Medium picture

andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos

Um gamer viciado em SHARE (fotos).


over 5 years ago 2013-11-21

Grand Theft Auto V

GTA é o tipo de game que sempre rende altas expectativas em seu lançamento. Todos anseiam pelas novidades que este game irá trazer. O game foi lançado em SETEMBRO de 2013 e de acordo com algumas notícias... já alcançou o patamar de 2 bilhões de lucro. Porém... boas vendas é sinônimo de um bom game? Uma das grandes inovações do game é permitir jogar e trocar entre 03 personagens. Suas motivações irão lhe render muitas horas de jogo.

GRAFICAMENTE o game está LINDO, perfeito, extremamente detalhado. Com destaque para a estrutura/disposição/criação da cidade, o que nos rende excelentes lugares para fugir da polícia (está mais difícil escapar do que nunca...). Você ficará maravilhado com as ondas do mar, com as praias, as belíssimas regiões montanhosas e suas cachoeiras... a vida animal ativa... (sim, em GTAV temos vacas, cachorros, onças...). Cara, nunca vi ondas tão detalhadas num game. Se chove, poças são geradas nas ruas. Sua roupa fica molhada. A areia vira lama. É uma evolução dos gráficos de GTA IV, porém nenhuma evolução estrondosa como ocorreu entre o SAN ANDREAS para o GTA IV.

HÁ MUITAS COISAS SEM GRAÇA PARA SE FAZER... Ficar apertando como um retardado o botão X (no caso do PS3) por mais de 30 minutos participando de um TRIATLO (Cross County Coyote) NÃO É DIVERTIDO. Pra piorar nem ganhamos um troféu por isso (nem que fosse o troféu de TOME VERGONHA NA CARA E VÁ PRATICAR EXERCÍCIOS NA VIDA REAL!). Estamos falando de GTA, então por que não permitir “sacanear” nas corridas no bom e velho estilo ROAD ‘n RASH (com socos e chutes para trapacear... sem uso das armas, claro!)? YOGA é engraçadinho mas... bem inútil vocês não acham? A caça também não me despertou NENHUM tesão! Em contrapartida CORRIDAS DE JET SKI, RALLY, GOLFE, PARAQUEDAS são legais, porém não EXCEPCIONAIS. Diria ser uma boa DISTRAÇÃO mas não DIVERSÃO... Talvez o único realmente divertido seja jogar tênis...

ASSISTIR TV? BRINCAR COM URSINHO? FUMAR MACONHA? COMPRAR/VENDER AÇÕES? BEBER VINHO? IR AO CINEMA VER FILMES BESTAS? FAZER SEXO? Fala sério! São “firulas” extremamente desnecessárias e sem graças. “Bora” partir pra diversão, para missões espetaculares, com fundamentos e divertidas ao invés desses amontoados de merda que colocaram à disposição de nós, gamers. Não vou me surpreender se no próximo GTA o personagem tiver a possibilidade de adquirir DST’s ao sair com as putas e isso ainda render um mini game para tratá-las... As fases de mergulho/submarino/fundo do mar são ligeiramente divertidas. Porém, no final das contas, nada gratificante (troféus, dinheiro, experiência...) e você acaba sentindo-se um BABACA.

Algo sempre está acontecendo na cidade: assaltos, liberdade para roubar carros fortes/mercadinhos, solicitações de ajudas como caronas...ou falsas ajudas (tocaias), matanças de gangues rivais... Porém, mais uma vez, são apenas firulas que não garantem uma boa diversão mas sim boas distrações. Não acho legal ficar dando carona para bêbados. Você se pega muitas vezes pensando “PRA QUE ESTOU FAZENDO ISSO?” “QUAL A UTILIDADE DISSO?” “PRA QUE PERDER MEU TEMPO FAZENDO ISSO?” “QUAL A GRAÇA DISSO”? Esses pensamentos e questionamentos rondavam minha mente constantemente jogando GTAV.

Um exemplo de missões bobas e sem sentido: Você encontra um corretor de imóveis que quer tirar o seu maior concorrente dos negócios. Ele está vendendo mais imóveis do que o cara que solicita sua ajuda. Tipo assim... O QUE VOCÊ TEM A VER COM ISSO? Cara, nada a ver. Ao aceitar ajudá-lo, ele solicita que você quebre todas as placas de VENDE-SE nos grandes IMÓVEIS do concorrente... CARA, É OU NÃO ESTÚPIDO?

Eu em particular quando estou jogando, quero fugir do mundo real batalhando contra inimigos numa cidade utópica (BIOSHOCK), quero ficar instigado para chegar até o final do game e enfrentar meus próprios demônios (SILENT HILL), entrar num mundo encantado (NI NO KUNI, KINGDOM HEARTS) ou enfrentar alienígenas e salvar o mundo (RESISTANCE). Trazer para os games muitas coisas do mundo real NÃO É LEGAL. Exemplo: celular. Pra que ficar mexendo num celular, checando mensagens, usando internet? CARA, FAÇO ISSO TODOS OS DIAS. VAI TOMAR NO CÚ, NÃO QUERO FAZER ISSO NOS GAMES TAMBÉM! Ainda sobre celular... pra que tantos contatos se eles vivem desligados ou ocupados quando você liga para eles?

Uma coisa é certa: você gastará muitas horas para conhecer completamente o vívido mundo de GTA V. A equipe inteira está de parabéns pelos mínimos detalhes criados, porém devem se atentar que, às vezes querer agregar muitos estilos de jogos num game só e muita variedade não é, necessariamente, sinônimo de DIVERSÃO... muitas vezes torna-se massante e tedioso... é muita “ENCHEÇÃO DE LINGÜIÇA” pra um game só.

Diálogos são interessantes. A troca entre os 03 personagens está muito legal e traz uma boa e bem vinda diversidade. Interagir com os pedestres com o D-PAD é bacana mas, muitas vezes, sem sentido. Escolher PLANO DE AÇÃO para as missões principais achei genial e aumenta em muito o fator REPLAY, ou seja, sua vontade em jogar o game novamente. Em suma, escolhe-se uma abordagem mais invasiva ou uma mais furtiva. Ainda escolhe-se a equipe, rendendo entre vocês atributos que melhoram os personagens. Também dependendo da escolha, a repartição dos valores ($) adquiridos poderá ser para mais...ou para menos.

Na parte de direção/carro... GTA já está precisando mudar os conceitos. As batidas estão pouco impactantes, poderia ter boas e incríveis batidas como em BURNOUT. Porém o carro sofre vários tipos de danos. E há excelentes customizações que fará você se sentir como nos antigos games de NEED FOR SPEED. Certas coisas não entendo: por que arranca-se facilmente postes e hidrantes... e um simples ponto de ônibus NÃO QUEBRA/SAI DO LUGAR? Sinto saudades de poder atravessar vidraças com o carro como eu costumava fazer em GTA III...era massa... e futuros GTA’s deveriam ter essa idéia de nos permitir adentrar lojas com os carros/motos...como naquela missão em que corremos por dentro do hospital.

A seleção musical está excelente (ouço muito POP, ROCK e eletrônica SOUL WAX... cara, adorei conhecer a música do GREG – THE BREAK UP SONG...bem legal!). Quando em missões importantes, o game lhe dá uma trilha muito bacana que embala um toque cinematográfico... mas se você quiser pode ligar o rádio. 03 finais diferentes levam à possibilidades interessantes de conclusão da trama. Em suma, é um game bom porém com muita “encheção de linguiça”. Se você gastar 80h jogando no single player...tenha a certeza que metade do seu tempo você perdeu fazendo...nada!

Uma das grandes genialidades de GTAV é brincar com a sociedade americana com temas polêmicos como SEXO, FUTILIDADES, RELIGIÃO, POLÍTICA... e suas culturas em geral. Apesar de lindo, GTAV não me cativou. GTA III e GTAIV conseguiram me render mais diversão do que GTAV. Provavelmente o grande destaque de GTAV está em seu modo online. É uma vasta cidade para você literalmente “tocar o terror”. Há certos bugs porém constantemente a ROCKSTAR está disponibilizando patches para melhorar sua jogatina ONLINE. Ah, e finalizo que GTA V NÃO MERECE RECEBER O GOTY (Game of the Year).

8.5 8.5 10
Overall
8.5 Gameplay
8.0 Story
10 Music
10 Graphics
03 personagens jogáveis e 03 finais diferentes.
GRÁFICOS
PERSEGUIÇÕES POLICIAIS
Golfe, tênis, paraquedismo, corridas...
Um mundo aberto livre para se fazer o que quiser... ONLINE
POUCAS MISSÕES INTERESSANTES
POUCO DESAFIADOR
MUITAS VEZES TEDIOSO
YOGA, CINEMA, FUMAR MACONHA, SEXO, DAR CARONAS, TRIATLO...
MUITA ENCHEÇÃO DE LINGUIÇA

15 of users found this review helpful.


Outras críticas do mesmo autor:

Keep reading → Collapse ←
Loading...