Medium picture

mateusfv Mateus Vailate

Listen to my story... cause, WHAT COULD POSSIBLY GO WRONG??? if all bends to my will


12 months ago 2018-07-27

Tomb Raider: Legend

Tomb Raider: Legend é o 7º jogo da franquia e o primeiro da trilogia produzida pela Crystal Dinamics, esta servindo como um reboot da franquia, trazendo uma série de eventos diferentes da cronologia original, personagens novos, uma Lara mais humana, mecânicas novas, além de ter se inspirado nos recentes filmes produzidos na época.

Muitas da novas mecânicas foram inspirados na recém concluída trilogia Sands of Time, com várias seções de escalada e uma divisão entre seções de combate e escalada/puzzle assim como em Sands.

Em sua tela de "press start" já se pode perceber a diferença visual em Lara, inclusive trocando sua icônica roupa (shorts bege, blusa azul e mochila bege) por um modelo novo, totalmente bege com uma mochila preta.

A premissa não só deste jogo como da trilogia em um todo é a busca de Lara pela sua mãe, porém neste jogo temos a visão de como ela desapareceu: tendo sofrido um acidente aéreo com Lara (quando esta possuía apenas 9 anos) ambas caem no alto do Himalaya, ao adentrarem em um templo a mãe de Lara encontra uma espada, que ao ser removido do pedestal a faz desaparecer.

Anos após este incidente Lara recebe uma dica de sua amiga Anaya Imanu, sobre uma antiga civilização na Bolívia que pode conter as respostas que Lara tanto procura.

Jogabilidade/Gameplay

Assim como nos Tomb Raiders original, Lara deve explorar vários ambientes, encontrar relíquias e matar tudo que se mover, sejam animais selvagens, humanos ou criaturas sobrenaturais, porém tudo isto com um sistema de movimentação totalmente reformulado, digam adeus ao controle tank dos originais, agora Lara se movimenta suavemente, é rápida nos combates e agora pode escalar paredes muito mais rápido, tudo graças a sabia decisão dos desenvolvedores de se inspirar em Sands of Time para refazer os movimentos de escalada de Lara.

Além de poder escalar, atirar com diferentes armas e de seus vários movimentos, Lara conta com alguns equipamentos que irão lhe ajudar nesta jornada como: uma lanterna para iluminar áreas escuras, um binóculos que identifica engrenagens ou objetos que a Lara pode interagir, ajudando assim em alguns puzzles e a melhor novidade um gancho magnético, este serve tanto para Lara puxar objetos em sua direção, quanto para pendurar em algum objeto e atravessar algum abismo.

Lara com seu gancho em ação.

Complementando as partes de exploração e ação também existem fases em que Lara anda de moto, normalmente tendo que perseguir algum carro ou caminhão e as vezes até mesmo um trem.

As partes de perseguição apesar de possuírem um controle meio sensível são muito bacanas.

Enquanto pilota a moto Lara pode atirar também, porém apenas com uma de suas pistolas, além disso o controle nesses momentos de perseguição se tornam um pouco mais sensíveis, mas não chega a ser algo que atrapalhe o jogador.

Gráficos

Legend possui gráficos bonitos para o console, com bastante efeitos de partículas, sejam de correntes elétricas ou explosões, corpos possuem física ao caírem, Lara ao sair da aguá permanece encharcada de aguá, sendo possível ver as gotas em sua pele, cabelo molhado e roupas, além de se levar algum tempo para que ela seque por completo.

Lara nos Himalayas, em uma de suas viagens que faz ao passado neste game.

Além disto Legends é muito variado em suas localizações, passando por montanhas na Bolívia, prédios no japão, a gélidas montanhas russas e nepalenses.

História

A história possui um foco muito grande na busca de Lara pela sua mãe, logo após seu desaparecimento quando está possuía 9 anos, algo que foi muito bem vindo nesta trilogia foi trabalho feito em criar uma Lara mais humana, enquanto a Lara original não se importava muito com nada além dela mesma, a nova Lara se importa muito com seus amigos, inclusive fica triste com a perca de alguns e feliz ao descobrir que uma está viva.

Outro ponto é que a história acabou se inspirando nos filmes trazendo Zip, um assistente para Lara inspirado em Bryce, que era o assistente de Lara no primeiro filme, ambos ajudando Lara através de seus computadores, também foi posto um enfoque maior no pai de Lara, que até sua morte seguiu em sua procura pela mãe de Lara.

Lara chutando bundas como sempre.

Apesar de uma Lara mais humana ainda sim ela continua a personagem forte de sempre, sendo independente, inteligente e ainda mais carismática

Música

Sua música é bem ambiental, combinando bem com os momentos de perseguição ou exploração, possuindo bastante sintetizadores, ou apenas vocais em momentos mais tristes, é uma boa trilha, mas não a nada que se destaque além de seu tema principal  e não a muito oque se falar sobre.

Considerações finais

Tomb Raider Legends foi um ótimo reboot para franquia, mas do que necessário após o fiasco de Angel of Darkness, dando um novo ar a Lara, tornando-a mais carismática e mais humana, trazendo junto vários personagens carismáticos, uma jogabilidade refinada muito boa, com uma trilha que acompanha bem os momentos do jogo, fora seus belos gráficos que ajudam no visual geral do jogo.

9.0 9.0 10
Overall
9.0 Gameplay
8.5 Story
8.0 Music
9.0 Graphics
Personagens carismaticos
Reformulação da jogabilidade para algo mais suave
Tornar Lara uma personagem humana
Mecânicas divertidas
Ótima exploração de cenários e combate
Controle nas partes de moto é meio sensível
Trilha não muito marcante

16 of users found this review helpful.


Outras críticas do mesmo autor:

Keep reading → Collapse ←
Loading...