This game doesn't have any review. Be the first one to review it!

Add Review


  • 2020-01-16 22:20:22 -0200 Thumb picture

    Blind

    Medium 682095 3309110367

    Ser verdadeiramente cego é negar a materialidade do mundo com todos os sentidos e ser guiado por seus impulsos e medos

    11
  • anduzerandu Anderson Alves
    2019-11-22 01:43:10 -0200 Thumb picture

    Registro de finalizações: Beyond Eyes

    Zerado dia 21/11/19

    Eu via esse jogo aqui e ali há uns anos atrás e fiquei interessado principalmente pelo seu estilo de arte e cores. Até o nome do jogo me chamava a atenção. eras depois, há mais de um ano atrás, o jogo apareceu numa promoção da PS Store e foi hora de adquiri-lo e agora a noite, sem muito ânimo de jogar umas coisinhas que estou devendo, joguei uns jogos de PS4 no howlongtobeat.com e Beyond Eyes era o mais curto. Então partiu!

    Amigos, quem me segue aqui e lê o que eu escrevo, sabe que raramente falo mal de um jogo e sempre tento entender o que cada desenvolvedor tenta passar e jogo tudo como se fosse o último jogo do mundo (ou o único jogo do mundo) e geralmente tenho ótimas experiências, mas vou dizer: QUE JOGO RUIM!

    Em Beyond Eyes você controla uma menina que perdeu a visão e que sai em busca de um gatinho que conheceu ao acaso. É isso. Até aí eu estava bem curioso com as possibilidades que o jogo traria.

    Como a garota é cega, ela anda bem lento e o cenário é todo branco até que você se aproxime das áreas não visitadas, quase como se você estivesse jogando a vida de um personagem de Age of Empires.

    O jogo não segura a sua mão e você nunca sabe pra onde ir, mas acaba chegando em paredes e arbustos que limitam o espaço até onde você pode andar e por eliminação, você chega à algum lugar.

    O maior problema é que muitas vezes, mesmo nas ocasiões que há um rastro de caminho no chão, você não chega a lugar nenhum e as cosias as vezes demoram pra carregar, então você caminha até um lugar onde você acha que poderá prosseguir para então a personagem ficar andando sem sair no lugar e um ou dois segundos depois carregar uma cerca no seu caminho.

    Não demorou muito pros cenários verde, marrom, branco e com uns detalhes em roxo se tornarem repetitivos, pois essas são as cores dos sempre iguais cenários. A personagem anda TÃO LENTO que chega a ser um absurdo que esse jogo seja real. E isso mesmo em trechos quando você praticamente só anda reto.

    Ande, ande, ande, ande, ande, ande.

    Em algumas partes, meu dedo cansava só de segurar o analógico pra uma direção enquanto nada acontece no jogo senão andar e andar. Cheguei até a apoiar minha cabeça no controle que estava em uma das minhas mão pra cima.

    O próprio início do jogo é meio sacana e é uma área meio aberta que te obriga a ir para pontos específicos até achar o gato e depois andar pela área até achar o bichano no próximo lugar. E não há nenhuma indicação!

    Com 10 minutos de jogo (das 2 horas prometidas pelo howlongtobeat) eu já estava achando tudo feio. As texturas são simples, os modelos são toscos e acabam com a imersão, não só da menina como também dos cães, sapos e outros e as plantas são cheias de serrilhado como algo vindo do PS2. Tive que verificar em quais sistemas o jogo está disponível: apenas videogames de última geração como PS4, Xbox One, e PC. Nada de Vita ou geração passada!

    Em determinadas partes você anda, anda, anda, atravessa uma ponte, dá de cara com muros que não aparecem a 1 metro de distância, mas apenas 10 cm da garota e chega em lugar nenhum. Parabéns, jogo. Estou me divertindo demais.

    E cadê a música? Cadê mecânicas ou puzzles a serem explorados com a limitação de visão? NADA! O jogo começa e termina do mesmo jeito.

    com 1 hora de jogo eu já não aguentava mais andar em direção ao branco. AAAAAAAAH!

    As coisas pioram ainda mais quando você é impedido de continuar caminhando por algum motivo, como a garota que pede pra pegar a bola que ela jogou por cima da cerca. Ok, foi algo diferente. Fui lááá na frente pra achar um espaço entre a cerca, depois voltei tudo e peguei a bola que quase não vi no chão. Depois voltei tuuuudo de novo até a entrada da cerca e ao menos aí o jogo me deu uma folga e a garota já estava lá perto.

    Em outra situação a coisa foi mais chata: pombos impediam que eu passasse e eu não sabia o que fazer. Resolvi voltar e explorar a área e achei umas casas e tal, com mais animais que não permitem que eu me aproxime, como cães e no fim de uma caminhada, achei pães. A garota disse que eu deveria pegar pois seria útil ou algo do tipo e eu achei um caminho alternativo mais rápido até os pombos. Joguei os pães e achei que eles sairiam, mas nããããão! Eles saíram em direção a essa rota alternativa e eu tive que voltar o caminho todo para poder passar pelo caminho original.

    Eu já mencionei que a garota anda a 2 km/h? Só jogando pra saber como isso é tedioso e qualquer motivo pra andar só me fazia querer fechar o jogo. É sério, a ideia do jogo foi mal executada e a imersão na temática é zero...

    Mais pra frente, depois das raras vezes que aparece a silhueta do gato, indicando que você está no caminho certo, além de textos e cortes entre as partes para indicar mudanças de capítulo, eu cheguei num cão.

    Até então sempre houveram cães no jogo e eles servem como barreiras que impedem seu progresso, mas esses veio atrás de mim. Eu tive que andar de costas fugindo dele e a personagem chegou a escorregar e cair. Adivinha o que veio em seguida? Essa era a chance perfeita de algo acontecer e me salvar ou mesmo a garota fazer alguma coisa, mas sabe o que aconteceu?

    A garota se levantou, deu meia volta (e de costas pro cão, que ficou lá parado) e continuou a andar como se nada tivesse acontecido! Hahaha, esse jogo é muito amador, senhor!

    Mais perto do final teve uma parte meio que no cais e com muita chuva. Essa parte foi tensa pois ela permitia maior exploração e uma área mais fechada ao invés de uma linha reta, mas o que piorou mesmo foi que a chuva meio que limpava toda a minha exploração (até então tudo o que eu me aproximava se mantinha na tela e ficava mais fácil de visualizar cada área conforme eu andava).

    Uma coisa bacana é a parte levemente sensorial que o jogo proporciona com os sons dos seus passos saindo do controle. Sons de pisadas na grama, na terra, na ponte.

    No começo eu estava achando o uso dessa função bem legal (apesar que isso me fez jogar sem headset), mas logo eu enjoei pelo fato de que você ANDA O TEMPO TODO.

    Além disso, os sons nem sempre coincidiam com o terreno que eu estava andando, como numa parte de terra que saía sons tipo andando no metal (?) e numa parte que ela está atravessando o rio pulando de pedra em pedra e os sons eram de pegadas no mato e na terra.

    Enfim, chegando ao fim do jogo, capítulo 6, eu estava aliviado de estar próximo de terminar e a conclusão da estória foi bacana, não vou mentir. Não valeu a pena jogar por tal cena, mas poderia ter terminado ruim e eu ter odiado o jogo 100%.

    Resumindo: Beyond Eyes é um indie com uma proposta diferente, e até aí tudo bem, mas sua execução é bem fraca e parece mentira que um jogo possa ser tão monótono e repetitivo. No final das contas, você não tira nada do jogo senão um leve arrependimento de ter gastado algum dinheiro nele.

    De bom: o final da estória é legalzinho. Sons saindo dos controles são maneiros.

    De ruim: muito lento! Lento a ponto de eu ficar apertando outros botões pra ver se ela se apressava um pouco. As coisas demoram para aparecer e você se vê constantemente andando sem sair do lugar em cercas e arbustos. Jogabilidade simples, porém sem graça. Cenários repetitivos. A estória se desenvolve sempre da mesma forma: com você chegando em algum lugar e vendo que o gato esteve por lá. Faltaram variações na jogatina ou mesmo puzzles ou sei lá, qualquer coisa que não fosse andar e andar mais. Esse jogo faz Death Stranding parecer Devil May Cry 7 de tão chato. Os troféus exigem interação com poucas coisas que são "interagíveis", então cuidado e use um guia, pois acredite, você não vai querer jogar duas vezes!

    No geral, eu não recomendo o jogo de forma alguma. Cadê a diversão? Cadê a mensagem? Não há motivos pra jogar Beyond Eyes e perder duas horas frustrantes da sua vida. Como diria o Reggie: "If the game is not fun, why bother?"

    20
    • Micro picture
      msvalle · 8 months ago · 2 pontos

      Essa lentidão ao andar me lembrou Everybody's Gone to the Rapture - é ruim demais em um jogo onde o jogador só faz isso.

    • Micro picture
      santz · 7 months ago · 2 pontos

      Walking Simulator de fato.

    • Micro picture
      andre_andricopoulos · 7 months ago · 2 pontos

      Jogo lento é foda.
      Lembro de ter visto o game no lançamento...
      É produção brasileira?

  • gregalexander00 alexander
    2019-02-18 01:00:11 -0300 Thumb picture
    gregalexander00 checked-in:
    Post by gregalexander00: <p>Vocês sabiam que Beyond Eyes é um jogo em memóri

    Vocês sabiam que Beyond Eyes é um jogo em memória ao pai (Ray Halatoe) da criadora, Shelida Halatoe e também ao seu gato, que morreu durante o desenvolvimento do jogo. 

    :P

    6
  • wild_dark_shadow Nuno Gomes
    2018-09-15 21:05:03 -0300 Thumb picture
    wild_dark_shadow checked-in:
    Post by wild_dark_shadow: <p><strong>100%</strong></p><p>Que jogo mais lindo!

    100%

    Que jogo mais lindo! +.+ Até caiu um cisco aqui...

    Apreciação: 09/10

    Dificuldade: 01/10

    Tempo: 1-2h

    Diversão: 09/10

    @platinadores

    27
    • Micro picture
      gus_sander · almost 2 years ago · 2 pontos

      Parabéns!! Já vi esse jogo em alguns lugares, fiquei curioso pra jogar, mas não sei se tenho meios suficientes para tal :/

      1 reply
    • Micro picture
      mattfenrir · almost 2 years ago · 2 pontos

      Esse jogo é o da menina que é cega? Lembro de ter visto o trailer há um tempo :o

      1 reply
  • rodrigockp Rodrigo
    2018-08-30 17:25:32 -0300 Thumb picture
    rodrigockp checked-in:
    Post by rodrigockp: <p><strong>[CHECK-OUT: BEYOND EYES - PC - FINALIZAD

    [CHECK-OUT: BEYOND EYES - PC - FINALIZADO]

    Ta ai mais um...

    Segue tabelinda!

    Já que minha vida parou e não tem mais volta vou ver se fecho os jogos de PC que comprei e nunca joguei...

    Marcando a galera do desafio
    @nakero @nono @natnitro @filp @jclove @zefie @zir0 @rodolfo6493 @jorgegt @marviiu @katsuragi @hard_frolics @filipessoa @caco02 @caramatur @bruno_bfr @ermeson @mateusfv @taironecass @marlonildo

    E se esqueci de alguém, alguém marca esse alguém nos comentários!

    [save the date - 30/08/2018]

    19
    • Micro picture
      filipessoa · almost 2 years ago · 2 pontos

      Parabéns! 4 lefts uhuu

      2 replies
    • Micro picture
      gus_sander · almost 2 years ago · 2 pontos

      Parabéns!! E pois é, uma hora ou outra esses joguinhos que a gente compra ficam de lado terão seu momento na jogatina hehe

      1 reply
    • Micro picture
      mateusfv · almost 2 years ago · 2 pontos

      Agora já tá na metade da minha contagem u_u uhassahu

      1 reply
  • marlonfonseca Marlon Fonseca
    2018-03-07 16:17:30 -0300 Thumb picture
    marlonfonseca checked-in:
    Post by marlonfonseca: <p><strong>Jogo finalizado #1808 - Beyond Eyes (Xbo

    Jogo finalizado #1808 - Beyond Eyes (Xbox One)

    Finalziado e "miletado" em 07/03/2018

    Mais uma das pérolas indies que ousa sair do lugar comum e foca mais na experiência e sentimentos do que em qualquer outro atributo.

    controlamos uma menina cega que vai atrás de seu gatinho, o único amigo e companheiro que tem na vida ,e ao longo de sua jornada descobre todo um mundo.

    A proposta é interessante e bem executada. Os gráficos são bonitos parecendo pintura e o mais importante fazem parte da narrativa pois os cenários vão se "desenhando" ao redor da menina á medida que ela vai caminhando e os descobrindo.

    A única crítica mais severo que posso fazer é que são poucas as variações de elementos dos cenários entregando um jogo mais simples do que eu esperava nesse quesito ainda que ele aborde coisas e "perigos" interessantes.

    Já o ritmo lento e a sensaçaõ de estar perdido, muito criticado pelos jogadores, eu acredito que é mais parte da experiência do que um defeito em si.

    De qualquer forma ele cumpre o que promete e passa a experiência que eu procurava e imaginava encontrar.

    SPOILER!!

    .

    .

    .

    .

    .

    .

    .

    .

    .

    .

    O final é um soco no estômago. Vou ficar na bad o dia todo.

    14
  • gan0nd0rf Luis Gomes
    2018-02-17 16:12:47 -0200 Thumb picture
    gan0nd0rf checked-in:
    Post by gan0nd0rf: <p>E acabou!&nbsp;</p><p>#img#[526560]</p>

    E acabou! 

    16
  • gan0nd0rf Luis Gomes
    2018-02-17 15:02:14 -0200 Thumb picture
    gan0nd0rf checked-in:
    Post by gan0nd0rf: <p>Continuando aqui.&nbsp;</p><p>Na chuva é bem mai

    Continuando aqui. 

    Na chuva é bem mais fácil de se perder. 

    Acho que já passei por aqui. 

    22
    • Micro picture
      msvalle · over 2 years ago · 3 pontos

      Me perdi várias vezes nesse jogo hehe

    • Micro picture
      deletado999999 · over 2 years ago · 2 pontos

      Esse tem vários lugares pra interagir apesar de não parecer. Esse é o jogo da paciência,

  • gan0nd0rf Luis Gomes
    2018-02-16 22:38:56 -0200 Thumb picture
    gan0nd0rf checked-in:
    Post by gan0nd0rf: <p>Lembro que me interessei por esse jogo quando vi

    Lembro que me interessei por esse jogo quando vi o anúncio pela primeira vez, mas deixei pra lá na época e acabei esquecendo. 

    Hoje vi de promoção na live e acabei pegando. 

    Gostando da experiência. 

    21
  • msvalle Marcos
    2017-10-29 00:37:11 -0200 Thumb picture
    msvalle checked-in:
    Post by msvalle: <p><em><strong>100% concluído!</strong></em></p><p>

    100% concluído!

    Mais um jogo de curta duração. Dessa vez uma experiência em terceira pessoa, onde ajudamos uma garota que perdeu a visão em uma busca.
    A forma como foi colocada a percepção de mundo dela foi bem bolada, de acordo com os sons e a proximidade.
    Só achei que a jornada se alongou por demais, pois devido a sua deficiência ela andar muito devagar e os cenários não são pequenos.
    Mas um problema menor diante de um belo jogo.

                                    Mais uma vez o MyPSt apresenta problemas =P

    @platinadores

    29
    • Micro picture
      rafaelseiji · over 2 years ago · 1 ponto

      Tenho vontade de jogar esse, esperando por uma promoção

      1 reply
    • Micro picture
      zandryx · over 2 years ago · 1 ponto

      Q lindo, não conhecia, já vou por na minha wishlist

      1 reply

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...