This game doesn't have any review. Be the first one to review it!

Add Review


  • anduzerandu Anderson Alves
    2019-01-13 17:46:45 -0200 Thumb picture

    Registro de finalizações: Papers, Please

    Zerado dia 13/01/19

    Antes de começar o meu texto, vou avisar duas coisas: a primeira é que a única versão desse jogo registrada aqui no Alvanista é a do PC! Se não me engano há outras, talvez no celular e a que eu joguei, no Vita. Se alguém dar uma complementada no site, esteja avisado (por mais que seja fácil fazer isso, eu sempre fico com preguiça). Segundo, as imagens que uso nos meus posts eu sempre pego no Google, então pode rolar fotos da versão de computador e possivelmente serão todas em inglês, mas eu joguei ele completamente em Pt-BR.

    Papers, Please é praticamente um "job simulator" em que você trabalha como agente de imigração de fronteira permitindo ou não a entrada das pessoas no país de Arstotzka. O jogo tem um climão meio Guerra Fria e cada pessoa que você atende tem algo a dizer, uma história pra contar ou um argumento diferente para tentar te convencer a entrar no país por debaixo dos lençóis.

    O visual da aventura é do típico indie querendo ser 8bit, mas não tinha como ser melhor. Inclusive, a paleta de cores ajuda bastante na imersão de trabalhar um país são sério e cheio de regras.

    A jogabilidade lembra um bocado a de jogos como Ace Attorney. A pessoa te entrega os documentos, você verifica as informações de cabo a rabo e tenta encontrar discrepâncias. Depois fica a seu critério deixar a pessoa entrar ou não no país, mas claro que deixar uma pessoa passar com a papelada falsificada ou vencida ou ainda não deixar alguém que tinha tudo certinho gera punições. E você definitivamente não quer punições.

    O jogo tem regras básicas para serem sempre executadas, como fazer raio-x naqueles que estão acima do peso documentado para verificar se carregam armas e afins. Essas regras serão levadas até o final da aventura.

    Por outro lado, as regras podem ser alteradas a cada dia (fase) e você deve estar sempre atento ao que fazer. Se ontem eu não permitia a entrada de ninguém de determinado lugar ao país, hoje eles podem entrar sem problema.

    PP ainda se reinventa com mecânicas e adição de mais documentos obrigatórios (logo, mais informações para você prestar atenção de cada pessoa) conforme você avança na estória.

    No final do jogo, você vai ter juntado muitas regras e mecânicas básicas para vários tipos de situações + regras provisórias para prestar atenção. Não é fácil, mas você acaba organizando as idéias e sistematizando tudo na sua cabeça.

    Ainda assim, não vou mentir que nos últimos dias eu deixei gente passar depois de verificar tudo e ainda recebia uma notificação ou mais por algo errado que deixei passar sem ver.

    A sensação de jogar Papers, Please pra mim foi exatamente como trabalhar no guichê de verdade. você quer trabalhar rápido, mostrar serviço, mas ser chamado à atenção é tenso, de dar um frio na barriga.

    Mas por que não trabalhar tranquilo e lendo tudo devagar? Bom, o jogo tem tempo em cada fase (uns 6 minutos?) e a fila de pessoas é infinita. Quanto mais pessoas você atender até dar o horário de "ir embora", mais dinheiro você vai receber.

    E pra quê dinheiro? Você tem uma família em casa pra ser sustentada. Eles passam fome, frio, ficam doentes no no final do seu expediente, você deve escolher o que comprar com o pouco que ganhou. Investir em aquecimento? Comida? Comprar um remédio pro seu filho ou pra sua sogra? Tá todo mundo sofrendo nesse país, amigo!

    Quando zerei o jogo, o meu tio morreu no meio da aventura e o filho lá pros 2/3 da campanha. No final sobraram esposa, sogra e prima. Nas minhas primeiras jogatinas, o povo morreu depois de poucos dias e deu Game Over.

    Falando em Game Over, PP permite que você recomece a jogar da parte que desejar, já que o jogo faz um save automático pra cada dia de cada campanha que você jogar. Basicamente, você pode iniciar um novo jogo quando quiser mas todos os dias que completou estarão abertos classificados por campanhas iniciadas e dias.

    Fez besteira no último dia? Você tem a opção de tentar refazê-lo direito. Fez uma escolha infeliz que te deu um zeramento ruim dos 20 possíveis prematuramente? Volta no dia que você fez aquela decisão e faz diferente! Isso é bem legal, principalmente se você tá perto do último dia (30) e ganha um zeramento ruim por algo que nem imaginava, evitando ter que rejogar tudo. Isso também ajuda bastante àqueles que querem ver todos os finais possíveis (inclusive o jogo registra isso e provavelmente dá uma conquista).

    Pra quem jogou 9 Hours 9 Persons 9 Doors ou Zero Escape vai se familiarizar com esse esquema.

    Resumindo: Papers, Please é mais ou menos como eu já imaginava pelo pouco que eu conhecia. Um jogo que exige bastante atenção e um bocado de leitura com uma atmosfera interessante. Senti que a estória poderia ser um pouco mais profunda, principalmente no zeramento, mas é possível que fazendo mais finais e pegando rotas diferente isso seja melhor (apesar que escolhas e zeramentos diferentes são tão simples e rápidos ou acabam com seu jogo de uma forma bem sem graça).

    De bom: jogabilidade simples (possivelmente melhor no PC) e idioma brasileiro, que qualquer um consegue jogar (a barreira do idioma impediu que eu recomendasse Phoenix Wright pra muita gente, por exemplo). Inclusive, serve como uma ótima entrada para esse mundo de jogos de leituras e contradições. Alguns personagens aparecem mais de uma vez e o jogo sabe disso, o que faz você se apegar a eles e suas estórias. Vários finais. Possibilidade de voltar para rejogar os dias que você quiser da campanha. Visual bacana. Encontrar contradições com base em regras é legal pois não exige contexto pros personagens. Variações constantes no gameplay e missões.

    De ruim: as vezes é difícil saber o que você fez de errado pra ter ganhado um zeramento ruim do nada. As primeiras jogatinas não são tão amigáveis assim e fiquei meio perdido (mas ainda assim a jogatina só durou 4h30min). Meu dedo gordo as vezes tinha dificuldade de pegar a coisa certa no meio de tantos papéis na tela do Vita e não tem opção de usar analógico como cursos (apenas como câmera). Mesmo trabalhando bem rápido e certo, achei difícil pacas conseguir manter a família sempre bem e as vezes o povo tinha uma doença e eu comprava remédio pra eles, mas na tela seguinte dava Game Over porque eles morreram. Achei o fim da estória meio sem graça, pouco melhor que o fim de um dia comum.

    No geral, gostei muito do jogo, mesmo ele ficando repetitivo aqui e ali. Os dias são rápido e tem como jogar um pouco por dia (mas não recomendaria largar por muito tempo a não ser que você planeje reiniciar a estória, pois tem muito detalhezinho pra lembrar). Gostaria de ver uma versão dublada pra não ter que olhar pros balões de fala de tudo que dizem haha. Experiência muito boa!

    PS: busque terminar o último dia (23 de Dezembro)/zeramento 20/20 para considerar o jogo terminado!

    33
    • Micro picture
      jclove · 3 months ago · 3 pontos

      Parabêns. É um jogo surpreendente mesmo. Viu o curta metragem. Adaptou perfeitamente.

      2 replies
    • Micro picture
      onai_onai · 3 months ago · 3 pontos

      Bem legal esse jogo.

    • Micro picture
      seigouhh · 3 months ago · 2 pontos

      Achei interessante a ideia do jogo, vou colocar na minha lista.

      1 reply
  • bobramber Jefferson Da Silva Prado
    2019-01-07 13:10:03 -0200 Thumb picture
    bobramber checked-in:
    Post by bobramber: <p>Comecei o Papers, Please, indicação de um colega

    Comecei o Papers, Please, indicação de um colega de trabalho. Um jogo bastante inovador, ganhou prêmios em algumas plataformas, mas me deixava muito depressivo e frustrado, rsrsrs, por isso desisti. Aqui você é um fiscal de fronteira e tem que verificar a documentação das pessoas que querem entrar no país, decidindo por autorizá-las ou não. O game contém diversos finais (os quais vi pelo Youtube), dependendo de como trabalhou, podendo, por exemplo, se tornar corrupto.

    2
    • Micro picture
      onai_onai · 4 months ago · 2 pontos

      Muito bom, depois da uma olhada no This War of My que também é muito interessante.

      1 reply
  • topogigio999 Fernando
    2019-01-05 21:03:26 -0200 Thumb picture
    topogigio999 checked-in:
    Post by topogigio999: <p>Jogo Finalizado nº 134 - 05/01/2019</p><p>#img#[

    Jogo Finalizado nº 134 - 05/01/2019

    Cheguei ao dia 31, que no caso seria o último dia da campanha, nesse percurso conquistei quase todas os troféus. Este jogo eu estava de olho nele a muito tempo, pois gostei demais da premissa simples porém original, nesta minha jogatina gastei mais ou menos 4 horas, para as outras conquistas terei que começar mais 2 campanhas então precisarei de pelo menos mais umas 5 horas para platinar, mas como o jogo é tranquilo vou encarar mais uma vez.

    Obs: apesar do jogo ser interessante e bom no meu ver, é daqueles jogos que vale apenas uma jogada, pois depois vira mais do mesmo, estou continuando só pelas conquistas.

    15
    • Micro picture
      lipherus · 4 months ago · 2 pontos

      Parabéns e boa sorte na pratina! Você ficou incomodado com alguma coisa no jogo?

      1 reply
  • msvalle Marcos
    2018-12-13 22:48:35 -0200 Thumb picture
    msvalle checked-in:
    Post by msvalle: <p>Que jogo interessante. Com uma premissa aparente

    Que jogo interessante. Com uma premissa aparentemente tediosa - você é um agente de imigração de fronteira e o jogo todo se passa no guichê - mas que com a quantidade de detalhes para avaliar antes de carimbar (ou não) o passaporte do cidadão leva a uma dinâmica surpreendente.

    Acabei minha primeira jogada - e o final não foi nada feliz hehe

    Glória à Arstotzka!

    31
    • Micro picture
      jclove · 4 months ago · 2 pontos

      Papers please fez muito sucesso no lançamento, o Dev, Lucas Pop já fez muita coisa, inclusive foi parte da equipe de Uncharted 1 e 2 na Naughty dog.
      Tem um curta metragem feito por fãs que é perfeito tbm em captar o clima do jog
      https://www.youtube.com/watch?v=YFHHGETsxkE

      Os jogos independentes dele tem sempre essa marca de originalidade genial.
      To doido pra jogar o Return of the Obra dimm, que é um adventure investigativo onde um funcionário d euma agencia de seguros tem que descobrir o que aconteceu com os tripulantes navio que da nome ao jogo, após ele passar anos desaparecido e surgir vazio do nada.
      https://store.steampowered.com/app/653530/Return_of_the_Obra_Dinn/

      4 replies
    • Micro picture
      topogigio999 · 4 months ago · 1 ponto

      Estou jogando ele também graças a plus, e estou gostando bastante, já fiz 2 finais e nem deles foi satisfatório kkk

      1 reply
    • Micro picture
      wild_dark_shadow · 4 months ago · 1 ponto

      Achei curioso, tenho de dar uma olhada

      1 reply
  • anacmarc Ana Marcondes
    2018-06-17 15:54:56 -0300 Thumb picture
    anacmarc checked-in:
    Post by anacmarc: <p>Hoje vou passar dia carimbando o passaporte da g

    Hoje vou passar dia carimbando o passaporte da galera. 

    8
    • Micro picture
      lipherus · 10 months ago · 2 pontos

      Cara, crachá, cara, crachá... cuidado com as discrepâncias.

      1 reply
  • blusnow Blu ❄
    2018-06-05 20:03:48 -0300 Thumb picture
    blusnow checked-in:
    Post by blusnow: <p>Primeiro check-in , olha,&nbsp;NEM TUDO ESTÁ PER

    Primeiro check-in , olha, NEM TUDO ESTÁ PERDIDO! 

    Eu recebi um convite do @hazuisdead de vir visitar SP no começo do ano e agora acabei vindo mesmo ^-^. Tem sido complicado pra mim me adaptar com o frio (de verdade!) por que minha cidade é bem quente,  então eu ando bem desanimada e deixando várias coisas pela metade (tipo as coisas que eu queria postar aqui, haha), apesar disso tem sido bem agradável.

    mas bem, eu gosto muito de point and click por duas razões:  ter mecânica e gráficos normalmente beem simples. ótimo pra quem só quer relaxar mostrando toda sua skill em clicar com o botão esquerdo.

    E sinceramente já tinha um tempo que eu queria jogar papers please, mas não tive muito ânimo de comprar + bons descontos pra ele. Ainda bem que no caso o hazu tem. 

    mas eu adoro em como o jogo tem uns personagens bem confusos e outros bem carismáticos (tipo o jorji), sei que é um jogo repetitivo, mas não me incomoda muito, acho que acostumei.

    senhoras simpáticas de obristão. sqn


    não é um jogo muito grande, mas muitas conquistas passam despercebidas, o que resultou em várias horas de jogo kkkkkkkk

    Mas eu precisava fazer 100%, e fiz.

    Com certeza farei 100% quando eu o tiver em minha conta. Mas sem muita urgência.

    20
    • Micro picture
      hazuisdead · 11 months ago · 1 ponto

      Caraca, você fez 100%! Parabéns. ✨

  • 2018-02-25 20:07:59 -0300 Thumb picture

    Papers, Please - The Short Film

    http://store.steampowered.com/app/804320/Papers_Pl...

    Entrei na steam e me deparei com essa surpresa. O(s?) trailer que tinha saído parecia bem interessante, ainda não vi mas recomendo XD

    e é de grátis 0800

    13
  • gradash Elton Gradash
    2018-02-24 15:51:08 -0300 Thumb picture

    Saiu! Papers, Please The Short Movie

    Link para o Steam

    São só 10 minutos o que deixa muito triste pois poderia ser um filme completo de drama FOOOOOOOOOOOOOOOOOOOODA!

    Só sei que QUERO MAIS! GIMME!!!

    34
    • Micro picture
      jclove · about 1 year ago · 1 ponto

      Puxa, bem legal. Não esperada adaptação dele. Pena ser só 10 mim.hhe

    • Micro picture
      fabrix · about 1 year ago · 1 ponto

      Também queria um filme mais longo, mesmo que fosse 30 minutos, iria valer muito a pena.

    • Micro picture
      lipherus · about 1 year ago · 1 ponto

      10 minutos ;-; Mas tá valendo!

  • gradash Elton Gradash
    2018-02-21 18:21:22 -0300 Thumb picture

    Papers, Please - The Short Film

    Caraca manolo! E parece que vai ser foda!

    Para quem não conhece Papers, Please é um jogo no qual você é um agente de imigração de um país comunista no qual o seu trabalho é permitir ou negar a entrada de pessoas no país e a fronteira do seu país está cheia de coisas que estão dando merda (afinal, países comunistas). O jogo é CHEIO de dilemas morais e isto que é o foda dele e parece que o curta vai abordar bem nisto.

    E ele será lançado no Steam, segue o link

    12
    • Micro picture
      fabrix · about 1 year ago · 1 ponto

      Papers, Please é muito foda, o filme só vai reforçar isso, além de ser também um marketing para o jogo.

    • Micro picture
      porlock · about 1 year ago · 1 ponto

      q bacana

    • Micro picture
      andre_andricopoulos · about 1 year ago · 1 ponto

      Lembro de ter lido tempos atrás sobre ele...

      Curti o "short" mas... O game é qual gênero?

      3 replies
  • davidvieira David Vieira
    2017-12-12 12:57:28 -0200 Thumb picture

    Papers, Please out today on PS Vita 12/12 - by neogaf

    Medium 503006 3309110367

    Papers, Please out today on PS Vita 12/12 - by neogaf

    12
    • Micro picture
      onai_onai · over 1 year ago · 3 pontos

      Muito interessante esse jogo.

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...