This game doesn't have any review. Be the first one to review it!

Add Review


  • noblenexus Rafael
    2019-07-15 00:17:27 -0300 Thumb picture
    noblenexus checked-in:
    Post by noblenexus: <p>BUURDEGA!!! pelo menos é o que eu entendo quando

    BUURDEGA!!! pelo menos é o que eu entendo quando o aku aku é convocado

    7
    • Micro picture
      gus_sander · about 17 hours ago · 2 pontos

      Kkkkk, eu sempre pensei que fosse algo como BURLPUGA xD

      1 reply
  • joaopaulo_dt João Paulo Carvalho
    2019-07-07 21:59:40 -0300 Thumb picture
    joaopaulo_dt checked-in:
    Post by joaopaulo_dt: <p><strong>"Zerado''</strong></p>

    "Zerado''

    1
  • usoppbr João Carlos
    2019-07-01 11:46:30 -0300 Thumb picture

    Aquisições não tão novas assim

    Medium 645390 3309110367

    Em Abril eu vendi meus 2 Persona de PSP para o @phil_lyra e em troca ele me pagou com esses jogos de Xbox One que vieram da Saraiva. Agora tenho a trilogia do Batman completa e pensando seriamente em começar depois que fechar o meu backlog e o Crash Bandicoot N' Sane Trilogy que eu queria comprar desde quando saiu.

    O PES 2016 foi só pra completar o valor porque realmente não tinha nada na faixa de preço pra fechar o valor e o Redout espero curtir, porque não tinha demo dele pra jogar mas me parece um ótimo jogo de corrida futista.

    7
  • tsuyoi Vinícius de Morais Alves
    2019-06-27 22:34:19 -0300 Thumb picture
    tsuyoi checked-in:
    Post by tsuyoi: <p>Eu tenho que dizer, isso tá lindo!!!</p>

    Eu tenho que dizer, isso tá lindo!!!

    1
  • 2019-06-14 22:04:38 -0300 Thumb picture
    andre_hirosaki checked-in:
    Post by andre_hirosaki: <p>EM COMEMORAÇÃO AO TEMPO RESTANTE DE UMA SEMANA P

    EM COMEMORAÇÃO AO TEMPO RESTANTE DE UMA SEMANA PARA O LANÇAMENTO DE CRASH TEAM RACING NITRO FUELED, PLATINEI CRASH BANDICOOT 1, 2 E 3

    Para um fã de longa data, fazer a platina foi a maneira que encontrei para aproveitar 102% de todo o trabalho q tiveram neste belo remaster/ remake.

    Crash 1 foi realmente o cão chupando manga de difícil. Com exceção da fase Stormy Ascent, não são as fases Road to Nowhere e High Road as mais difíceis: a fase mais encapetada é Sunset Vista!!!!!

    Fiquei 2 horas tentando o time trial dela e nada, eu morria de besteira, caía, enfim era uma desgraça só. Passei no sufoco em 4 minutos e olha q achei q deram muita colher de chá.

    Crash 2 foi demorado até pq foi o q menos joguei da trilogia no original mas nada impossível.

    Crash 3 foi uma beleza de platinar e me diverti muito fazendo dnv 102% e a inclusão da fase Future Tense deu uma boa dose de dificuldade para o jogo que quase não tem nenhuma.

    Com isso, posso finalmente respirar aliviado e aguardar o majestoso retorno do CTR, um dos meus favoritos da era do PSOne.

    12
    • Micro picture
      fernandovst · about 1 month ago · 2 pontos

      Esse Crash de corrida que vão lançar é um remake de Crash Team Racing então? Sempre que alguém fala de Crash Team Racing eu me lembro é do Crash Tag Team Racing, do PS2, porque foi ele que eu joguei, e eu lembro que achei show na época heheh

      1 reply
    • Micro picture
      roberto_monteiro · about 1 month ago · 2 pontos

      Tooppp boa mano!!!

  • srnicko012 SrNick012
    2019-05-22 19:53:58 -0300 Thumb picture
    srnicko012 checked-in:
    Post by srnicko012: <p>Com o CTR Nitro Fueled&nbsp;chegando&nbsp;acabei

    Com o CTR Nitro Fueled chegando acabei tirando o pó de cima do N Sane Trilogy... decidi re-platinar a trilogia na conta da minha garota :)

    sem compromisso com as platinum relics dessa vez, foi bem legal voltar pra ele depois de tanto tempo... é um daqueles jogos que vou jogar e rejogar e talvez nunca me cansar... talvez daqui a alguns anos eu volte pra platinar uma terceira vez xD 

    agora é esperar pelo CTR mas provavelmente eu nem consiga pegar no lançamento... acabei adquirindo o Spyro Reignited Trilogy por um precinho bacana e to louco pra conferir como ele esta, diferente do Crash eu nunca zerei nenhum dos clássicos mas joguei bastante os três na minha infância, principalmente o Year of the Dragon

    também acabei pegando o Lego Super Marvel Heroes 2 na PSN (espero que seja bom como foi o primeiro) 

    por outro lado deixei o Dragons Dogma "Pausado" o jogo é legal mas to com animo 0 pra mais jogos longos :(  

    Talvez eu vá pra algum indie antes de voltar pra ele ou simplesmente de um tempo disso... 

    18
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2019-05-20 07:32:08 -0300 Thumb picture

    CHECK IN'sane (SHARE)

    CRASH numa viagem de ácido...

    Acho bem bacana essas variedades no gameplay...

    Demora um pouco pra acostumar com os comandos mas...

    ...depois engrena!

    O que pega mesmo são essas fases que tu morre "over and over again".😖

    DR. NEO CORTEX!

    Agora é se adaptar novamente para essa gameplay do jetpack...

    Final Boss defeated! Tá parecendo "NIGHTS"...

    CRASH está exausto...

    Agora preparado pro CRASH III. "De boas" na "casinha do Shrek".

    CRASH BANDICOOT é um game plataforma do PLAYSTATION 1 do ano jurássico de 1996. Recentemente recebeu um REMAKE recentemente (2017) e continua tão divertido quanto antes.

    TOTAL DO GAME completado: 97%, com todas as gemas e só faltaram algumas "relics"

    34
    • Micro picture
      costadelli · about 2 months ago · 2 pontos

      essas fases usando o jetpack são uma bosta pra acostumar com os controles...

      1 reply
    • Micro picture
      mateusfv · about 2 months ago · 2 pontos

      Crash tá sempre no ácido huhaashu

      1 reply
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2019-05-16 09:43:17 -0300 Thumb picture

    CHECK IN'sane (SHARE)

    Voltando pros CHECK INS de Crash... Parei no segundo game. Bora pra área secreta: largue o ursinho e caia no buraco.

    As "fases secretas" possuem um nível na torre somente para elas...

    Aquele olhar de quem está prestes a dar o bote...😏

    "Ae gatinha, bora prum SEX CAM?" 😎

    Melhor deixar pra depois... problema a vista!

    Umas frutinhas "WUMPA" resolvem.

    POSE da vitória!

    Até a próxima. Isso é, se não ficarem me barrando o caminho...😖

    Fui!

    CRASH BANDICOOT é um game plataforma do PLAYSTATION 1 do ano jurássico de 1996. Recentemente recebeu um REMAKE recentemente (2017) e continua tão divertido quanto antes.

    TOTAL DO GAME já completado: 62%

    25
  • anduzerandu Anderson Alves
    2019-05-02 00:18:48 -0300 Thumb picture

    Registro de finalizações: Crash Bandicoot N. Sane Trilogy

    Zerado dia 01/05/19

    Quinta-feira passada foi o meu aniversário e quando um dos meus alunos de uns 11 anos soube, ele me desejou felicidades e disse "teacher, próxima aula eu vou trazer o Crash pra te emprestar".

    A gente provavelmente conversou há uns meses sobre eu não ter o jogo e querer jogá-lo ou algo assim, mas realmente não me lembro, mas fiquei agradecido e disse que aceitava o empréstimo sim, ainda mais porquê o amigo que geralmente me empresta os jogos e tem o Crash resolveu emprestar para outra pessoa e o cara nunca devolve!

    Ontem, terça-feira, o garoto chegou com o jogo pra mim. Eu disse que tentaria devolver na próxima aula, amanhã, quinta-feira, mas já avisei que provavelmente só retornaria o jogo semana que vem, até porquê são 3 títulos em 1! Ele mesmo não esperava ver o jogo d enovo em algum tempo, pois ele mesmo não foi muito longe em suas experiências e quem diabos devolve um jogo em dois dias?

    Cheguei em casa, pus o jogo pra instalar e por mais que eu já tivesse jogado o primeiro mundo do Warped completo no passado, eu não lembrava de muita coisa e a curiosidade não me deixou ignorar N. Sane Trilogy. Assim que pude já fui jogar pra devolver o mais rápido possível.

    Começando em ordem (e já que os outros dois jogos apareciam como "instalando" na tela de seleção, fui reviver o 1. Como eu já terminei todos esses Crashs na versão original de PS1 (e até publiquei sobre eles aqui no Alvanista), resolvi tratá-lo como um jogo só. Além disso, não vou entrar em muitos detalhes sobre o funcionamento deles aqui, pois o trabalho desenvolvido nesse remake é MUITO fiel.

    Crash 1, o que sempre achei sem graça e tal, além de traumatizante em certos estágios. Um amigo empacou na segunda fase na ponte, lá no finalzão e pediu que eu tentasse há uns meses atrás, mas sem paciência, nem fui longe. Estava na hora de enfrentá-la novamente!

    Eu me assustei com o rápido progresso no jogo. Em duas horas eu tinha zerado, mesmo me estressando bastante em determinadas fases. O primeiro jogo é bem "o Donkey Kong 3D que as pessoas queriam" e dá mesmo pra sentir uma influência do jogo do macacão.

    O level design é simples, assim como as mecânicas e os cenários são sempre selva ou ruínas antigas. Legal, mas cansa um pouco. Nada parece muito intuitivo e muitas vezes o desafio parece um pouco injusto ou que demanda tentativa e erro demais. Definitivamente não é um jogo pra crianças.

    Terminei o jogo e me senti muito confiante em terminar logo os outros dois! No dia seguinte comecei o 2 no fim da manhã.

    Crash 2 é um meio termo em questão de dificuldade e criatividade. Agora ao invés de um mapa com fases ligadas de forma linear, o jogo tem um Hub com fases disponíveis para serem jogadas em qualquer ordem. Lembro que na infância quando a gente não conseguia prosseguir em um certo cenário mas gostava muito do jogo, saía e ia jogar outro, deixando esse chatão pra depois.

    São 5 mundos, cada um com 5 fases. Ao terminar todas as 5, se abre a sala do chefe e ao derrotá-lo, abre a possibilidade de ir pro próximo mundo. Nada mais simples.

    É demais como o jogo já explora novas mecânicas ou se aprofunda em outras que o jogo anterior mal utilizou, como fases com montaria. Além do mais, novos temas são usados, como fases na neve ou futuristas e o próprio Crash tem comandos diferentes, como a rasteira que se seguida de um pulo o lança mais alto e mais distante.

    Esse segundo jogo, de subtítulo Cortex Strikes Back, faz o primeiro jogo parecer amador de tão repetitivo, mas ainda sim tem seus defeitos. A variedade de gameplay e cenários poderia ser maior, algumas mecânicas só são exploradas muito perto do final e entre as fases os personagens ficam te parando pra fazer uns diálogos um pouco desinteressantes.

    Uma coisa que eu gostei muito é da grande quantidade de coletáveis. Há um cristal roxo em cada estágio para ser encontrado e coletado, mas há ainda outras gemas para serem colecionadas, sendo que algumas envolvem destruir todas as caixas da fase e outras eu nem sei exatamente como abrir. O fator replay vai nas alturas!

    Ao terminar a esse, fui direto pro 3, que é pra mim o melhor jogo do personagem, além de ser o mais fácil e, consequentemente, o mais rápido.

    Crash 3, Warped, é sensacional. A trilha sonora, o level design, a variedade de personagens, temas, jogabilidade. Até o enredo pra justificar tudo é bacana e envolve o vilão agindo em diversos períodos de tempo específico.

    Então você tem fases baseadas na China, na Inglaterra, Egito etc.

    E não para por aí: a dificuldade é muito boa pra qualquer um! Os cenários não são confusos e há uma boa variedade de checkpoints e frutas e vidas para serem coletadas. Eu morri um bocado, ainda assim, mas bem menos que nos outros. E com certeza não me estresse jogando. Crash Bandicoot: Warped é uma gema do platformer 3D!

    Os muitos coletáveis e segredos estão de volta, melhores do que nunca. As fases tem mais exploração e ao derrotar chefes você ganha uma nova habilidade, como pulo duplo ou correr mais rápido. Essas habilidades são ótimas pra voltar e fases aquelas fases 100%.

    Resumindo: Crash Bandicoot N. Sane Trilogy é um jogão, feito com amor pra quem não conhece a série e com todo o respeito aos jogos originais. Embora esses jogos não sejam perfeitos pelo que são, é super incrível ver que eles ainda existirão nessas gerações mais modernas de video game, ao invés de viver eternamente nas mentes nostálgicas de quem jogou na época.

    De bom: produto 100% fiel ao original, desde as animações, comando e o feeling. Visual muito bonito, mais as expressões faciais e texturas de tudo, que dão um ar dos filmes de animação de hoje em dia, mas sem parecer coisa de retardado. 3 jogos em 1 e muita coisa pra fazer tanto pra jogar casualmente quanto para alcançar os 100% em todos esses títulos. Achievements. Defeitos das antigas consertados, como a dificuldade de salvar no primeiro jogo. Continues infinitos e auto-save. Disponível em todas as plataformas atuais.

    De ruim: dificuldade as vezes um pouco alta demais pode afastar alguns jogadores, sobretudo a galera mais jovem que não é acostumada a vencer ou continuar insistindo em um joguinho. Alguns hitboxes são meio suspeitos e deixam a impressão de "como eu morri se eu estava longe disso?". Noção de perspectiva quase sempre zoada: parece que você vai alcançar aquela plataforma mas não dá ou parece que "tenho que aperta o botão de rolar daqui há um segundo para passar por baixo do obstáculo" mas você morre antes. Transformaram o hitbox do Crash em um ovo, ao contrário do retângulo de antigamente (meio que todo mundo viu essa notícia na época) e isso fez muita diferença nesse tipo de jogo. Enquanto em outros jogos similares você sobreviveria por estar com boa parte do pé numa plataforma, aqui você escorrega pra fora se não estiver completamente seguro. Haja paciência as vezes.

    No geral, foi uma ótima experiência e definitivamente esse Crash é um must pra quem conhece o personagem ou curte o gênero. Por outro lado, senti como só estivesse rejogando os originais do PS1, então fora o visual, não dá pra esperar uma experiência nova, e isso faz sentido, seja bom ou ruim. Recomendo!

    12
  • andrexdl23 Andre Luis Ribeiro
    2019-04-27 14:15:42 -0300 Thumb picture

    O pulo problemático... Crash Bandicoot 1

    Fala, pessoal!

    Hoje é dia de reclamação, hahaha!

    Recentemente adquiri Crash N. Sane Trilogy para o Ps4, aproveitei uma ""promoção"", porque pensem num jogo que NUNCA abaixa o preço?!

    O tratamento que tiveram com o remake é absurdo de incrível!!! Os gráficos tão impecáveis, me lembra muito Ratchet & Clank Ps4!

    Mas um coisa que me incomodou bastante, é que apesar de eu achar o jogo no geral bastante fácil, a física do game, especificamente dos pulos, é bem diferente do jogo original...

    Isso é mais visível nas fases da ponte, onde tem uma mecânica que você deve usar uma tartaruga como trampolim. No original, independente da velocidade com que você pula nelas, você será lançado muiiito longe. Já no remake, você tem que retornar e correr uma certa distância pra pegar impulso, e só assim saltar nela. Porém, nem assim você alcança o outro lado. Isso é ruim, porque essa fase não foi feita com isso em mente...

    Enfim, os time trial estão sendo um terror por causa disso... É impossível passa-la sem morrer!!! Fiquei curioso, e adoraria ouvir o relato de vocês! xD

    25
    • Micro picture
      _gustavo · 3 months ago · 2 pontos

      Passa correndo pela corda do lado, acho que é a reliquia de platina mais fácil do Crash 1 kkk

      2 replies
    • Micro picture
      andre_andricopoulos · 3 months ago · 2 pontos

      Eu até que me acostumei com o pulo...mas o difícil é acostumar com a raiva passada em dados momentos do game... exatamente como nessa parte da ponte.🙄😤

      3 replies
    • Micro picture
      costadelli · 3 months ago · 2 pontos

      Eu desisti de platinar justamente por causa disso!

      8 replies

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...