Medium picture

renanmotta Renan M. Sampaio Motta

Nada melhor, no mundo do entretenimento, do que a experiência de um video game


over 3 years ago 2015-07-31

Need for Speed: The Run

   Falarei brevemente indo direto ao ponto: Foi quase uma obra impecável. The Run foi a oportunidade da empresa de trazer um jogo totalmente inacreditável. Mas o que foi que deu errado?

   Primeiramente, The Run é extremamente bonito e dentro disso pode-se dizer que a parceria com a DICE foi a melhor coisa possível. Cenários bem variados utilizando do melhor disponível do motor. Você verá cidades complexas, desertos, canyons, montanhas, florestas e etc. 

   Uma das coisas que tornam o jogo belo são as situações em que ele te coloca, como uma corrida numa montanha gelada enquanto acontece uma avalanche. São vários momentos como esses que fazem The Run um jogo de corrida único. De fato ele se destaca dos demais.

    Outra tentativa é trazer uma narrativa e um personagem para ser encarnado. Com isso, The Run traz momentos fora do carro e sendo um jogo de gênero, isso faz dele algo diferente. Porém, alguém pode desgostar desses momentos dizendo que é apenas barriga para cobrir um gameplay curto, e isso será um bom argumento. Mas, todavia, este é um dos senão o Need for Speed que mais arrisca, e isso é louvável. Mas vamos aos pontos que fazem dele um jogo não impecável.

   Maldito sistema de checkpoint! The Run tenta implementar essa mecânica que acabou ficando não muito funcional. Muitas vezes o jogo compreende que você ficou incapacitado para retornar à corrida, sendo que apenas teve um leve desvio para fora da pista. Esses momentos de checkpoints desnecessários acontecem até que numa larga escala e isso pode irritar; porque cada retorno equivale a uma tela de loading e o jogo é um pouco recheado delas. Basicamente, este é o pior ponto em The Run.

    O tempo de jogo. Sim, ele é relativamente curto. Se comparar com seus antecessores, The Run parece até uma DLC, a grosso modo. Em 3 dias sem muita dedicação você fecha o jogo. Mas claro, além das corridas principais, você vai desbloqueando desafios e isso acaba aumentando o gameplay, mas esse modo é apenas um atrativo, um extra. 

   Com belas arriscadas com pistas que trazem um algo a mais, The Run acaba se destacando no cenário de jogos de corrida mesmo que ainda tenha mecânicas não funcionais e um gameplay curto. Talvez não valha o preço cheio de um lançamento, mas ainda sim é um jogo de corrida obrigatório, seja arcade ou simulador.

8.5 8.5 10
Overall
8.5 Gameplay
8.0 Story
8.5 Music
10 Graphics
Cenários que trazem situações inesquecíveis
Motor gráfico muito bem utilizado, seja na beleza visual seja na destruição de cenário
Jogo de corrida que arrisca ao extremo tentando diversificar o gameplay.
Sistema de Checkpoints mal trabalhado
Gameplay bem curto.

3 of users found this review helpful.


Outras críticas do mesmo autor:

Keep reading → Collapse ←
Loading...