Medium picture

pedrotriforce Pedro Paulo

Just playing


almost 3 years ago 2016-07-15

Gone Home

Gone Home foi desenvolvido e publicado pela Fullbright Studios, originalmente lançado em 15 de Agosto de 2013 para PC (Windows, OSX e Linux) e em 12 de Fevereiro de 2016 foi lançado um Port feito pela Midnight City para PS4 e XBOX ONE chamado Gone Home: Console Edition.

Gone Home é um jogo de exploração em primeira pessoa, com um clima inicial um tanto sombrio, parecendo que a qualquer momento algo possa acontecer.

Você é uma jovem estudante chamada Kaitlin Greenbriar, que retorna para casa após um intercâmbio. Ao chegar em casa, num dia chuvoso, se depara com uma situação inusitada: Ninguém está em casa, seu recado, aquele que você deixou notificando a sua chegada, ainda está na secretária eletrônica e não foi ouvido. Estamos nos meados dos anos 90 e aparentemente ninguém possui celular, pelo menos não na sua família. O jogo não menciona outras formas de tentar entrar em contato com seus pais e sua irmã, então apenas resta procurar e ver se há alguém em casa, um recado, bilhete ou algo parecido que explique o que está acontecendo.

Gone Home possui 3 núcleos distintos com “duas narrativas” diferentes, o núcleo principal da história é sobre a Samantha (Sam), sua irmã mais nova, que é contado diretamente através dos audiologs encontrados na casa, e os outros dois núcleos de certa forma opcionais são sobre o seu pai Terry e sua mãe Janice contado através de cartas, jornais e objetos pessoais.

O gameplay é simples: Andar, explorar a casa e interagir com os objetos disponíveis. É possível apagar e acender as luzes; coletar itens espalhados pelo cenário; abrir uma infinidade de gavetas e armários, interagir com aparelhos como TV’s, toca fitas entre outros. É incrível como isto é feito em Gone Home. A quantidade de objetos disponíveis é surpreendente. A arte dos objetos é complexa e muitos documentos são repletos de informações. Há muita coisa “irrelevante” no cenário e neste ponto Gone Home é brilhante, pois não se trata daquele gameplay previsível onde se tem acesso a poucos compartimentos e todos os objetos são importantes e brilham no cenário para que você possa pegar. Os vários objetos podem não revelar nada para você, ou revelar detalhes específicos sobre os personagens coadjuvantes.

A trilha sonora é basicamente inexistente durante o gameplay, tocando apenas durante os audiologs, ou quando colocamos alguma fita no toca fitas, maior parte das músicas são instrumentais e servem de certa forma para te colocar na atmosfera do audiolog.

https://www.youtube.com/watch?v=eqaes99VuCE&index=...

Gone Home é simplesmente mais um daqueles jogo que querem te contar uma história, algumas pessoas podem não gostar, por não ser nada fantástico, outras pessoas assim como eu podem amar esse jogo, pela proposta de simplicidade do jogo em si.

9.0 9.0 10
Overall
8.0 Gameplay
9.0 Story
10 Music
9.0 Graphics
Uma história atemporal;
Jogabilidade Simples;
Trilha Sonora e Dublagem muito bem executadas;
Não existir uma adaptação cinematográfica;

13 of users found this review helpful.


Outras críticas do mesmo autor:

Keep reading → Collapse ←
Loading...