This game doesn't have any review. Be the first one to review it!

Add Review


  • makomon Makomon
    2019-12-14 12:00:52 -0200 Thumb picture

    Apresentando meu humilde podcastzinho

    Só queria deixar aqui, pra quem gosta de ouvir podcasts, que eu tenho um humilde podcast onde converso sobre jogos que tenho jogado ou animes/mangás que tenho consumido, junto com meu amigo. 

    Temos um episódio sobre Sekiro, e agora um sobre o polêmico e lindo joguinho da LabZero, Indivisible.

    Caso alguém prefira ouvir no Spotify

    Caso alguém prefira ouvir no https://soundcloud.com/user-481014131/neetcast-2-indivisible

    A gente posta bem pouco, mas é mt divertido pra gente gravar, então ta aí pra quem quiser ouvir mais opiniões de Indivisível.


    Ps:  A um tempo atras eu tava BEM PISTOLA com Indivisible, e tive que regravar o podcast pq eu tava dando mt hate em cachorro morto uiabsuifbuiasfbusaf

    Bom, é isso.  Um abraço a todos :D

    17
  • 2019-11-28 00:30:02 -0200 Thumb picture

    Grindingcast 019 - Indivisible

    Sejam bem-vindos a mais um Grindingcast! Nessa semana vamos falar do tão aguardado Indivisible, será que todo esse tempo de espera valeu a pena? O jogo conseguiu entregar a quilo que ele prometia? E a maior pergunta, ele vale o valor que esta sendo cobrado nele?

    Links do episodio: https://bit.ly/2DkitS9

    Gostou do podcast? Tem duvidas e Sugestões? Deixe sua opinião aqui nos comentários ou mande email para:contatogeekquest@gmail.com

    11
    • Micro picture
      emphighwind · about 2 months ago · 1 ponto

      Não sou muito fã de chamarem Indivisible de JRPG, tanto na parte do J quanto na parte do RPG, eu já comentei antes de como não vou com a cara do estilo do character design e sinceramente acho complicado de acreditar que os personagens são carismáticos com a história principal sendo um desastre.

      P5 sendo sincero tem este problema da discrepância entre história principal dos social links e segmentos filler da história principal como exemplo fácil tem o Ryuji que tem todo um desenvolvimento no social link em se tornar um ser humano responsável enquanto na história principal não é refletido e nos segmentos fillers da história principal é o contrário do social link dele.

      Eu até agora não entendo pra que mudaram o gameplay da demo pra pior e acabou se tornando um metroidvania ok com combate horroroso, eu tava pensando em dar uma olhada por conta do hype, mas depois que vi o que aconteceu com produto final eu sinceramente não quero nem tocar nem por meios ilícitos.

      Pergunto como ficou Exist Archive que é o jogo suposto pra ser a retomada do gameplay de VP1 pela própria tri-ace porém feito com o troco do pão da spike chunsoft.

      1 reply
    • Micro picture
      santz · about 1 month ago · 1 ponto

      Escutei o cast e já imaginava que a galera tinha se decepcionado com o jogo. Indivisible é um RPG pelo menos? Curioso ver que até nas partes de plataforma, que parece ser bem divertido, o jogo também peca na hora de usar os power-ups. Não ouvi a zona de spoiler, mas o cast em si ficou muito bom, com espaço até com a discussão de sexualização de mulheres nos RPGs.

      2 replies
  • 2019-11-27 21:55:46 -0200 Thumb picture

    Podcast saindo o/

    Saindo ainda hj o/

    (Bem tarde, estou fazendo a revisão e ainda tem duas artes para fazer :v)

    9
    • Micro picture
      jcelove · about 2 months ago · 1 ponto

      Vcs comentaram tanto sobre o jogo q pra mim ja tinha saido esse ep.hehe

      1 reply
  • the_muriel Muriel Soares
    2019-11-02 17:05:05 -0200 Thumb picture
    the_muriel checked-in:
    Post by the_muriel: <p>Jogo finalizado! Bem curto, consegui terminar em

    Jogo finalizado! Bem curto, consegui terminar em 16h30
    Minha opinião é bem parecida com a do @manoelnsn , Talvez não de forma tão apocaliptística.

    Resumidamente, tirando os personagens que são bem legais e a parte artística que é incriável, todo o resto do jogo é um completo indisperdício de potencial, tem ótimas ideias, mas nenhuma delas é bem executada.      

    O combate que era divertido, se torna cansativo, não apresenta nenhuma evolução, sem camadas, sem estrategiais, você fica só apertando os botões que nem um condenado e deu.

    A historia começa bem fraca e termina sendo só mais uma narrativa genérica.  

    Decepcionante, com toda certeza ele não vale o preço que esta sendo cobrado nele.

    23
    • Micro picture
      _gustavo · 3 months ago · 3 pontos

      Isso que dá inflarem preço de indie, tinha que ser os R$ 72,00 de sempre, e tanto você quanto o Manoel deviam ter comprado Code Vein kkkkkkkkkkkkk

      1 reply
    • Micro picture
      manoelnsn · 3 months ago · 2 pontos

      Quando ficar mais velho e tiver jogado mais coisas, estará tão rabugento quanto eu, ahauhauahuahuahuhaua

      2 replies
    • Micro picture
      gus_sander · 3 months ago · 1 ponto

      Poxa ;-;

  • 2019-11-01 06:11:53 -0200 Thumb picture

    Crucial Fixture

    It shall be engraved upon yo- pera, jogo errado.

    13
  • 2019-11-01 01:42:42 -0200 Thumb picture

    Nautilus - O Dilema da Dificuldade e Indivisible

    Esse Persona, como própria definição no Alvanista, é uma extensão do meu perfil para que eu possa fazer de forma apropriada e organizada a divulgação de vídeos sobre games. Focarei em canais que acompanho, como forma de divulgar e apoiar o conteúdo gerado por eles. Espero que vocês gostem e possam me acompanhar aqui no Alvanista. É só me seguir!

    11
  • farusantos Farley Santos
    2019-10-28 16:00:14 -0200 Thumb picture

    Análise: Indivisible

    Indivisible usa diferentes conceitos para criar uma aventura que mescla plataforma e RPG. É divertido superar os vários puzzles de navegação, assim como participar de batalhas ágeis focadas em combos. Além disso, o visual é excepcional e apresenta personagens desenhados à mão, boa variedade de cenários e muito estilo. No entanto, o jogo sofre com problemas estruturais, como história e personagens mal desenvolvidos, combate fácil que não exige estratégia, problemas de precisão nas partes de plataforma e mais. No fim, fica a sensação de que Indivisible podia ser muito mais, afinal muitos de seus aspectos são subdesenvolvidos. Quem procura uma aventura leve e descompromissada talvez aproveite o título, já os interessados em RPGs elaborados provavelmente se decepcionarão.

    Análise completa

    16
  • the_muriel Muriel Soares
    2019-10-25 19:28:56 -0200 Thumb picture
    the_muriel checked-in:
    Post by the_muriel: <p>Depois de jogar a demo no dia que ela foi dispon

    Depois de jogar a demo no dia que ela foi disponibilizada fiquei muito encantado com esse jogo e anos de espera finalmente chegou a hora de jogar essa belezinha, sera que toda a minha espera valeu a pena?

    Eu estou com 8h no momento, que de acordo com o "How long to beat" isso é entorno de 1/3, então estou aqui para deixar minhas primeiras impressões sobre ele, e prometo evitar os spoilers o máximo que puder 


    Narrativa:

                                    Uma historia cliche com um começo terrível

    Uma das minhas principais preocupações com esse jogo era a sua narrativa, afinal nesses anos de produção, todo o marketing foi envolta de sua gameplay, mas o começo desse jogo era algo que superava todos os meus medos, usar vingança como ignição é algo muito comum, mas foi feito de uma forma terrível nesse jogo. Ajna perante a morte de seu pai age de uma forma que não cabe a uma adolescente de pavio curto, impulsiva e sentimental, forma que ela é apresentada para jogador momentos antes da tragedia, parece que em pouco tempo ela "supera" a morte de seu pai, dando a impressão de um amadurecimento rápido, o que não verdade não aconteceu, pois segundos depois ela continua a agir de forma imatura, a questão aqui é que o jogo não sabe usar esse fato para uma ligação do jogador com a personagem e nem o explora completamente para o desenvolvimento de Ajna.

                                                  O despertar de um novo poder 

    Ajna durante o incidente descobre que consegue absorver pessoas para dentro de seu subconsciente e acaba por sair absorvendo qualquer pessoa que encontra durante a sua jornada por vingança...Os primeiros personagens que entram na sua party só entram porque sim o que ajuda a ampliar o desgosto, mas isso muda, ao decorrer do jogo outros personagens já começam a entrar na sua party por motivos mais criveis e a própria narrativa melhora, não se torna algo fantástico, mas longe do desastre inicial, porém o mais estranho é que o jogo começa a usar melhor os personagens, no momento que a historia tem a virada para um jogo de salvar o mundo, Ajna se sente responsável, frustrada e insegura e o jogo usa muito bem isso, mas logo depois isso se perde...E volta novamente, tenho a impressão de duas pessoas completamente diferentes estivessem revezando o roteiro da narrativas, hora muito bem escrita aproveitando ao máximo os personagens  e hora usando eles mal e porcamente nos momentos da narrativa central.

    Personagens

                                                                   Salvando o jogo!

    Não tenho muito que dizer sobre eles, eles são o motivo de eu aguentar essa montanha rusa da desgraça que é a narrativa central do jogo, cada um deles é carismático e único, a interações deles(com exceção  de alguns momentos da narrativa como citado a cima) é incrível, já cansei de tanto rir e me divertir com elas, infelizmente não tem espaço para todos falarem sempre, mas quando eles abrem a boca faz sentido e agrega ao clima do jogo.

    Combate 

                              Divertido mas ao mesmo tempo decepcionante...

    O combate em si continua divertido e dinâmico como o da demo, de destaque nas novidades temos a mecânica de parry e quebra de guarda do inimigo. Na minha opinião essas novas mecânicas ajudam a ampliar o lindo combate que já vimos na demo e o fato de cada personagem ser único ajuda muito no dinamismo do combate, porém tenho dois problemas com o combate, o primeiro é que ele esta muito mais fácil que na demo e isso acontece por dois motivos:
    - Os personagens  são curados completamente no final de cada combate

    -  A defesa normal enche demais a barra de especial 


    Essas duas coisas, que não eram assim na demo, tiram muito a dificuldade do combate, deixando ele extremamente fácil. 
    O segundo problema e a falta de motivos para tentar outros personagens, o jogo tem uma gama de personagens interessantes, com habilidades únicas, mas infelizmente não cria nenhum incentivo para o jogador testar os personagens mais complexos, fazendo a maioria deles ficar sentado no banco.

    Exploração 

                                Nada complexo, mas ainda sim interessante 

    No começo fiquei com medo porque a plataforma era bem simples e não apresentava nada inovador, contia sem nada incrível, mas ao poucos são apresentadas novas mecânicas e habilidades, jogo está estregando o minimo de qualidade que um bom platformer tem que ter 

    Arte e Som

       Ao infinito e além! 

    A que a onde o jogo mais brilha, toda a parte de design e animação é de alto nível de polimento, lindo, maravilhoso e cheiroso como nos esperávamos, cada cenário é lindo  e até os npcs tem carisma em seu design! A unica coisa que achei estranho é a Ajna não tem um sprite de pulo e rasteira na forma transformada dela.

    Pensamentos finais dessa mini review :v
    Apesar da narrativa ter muitos problemas, os outros pontos do jogo conseguem segurar sua atenção e estou gostando dele, mas definitivamente ele não vale o preço de 140R$, mais antes de qualquer coisa ainda tenho mais 2/3 dele pela frente o/

    18
  • manoelnsn Manoel Nogueira
    2019-10-17 06:18:15 -0300 Thumb picture
    manoelnsn checked-in:
    Post by manoelnsn: <p>16 horas de jogo, não deve faltar muito pra acab

    16 horas de jogo, não deve faltar muito pra acabar...

    E o jogo só piora...

    Mas Manoel! Tu tá com quase 20 horas, quer dizer que tu tá gostando, né?

    Sim, o jogo é legal, ele consegue te entreter bem (domingo fiquei jogando umas 5,6 horas seguidas, só fui parar quando a galera do podcast me chamou), mas isso não significa muita coisa, já que entreter é o MÍNIMO que um jogo tem que fazer, e nesse sentido até Dawn of Mana e Xenoblade 2 me mantiveram entretido, então não conta muita coisa.

    A parte plataformer foi onde o jogo mais ganhou destaque, mas mesmo ela tem seus problemas. Por exemplo, olhem a primeira imagem que eu postei... E olhem esse mapa:

    Olha só, isso significa que eu posso passar pela parte de cima pulando na parede, né? ERRADO. Tu tem que dar a volta por um caminho específico, o que não faz o jogo ser um metroidvania da vida também (ainda mais por até coisas como Shantae terem skills, inventário e equipamentos, coisa que essa caralha aqui não tem). O sistema de combate parece promissor a priori, mas no fim das contas é só esmagar botão mesmo, meu dedo fica até doendo de jogar esse jogo, ahauhauha

    Isso sem contar que ele é extremamente fácil. Aí pra simular uma dificuldade colocam alguns inimigos assim, que se tu não der parry nos ataques dele, ele te mata com 1 hit, coisa que nem boss faz.... Legal, né?

    Quanto à história, ela continua ruim. Aconteceram uns lances interessantes, mas o jogo explora extremamente mal todos eles. Até chego a pensar que os developers NÃO CONTRATARAM A DROGA DE UM ROTEIRISTA PRO GAME, pois todos os acontecimentos da trama são narrados de maneira porca, o que deixa tudo sem importância alguma!

    O cast é bem colorido e bizarro, típico de JRPGs mesmo, e tem algumas figuras como essa pirata maluca com dois canhões nas costas que gamou nessa dona peituda que solta água dos cabelos. Mas é aquilo lá: se a trama não colabora com os personagens, eles não alcançam o potencial que deveriam, e acabam sendo pérolas jogadas aos porcos. Triste, muito triste...

    Bem, essa semana vou pegar pra rushar esse jogo e terminá-lo o mais rápido possível, o que acredito que não vá demorar muito agora, afinal tenho coisas melhores (e turns RPG de gente) pra jogar...

    32
    • Micro picture
      topogigio999 · 3 months ago · 2 pontos

      Só eu achei esse jogo com um preço meio salgado?

      1 reply
    • Micro picture
      santz · 3 months ago · 2 pontos

      Esse lance de mapinha estilo metroidvania me parece ser uma parada muito top.

      1 reply
    • Micro picture
      costadelli · 3 months ago · 2 pontos

      E eu coloquei ele na minha wishlist... tenso!

      1 reply
  • a2 A2(天照大神)
    2019-10-15 20:20:04 -0300 Thumb picture
    a2 checked-in:
    Post by a2: <p>CURSED PLATAFORMING DO CARALHO</p>

    CURSED PLATAFORMING DO CARALHO

    4

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...