This game doesn't have any review. Be the first one to review it!

Add Review


  • 2019-04-05 09:15:58 -0300 Thumb picture

    Desafio 30 dias de games

    Hoje inicio o desafio, mas vou fazer de forma diferente: ao invés de fazer 1 vez por dia (não sei quando vou ficaar 100% sem teempo afinal kkk) vou fazer 5 jogos da lista por dia. Sem mais delongas, bora lá

    @desafio

    1 Jogando atualmente: Warlords Battlecry 2

    Também conhecido como o jogo que só eu conheço no Alvanista, é um jogo de estratégia misturado com elementos do RPG. Eu cheguei a apresentar o 3º jogo aqui, mas ultimamente eu voltei a jogar o 2º porque queria matar a nostalgia e lembrar das diferenças entre os dois. Além disso eu tenho que superar meu "medo" nesse jogo que basicamente consiste em derrotar a raça dos demônios, que são beeeeeeeeeeem medonhos nesse game. Sério, eles me dão arrepios ainda hoje depois de mais de 10 anos que eu jogo esse jogo. Talvez porque as construções deles parecem com carne humana ou algo assim, mas tamo indo.

    2 Remaster/Remake favorito: Metroid Zero Mission

    Durante um primeiro momento na minha jogatina de Metroid Zero Mission eu pensei (ainda penso) seriamente se esse título supera o Super Metroid. Talvez por causa da trilha sonora (já que a música desse jogo também está presente em Super Smash Bros do N64 e foi esse jogo que me apresentou ao mundo de Metroid) e o final também é muito marcante já que mostra um pouco do passado de Samus Aran.

    3 Merece um remake: Fire Emblem Genealogy of the Holy War

    Esse foi sem dúvidas um dos melhores jogos da franquia, mas algumas coisas poderiam ser bem melhores com alguns recursos atuais, e se a Nintendo seguir a linha de remakes ele vai ser o próximo.

    4 Último jogo que concluiu: Megaman ZX Advent

    Depois de muita enrolação resolvi finalmente decidi finalizar a saga ZX do NDs. Curti bastante o jogo, e achei que (depois do começo) ele ficou muito mais fluido se comparado ao 1º. No geral, é um jogo que me divertiu bastante.

    5 Jogo para jogar junto: Mortal Kombat Shaolin Monks

    Não tem muito mistério nisso. MKSM foi depois de muitos anos o único Beat'em up que tivemos no PS2, e sem sombra de dúvidas um dos melhores títulos da franquia, tanto que atulmente é uma das coisas que os fans mais desejam da franquia MK é outro título no mesmo estilo de Shaolin Monks.

    17
    • Micro picture
      sam456 · 18 days ago · 2 pontos

      Metroid Zero Mission é jogao demais, só não é o melhor metroidvania do GBA porque tem o Aria of Sorrow. E um remake do Genealogy of the Holy War seria bem legal mesmo(se fosse feito com respeito com as mecanicas do jogo e da série, o que não vem sendo feito ultimamente). Mas de qualquer jeito acho que as chances de acontecer sao zero aheuah

      1 reply
  • 2019-01-12 01:47:23 -0200 Thumb picture

    Impressões gerais sobre o game

    Nesse post farei uma análise geral destacando os pontos que eu considero negativos e os pontos que considero positivos (que talvez vire uma crítica futuramente). Pra quebrar o costume vou começar com as negativas, que por sinal são poucas se comparadas aos atributos positivos do game.

    Negativos:

    Alguns chefes são desnecessariamente fortes: É comum enfrentar chefes fortes guardando os castelos, mas alguns deles possuem um nível de força muito desequilibrados para o momento do jogo. Por exemplo, no capítulo 5 da 1º geração os chefes utilizam armas lendárias, mas estamos no último capítulo da 1º geração então não há problema quanto a isso. Agora no 2º capítulo da segunda geração o chefe também utiliza uma arma lendária e nesse momento do jogo só temos acesso a duas delas por parte do Ares e do Shanan, mas, se eles tombarem, é praticamente game over, o que causa certo desequilíbrio na dificuldade do jogo. 

    Mapas MUITO Grandes: Os mapas desse jogo são muito extensos e cansativos de se jogar. Para os mais experientes isso não é um problema muito  grande, mas o fato é que esse jogo acabou se tornando muito cansativo a ponto de fazer no máximo 2 fases por dia, e depende da fase. Claro que tem gente que consegue ter uma paciência de aço, mas ainda assim é muito desgastante fazer várias estratégias conforme o decorrer das fases.

    Sleep Staff e Hel: Sem dúvidas o que mais me irritou no final do jogo, não se trata de reclamar da dificuldade do jogo, mas isso é simplesmente irritante e desnecessário colocar 5 magos que ao invés de atacar colocam suas unidades pra dormir por 5 turnos, ou então colocar 5 magos que ignoram totalmente a resistência de suas unidades e levam seu Hp a 1 pra uma formiga qualquer matar ela depois. O primeiro é desnecessário e o segundo é exagerado no fim das contas.

    Positivos:

    Trilha sonora: Foi o 1º jogo da franquia Fire Emblem que eu vi utilizar uma música por fase. Não tem trilhas sonoras repetidas (acho que só a música do capítulo final que tem um trecho da música do prólogo se não me engano) e cada uma delas dá uma identidade diferente para os capítulos. Sem dúvidas uma das melhores da franquia!

    Habilidades: A adição de habilidades nesse game foi um dos elementos que o torna tão único para os fans da franquia, pois muitas unidades com baixos stats podem adquirir habilidades que as tornam quase invencíveis.

    Conserto das armas: Algo que sempre me perturbou ao usar as armas lendárias na franquia é o fato de que quando elas quebram é adeus. Nesse jogo, porém, é possível reparar as armas no arsenal dos personagens, fazendo com que não haja tanto receio em utilizar armas lendárias nesse jogo.

    Plot Twist: O enredo do jogo seus eventos tornam ele muito bem falado e não é átoa. Durante a 2º geração acoh que a história ficou um pouco mais menos detalhada do que a 1º, mas isso se dá pelo palco muito bem construído no durante a 1º geração, o que fez a 2º parte ter um enredo bem mais simples, mas em nenhum momento fraco ou coisa parecida.

    Personagens: Talvez o ponto mais forte da franquia no geral, e Genealogy não fica pra trás nesse critério. Todos os personagens possuem um valor único, o que faz deles indiscartáveis em hipótese alguma. No geral, não tem como afirmar que um personagem é desnecessário ou irrelevante na história do game. Tanto que resolvi fazer um TOP 5 de cada geração a começar com a 1º:

    5º Lugar

    Quan foi de cara um dos personagens que eu mais gostei logo no começo do jogo. Pena que ele se retirou grupo no início.

    4º Lugar

    Ayra sem dúvidas é uma das melhores personagens da franquia no geral. Pra mim, pelo menos, entre as espadachins femininas da franquia, ela é a melhor de longe.

    3º Lugar

    Eldigan, mesmo sendo um NPC, foi um dos mais memoráveis da franquia, seja pela personalidade, pelo estilo, pelo seu carisma e por sua lealdade para com os amigos(Eu te odeio Chagall! Vou sentir falta de postar isso huehue).

    2º Lugar

    Lewyn é de longe o personagem mais carismático do jogo, e um dos meus favoritos da franquia. Ele é bem palhaço no início, mas demonstra grande apreço pelo seu país e pelos seus amigos além de guiar Seliph e companhia durante a 2º geração. Ele me lembrou bastante o Josuha, então já sei que ele serviu de inspiração pra o meu favorito de The Sacred Stones.

    1º Lugar

    Sigurd sem dúvidas é um dos melhores protagonistas de Fire Emblem, Sendo o único que já começa extremamente forte. Sua personalidaade também se difere dos demais protagonistas no geral, tanto por ser mais velho, quanto por ser sempre leal aos amigos mesmo quando eles estão no lado inimigo e não escondendo seus anseios ou desejos de vingança contra aqueles que traíram sua lealdade.

    Agora para a 2º geração:

    5º Lugar

    Leif foi um dos melhores do jogo durante a 2º geração mesmo sem ter uma arma lendária, e sem dúvidas o mais versátil do time tendo acesso à quase todas as armas do game, e pelo que dizem que ele fez em Thracia 766 então esse kugar é mais que merecido por ele.

    4º Lugar

    Larcei é sem dúvidas uma das melhores espadachins do jogo junto com seu irmão Ulster. O motivo dela substituir ele nesse top é, novamente a sua personalidade forte.

    3º Lugar

    Arthur é 100% carismático (puxou isso da mãe kkk) e um dos melhores magos da 2º geração. A personalidade dele logo de cara me fez curtir o personagem e ele é bem forte mesmo em níveis baixos.

    2º Lugar

    O protagonista da 2º geração, sem dúvidas um dos mais memoráveis da franquia no geral. Sua personalidade lembra bastante o Marth, que é o meu personagem favorito da franquia, e suas convicções para lutar também concederam a ele essa posição. 

    1º Lugar

    Ares, o filho de Eldigan, foi pra mim o melhor personagem da 2º gen. Isso por sua personalidade semelahnte à de seu pai Eldigan e sua força e sustento para o time, sendo indispensável em todos os momentos. Ele também é muito Badass, vale rassaltar.

    Gostaria de fazer uma mensão honroza para Talitiu e o Lex (primeira gen), Nanna e Ced (2º gen) e Finn, Shanan e Oifey que participaram nas duas gerações.

    No geral esse jogo é muito recomendado da minha parte e possui um dos melhores enredos da franquia.

    5
    • Micro picture
      arthurdias25 · 3 months ago · 2 pontos

      Não querendo ser chato, mas um pequena correção, no Ch 7 quando vc enfrenta o Blume com a arma lendária vc tem na verdade 2 Personagens com ela que é o Shanan e o Ares, mas não deixa de ser desequilibrado a dificuldade realmente.
      e gostei bastante dos seus top personagens, realmente esse jogo tem alguns dos melhores personagens. Mas perguntinha basica, cade o Shanan kk? nem nas menções honrosas cara?

      2 replies
    • Micro picture
      gicba · 3 months ago · 2 pontos

      Boa. FE4 é um ótimo jogo, ambicioso e experimental, então algumas coisas funcionam e outras não, mas num geral eu acho que ele foi um grande passo pra série, vindo dos 3 anteriores. Dava pra ver que o escopo do jogo era bem maior agora.

      Os mapas grandes são realmente um problema, não seriam tanto se você não tivesse de andar manualmente pra cada castelo e tal. Maior parte do tempo você passa andando pra lá e pra cá ao invés de lutando, é um pouco triste...sempre que eu jogo eu faço um castelo por sessão mesmo, já que é de fato bem cansativo.

      Bom gosto em personagens btw! (Apesar que eu diria isso pra quase qualquer personagens que tu botasse aí. Eu gosto de quase todo mundo nesse jogo ahahaha)

      1 reply
  • 2019-01-11 23:19:50 -0200 Thumb picture

    Finalizado!

    Enfim, terminei o capítulo final da Guerra Santa! Vou dividir esse post em duas partes, essa falando sobre o último capítulo e outra sobre as minhas impressões gerais sobre o game em si pra não ficar um post gigante.

    Sem mais demoras, esse capítulo final foi recheado de cenas emocionantes e mais vinganças. Mas dessa vez as vinganças foram muito satisfatórias, afinal no capítulo anterior, descobrimos que o Arvis não era assim TÃO mal quanto a gente pensava. Embora não, eu não tenha perdoado ele, ele foi somente mais uma das vítimas de Manfroy em sua campanha para reviver Loptyr, e dessa vez Manfroy estava entre as minhas vítimas e não havia motivo para sentir pena dele. A minha maior dúvida foi escolher quem mataria o safado, então eu lembrei que ele articulou o golpe em Augustria no capítulo 2. Por isso Ares teve a chance de se vingar do cosplay mal feito do Imperador (Star Wars, pra quem não pegou a referência) já que foi o plot dele que resultou na morte de Eldigan (Chagall seu maldito!). Embora esse momento tenha me deixado com um sorriso na cara, a melhor vingança aconteceu um pouquinho antes...

    O desprezo do Arthur por ela foi o que mais me marcou nessa cena. Ele aparentemente ignora a existência dela e fica de boas falando que só não quer que a irmã mais nova dele suje as mãos com um lixo como ela. 

    E por fim sobrou só o Julius no castelo de Belhalla, e como todo mundo já sabe, ele matou a Deirdre então... vingança dupla com Julia pra arregaçar ele com o livro Naga (só não levou ele no 1º turno de luta porque ele desviou de um ataque dela) e o Seliph pra finalizar, porque ele é o protagonista dessa bagaça também é um dos filhos de Deirdre afinal. O no final... eu tive que ir pro youtube porque a minha rom não tinha a tradução do endgame (na hora eu fiquei meio pistola, mas acontece). Então, se possível, gostaria que alguém me falasse do final do Arthur como filho do Bewolf e do  ao final do Lester como filho do Azel, embora eu acho que basicamente o Lester vai assumir o posto do Arvis e o Arthur vai viajar por aí com a Fee.

    Mas fora esse final, consegui ver todos os outros que eu fiz consegui ver todos. O Ares volta com a Lene pra Nordion e toma o poder sendo adorado como seu pai foi antes dele, o Shanan foi preso por se casar com uma criança voltou pra sua terra e volta assumir o governo, o Leif e companhia voltam para Lenster e a Altena faz as pazes com o namorado que resolveu me ajudar no último capítulo (antes tarde do que nunca), e o Ced governa Selisse no lugar de Lewyn. E por fim o mistério de Lewyn foi revelado: após o massacre de Belhalla, Lewyn foi morto por Manfroy e foi revivido logo em seguida e foi "possuído" pelo espírito do Forseti para guiar os passos da nova geração de heróis. Não vou falar de todo mundo, mas esses pra mim foram os melhores. E o protagonista ficou com sua irmã mais nova e se casou com a Lana e governou nos anos seguintes.

    O final foi bem satisfatório, mas sem dúvidas as vinganças desse jogo foi o que me deixou com um sorrisão na cara nessa segunda geração.

    Farei uma postagem com as impressões gerais do game em breve, então até daqui a pouco.

    10
    • Micro picture
      arthurdias25 · 3 months ago · 2 pontos

      Caramba, Arthur filho do Beowolf e Lester do Azel são 2 que eu nunca vi mas deve ser isso que vc falou msm
      no meu save eu tinha casado a Lachesis com o Beowolf e não mudou nada, a filha dela vazou com o Leif e o filho com o Ares, mas no caso do Arthur tem 2 opções, ou ele vazar com a Fee para Silese ou ir ele, Tinny e Fee pra Freege
      agora o Lester sendo filho do Azel vai assumir Veltomer já que ele é o ultimo descendente junto da Lana (mas a Lana vira rainha no seu caso)

      1 reply
    • Micro picture
      arthurdias25 · 3 months ago · 2 pontos

      quase que eu esqueço
      Parabens por zerar esse jogo, esse é um FE que não é pra todo mundo

      1 reply
    • Micro picture
      gicba · 3 months ago · 2 pontos

      Já falei no outro post mas falo de novo
      Bom trabalho meu rapaz. Lembro de um tempo que eu era praticamente o único que falava desse jogo aqui, é quase surreal ver outro check-in dele

      1 reply
  • 2019-01-10 16:04:07 -0200 Thumb picture

    Finalmente, o acerto de contas com Arvis.

    O título poderia ser "Capítulo 10 terminado", mas eu notei que eu fiz isso em todas as outras postagens então resolvi inovar. Bem, falando um pouco sobre o capítulo 10, no geral ele não foi lá TÃO complicado quanto alguns capítulos desse jogo, mas em algumas partes dá vontade de dar uns cascudos no cara que organizou os exércitos inimigos, porque mds, pra que ter um exército de magos que só usam o sleep staff?! Ou isso ou aquele inferno (literalmente, o nome do livro é Hel, mas falta um L) que deixa qualquer unidade com 1 de Hp. Felizmente eu tenho 2 curandeiros (3 na verdade, mas só uso a Lana e a Nanna) que trabalharam MUITO nesse capítulo. O início foi fácil até demais, só que esses magos malditos insistem em deixar o Shanan pra dormir (queria levar 2L de café pra ver se ele dorme!) e ele não ganhou quase nenhuma xp por causa disso. A 2º parte exigiu um pouco mais do meu esforço mental, afinal o capeta junior-aham! Quero dizer o Julius resolveu aparecer pra torrar minha paciência junto com namorada dele (que não sei o que viu nesse pedófilo). Foi um esforço conjunto entre o Forseti de Ced e a Mystletainn de Ares que tiraram ele da luta. Depois ficou novamente mais fácil e o Arvis, o maldito, estava à vista. Pra vencer dele exigiu um pouco de pura força bruta. Em outras palavras o Ares chegou na violência (e quase foi pra vala) no confronto e Seliph, finalmente vingou a morte de Sigurd e seus companheiros que pereceram em Balhalla com a Divine Tyrifing em mãos. Deu pra notar que o Arvis tinha boas intenções em trazer paz ao mundo e talz, tanto que ele salvou as crinanças e entregou a Tyrifing pro Seliph, mas não consigo pedoar ele por ter feito aquilo com o Sigurd no fim da 1º geração. Enfim depois de derrotar o Arvis fui atacado por ninjas cortadores de cebolas com a seguinte cutscene:

    E assim terminou o capítulo 10! Em breve terei finalizado esse game e minha lista de games para zerar estará mais próxima o 100%!

    8
    • Micro picture
      arthurdias25 · 3 months ago · 2 pontos

      Pergunta, vc foi pra cima justo do satanas do Julius? qualquer um dos 2 que vc derrotasse o outro vazava, e a Ishitar morre MUITO mais facil doq o Julius (tbm a arma dela não diminui o dano recebido pela metade), 1 turno do Ares já tira ela de campo

      3 replies
    • Micro picture
      gicba · 3 months ago · 2 pontos

      Aí sim, sempre bom ver mais pessoas gostando de um dos meus jogos favoritos apesar de todas as bobagens dele

      1 reply
  • 2019-01-07 21:35:35 -0200 Thumb picture

    Capítulo 9 terminado!

    Demorei um pouco porque tive que recomeçar o capítulo 2 vezes mas passei! Isso aconteceu pois: Na 1º vez eu não sabia que Haniball era recrutável e matei ele em querer. Na segunda, eu consegui fazer tudo certinho, mas eu descobri que, pelo menos a minha versão do jogo crasha se eu der o comando dismont no Seliph. O jogo continua normalmente, mas o Seliph não responde a nenhum comando, isso é: mesmo que as minhas unidades derrotem todo mundo não adianta porque não dá pra dar o seize nos castelos... E na terceira consegui de boas, pelo menos até eu chegar no chefe... que cara desbalanceado. As armas lendárias são apelonas, mas aquela lança é deselegante! Aumentar 10 pontos em 2 status é roubado, mas aumentar em 3 status é falta de amor no coração mano! Ele só dançou por causa de um esforço conjunto de Leif, Julia e Altena (o Ares morria pra esse cara mesmo com a Mystletainn), e no fim o capeta pedófilo salvou ele, então sei que vou sofrer de novo em breve.

    Em relação aos eventos históricos, Leif teve sua tão desejada vingança contra o assassino de seu pai, Fee, Faval e Altena foram promovidos, Arthur e Fee estão em relacionamento sério, Leif e Nanna também, Ares e Lene também, e o mais assustador: Patty e Shanan também estão em um relacionamento. Só me veio uma coisa à cabeça quando eu vi aquilo:

    Mas enfim, pelo pouco que eu vi sobre o novo capítulo a clone da Deirdre Julia sumiu (ela era a tanker imorrível do time, ferrou!) e o castelo de Calaphy está à vista. Isso me lembra de um pequeno detalhe...

    6
    • Micro picture
      arthurdias25 · 4 months ago · 2 pontos

      vc fez o msms casais que eu
      mas eu não pensei nessa da Patty com o Shanan kkk
      e o Arion, eu sofri um tanto nele tbm mas se vc ir a distancia dá pra cuidar relativamente de boa (principalmente o Ced que com 2 hit matou ele no meu save), e realmente, ele vai ser problema mais pra frente... se vc estiver despreparado
      Lembre-se, a Altena que tá louca pra parar ele

      5 replies
  • 2019-01-04 16:49:56 -0200 Thumb picture

    Capítulo 8 terminado

    Demorei mas consegui fechar o cap 8. Demorei por causa dos eventos do Fire Emblem Heroes, mas aqui estou com esse capítulo terminado! O @arthurdias25 me disse que todo mundo da 2º geração (ou maioria dela pelo menos) é Op nesse jogo, e eu estou entendendo o porquê disso. Eu já tenho Leif, Ares, Seliph, Arthur, Julia, Ulster, Larcei e Finn promovidos. Esse capítulo foi bem mais fácil se comparado ao anterior (o que eu acredito que não seja novidade), mas no geral só o começo que foi complicado pois dividir o exército em dois e enfrentar aquele trio de magos e depois a Ishtar foi meio complicado, mas no fim as 3 magas se suicidaram! Tipo, como magos eles podem atacar de qualquer distância, e elas foram uma a uma atacando o Ares e consequentemente morrendo morrendo e morrendo... A Ishtar me deu um pouco mais de trabalho, então, assim como sempre acontece quando eu me enrolo... Mystletainn a todo o vapor e problema resolvido!

    Ele consegue ser mais roubado nesse jogo do que no Heroes! Enfim consegui recrutar o irmão da Patty (que é bem forte por sinal) e derrubei o mano do castelo com o Leif (compensação pelo capítulo anterior) e depois foi salvar alguns cidadãos e ganhar leveis (Leif e Arthur desfrutaram disso) e recrutar o filho Over Power do Lewyn que limpou a arena sem tomar dano. Por sinal, o Lewyn é bem trouxão com o filho. Parece que na hora de falar ele ligou o dane-se o mundo kkk.

    Depois foi só passar o rodo em quem tinha sobrado e fim! Agora tenho uma pergunta:

    Como essa waifu 10/10 senhorita se apaixonou por esse pedófilo?

    E eu notei que tem um glitch nesse jogo que faz o Seliph se apaixonar pela Lana do nada. Sei porque aconteceu comigo pelo menos, e eu não faço a menor ideia de como isso aconteceu sinceramente.

    Agora partiu vingar o Quan! 

    9
    • Micro picture
      gicba · 4 months ago · 2 pontos

      Glitch? O Seliph e a Lana começam com 100 pontos de amor enquanto as outras moças começam com 0 (menos a Julia que começa com quase 500, o máximo, mas vai abaixando com o tempo), então provavelmente por isso eles terminaram se pegando tão rápido assim.

      Sobre a Ishtar e o Julius, fica um pouco implicado que eles eram bons amigos antes do Julius ter despertado como o capeta e tal, infelizmente como muita coisa em Genealogy/Jugdral, não tem texto o suficiente pra falar sobre, só uma breve menção ):

      3 replies
    • Micro picture
      arthurdias25 · 4 months ago · 2 pontos

      a Lana e o Seliph já tem um tanto de pontos de casal juntos, acaba sendo bem comum os 2 se apaixonarem cedo no jogo
      E sobre o Lewyn ser trouxa com o filho (ou melhor, com os filhos, pq até agora ele não disse um "A" pra Fee) isso vai ser explicado mais pra frente (BEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEM mais pra frente)

      1 reply
  • 2018-12-29 21:35:28 -0200 Thumb picture

    Terminei o maldito capítulo 7!

    Demorou mais foi! Depois de muitas tentativas terminei o sofrido capítulo 7! Agradeço especialmente ao @arthurdias25 e ao @gicba que me deram uns conselhos pra passar dessa parte ultra complicada. Inicialmente foi deixar o Oifey na frente com a Javelin pra ir matando os magos (já que qualquer unidade morre depois de 2 golpes de magia com excessão da Julia por causa do Nosferatu) em um ponto, avancei com a Fee ao norte pra chegar antes do castelo, corri com o Shannan e a Patty, e salvei todas as vilas com o Leif e companhia. O 1º castelo foi destruído pela Fee (atacar e correr=melhor estratégia) e pelo Shannan (ele voltou depois que a Patty estava a salvo). O mais chato foi chegar com o Seliph até o castelo pra dar seize. E o Finn ficou brincando de pique-pega com os knights no sul. Depois o castelo do sudoeste do mapa foi conquistado fraças ao Seliph (que melhorou batante neste capítulo). E o Finn ainda estava brincando de pique-pega com os exércitos no sudeste. Parece engraçado, mas ficar 2 horas nisso é meio triste. E a melhor parte foi o recrutamento do Ares, que já chegou de Mystletainn passando o rodo em todo mundo. O Seliph ficou até meio fraco em comparação a ele. Pena que restaurar a Mystletainn custa muito então não dá pra ficar usando toda a hora, mas na Iron Lance ele já dá conta do serviço. Aí foram todos os exércitos vs Ares e Seliph que passaram o rodo em geral, aí foi o castelo um pouco mais em cima, recrutei a Lene e partiu castelo final... que chefe chato! Precisavaa de 100% de precisão pra aquele livro over power que ele usa? Gastei uns 30 mends no Seliph e ele errava tudo, e quando acertava o maldito se regenerava! Mas o Ares venceu dele com um golpe só... Espero conseguir mata-lo com o Leif pra honrar o país no próximo capítulo. Bom, por mais que o Leif precise de MUITO treinamento, é bom ter o trio reunido afinal:

    Uma comparação bem mais feliz que a do capítulo 5 eu diria.

    Por enquanto é isso e até a próxima!

    11
    • Micro picture
      rax · 4 months ago · 2 pontos

      Boa! :D õ/

      2 replies
    • Micro picture
      arthurdias25 · 4 months ago · 2 pontos

      Boa
      Esse ch é chato mas a partir do proximo começa a ficar de boa, principalmente se vc tiver dinheiro pra upar todo mundo na arena com o Paragon Ring, eu recomendo deixar de preferencia no Leif, já que ele promovido é uma das melhores unidades (considerando as que não tem arma lendária), e se vc tiver em situação de aperto em alguma parte Mystelltean tá lá pra isso (serio, o Ares limpa a galera melhor que Lewyn e Ced)

      1 reply
    • Micro picture
      gicba · 4 months ago · 2 pontos

      Ae! Sempre feliz em ajudar. Esse é provavelmente o mapa mais chatinho da geração 2, o reto vai ir de boa agora.

      1 reply
  • 2018-12-28 09:48:41 -0200 Thumb picture

    Capítulo 6 terminado e estou travado

    Depois do massacre em Belhala tive duas notícias boas e duas ruins. Começando com as boas: Lewyn tá vivo!

    E o Finn também!

    E agora às más notícias: O Finn fumou a Brave Lance dele, e o capítulo 7 está pseudo-impossível de passar sem ninguém morrer. Sério, dividir a atenção em 3 batalhas no mesmo mapa é osso. Os magos matam qualquer unidade com 2 hits, no sul o Finn, junto com a filha dele, junto com o Leif tem que enfrentar um exército gigante e simplesmente não tem como, e ao noroeste tenho que correr MUITO com aqueles dois. O maior problema está sendo no Sul mesmo, pois não tenho ideia de como salvar as vilas e fugir daquele exército OP sem deixar ninguém morrer ao mesmo tempo. Estou aberto a sugestões pois estou sem ideias pra passar dessa parte.

    8
    • Micro picture
      arthurdias25 · 4 months ago · 2 pontos

      vc casou o Finn com a Lachesis né?
      dá uma olhada no Storage do Dermot
      pq isso é algo que sempre me deu receio e me fazia não juntar o Finn com ninguem, pq mesmo ele não morrendo ele passa os itens dele pro filho, porem nenhum dos moleques podem usar lança logo de inicio, então elas não ficam no inventario.
      a questão é, eu não sei se o filho fuma a lança ou se ele guarda no Storage

      5 replies
    • Micro picture
      arthurdias25 · 4 months ago · 2 pontos

      mas sobre sugestão a melhor e avançar com o Finn pra eliminar pelo menos os bárbaros, e tentando dar o máximo possível de exp pro Leif.
      só se preocupa em salva as vilas por enquanto, quando terminar vc pode pegar elas mas não vai pra cima do exercito do Blume por 2 motivos.
      1- vc não vai vencer só com esses 3
      2- mais pra frente vai aparecer um exercito de magas e dentre elas tem uma recrutável, esse exercito vai atras do exercito do Seliph (que é onde tá o persongem que recruta ela tbm) e se alguem tiver colado nelas pode atrapalhar essa estrategia
      se eu bem me lembro dps de um tempo o Blume tbm manda um exercito de armors avançar até Lenister, e essa pra mim é a parte mais complicada, se o Leif estiver com a Light Sword é uma boa deixar ele na defesa do castelo com ela equipada pra matar eles enquanto a Nana e o Finn ficam longe dos 2 exercitos, se ele não tiver a Light (como foi comigo) vc pode deixar trocar o Finn e o Leif de lugar, mas eu recomendo deixar ele com uma arma que só ataque de perto, já que assim pode ser que os armors com Javelin fiquem todos juntos bloqueando passagem pros que só tem arma meele atacarem, assim vc tem tempo de levar parte do exercito do Seliph até lá e pegar exp com a galera que precisa.
      o problema dessas 2 estrategias é que vc vai depender MUITO da sorte de esquivar

      1 reply
    • Micro picture
      gicba · 4 months ago · 2 pontos

      Esse mapa é um saco no começo mesmo. Você fez a Patty e o Shannan conversarem pra pegar a Balmung? Ah, e eu recomendo matar o boss que é um mago negro no castelo assim que possível, por que depois de um tempo ele arruma uma magia de longo alcance e fica atirando nos seus personagens que tão por perto. (se ele já não fez isso)
      Sobre o Leif, se o Finn tá promovido ele deve conseguir segurar o tranco. Mas se tá difícil, tenta mandar a Fee lá embaixo pra ajudar eles e tirar um pouco a pressão dos 3

  • 2018-12-27 09:40:22 -0200 Thumb picture

    1º geração concluída

    Finalmente terminei o capítulo 5 do jogo. Nos primeiros capítulos, eu achei meio demorado, mas depois do capítulo 2 foi mais tranquilo. O capítulo 4 me custou uma tarde inteira, mas não foi tão difícil, só cansativo mesmo. O 5 não me deu nenhum pouco de descanso, no começo tendo que pegar a Tyrfing quebrada, depois enfrentar os exércitos, depois salvar as vilas e isso cansou muito no começo. Depois foi ir pro deserto onde o Quan e Ethilyn faleceram... sério, foi muito triste ver os dois morrerem e não poder fazer nada... e aquelas pragas aladas também demoraram MUITO pra morrer. No fim só faltava o Reptor, e eu venci dele da forma mais troll possível! Tipo, eu tinha ficado com meu exército na borda da área onde o Reptor e seus exércitos estava, então, como atarvessar o deserto com aquela cambada toda pareceu meio demorado, eu resolvi usar minha Falcoknight pra usar a estratégia de atacar e correr (saia do deserto e derrubava um e depois voltava huehuehuehue). Eu só não sabia que o Arvis ia passar a perna no Reptor e tacou meteoro em todo mundo sem eu precisar lutar a sério, mas a trolagem master aconteceu quando o Reptor ficou visível para ataques mágicos/de arco e flecha, então:

    Foram dois acertos que apagaram a existência dele! O Lewyn e o Sigurd estavam ops demais no final desse jogo! Ambos no level 30, o Lewyn era imorrível com Forseti, e Sigurd matava qualquer coisa com a Tyrfing! Então após isso foi a cutscene de conclusão e... ARVIS SEU MALDITO! Por que?! Esse infeliz matou todo mundo! Cercou o exército e fez chover meteoros e matou até o irmão mais novo, e como não bastasse isso, ele ainda se casou com Deirdre que tinha perdido as memórias! Traduzindo, você é um grande c@#%o. Tipo, eu já tinha tomado spoiler sobre os eventos dessa geração, mas sentir na pele o protagonista morrer é bem diferente. Então, usarei uma imagem como resumo dos eventos da 1º geração, comparem com a primeira imagem do post:

    E por enquanto é isso, agora eu quero vingança e espero que nessa nova geração eu consiga. 

    11
    • Micro picture
      gicba · 4 months ago · 2 pontos

      Eu acho engraçado como tanto eu como você levaram spoiler do twist da metade do jogo mas ainda sentimos o impacto do evento com toda força. Acho que só mostra quão icônico o momento é num geral.
      Quais foram seus casais?

      3 replies
    • Micro picture
      arthurdias25 · 4 months ago · 2 pontos

      Lembro até hoje quando eu vi essa cena do fim da geração. o choque foi tão grande que eu fiquei em negação por 1 mês.
      E quais casais você formou nessa geração?

      6 replies
    • Micro picture
      felipefabricio · 4 months ago · 2 pontos

      O Lewyn é a criatura mais OP de qualquer jogo de Fire Emblem tbh

      mentira tem o filho dele

      14 replies
  • 2018-12-25 16:20:25 -0200 Thumb picture

    Capítulo 2 e 3 terminados (até que em fim)

    Consegui, depois de muito suor, terminar o capítulo 3! O capítulo 2 onde eu havia parado no último comentário eu não tinha terminado antes por preguiça (no finalzinho já tava fácil), mas o capítulo 3... como me deu trabalho ele. Primeiro tive que mandar o Sigurd pra um lado e meu exército para o outro, depois eu vi que tinha outros dois exércitos do lado do meu castelo e tive que voltar e talz. Depois o Eldigan foi me enfrentar, e foi muito difícil não morrer pra ele, mas ainda curti muito o personagem, pena que ele tinha que perder a cabeça... EU TE ODEIO CHAGALL! E depois de sobreviver foi só matar o Chagall, mas pra um fdp como ele acho que, sei lá, isso vai soar meio sádico, mas ele sofreu pouco. Por ter matado o próprio pai, meu NPC favorito e outros figurantes acho que ele mercia uma humilhação maior, mas né, fazê o que. E por último, como foi difícil salvar a Briggid, a Tiltyu, e o Claud naquele arquipélogo! Esse trio tava mais pra esquadrão suicida que pra qualquer outra coisa! Só foram salvos graças ao grande:

    Sério, a Gáe Bolg é MUITO apelona, ele tava destruindo todo mundo com essa lança com um hit e como o Sigurd estava longe só ele que chegou a tempo. Pena que ele só usa essa arma no final, se ele tivesse ela no início seria bem mais fácil a minha vida nesse jogo. 

    Quanto aos status no jogo, Lewyn, Lex, Ayra e Holyn já foram promovidos, e estou quase finalizando todos os casais (faltam alguns ainda, mas a maioria já foi setada). 

    Por enquanto é isso e quando eu terminar mais um ou dois capítulos (vai demorar) eu comento aqui de novo.

    Vou sentir falta do Eldigan...

    9
    • Micro picture
      felipefabricio · 4 months ago · 2 pontos

      ... pior que eu não curto muito a Gae Bolg UEAHUEUAUEAHUE

      naquela parte do final, eu só taquei a Briggid com a Yewfelle e ele exterminou tudo, ela e o Jamke mataram metade do exército com aqueles arcos apelões deles hueauhea

      Fico feliz que esteja curtindo, esse jogo é lindo <3 (só meio cansativo ás vezes por conta dos mapas, mas é lindo)

      e rip eldigan

      1 reply
    • Micro picture
      gicba · 4 months ago · 2 pontos

      Odeio como mal te deixam usar a Gae Bolg nessa primeira parte. Mas opa, hora do capítulo 4 e sua estrutura chata de vai e volta aiuehiaheiuahe

      7 replies

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...