This game doesn't have any review. Be the first one to review it!

Add Review


  • 2020-10-08 20:48:12 -0300 Thumb picture

    #283 - Quake [MS-DOS] 1996

     John Carmack e sua equipe começaram a desenvolver um novo motor gráfico para seu novo jogo de FPS. Semelhante a série Descent, Quake trouxe um jogo de ação e tiro em primeira pessoa com um mundo totalmente em 3D poligonal. A ideia aqui era que o jogo fosse tão rápido e frenético quanto Doom. O jogador pode obter um grande arsenal de armas e enfrentar dezenas de inimigos em um cenário metálico medieval tecnológico. A trilha sonora foi composta pela banda Nine Inch Nails e trouxe sons ambientes sinistros. Os recursos multiplayer de Quake permitem disputas entre 8 jogadores além do modo cooperativo. O jogo foi ainda mais adepto a mods, usando a linguagem QuakeC para permitir que os jogadores modificassem suas cópias a bel prazer.

     - Um sucessor de respeito depois do imenso sucesso de Doom. O novo jogo traz ainda mais ação e novas possibilidades de exploração graças ao mundo 3D poligonal. Os gráficos estão entre os mais realistas e bonitos da época, com ótimas texturas, inimigos, efeitos de luz e sombra e tudo isso em alta velocidade. O modo campanha é dividido em 4 capítulos, cada um com sua dificuldade, que torna o jogo bem acessível. A quantidade e a variedade de armas deixa tudo mais divertido e dinâmico. Um dos maiores destaques do jogo é seu modo multiplayer, tanto que a id Software lançou QuakeWorld no final do ano e implementou uma série de melhorias no seu sistema de rede. A trilha  sonora mais na pegada de ambiente, eu não achei tão interessante.

    Nota pessoal: ★★★★★

    @andre_andricopoulos, @cleitongonzaga, @jack234, @old_gamer, @ziul92, @mardones, @porlock, @darlanfagundes, @jokenpo, @darth_gama, @armkng, @lgd, @noyluiz, @marlonildo, @joanan_van_dort, @volstag, @manoelnsn, @shuichi, @gus_sander, @willguigo, @thecriticgames, @kb, @sergiotecnico, @srdeath, @melkorbelegurth, @avmnetto, @spider, @denis_lisboadosreis, @rogerlopezx, @fredson, @mjdias, @hyuga, @wcleyton, @bobramber, @carlosneto, @thiagobrugnolo [Quem quiser ser marcados nas próximas postagens, é só botar nos comentários]

    35
  • mandaloriano_95 Henrique
    2020-06-10 01:26:52 -0300 Thumb picture

    Corrente do wallpaper

    O @noyluiz me marcou neste @desafio que consiste em mostrar o wallpaper que uso na área de trabalho do computador. 

    Bom, no notebook, que é o que uso com mais frequência, eu costumo deixar uma apresentação de slides trocando de imagem a cada minuto, então decidi tirar duas screenshots dos wallpapers que apareceram na hora. 

    Só clicar para ampliar:

    Normalmente eu faço uma seleção temática (só com wallpapers de Quake, por exemplo), mas desta vez eu estava afim de deixar bem aleatório.

    E tem também o wallpaper do computador que uso para os jogos mais exigentes:

    Pois é, o Windows 10 não está ativo, hehe.

    26
    • Micro picture
      ikke · 4 months ago · 3 pontos

      Carai que Clean...
      Que inveja... kkkk

    • Micro picture
      santz · 4 months ago · 3 pontos

      Esse do Quake é show demais rapaz.

      2 replies
    • Micro picture
      noyluiz · 4 months ago · 2 pontos

      eu tbm só costumo usar de jogos e tbm uso em slide de fotos (por hora no meu caso)

  • mandaloriano_95 Henrique
    2019-03-23 17:41:12 -0300 Thumb picture
    mandaloriano_95 checked-in:
    Post by mandaloriano_95: <p>Baixei e já finalizei, no Hard, todos os níveis&

    Baixei e já finalizei, no Hard, todos os níveis (incluindo o secreto) do DOPA, o episódio desenvolvido pela MachineGames em comemoração aos 20 anos de Quake.

    Gostei, o episódio num geral tem um level design bem bacana, mas não colocaria nenhum dos níveis entre os meu favoritos. E acho que no final ficou faltando ao menos uma fase que tivesse uma complexidade mais mirabolante.

     O finalzinho do último nível foi meio tenso, com dois Shamblers para enfrentar e eu com somente um pouco de munição para a shotgun, tanto que terminei desse jeito aí que tá na screenshot.

    The Dopefish lives!

    9
  • mandaloriano_95 Henrique
    2019-03-23 00:47:41 -0300 Thumb picture
    mandaloriano_95 checked-in:
    Post by mandaloriano_95: <p>Eu gosto bastante da ambientação e dos níveis do

    Eu gosto bastante da ambientação e dos níveis do quarto episódio do jogo, ao ponto de que seria, provavelmente, o meu episódio favorito, não fossem os malditos dos Spawns, que são um verdadeiro inferno de lidar e não geram satisfação alguma.

    Esses dias eu tenho estado morrendo de vontade de rejogar Quake, o que acabou me levando a ir do início ao fim do jogo no Hard. Inclusive, acho que o Hard é o modo em que Quake deve ser jogado (assim como Doom no Ultra-Violence), já que proporciona um desafio muito justo e garante uma quantidade bem legal de inimigos pra matar em cada fase, o que é bacana porque acaba exigindo do jogador bastante movimentação e coordenação. No Hard o jogo também te manda dois Shamblers, um seguido do outro, logo de cara já no começo do E1M3, o que me deixou surpreso pra caramba, pra falar a verdade.

    Embora eu tenha um gosto bem grande pelo visual do software renderer do Quake, nessa run eu usei o Quakespasm mesmo, pois eu queria poder jogar com a trilha sonora e em Full HD e porque, afinal de contas, é um baita de um source port, apesar do mesmo ser baseado no GLQuake, o que acaba produzindo o visual mais lavado.

    Acho que agora eu vou dar uma conferida naquele tal de episódio 5 produzido pela MachineGames alguns anos atrás e que eu ainda não joguei.

    10
  • ederreloaded Eder Valente
    2019-01-16 20:00:15 -0200 Thumb picture
    Post by ederreloaded: <p>Não sei se é bug, mas na última fase tive que en

    Medium 611031 3309110367

    Não sei se é bug, mas na última fase tive que entrar várias vezes no portal que teletransporta pra dentro do Shub-Niggurath pra matar ele.. Só funcionou qd entrei devagarinho.. Vai saber. Morri pra Carai mas o bicho tá morto. As últimas fases são difíceis pra caramba, e olha que tava no nível normal. Mas valeu muito rever esse clássico no N64

    7
    • Micro picture
      artoriasblack · almost 2 years ago · 1 ponto

      Você tinha de entrar no portal exatamente quando a bala de canhão com espinhos atravessa a Shubb Niggurath. parabéns por terminar esse clássico. Quake 1 merecia muito mais reconhecimento do que lhe é devido

      1 reply
  • ederreloaded Eder Valente
    2019-01-11 12:26:32 -0200 Thumb picture
    ederreloaded checked-in:
    Post by ederreloaded: <p>Trago verdades: Os FPS de antigamente são melhor

    Trago verdades: Os FPS de antigamente são melhores que os atuais

    4
  • ederreloaded Eder Valente
    2019-01-10 17:51:46 -0200 Thumb picture
    Post by ederreloaded: <p>Let the hell begin</p>

    Medium 609664 3309110367

    Let the hell begin

    8
  • ederreloaded Eder Valente
    2019-01-09 18:51:15 -0200 Thumb picture
    ederreloaded checked-in:
    Post by ederreloaded: <p>Só pq me deu vontade de dar uns tiros a moda ant

    Só pq me deu vontade de dar uns tiros a moda antiga

    3
  • failure Tales
    2018-01-30 10:17:28 -0200 Thumb picture
    failure checked-in:
    Post by failure: <p>https://www.youtube.com/watch?v=eVpqZUCREOU</p>

    0
  • usoppbr João Carlos
    2017-11-27 09:50:44 -0200 Thumb picture
    usoppbr checked-in:
    Post by usoppbr: <p>Episódio 5: Dimensions of the Past finalizado!</

    Episódio 5: Dimensions of the Past finalizado!

    Belíssima homenagem da MachineGames, empresa responsável pelos novos Wolfenstein: The New Order, Wolfenstein: The Old Blood e Wolfenstein II: The New Colossus. Não apenas o episódio foi lançado de graça, como é fácil de rodar ele mesmo se você tem o CD original do jogo ainda instalado em um Windows 95,

    Minha única reclamação fica à cargo da fase final: o jogo em si é muito bem desenhado e o Level Design, mais uma vez, está acima da média mas quando chega no momento final parece um teste de resistência até você derrotar todos os inimigos e ficar praticamente sem munição nenhuma se não tiver uma estratégia completamente pensada em mente. 2 ou 3 erros e é possível chegar nos 2 inimigos finais sem nenhuma munição. Tirando isso, nem reclamo do fato do jogo não ter uma tela final ou nada do tipo, apenas te teletransporta de volta pra seleção de dificuldade, mas eu acho que essa parte final poderia ter ficado um pouco melhor.

    Agora acabei de jogar tudo do Quake original, chegou a hora de jogar o Mission Pack 1: Scourge of Armagon da Ritual Entertainment!

    7

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...