• u3marcos マルコス・アントニオ
    2018-12-10 19:46:48 -0200 Thumb picture
    <p>#img#[602705]</p><p><strong><a href="https://www - Alvanista

    Ratchet

    MGS 4

    30
  • raiden Raiden
    2018-12-02 11:31:28 -0200 Thumb picture

    Estudantes japoneses criaram Metal Gear Rex de verdade!!!

    O.O

    Na fonte abaixo tem até um vídeo mostrando ele!!! 

    FONTE

    15
    • Micro picture
      raxgmr2 · 13 dias atrás · 2 pontos

      Japão é F*&¨% XD

  • 2018-11-15 13:20:38 -0200 Thumb picture
  • mandaloriano_95 Henrique
    2018-11-03 23:08:11 -0200 Thumb picture
    mandaloriano_95 fez um check-in:
    <p>Terminei no Big Boss Hard em 20 horas e 9 minuto - Alvanista

    Terminei no Big Boss Hard em 20 horas e 9 minutos (fico imaginando o quanto foi só de cutscene).

    É o mais fraco dos 4 principais, com certeza, tanto em gameplay quanto no desenvolvimento do enredo, mesmo com os controles bem melhorados e alguns temas tratados bastante interessantes. 

    O Ato 4 tem umas sacadas e momentos muitíssimo bacanas, contudo. Me deu até uma tremenda vontade de rejogar MGS 1. E curti a luta final (mesmo tendo tomado uma baita surra até vencer).

    E só para enfatizar, a taxa de quadros é mesmo péssima. Cai em cutscente e cai durante o gameplay, e por vezes chega a atrapalhar e incomodar para valer.

    Agora verei se vou direto para o Peace Walker mesmo ou se vou primeiro para o Rising, já que já joguei o PW anteriormente no Xbox.

    9
  • mandaloriano_95 Henrique
    2018-10-29 15:46:44 -0200 Thumb picture
    mandaloriano_95 fez um check-in:
    <p>Já comecei e, logo de cara, na primeira sequênci - Alvanista

    Já comecei e, logo de cara, na primeira sequência de gameplay, o jogo me surpreendeu bastante... Com a péssima taxa de quadros por segundo que cai constantemente e irrita muito. 

    Tô jogando no Big Boss Hard e cheguei até depois do encontro com o tal de Drebin. E pobre Solid, até de dor nas costas está sofrendo. 

    8
  • faenos Marcelo Henrique Christo
    2018-10-17 17:36:27 -0300 Thumb picture
    <p>Olá! Como estamos chegando ao final de 2018 as p - Alvanista

    Olá! Como estamos chegando ao final de 2018 as primeiras listas de "melhores do ano" começaram a aparecer (pois é, natal já tá logo na nossa cara) e acabei refletindo sobre como a indústria de jogos estava há 10 anos atrás. Era que o Playstation 2 começava a sair de cena pra entrada do Playstation 3 e também temos muitas pérolas que merecem ter a poeira tirada.

    Com isso fiquei encorajado a fazer uma lista de 5 jogos muito bons que muitas vezes esquecemos com tanto título novo. Bora lá?

    1 - Metal Gear Solid 4: Guns of the Patriots - O jogo que me fez comprar um Playstation 3! É incrível como a série conseguiu evoluir em relação ao seu antecessor (Eva eterna crush) e ainda assim manter uma qualidade imensa. O sistema de camuflagem automática OctoCamo fez muitos jogadores das antigas virarem a cara pro jogo, além da facilidade que o Mk II trazia ao comprar munição no meio do campo de batalha e fazer um reconhecimento de área sem maiores riscos.

    O que então faz esse jogo ser tão bom? Simplesmente o que faz qualquer Metal Gear Solid se destacar (ou falhar miseravelmente): Batalhas contra chefes. O quarto título tem lutas memoráveis como as nostálgicas Crying Wolf e Screaming Mantis, porém cada chefe tem a sua própria magia e enfrentar a The Beauty And The Beast Unit é uma ótima experiência.

    A história é o mais do mesmo de todos os Metal Gear: muita espionagem e mais plot twists ainda, sendo explicado muito furo de história que haviam nos outros títulos e finalmente dando o descanso mais do que merecido ao nosso amado Solid Snake (reclamar de spoiler em um jogo que lançou há 10 anos é demais, né...)

    2 - Grand Theft Auto IV - Pra muitos o 'patinho feio' da série, porém 10 anos depois eu consigo ver a relevância desse título. Não teve a relevância do San Andreas e não teve a ousadia (e falta de otimização) do quinto título, porém ele faz uma coisa muito bem: contar a história de Niko Bellic, um sérvio que saiu da sua pátria mãe pra tentar a sua vida em Liberty City, contando com o seu primo Roman (e seu eternamente inconveniente "NIKO! IT'S ROMAN! LET'S GO BOWLING'! nos piores momentos possíveis).

    Liberty City é uma cidade muito mais morta na aparência que Los Santos e Vice City, porém não se engane pelo que parece, pois é uma cidade cheia de conteúdos. O 'cinza' do cenário pode ser visto por vários ângulos, porém tenho a minha própria interpretação: Niko é um veterano de guerra do leste europeu e vem atrás de uma vida melhor nos EUA e apenas e somente acha problemas com máfias de várias nacionalidades, então a sua visão de vida é um pouco mais desanimadora e estar em uma selva de pedra não ajuda muito nisso tudo.

    Um ótimo jogo que consegue gerenciar melhor as personalidades dos personagens do que o seu sucessor (não é muito difícil, pois o GTA V tem muita superficialidade nos personagens) e consegue dar um desfecho trágico e ainda assim interessante (Kate, por que me deixaste? :c ). É obrigatório pra quem gosta dos outros títulos da série, e também não deixem de conferir as suas DLC's (e descobrir como você pode odiar e amar tanto um personagem como é o Gay Tony).

    3 - LittleBigPlanet - O que fazer quando você é um Sonysta mas secretamente (ou não tão secretamente) adora Mario Bros? Jogue o jogo de plataforma mais fofo e customizável que tinha acesso, é claro!

    Um jogo lindo e com mecânicas envolventes. Mostra que não precisa de uma história complexa pra se destacar, bastando a diversão (mas muitas vezes dava vontade de jogar o controle na parede) e bonequinhos feitos de lã com sorrisos pra lá de simpáticos. Uma pena que os títulos que deram continuidade não vingaram, porém o primogênito da família sempre estará nos corações!

    4 - Peggle Nights - O JOGO QUE DEVERIA SER PROIBIDO DE TÃO VICIANTE! Não há muito o que dizer desse jogo além de ser pior do que crack e te tirar muitas horas da vida com aquelas bolinhas pulando aleatoriamente e substituindo por cabelos brancos quando você só tinha 1 bola sobrando e ela só acertava as bolinhas azuis e não caía na bacia que dava bola grátis.

    Um jogo de puzzle/arcade ao qual cada personagem tem seu próprio poder e te faz calcular física mais intensamente que qualquer prova que você já passou na escola, foi um bom sucessor do Peggle original e a Coruja continua sendo o melhor personagem. Nada de ruim pra apontar, só alegria!

    5 - Spore - Criar sua própria raça, ver ela brigando com outras espécies estranhíssimas e dominar o mundo? Boas vindas ao Spore, um jogo da Maxis que tem uma customização que beira ao ridículo de tão grande, além dos seus belíssimos 5 estágios: célula (aonde somos basicamente indefesos e decidimos nossa dieta), criatura (estamos basicamente sozinhos no mundo mas pelo menos sobrevivemos em terra!), tribal (aí é que a coisa começa a ficar legal: Age of Empires misturado com um The Sims de monstros inumanos.), civilização (agora começamos a jogar Europa Universalis: o objetivo é unificar o planeta na sua nação, e você tem vários jeitos de fazer isso. Seja por militarismo, diplomacia ou religião.) e o espaço (aqui o céu não é mais o limite, pois temos o universo todo ao nosso dispor!).

    Uma jogabilidade simples, porém se você der uma chance pra ele (seja como primeira jogatina ou retornando depois de muito tempo) utilize o modo de edição e também veja as edições de outros jogadores, pois tem muita coisa boa que deixa o jogo ainda mais divertido.

    Se você chegou até o final desse 'textão' eu só tenho a agradecer pela presença, e vamos tirar a poeira de algumas relíquias!

    0
  • 2018-09-25 22:23:56 -0300 Thumb picture
    <p>Imagem exclusiva de Major Bolsonaro saindo do ho - Alvanista

    Medium 588076 3309110367

    Imagem exclusiva de Major Bolsonaro saindo do hospital após ser atingido com uma High-Frequency Blade

    @msf @foxhound @mateusmassa @venomsnake @raiden @foxwire96

    P.S: Isso é apenas uma piada, essa persona não tem nenhum tipo de alinhamento político fora dos Patriots
    13
  • jomarmello Jomar
    2018-09-18 15:54:46 -0300 Thumb picture
    jomarmello fez um check-in:
    <p>Isso não e um jogo é uma obra de arte....FINALIZ - Alvanista

    Isso não e um jogo é uma obra de arte....FINALIZADO!!!!

    15
    • Micro picture
      gus_sander · 3 meses atrás · 2 pontos

      Isso mesmo haha, parabéns mano!!

  • jomarmello Jomar
    2018-09-15 23:36:01 -0300 Thumb picture
    jomarmello fez um check-in:
    <p>Altas revelações da Big mama...</p> - Alvanista

    Altas revelações da Big mama...

    12
  • 2018-09-13 18:44:18 -0300 Thumb picture

    Desafio dos 30 dias (Dia 16)

    Dia 16 do @desafio, por isso prepare sua pipoca e vamos assistir filminhos em jogos.

    Dia 16 - Jogo com as melhores cutscenes

    Metal Gear sempre foi reconhecido por trazer um enredo muito presente em seus jogos. No primeiro game da série Solid, Kojima, já trouxe uma revolução de como estruturar, e moldar, cutscenes para um jogo.

    Nele é demostrado como o Kojima ama a sétima arte, entretanto é em Metal Gear Solid 4 que ele extrapola os limites e traz um game que se parece mais um filme. A quantidade de cutscenes é absurda, são mais de 5 horas apenas de cenas não interativas.

    Com toda certeza, as cutscenes de MGS4 são um primor técnico, até hoje, e é por causas delas que o quarto capítulo tornou-se meu favorito. Kojima não traz nesse game apenas um fim digno para o verdadeiro herói da franquia, mas nos presenteia com os momentos mais inesquecíveis da saga. 

    Dias anteriores : Dia 1 , Dia 2, Dia 3Dia 4, Dia 5, Dia 6, Dia 7, Dia 8,Dia 9,Dia 10,Dia 11,Dia 13,Dia 14,Dia 15

    5

Carregar mais postagens

Continuar lendo &rarr; Reduzir &larr;
Carregando...