This game doesn't have any review. Be the first one to review it!

Add Review


  • 2019-09-06 14:02:46 -0300 Thumb picture
  • worsblack Carlos Eduardo do Prado Silva
    2019-07-21 00:42:12 -0300 Thumb picture
    worsblack checked-in:
    Post by worsblack: <p>Depois de anos querendo jogar, finalmente compre

    Depois de anos querendo jogar, finalmente comprei na summer e comecei a jogar ontem essa delícia, e como esperado tô amando esse jogo.

    0
  • gabriel_alecsander Gabriel Alecsander
    2019-06-20 19:02:36 -0300 Thumb picture
    gabriel_alecsander checked-in:
    Post by gabriel_alecsander: <p>Finalizado 20/06/2019</p>

    Finalizado 20/06/2019

    1
  • fred_alves_54 Fred Alves
    2019-01-31 23:11:22 -0200 Thumb picture

    Um dos meus jogos favoritos!

    Já zerei duas vezes, pretendo jogar as expansões também e o 2. Uma mecânica muito inovadora pra época, na minha opinião esse jogo não envelhece.

    0
  • edknight Eduardo Botelho
    2018-12-30 22:36:14 -0200 Thumb picture
    edknight checked-in:
    Post by edknight: <p>Eu vi no PSDLE que eu tenho uma porção de jogos

    Eu vi no PSDLE que eu tenho uma porção de jogos maneiros que quero testar no PS3 na minha conta, e não tenho espaço para instalar eles porque tem um monte de jogo que eu finalizei, deixei instalado pra fazer alguma coisinha extra, e larguei lá pra sempre. Então vou tentar finalizar logo os jogos que já devia ter eliminado, e um desses é o Dishonored.

    Eu já tinha terminado, então só comecei um novo playthrough para ver qualé a do jogo com Caos alto. Como a intenção era matar muitos inimigos, acabei jogando na dificuldade mais alta.

    Sinceramente, não senti taaaaaanta diferença. Na história, acho que os dois últimos capítulos são as grandes mudanças, já que a Callista vai pra vala, e no último capítulo os vilões estavam quase todos mortos na "run pacifista", enquanto que no modo "genocida" eu mesmo tive que caçar os três e eliminá-los (dois eram opcionais). Aliás, o "último chefe" pode causar dois finais levemente diferentes, e eu fiz ambos para ver qual é a mudança. 

    Falando em final, achei meio caído o Corvo admirando o túmulo do Samuel Beechworth, já que no modo Caótico ele tá meio que cagando pro Corvo, e deixa isso claro em vários momentos, inclusive na chegada na última fase ele ameaçou disparar um Flare pra avisar os vilões que o Assassino de Dunwall chegou (ele não chegou a fazer isso porque eu passei a faca nele no reflexo).

    11
    • Micro picture
      andre_andricopoulos · 11 months ago · 1 ponto

      Sim...as diferenças são sutis.
      Eu curti pacas DISHONORED...

      3 replies
    • Micro picture
      natnitro · 11 months ago · 1 ponto

      A diferença fica bem nas sutilezas mesmo, como no caso de você sair matando geral, ai aumentam os ratos, que aumenta a peste, etc... Já se você fechar no stealth puro sem matar ninguém, ai o efeito é o inverso e vai ter um caos mínimo na cidade e por ai vai... :-)

      1 reply
  • edknight Eduardo Botelho
    2018-11-19 18:30:10 -0200 Thumb picture
    edknight checked-in:
    Post by edknight: <p>Finalizei.</p><p>No último checkin, eu tinha par

    Finalizei.

    No último checkin, eu tinha parado depois de eliminar todos os alvos e depois da comemoração, Corvo acaba se vendo na posição de enfrentar mais alguns inimigos.

    No Distrito Inundado, Corvo acaba se deparando com Daud, que é o camarada responsável pelo evento do começo do jogo.

    Eu não eliminei ele. Nem toquei nele. O jogo deu a missão de "dar um recado" para ele, roubando a chave dele sem ser detectado, e como to jogando de forma não letal, foi o que eu fiz. Apesar que nas primeiras tentativas eu apanhei, já que tentei usar Bend Time, e como o maldito tem o mesmo poder, ele consegue se mover durante o tempo congelado e me enfrentar. Outros poderes também não fazem muita coisa, então deixei ele intacto depois de roubar a chave.

    No caminho de volta para "casa", fugindo pelos esgotos, achei um cara das gangues da primeira missão, ele disse que foram perseguidos por um monstro mas o líder da gangue, Slackjaw, foi enfrentá-lo. Daí achei o camarada, numa situação que não imaginava.

    Acorrentado e prestes a virar o lanchinho da Granny Rags. Ambos me pediram ajuda, a vovó para matar o gangster pra fazer um ensopado, e o Slackjaw para fugir. Eu falei com a velha, mas na hora de fazer a missão eu não consegui, daí falei com o Slackjaw e ele me convenceu a libertar ele, daí a velhota ficou pistola e começou a dar Blink pela fase, enquanto mandava uma horda de ratos pra cima do Corvo. Eu precisei achar um amuleto protetor, jogar no fogo, e só então conseguir ferir ela (embora tenha conseguido vencer de forma não-letal).

    Na base dos Loyalists, só tinha a guarda do novo Lord Regent, procurando os poucos sobreviventes. Cecelia me contou que quase todo mundo morreu, sobrou a Callista que se trancou numa torre alta, os dois cientistas, Piero e Sokolov, e Emily que foi levada pelo triunvirato do mal. Depois que resgatei a dupla dinâmica, eles me pediram pra achar alguns itens, e então ligaram um gigantesco Arc Pylon que nocauteou todos os inimigos da área (podia matar, se eu quisesse, mas como to indo não letal, vai só o sonífero mesmo). E também consegui mandar um sinal para o velho Samuel vir me buscar para a última missão.

    Por fim, fui até o local onde os três malucos estavam, numa torre que chega no céu, é um local extremamente vigiado, portanto difícil de conseguir prosseguir no modo não letal. Quando cheguei no alto da torre, apenas o Havelock estava vivo, e Pendleton e Martin aparentemente envenenados. 

    Eu não cheguei quebrando tudo, mas dei um Blink em cima do lustre pra ouvir o monólogo. Havelock já tinha desistido, ele sabia que o Corvo ia atrás dele, e o bagulho ia ficar ruim. Ele nem queria lutar, tamanho o estado de desespero (e duvido que sem os dois aliados, que ele envenenou, ele seria um obstáculo muito difícil). Depois que ele parou de falar, eu desci tranquilamente, nocauteei ele, salvei a Emily, e fim.

    O jogo mostrou o futuro de alguns personagens, mostrou a Emily assumindo o manto da mãe e se tornando Imperatriz, e o papai Corvo como Protetor Real novamente, até o fim dos dias, e mostra o tumulo dele com a Emily prestando homenagem.

    Agora vou rejogar, mais rápido, sem caçar tantos segredos, de forma letal só pra ver o que muda e testar os poucos poderes que não consegui adquirir nessa run.

    12
  • edknight Eduardo Botelho
    2018-11-13 13:31:25 -0200 Thumb picture
    edknight checked-in:
    Post by edknight: <p>Fiquei empolgado com a missão da festa das Boyle

    Fiquei empolgado com a missão da festa das Boyle, e resolvi avançar mais um pouco. Agora to com todos os poderes que uso maximizados (Dark Vision, Blink, Bend Time, Possession e Devouring Swarm). Além desses, o único poder que eu queria era o de transformar cadáveres em pó, mas como estou jogando não-letal nem vou ter utilidade para ele.

    Falando em não letal, finalmente, depois de despachar todos os aliados, me pediram para enfrentar e matar o Lord Regent.

    A fase não é tão grande, mas tem bastante coisa pra se fazer. Apareceu uma missão de matar o Torturador, e eu até tentei fazer de forma não letal, mandei um tranquilizante no dog e um mata leão no gigante, mas não completa a missão, aí precisei mandar os ratos terminarem o serviço. Também apareceu uma missão de roubar o cofre do Regente e pegar os áudios do chefão e mandar na rádio publica. 

    Na boa, é fácil demais chegar no Lord Regent e derrubar ele stealth, mas nesse estágio os guardas sentem falta dele e ficam em alerta se ele não responde. Nocauteei ele, joguei em cima de um lustre, e fiz a limpa na mansão antes de mandar as fake news no rádio e matar (politicamente) meu adversário. Mas depois eu fui bonzinho e peguei o chefe e coloquei ele de volta em seus aposentos confortavelmente na cama.

    E acabou, com o maior inimigo derrotado, agora é só festejar...

    Obviamente, não ia acabar assim tão fácil... E digamos que acertei na minha previsão de trairagem, embora tenha acertado na trave. Não fosse o Samuca do bote, Corvo estaria dormindo com os peixes.

    16
  • edknight Eduardo Botelho
    2018-11-12 16:34:56 -0200 Thumb picture
    edknight checked-in:
    Post by edknight: <p>Depois de me livrar do High Overseer e dos irmão

    Depois de me livrar do High Overseer e dos irmãos Pendleton, me deram a missão de capturar o cientista / artista / filósofo Anton Sokolov.

    Essa missão é a primeira que requer que você não mate o alvo. Tanto que, depois de limpar o trecho da fase onde o Sokolov estava, e atordoar ele, eu tava procurando um atalho pra levar ele até o Samuel, e apertei o Quadrado para colocar ele gentilmente no chão... mas o Corvo simplesmente atirou o cara, que caiu perto de uma beirada, escorregou e foi parar no mar, e deu gameover. Na segunda tentativa, também com a fase limpa, eu errei um passo e caí com ele no mar, e gameover de novo. Foi mais difícil transportar o camarada pra onde devia do que derrubar todos os soldados da fase.

    Depois de voltar ao hub inicial, prendemos o Sokolov, ele se recusava a responder as perguntas, então eu decidi que podia dar um mimo pra ele caso ele respondesse. Me pediram para achar o Piero pois ele saberia como convencer o rival. E eu achei o Piero num lugar que não imaginava...

    Ele tava espiando por uma fechadura, quando eu peguei no flagra ele fez um baita discurso filosófico, e vazou. Eu já fui mais indiscreto e abri a porta que ele tava olhando...

    E encontrei a Callista banhando ali. Tem até um dialogozinho com escolhas, mas eu resolvi ficar ali um pouco pra ver o que acontecia e, acreditem ou não, deu gameover (na tela de load apareceu que os rebeldes se dissociaram devido a divergências ideológicas ou coisa assim).

    Enfim, depois da sidequest sensual aí, o Piero me (ven)deu o item que eu precisava, entreguei para o Sokolov e ele citou sobre uma festa onde a maior aliada do Lord Regent estaria. Só que tem alguns probleminhas: Ele não sabe qual a aparencia da moça, nem o seu primeiro nome, apenas o sobrenome Boyle. Acontece que a senhora Boyle irá dar uma festa de máscaras, o que é uma vantagem para o Corvo já que ele faz suas missões mascarado, mas complica a missão por outro lado, já que são três irmãs Boyle e todas irão à festa com a mesma máscara e mesma roupa, e Corvo vai ter que descobrir qual delas é a aliada do Lord Regent e eliminar apenas o alvo correto.

    E aí? Qual delas? Ou nenhuma?

    Essa missão foi a mais legal até agora, já que pediu um pouco de investigação e de leitura das notas que eu encontrei. É uma pena que quando achei uma nota que dizia que uma das Boyle gostava de música, o jogo assumiu que eu já tinha todas as pistas e me COLOCA UMA MALDITA SETA NA CABEÇA DO MEU ALVO. No meu caso, era a mulher de branco, que era a Lydia Boyle, mas pelo que li o alvo sempre muda de gameplay para gameplay. E bom, tinha um tarado lá na festa que queria "salvar" a moça, pois era apaixonado por ela e não queria que ela morresse, sendo melhor levar ela pra uma ilha deserta onde ela vai ser cativa dele. Para evitar sujar as mãos de sangue, eu acabei fazendo isso, derrubei a moça e entreguei para o maluco, mas quando ele foi embora comemorando e dizendo que "um dia ela vai entender" deu aquele arrependimentozinho. Eu realmente preciso rejogar o DIshonored assim que terminar, matando toda essa galera...

    Ah, esqueci de falar, mas o Pendleton me arranjou uma cilada... Eu tenho quase certeza que ele vai ser o traíra do grupo dos rebeldes lá. Ele me deu uma carta selada para entregar para um nobre na festa, quando entreguei o Lorde leu, xingou, e me desafiou para um duelo, onde eu iria substituir o maldito Pendleton. Peguei uma pistola, me coloquei na marca, e como sou terrível de mira, precisei usar Bend Time (que está no nível 1 ainda, então só deixei o tempo mais lento, e não congelei ele), que foi suficiente pra girar, mirar com cuidado e meter uma bala no peito no rival, e os guardas dele falaram que era impossível ele perder num duelo, isso foi algum tipo de Satanagem, mas largaram o corpo ali extendido no chão. Top.

    15
    • Micro picture
      thecriticgames · about 1 year ago · 1 ponto

      Essas missões sãoa s melhores do jogo em minha opinião, foi meu primeiro jogo de PS3 e me decepcionei bastante com as primeiras missões p´´os-fuga inicial, mas desse ponto em diante eu comecei a pegar gosto pela coisa, alias, como você eliminou os Pendleton?
      OBS: Tambem usei o Bend Time no duelo

      2 replies
  • edknight Eduardo Botelho
    2018-11-05 11:22:52 -0200 Thumb picture
    edknight checked-in:
    Post by edknight: <p>Depois de terminar (de forma não letal) o Overse

    Depois de terminar (de forma não letal) o Overseer, o Pendleton que é aliado da Resistência pediu para o Corvo eliminar os irmãos dele.

    Aí fui pra segunda fase, que é a primeira (pelo menos no começo). Na primeira fase eu meti veneno na destilaria dos bandidos lá, mas na segunda o líder deles me chamou pra ajudar ele a pegar o culpado. Em troca, depois de fazer umas missões para ele, ele ia resolver a treta com os Pendleton sem matar eles.

    Achei os Pendleton numa, hum, "casa de massagens". Não interagi com nenhum dos dois, mas dei uns choques no artista, que tem, huh, uns gostos esquisitos. Com isso consegui as informações que o Slackjaw queria (que era a combinação do cofre do artista, que eu obviamente limpei com antecedência). E também encontrei a Emily.

    A menina é muito fofa, ela fica muito contente de ver o Corvo, mas eu fiz uma besteira aqui: usei o Coração pra ouvir os comentários sobre ela. E bom, o Coração dá a entender umas coisas meio pesadas, aí eu fiquei malzão. Deu vontade de voltar na fase e fazer uma chacina, e mudar o modus operandi pra matar todo mundo em vez de usar o stealth. Enfim, vou tentar usar o stealth ainda para a próxima missão, resgatar o Sokolov.

    17
  • edknight Eduardo Botelho
    2018-10-26 16:18:38 -0200 Thumb picture
    edknight checked-in:
    Post by edknight: <p>Mais um dos games que testei recente. Mais um do

    Mais um dos games que testei recente. Mais um dos que eu tinha uma vontade de jogar, especialmente depois do hype do lançamento do 2 (e de ler artigos sobre level design rasgando a seda para os jogos, especialmente uma certa fase no segundo jogo). 

    E, sei lá, achei ele um pouco esquisito no começo, porque depois de jogar o Thief, que quer ser um jogo stealth tr00, o Dishonored dá um pequeno choque pelo seu estilo gráfico mais cartunesco. Mas isso tem um motivo.

    WELP

    Olha, sendo bem sincero, a historinha dele, pra mim, tá sendo qualquer coisa até o momento. Basicamente o Corvo Attano, ou Lorde Protetor, era o homem de confiança da imperatriz, daí aparecem uns caras literalmente do nada, matam ela, e tu leva a culpa. No dia da execução, uma galera que vai contra o governo do Regente te salva e começa a te usar de mula pra fazer as coisas pra eles.

    Por outro lado, a jogabilidade é muito gostosa. No começo, a fase da fuga da prisão vai te apresentando as mecânicas do jogo tipo stealth, a opção de matar o oponente ou apagar ele (eles dizem que apagar é mais benéfico, pois o jogo tem algum tipo de Karma se você matar muita gente, e além disso os cadáveres atraem mais ratos, mas tem a desvantagem que o inimigo demora pra sufocar, então tu fica exposto por alguns segundos), armadilhas, mergulho, combate corpo-a-corpo ou armado. E só isso já torna o jogo bem maneiro.

    Mas no "interlúdio" antes do segundo episódio, você tem um encontro com o Outsider, um ser que se diz nem do bem nem do mal, e que dá poderes especiais pra certas pessoas só pra ver o que é que dá. Nesse momento, Corvo ganha uma habilidade chamada Blink, que basicamente te transforma num Noturno de curto alcance. E o teleporte abre MUITAS possibilidades. Não só isso, mas tem uma lista de poderes que você recebe nessa missão, e vários deles alteram drasticamente suas opções de jogar, como a habilidade de possuir um animal, invocação de ratos assassinos, congelar o tempo, ver através das paredes... São muitas variações.

    Enfim, ainda tô bem no começo, não sei o quanto as matanças influenciam no enredo, então to tentando matar o mínimo possível. De poderes, além do Blink eu tenho a habilidade de ver através das paredes no nível 2 (eu sou um rato nesses jogos, gosto de achar cada coletável da fase, então esse me ajudou bastante, além de que a habilidade de ver inimigos e armadilhas atrás de paredes ajuda bastante), e não prossegui muito na história porque essa segunda fase é bem grande e tem um monte de cenário pra explorar e side quests pra fazer e meu TOC não deixa eu prosseguir sem fazer todas elas.

    18
    • Micro picture
      _gustavo · about 1 year ago · 1 ponto

      Influenciam muito, existe um final para muito e pouco caos (a quantidade de inimigos e corpos q vc deixa mortos pelo cenário aumenta a população de ratos e aumenta o caos na cidade), conquistas, caso interesse de correr atrás, tem uma de terminar o jogo todo sem ser visto por ninguém. Dishonored ta no meu top tier de games de stealth, você tem N possibilidades de completar a fase, e depois q vc explora bem elas, é possível completar em poucos minutos conhecendo todos os caminhos. Pra vc ter uma noção das possbilidades que o jogo te da, veja esse video
      https://www.youtube.com/watch?v=izQCeBJKKa8

      1 reply
    • Micro picture
      thecriticgames · about 1 year ago · 1 ponto

      Esse é um jogo que demorei a entender ele, confesso que só depois de zera-lo pela segunda vez fui ter uma opinião formada sobre ele, foi minha primeira midia fisica do PS3.

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...