Medium picture

juninhonash Juninho Rodrigues

It's gonna be a hell of a party


about 4 years ago 2015-06-16

Gears of War

Gears of War é uma franquia que inicialmente não dei muita ideia, achei que era só mais um shooter comum e de repente quando tive a chance de jogar todos os meus conceitos sobre Gears of War caíram por terra.

Apesar da história simples de uma guerra da qual humanos se defendem dos Locust e sem muita firula, Marcus Fenix e seu esquadrão partem pra ignorância contra alienígenas bombados e fazem a farra ao som de tiros e serras partindo carne de monstro. Apesar de toda simplicidade no roteiro e na construção dos personagens, sem sequer algum desenvolvimento, todos apresentam um enorme carisma e são divertidos à sua maneira.

Um gameplay extremamente variado, indo muito além do "andar e atirar", Gears tem uma mecânica notavelmente inspirada nos ângulos de câmera de Resident Evil 4 porém com mais foco na ação frenética, andar, correr, atirar, esconder e atirar de novo, mas não tornando nada disso cansativo ou repetitivo por apostar numa imensa variedade simples conforme avançamos na campanha.

Adorei a diversidade do game, em muitos momentos temos de usar coisas como a força dos Berserk pra abrir portas, armas específicas em situações esporádicas pra vencer inimigos (como aquela que gera um raio caindo por cima dos inimigos), existem inúmeras quebras de ritmo que são extremamente favoráveis à uma nada cansativa (e curta) campanha.

Porém, por ter sido pensada focada no online, jogadores de campanha como eu podem ter alguns problemas, principalmente ao tomar um tiro certeiro e morrer, sendo que no online o jogador pode te levantar, isso em algumas pequenas partes torna o jogo meio frustrante devido à alta IA dos inimigos, eles correm, aprendem rápido como você se comporta, se ajudam e nunca aparecem nos mesmos lugares  caso morra e repita a missão achando que dessa vez vai ta pronto pra enfrentá-los.

Mas inevitavelmente, isso se torna parte da graça, aprender a confrontar os Locust é extremamente divertido, viciante e recompensador.

Uma coisa que me incomodou em alguns pontos foram o Cover, ele funciona bem mas em algumas situações eu só queria correr e de vez em quando ficava dando cover, me deixando com a guarda aberta em situações das quais eu tinha que correr e pular um muro. Mas não são frequentes.

Graficamente pra um jogo de 2006 também me impressionou bastante, só é meio estranho quando de repente o jogo não renderiza, ficando um aspecto meio feio. Mas muitos detalhes das roupas dos personagens já é bem perceptível, tal como a expressão deles, os detalhes nas armas e etc, é bem bonito apesar do tom monocromático que o jogo apresenta em 100% da campanha.

E completando a ação frenética, tem uma soberba trilha sonora, que vai além do genérico de ação com temas mais épicos e extremamente agitados, dando muita emoção em toda a campanha de Gears of War se tornando um dos melhores e mais marcantes shooters da sétima geração. Um excelente primeiro passo de uma excelente franquia.

7.0 7.0 10
Overall
8.5 Gameplay
5.0 Story
10 Music
7.0 Graphics
Excelente trilha sonora
Gameplay viciante
Não há um número gigante de inimigos e sim um pequeno número que dá trabalho, muito mais divertido que enfrentar hordas
Campanha curta
Gráficos com delays na renderização
O cover às vezes atrapalha

20 of users found this review helpful.


Outras críticas do mesmo autor:

Keep reading → Collapse ←
Loading...