de corrida e tem títulos excelentes, mas é claro que mesmo ela teve seus altos e baixos durante os anos.

    A série surgiu em 2001, criada pela Criterion e publicada pela Acclaim, depois de dois jogos passou a ser publicada pela EA Games e eventualmente foi deixada de lado porque a EA perdeu o juízo.

    Sério, deixar Burnout morrer foi uma decisão estúpida demais. Inicialmente até fez um certo sentido colocar a Criterion para fazer Need For Speed, mas depois de um tempo reduziram o trabalho deles para ajudar no desenvolvimento de outros jogos, como Star Wars Battlefront e Battlefield V, o que é uma baita mancada!

    Mas estamos divagando. Eu já fiz as análises de (quase) todos os Burnouts existentes, então venham comigo e confiram quais deles devem ser aclamados e quais devem ser jogados na fogueira!

    8º lugar - Burnout Crash! (PlayStation 3, Xbox 360 e iOS)


    Não seria certo dizer que Burnout Crash é decepcionante, afinal na hora que qualquer um de nós viu o jogo pela primeira vez já era óbvio que seria uma grande piada perto dos outros da série. Claro, era muito mais barato e nunca tentou ser mais que um spin-off, mas ainda assim não há motivos para perder tempo com ele.

    Digo, todo o jogo é baseado no modo Crash que vimos nos Burnouts do PS2, mas o fato é que o modo Crash desses jogos é MUITO mais interessante, sendo que é apenas um modo dentro de algo muito maior.

    Burnout Crash está mais um jogo bobinho de navegador ou de celular (ele até foi lançado para celulares, na verdade) e só serve para ser a ovelha negra da franquia. A EA teria gasto seu dinheiro muito melhor num DLC do modo Crash Para o Burnout Paradise, uma coisa que realmente faria sentido e seria bem-vinda pelos fãs.

    Aliás, eu sempre achei que o Crash tinha sido feito por outro estúdio, mas realmente foi a Criterion! Ora diabos, não esperava isso deles!


    7º lugar - Burnout Legends (PSP e Nintendo DS)


    Se for para esquecer completamente a existência de um jogo da série, Legends provavelmente será a vítima. E não é por acaso, pois ele não tem nada de especial.

    Lançado para os portáteis da Sony e Nintendo, Legends só junta pistas e carros dos três primeiros jogos e reproduz o gameplay do Burnout 3. Se você estivesse doido para jogar um Burnout portátil e não ligasse para os sacrifícios técnicos (principalmente no DS), Legends seria uma boa pedida, mas em todos os outros casos não existe motivo para se importar com ele.


    6º lugar - Burnout (PlayStation 2, GameCube e Xbox)
    Veja a análise completa aqui


    Sem querer desrespeitar o começo humilde dessa grande série, mas diabos, era humilde demais!

    Não há nada de extremamente errado nesse primeiro jogo, mas ao mesmo tempo ele não tem nada do que faz a série ser tão especial nos jogos que vieram depois. Ao jogá-lo ele me parece aqueles jogos meio genéricos de fliperama, que diverte por um tempo mas que não é o tipo de jogo que eu me dedicaria por horas e horas.

    As características mais marcantes da série surgiram depois, como o modo Crash (no Burnout 2) e os takedowns (no Burnout 3), então esse primeiro jogo só traz a fórmula mais básica mesmo, com as corridas no meio do trânsito.


    5º lugar - Burnout Dominator (PlayStation 2)
    Veja a análise completa aqui


    Dominator foi o único jogo principal da série que não foi feito pela Criterion, ficando nas mãos de outro estúdio da EA enquanto a Criterion fazia Paradise.

    Obviamente o jogo não arrisca muita coisa, mas ainda assim toma uma mudança considerável em relação ao 3 e ao Revenge ao ressuscitar o estilo original do turbo, onde temos que usar tudo de uma só vez e podemos encaixar longos combos.

    Os únicos deslizes que Dominator comete são tirar o modo Crash (o que não faz sentido, já que a ideia do jogo era juntar os elementos principais da série) e dedicar uma parte muito grande do modo carreira para desafios variados, ao invés de eventos mais legais como corridas e Road rages. Fora isso ele tem um gameplay divertido, as corridas se tornam bem alucinantes quando estamos dentro do combo e a presença dos takedowns também contribui bastante.


    4º lugar - Burnout 2: Point of Impact (PlayStation 2, GameCube e Xbox)
    Veja a análise completa aqui


    A partir daqui as coisas ficam realmente boas!

    Burnout 2 vem antes da pegada mais agressiva da série e é um jogo de corridas mais padrão, mas é muito alucinante e consegue estar entre os mais legais do PS2.

    Sua fórmula não tem nada a mais que no primeiro jogo, mas ele executa tudo de uma maneira muito melhor. Os combos de turbo vêm numa facilidade bem maior, o que cria velocidades absurdas e torna os obstáculos muito mais perigosos. Atravessar rodovias cheias de carros com um combo alcançando os x10 ou mais e saber que é preciso se arriscar para continuar esse combo é realmente empolgante.

    Até dá dó de colocá-lo só em quarto lugar, pois ele é muito bom, mas a verdade é que a série alcançou outro patamar a partir do terceiro jogo, então essa posição é justa para ele.



    3º lugar - Burnout Revenge (PlayStation 2, Xbox e Xbox 360)
    Veja a análise completa aqui


    Depois de introduzir o gameplay agressivo em Burnout 3, a Criterion pensou "será que dá para deixar AINDA MAIS agressivo?" e o resultado foi Revenge, o jogo da série com mais carcaças de carros por metro quadrado.

    Revenge faz uma grande mudança que não conquistou todos os jogadores, mas que é divertida pra diabo: poder bater no carros do tráfego, desde que não estejam na contramão ou sejam grandes demais. Ver uma fileira de carros e então passar por ela como se fossem feitos de papelão é absurdamente satisfatório!

    Essa novidade é implementada no sistema de takedowns - ver um carro dando sopa e jogá-lo diretamente para um inimigo é espetacular - e também dá espaço para um novo evento, o Traffic Attack, que é exclusivo desse título e um dos mais divertidos da série.

    Além disso temos pistas perfeitamente desenhadas, ótimas tanto para a velocidade como para o combate, e que ainda possuem caminhos alternativos, dando um novo nível de complexidade nas corridas. Com tudo isso Revenge é diversão garantida e consegue ser bem mais que um clone do terceiro jogo.


    2º lugar - Burnout Paradise (PlayStation 3, Xbox 360 e PC)
    Veja a análise completa aqui


    Mesmo não tendo tantos títulos, a série Burnout experimentou diversas ideias ao longo de seus jogos. A base de Burnout 1 e 2 eram as corridas no tráfego os combos de turbos, o 3 introduziu os takedowns e o Revenge veio com a ideia dos caminhos alternativos e de sair batendo em tudo. Paradise veio depois de todos eles, sendo o último jogo sério da franquia, e conseguiu a incrível façanha de juntar todas essas coisas num só jogo!

    Os takedowns e o tráfego continuam sendo a marca da série, os combos de turbo aparecem nos carros mais velozes, os simples caminhos alternativos evoluíram para um mapa totalmente aberto e até o Traffic Check consegue retornar, aparecendo de forma menos absurda nos carros mais fortes.

    Mas mesmo sem conhecer a série para entender como isso é impressionante, Paradise ainda é um baita jogo. As corridas são frenéticas, o controle dos carros é ótimo, independente do tipo, e Paradise City é um playground muito divertido, tanto para correr como para encontrar os trocentos colecionáveis que a equipe colocou no jogo.

    De fato, diria que Paradise é o pacote mais completo da série Burnout. O gameplay tem muita variedade, o número de eventos é enorme e os desafios e colecionáveis têm o potencial para tirar muitas outras horas da nossa dedicação. É sem dúvida uma das melhores experiências de corrida tanto da série Burnout como da sétima geração!


    1º lugar: Burnout 3: Takedown (PlayStation 2 e Xbox)
    Veja a análise completa aqui


    Considero Burnout 3 O MELHOR JOGO DE CORRIDAS QUE JÁ FIZERAM, então não tinha como ser diferente. Além de ser o melhor jogo da série, ele é também o mais ambicioso e arriscado.

    Digo, a principal mecânica dos dois primeiros jogos eram os combos de turbo, mas ao fazer Burnout 3 a Criterion pensou "Nah, a gente não precisa disso" e o fato era que eles realmente não precisavam, pois a introdução dos takedowns foi perfeita e o jogo ficou excelente!

    Aqui foi onde Burnout passou de uma série boa para um ícone dos jogos de corrida arcade. Os cenários e pistas são sensacionais, a sensação de velocidade é alucinante e fazer takedowns é viciante, tanto que muitas vezes ficamos bem mais focados em destruir os inimigos do que em vencer a corrida.

    Takedowns continuam divertidos no resto da série, mas diria que nenhum deles dá uma sensação tão boa quanto o 3. O peso do carro, a velocidade e o contato com os outros carros é combinado de forma excelente!

    E eu disse que Paradise é o maior pacote pelo tanto de conteúdo, mas o 3 também tem uma penca de coisas para fazer e diria que são coisas que conquistam mais a nossa dedicação. 173 eventos no World Tour, recordes no modo Crash e os Signature Takedowns, que são ótimos desafios!

    Aliás, é claro que não fizeram isso porque daria muito mais trabalho, mas esse é o jogo que merecia ser remasterizado! Também envelheceu muito bem, mas faz muito mais sentido que o Paradise! Ele é simplesmente a experiência suprema do universo Burnout!

    0
  • 2019-06-17 18:34:30 -0300 Thumb picture

    Bem vindo de volta @edufilhote

    Que bom ver você de volta @edufilhote.

    E ve se não some, kkkkkk

    687

    24
    • Micro picture
      willguigo · 10 months ago · 2 pontos

      Salve Filhote, bem vindo ao lar.

    • Micro picture
      natnitro · 10 months ago · 2 pontos

      Ae!!! Bem vindo de volta e vê se não some de novo não!!! \o/

    • Micro picture
      thecriticgames · 10 months ago · 1 ponto

      Bem vindo novamente

  • santosmurilo Murilo
    2018-10-26 19:43:20 -0200 Thumb picture

    PS2 Revival - Parte 2

    Parte 1

    Vendo com mais calma, acabei de descobrir que os sabes do memory card de PS1 que morreu estão no memory card do PS2.

    Parece que eu estava prevendo!

    Ademais, descobri uns jogos que joguei pela última vez lá em 2010! O_o

    Sim, eu jogava Harry Potter e essa versão do Enigma do Príncipe é a mais legal. Várias locais para editar, coisas para coletar e minigames para fazer!

    15
    • Micro picture
      santz · over 1 year ago · 2 pontos

      O que são aqueles quadradinhos com RPG em sprites?

      1 reply
  • willguigo Willguigo
    2018-07-10 11:35:12 -0300 Thumb picture

    Desafio - Músicas 20/13.

    1 - Poste uma música de um jogo por dia por 20 dias (total de 20 jogos).

    2 - Não pode repetir o jogo.

    3 - A música precisa estar no jogo.

    4 - Vale versão remix ou música licenciada no jogo

    5 - Marque um amigo por dia e a persona @desafio

    6 - Não explique nada, só poste

    Burnout 3: Takedown Soundtrack:

    Quem quiser fazer, vai que vai.

    20/1 - 20/2 - 20/3 - 20/4 - 20/5 - 20/6 - 20/7 - 20/8- 20/9 - 20/10 - 20/1120/12

    14
  • noyluiz Luiz Henrique Santos
    2018-06-29 23:52:36 -0300 Thumb picture

    Desafio das 20 Musicas do Games

    @desafio dessa vez envolvendo músicas nos games, o esquema é o mesmo com algumas diferenças, 20 dias 20 jogos, sem repetição, pode ter músicas licenciadas ao invés de só trilhas sonoras, mas claro, TEM QUE TER NO JOGO, sem explicações e sempre marcando alguém no final.

    Dia 2

    @erugazetto

    12
  • rafaelseiji rafael
    2018-06-23 14:06:59 -0300 Thumb picture

    20 músicas de games, dia #5

    Yellowcard - Breathing

    20 músicas de games por 20 dias.

    A cada dia uma música diferente.

    Regras:

    1 - Poste uma música de um jogo por dia por 20 dias (total de 20 jogos)

    2 - Não pode repetir o jogo

    3 - A música precisa estar no jogo (OF COURSE!)

    4 - Vale versão remix ou música licenciada no jogo

    5 - Marque um amiguinho (não quero marcar ninguém, faz quem quer ai!) e a persona @desafio

    6 - Não explique nada, só poste

    16
    • Micro picture
      raiden · almost 2 years ago · 2 pontos

      Melhor jogo de corrida de todos os tempos!!!!

      1 reply
    • Micro picture
      reasel · almost 2 years ago · 1 ponto

      Época que a EA n sabia oq era microtransação...tão inocente!
      adorei a música

  • _gustavo Luis Gustavo Da Luz
    2018-06-09 08:23:30 -0300 Thumb picture

    Desafio dos 10 jogos

    @desafio dos Jogos. 10 games que causaram impacto em mim. Uma imagem apenas, sem explicação. 1 game por dia. E a cada game uma indicação de amigo para participar. 

    Dia 5 :

    Novamente, quem quiser fazer ta convidado ^^

    27
    • Micro picture
      pauloaquino · almost 2 years ago · 2 pontos

      Já me fez pintar na mente a Hot Night Crash, do Sahara Hot Nights. Bem louca essa música.

    • Micro picture
      willguigo · almost 2 years ago · 2 pontos

      Melhor Burnout évérý.
      As músicas então.

    • Micro picture
      santz · almost 2 years ago · 2 pontos

      O melhor jogo de corrida da história.

  • caco02 Marco Antônio
    2018-01-14 17:57:01 -0200 Thumb picture

    Valeu a pena?

    Medium 515947 3309110367

    Quinta feira estava voltando de itajuba depois de ter ido competir em um DownHill amistoso. Na volta um cara que estava com o carro na contra mão apareceu em cima de mim no meio de uma curva, fazendo com que eu acabasse saindo da estrada com o carro. Não me machuquei nem nada só que meu carro foi guinchado e só hoje o cara do Pátio aqui da cidade voltou e me deixou ver o carro ha uns minutos atrás. A suspensão dianteira e o cárter e provavelmente mais algum pedaço do corpo do metal foram para o espaço. Pelo menos as minhas cópias de MGS4 que aproveitei para pegar na casa do meu primo lá estavam sem nenhum arranhão.

    Já o Mix-tape eu vou deixar ele guardado por uns meses em uma das "gondolas" que tenho no fundo da mecânica e quando sobrar fundos irei ressucitá-lo.

    16
  • 2017-07-28 20:45:55 -0300 Thumb picture

    Takedown!

    Estava procurando pelo Burnout 3 a muito tempo mas aqui no Brasil ele sai o olho da cara se estiver completo, a solução foi procurar no eBay novamente.

    Já fiz outras compras no eBay e até agora não tive problemas mas fiquei receoso de comprar esse jogo por estar muito barato, mas arrisquei mesmo assim e ele chegou.

    O jogo continua divertido da mesma forma quando eu joguei pela primeira vez e as músicas ainda são algumas das melhores que eu já vi num jogo. 

    A única diferença é a distorção na imagem por estar rodando numa tv de 60 polegadas, agora vou ter que comprar uma tv de tubo também.

    Com isso eu considero a minha coleção de jogos de PS2 completa. A coleção é pequena, só tem 8 jogos, mas são alguns dos jogos que eu mais gostava no PS2.

    Essa coleção tinha que contar obrigatoriamente com um jogo de corrida e anteriormente ela contava com o NFS Underground, mas com a chegada do Burnout 3 ele perdeu o cargo e devo vender ou trocar assim que terminar o jogo.

    Em breve estará pra rolo, fiquem atentos.

    37
    • Micro picture
      andre_andricopoulos · over 2 years ago · 3 pontos

      Muito foda

    • Micro picture
      zir0 · over 2 years ago · 2 pontos

      boa coleção

    • Micro picture
      juca87 · over 2 years ago · 2 pontos

      Parabéns pela coleção :D

Load more updates

Keep reading → Collapse ←
Loading...