This game doesn't have any review. Be the first one to review it!

Add Review


  • bahamut Vitor Henrique Batista
    2020-04-01 14:15:39 -0300 Thumb picture
    bahamut checked-in:
    Post by bahamut: <p>Segundo e último check-in, após finalizar o jogo

    Segundo e último check-in, após finalizar o jogo três vezes. Acho que eu realmente tenho que fazê-los com mais frequência. Mas, enfim... vamos lá.

    Lembro que no anterior havia ficado bastante surpreso com a missão The Clockwork Mansion e fiquei imaginando se o jogo conseguiria repetir o feito numa missão futura. Pois conseguiu. A sétima missão, A Crack in the Slab, também é de tirar o chapéu.

    Nessa missão, o personagem perde todos os seus poderes e recebe um artefato capaz de voltar no tempo para uma noite específica. Assim como na missão das engrenagens, não é algo novo, mas igualmente, fizeram de forma surpreendente.

    Com o artefato você pode viajar a qualquer momento que quiser desde que não haja um obstáculo no outro tempo. Além disso, podemos visualizar o cenário da outra época enquanto andamos pela mansão. Mais uma sacada genial.

    Para nos auxiliar a cumprir a missão e, principalmente, para pegar coletáveis e fazer objetivos opcionais, é necessário realizarmos determinadas ações no passado para alterar o local no presente. Inclusive, podemos evitar a morte do dono, alterando completamente a situação atual do local.

    Após descobrirmos o segredo da vilã, partimos para as duas últimas missões e o esperado retorno a Dunwall.

    Nenhuma grande surpresa na última missão, já que finais não são muito o forte de Dishonored. Jogo finalizado sem alertar e sem matar ninguém, como manda o figurino.

    Hora de começar a jogada sanguinária. Dessa vez, com o bom e velho Corvo Attano.

    Optei por fazer outra jogada aceitando os poderes do Outsider, em um new game plus, onde podemos utilizar os poderes dos dois personagens. Mas o negócio agora era partir para o ataque mesmo.

    (talvez eu tenha exagerado um pouquinho aqui)

    Algo que ficou mais interessante foi a reação dos outros personagens às nossas ações. No primeiro havia, mas eram basicamente algumas falas do Outsider e uma ou outra linha de outros personagens mais para o final do jogo. Aqui, eles deixam bem claro que não estão gostando das suas atitudes.

    (Ghost feelings)

    Terminado o jogo mais uma vez, foi a hora de fazer um speedrun sem utilizar nenhum poder e conquistar essa bela platina.

    Como citei em outra oportunidade o primeiro Dishonored foi o jogo que me fez gostar do stealth, mas Dishonored 2 conseguiu superá-lo em praticamente todos os aspectos, trazendo novos poderes e formas de abordagem, inúmeras maneiras de se cumprir cada objetivo, inimigos com uma IA melhorada, e ao menos duas missões inesquecíveis, extremamente inteligentes. A Arkane caprichou demais nessa continuação. Jogaço! Jogaço! Jogaço!

    15
  • bahamut Vitor Henrique Batista
    2020-03-20 10:31:49 -0300 Thumb picture
    bahamut checked-in:
    Post by bahamut: <p>Primeiro check-in e eu vou pular todo o início d

    Primeiro check-in e eu vou pular todo o início do jogo e partir para falar logo da quarta missão: The Clockwork Mansion.

    Em tempos em que se fala muito em level design essa missão com certeza deve ser usada como referência. Simplesmente incrível. A satisfação de concluí-la pela primeira vez é enorme, ainda mais jogando o jogo da forma que ele merece ser jogado, sem matar e sem alertar ninguém.

    Mas o que ela tem de tão especial? Um intrincado sistema de alavancas espalhadas por todos os cômodos. A cada alavanca puxada o cenário é completamente transformado.

    E você vê que é real! Observa o ambiente se transformando, enquanto decide se fica onde está ou se pula rapidamente para o quarto que está indo para outro andar, incluindo a possibilidade de andar por entre as engrenagens que transformam a mansão.

    Isso, enquanto tenta passar por essas aberrações sem ser fatiado.

    Tudo com o intuito de derrotar o gênio louco que criou esse labirinto e resgatar um velho conhecido do primeiro jogo, em um jogo de gato e rato igualmente genial.

    Dishonored 2 conseguiu melhorar tudo do primeiro jogo, com missões que nunca te limitam em nada e com inúmeras possibilidades. Agora, essa missão para mim, colocou o jogo em outro patamar, como diria Bruno Henrique.

    Já concluí a quinta e iniciei a sexta missão, imaginando se o jogo vai conseguir manter o nível ou mesmo me surpreender novamente. Difícil.

    15
    • Micro picture
      _gustavo · 5 months ago · 2 pontos

      Cara, amo DIshonored, não sei se vc viu, bem no começo dessa missão, vc pode pegar um copo ou qualquer coisa e jogar no telhado de vidro, aí vc usa o blink pra subir lá em cima e vai até o alvo tudo por dentro das instalações, a liberdade que o jogo da de exploração é incrível

      1 reply
    • Micro picture
      andre_andricopoulos · 5 months ago · 2 pontos

      Adorei o primeirao❤️

  • 2020-03-18 15:49:30 -0300 Thumb picture
  • reasel Reasel
    2020-01-08 23:50:06 -0200 Thumb picture
    reasel checked-in:
    Post by reasel: <p>#img#[680617]</p>

    9
  • 2019-11-20 20:50:17 -0200 Thumb picture
    jade_archer checked-in:
    Post by jade_archer: <p>Terminado! Como joguei em stealth total e sem ma

    Terminado! Como joguei em stealth total e sem matar ninguém (só tive pouquíssimas mortes acidentais...) consegui o final bom. E o que se segue é no mesmo estilo do final do primeiro jogo, ou seja, meio sem graça. Nem esperei que seria diferente. Nunca espero muito de finais de jogos. O que importa é a jornada e eu gostei bastante.  Com certeza jogarei de novo mas com o Corvo. 

    3
  • 2019-11-19 16:49:56 -0200 Thumb picture
    jade_archer checked-in:
    Post by jade_archer: <p>Já passei por mais 3 missões como fantasma, uma

    Já passei por mais 3 missões como fantasma, uma delas com mais uma morte acidental... Gostei bastante da última missão - O Grande Palácio . E o jogo, pra mim, continua muito bom. Não digo a história, porque não é nada original, mas porque gosto das variadas possibilidades que o jogo dá para cumprir seus objetivos, para chegar a algum lugar, etc. E como gosto muito de jogar em modo furtivo então o jogo é uma maravilha mesmo.  Agora que estou chegando ao fim, ao que parece, vou gastar todas as runas que ainda tenho porque nem adquiri mais nenhum poder porque não precisei. Tenho essa mania besta de economizar...rs

    2
  • 2019-11-01 17:39:03 -0200 Thumb picture
    jade_archer checked-in:
    Post by jade_archer: <p>Missão 5 concluída. Não tava difícil passar essa

    Missão 5 concluída. Não tava difícil passar essa missão como fantasma. Fui detectada 1 vez e deixei assim mesmo. Fiquei com preguiça de tentar de novo rs E matei uma pessoa sem querer quando fui matar um monte de moscas de sangue. A pessoa tava bem no meio... Também deixei por isso mesmo por preguiça rs 

    Peguei todas as runas outras vez e deixei alguns amuletos de lado. Faço questão de pegar todas as runas, mas só estou com 3 poderes (Salto Longinquo, Visão Predatória e Domino). Adquiri o Domino no começo dessa missão e é muito útil, já que com ele dá pra conectar 2 inimigos (no nível mais básico) e o que você fizer com um acontece com o outro ao mesmo tempo. Muito legal e poupa meus dardos soníferos he he Vou fazer um upgrade nesse poder já já.

    Jogo viciante igual o primeiro. Estou tentando jogar devagar pra durar mais.

    0
  • 2019-10-26 13:53:42 -0200 Thumb picture
    jade_archer checked-in:
    Post by jade_archer: <p>Missão 4 concluída como fantasma e sem matar. Es

    Missão 4 concluída como fantasma e sem matar. Essa foi a missão que mais deu trabalho até agora. Até chegar na mansão tudo estava mais tranquilo.  Ali foi mais trabalhoso passar de modo furtivo. Tive que recarregar o jogo várias vezes até conseguir o que eu queria. Só precisei me livrar de uma máquina, a da cela do Sokolov. Me livrei reprogramando pra ela não me atacar. As outras consegui evitar com muito custo. Ufa!

    2
  • 2019-10-22 20:20:14 -0200 Thumb picture
    jade_archer checked-in:
    Post by jade_archer: <p>Missão 3 concluída sem ser vista e sem matar nin

    Missão 3 concluída sem ser vista e sem matar ninguém, inclusive o assassino da coroa. Já esperava encontrar outra maneira de neutralizar o assassino, já que o primeiro jogo sempre dava uma opção não letal, desde que você soubesse explorar direito, prestasse atenção nas dicas e falasse com as pessoas certas para abrir missões opcionais que levariam a esse fim.  

    Só ficou me faltando pegar uma runa que parecia estar no subsolo do local. Fiquei com preguiça de procurar uma maneira de acessá-lo rs Já explorei demais até, tá ótimo.  

    1
  • 2019-10-20 15:57:07 -0200 Thumb picture
    jade_archer checked-in:
    Post by jade_archer: <p>Acabei rejogando a primeira missão, mas só a par

    Acabei rejogando a primeira missão, mas só a partir  de quando chego às ruas de Dunwall e desta vez não houve morte e explorei tudo muito melhor. Só não passei como fantasma porque tinha sido vista pelo cara que estava com o anel da Emily.

    Já na segunda missão consegui passar como fantasma e sem matar ninguém. Fazer a missão opcional foi bem útil. Não coletei todas as runas e amuletos mas já adquiri aquela visão especial que ajuda muito no stealth. E, realmente, os inimigos são mais espertos do que no outro jogo e desconfiam quando um colega some...rs

    3

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...