This game doesn't have any review. Be the first one to review it!

Add Review


  • centrodecontrole Centro de Controle
    2020-03-18 21:18:03 -0300 Thumb picture

    JOGANDO BLAZING CHROME

    LIVE CENTRO DE CONTROLE

    JOGANDO BLAZING CHROME

    RETRO BRASILEIRO

    Vamos ver as habilidades do oldgamer Brunobsky em pratica

    https://www.twitch.tv/centro_de_controle

    TWITCH CENTRO DE CONTROLE

    INSTAGRAM

    FACEBOOK

    YOUTUBE

    18
  • 2020-03-17 15:41:11 -0300 Thumb picture
  • johnny_bress Johnny Bress
    2020-03-12 15:44:03 -0300 Thumb picture

    Joymasher BR - Revivendo a delicia dos retro

    Medium 3781560 featured image

    Viciado em games Danilo é um Baicharel em arquitetura, a Thais desenvolvedora de jogos criando varios jogos para Celular, tambem é gamedesigne.

    Com isso surge a Joymasher no inicio de 2012 tendo como primeiro projeto Oniken, que seria um game 8bits com uma certa inspiração no game Ninja Gaiden.

    Oniken estava na gaveta do Danilo a algum tempo quando um amigo lhe comentou desse projeto, e ele resolveu voltar a desenvolver o game chegando a finalizar e lançado em 2012. Como novo projeto tiveram o Odallus the Dark Call, mais um jogo 8bits dessa vez inspirado em Castlevania trazendo tambem dificuldade semelhante. A Joymasher mostrava querer trazer para os tempos atuais o gosto dos jogos retro e fazendo isso com maestria, acertando na jogabilidade, efeitos sonoros, e level designe. Tivemos então mais um ótimo jogo, o Blazing Chrome, tendo claramente uma inspiraçao no Contra Hard Corps e ao mesmo tempo trazendo suas próprias qualidades, os jogos da Joymasher são um pedacinho disso e daquilo, pegando varias inspirações para dar vida a um jogo retro, cheio de mecânicas diversificadas.

    Após Odallus Daniel estava um pouco cansado de trabalhar em metroidvania, queria voltar a jogos mais lineares e foi assim que começou a trabalhar em Blazing Chrome

    Das diferenças de Blazing chrome em relação a contra temos o uso de sub armas que pegamos nas fases, stages com veículos,  quando se finaliza o jogo desbloqueiam 2 novos personagens com jogabilidades totalmente diferente  que ao invés de ter armas, usam espadas, dando um toque de Strider

    A Joymasher tenta trazer de volta o gostinho dos jogos da década de 80 e 90, jogos estilos 8 e 16 bits, porem com evoluções na jogabilidade e gamedesign,

    Apesar de ser apenas duas pessoas, eles mostram muito talento em seus jogos com muita criatividade e empenho, dedicando seu tempo para trazer um jogo novo e cheio de qualidades não só para aqueles que se deliciavam  nos  desafios dos jogos 8 e 16 bits, mas  também aqueles jogadores atuais que se sentiram atraidos por estes estilos de games.

    Até Odallus, a Joymasher não tinha uma publisher, dai com Blazing Chrome, a The Arcade Crew entrou em contato com a dupla e se juntaram fazendo agora com que a desenvolvedora brasileira tivesse uma publisher para fazer os ports e a comunicação.

    Blazing Chrome ficou tão bom que a Microsoft entrou em contato com a Joymasher negociando para o game entrar para o Gamepass do Xbox, também tiveram uma certa dificuldade para colocar seus jogos na Steam, demorou um pouco para que o Odallus fosse aprovado na Greenlight (sistema de aprovação de jogos da steam) até então seus jogos eram vendidos de maneira comum sem ter uma plataforma que ajudasse na divulgação. Esta foi uma das coisas que adiou um pouco o alavancamento dos ótimos jogos retro da desenvolvedora

    Mesmo sendo apenas dois membros, a Joymesher não fazia tudo sozinha, contava tambem com parceiros, que ajudam em coisas com programação (no caso do Blazing Chrome) parte sonora como musicas e efeitos sonoros.

     No começo o Daniel ficou um pouco desconfortavel com um segundo programador, mas com o tempo as coisas foram mudando. Blazing Chrome incialmente era pra ser somente um projeto pequeno junto com seu amigo que tinha acabado de se formar e queria por suas habilidades em pratica, o projeto pequeno então se tornou algo bem maior.

     Agora como novo projeto da Joymasher temos o Moonrider, onde podem ser encontrados videos no canal da desenvolvedora. Olhando e chutando parece uma mistura de Oniken com Blazing Chrome

    A Joymasher mostrou que jogos retro também podem ser desenvolvidos em meio a jogos com gráficos de ultima geração.

    Mesmo não sendo facil o desenvolvimento de jogos no Brasil, os estúdios nacionais estão surgindo e mostrando o potencial que os jogadores brasileiros tem para criação de jogos.

    40
    • Micro picture
      jcelove · 27 days ago · 3 pontos

      Excelente man. Respeito demais o trabalho do Danilo e da Thais apesar de ser péssimo nos jogos deles.hehe

      1 reply
    • Micro picture
      thiagoreis · 27 days ago · 2 pontos

      Esse Blazing chrome é um jogaço !! Joguei ele pelo Game Pass.. Muito bom 👏🏻👏🏻

      2 replies
    • Micro picture
      artigos · 13 days ago · 2 pontos

      Parabéns! Seu artigo virou destaque!

      1 reply
  • hard_frolics David Waters
    2020-03-08 00:16:34 -0300 Thumb picture

    Tava com sdds do Danilito! ❤

    Original (2018)

    Remake (2020)

     Hoje foi loko!

    29
    • Micro picture
      porlock · about 1 month ago · 2 pontos

      esse dia foi loco!
      kkkkk

    • Micro picture
      jcelove · about 1 month ago · 2 pontos

      Po, altos rolê com Danilao dias? Ta com moral mermo o rapaz!hehe

      Ps:Nao tinha parado com o cigarrete homi, desiste naum q vc consegue!

      5 replies
    • Micro picture
      knuxbbs · about 1 month ago · 2 pontos

      Danilo Dias humildão. Blazing Chrome é um jogo foda.

  • kronoschiarini Julio Chiarini
    2020-02-08 00:46:27 -0200 Thumb picture
    Post by kronoschiarini: <p>Depois de um pouco mais de um mês de espera desd

    Depois de um pouco mais de um mês de espera desde a minha primeira experiencia com a demo de Blazing Chrome no Festival Retro Games Brasil, finalmente o jogo ganhou a luz do dia na data de 11 de julho de 2019 para todas as plataformas disponíveis. Publicado pela Arcade Crew e desenvolvido pela brasileiríssima Joy Masher, conhecida e bastante elogiada pelos fãs de jogos em pixel art através dos grandes títulos como Oniken (2012) e Odallus (2015), dessa vez, irá agradar e muito aos entusiastas do bom e velho Run and Gun baseado nos sistemas de quarta geração dos consoles.

    Review Completo: https://www.comunidademegadrive.com.br/artigos/blazing-chrome-pc/

    5
  • anduzerandu Anderson Alves
    2020-01-04 13:02:10 -0200 Thumb picture

    Registro de finalizações: Blazing Chrome

    Zerado dia 02/01/20

    Olhando aqui a eshop do Switch eu vi que Blazing Chrome estava num preço camarada. Fiquei na vontade e corri pra pegar o cartão de crédito. Quando fui fazer o checkout eu pensei: "pra quê gastar essa grana?"

    Não que o jogo não valha os R$30 e pouco reais ou mesmo o preço cheio, mas eu tô com uns projetos e tal e guardar dinheiro pode fazer a diferença no momento, além de que eu tenho tantos jogos pra jogar, inclusive alguns que estão na lista de prioridade por eu já ter começado.

    Por outro lado eu realmente estava na vontade de jogar o jogo e sair um pouco dos outros. Quer saber? Segui o conselho dos amigos PCzistas e joguei no Google o download pirata. Até pensei que se desse algo errado eu já desistiria e compraria o jogo mais pra frente, mas ao invés disso, eu o encontrei bem fácil e num arquivo tão minúsculo! Baixei pra ver e sequer precisou de instalação, reconheceu o meu Pro Controller do Switch na hora e lá fui eu.

    Pra quem não sabe, Blazing Chrome é um jogo indie que é praticamente Contra. Contra III pra ser mais específico. O título é do gênero run 'n' gun com visual 16 bits e se você já jogou alguma coisa da popular franquia da Konami, vai se sentir em casa.

    A experiência é meio que o que eu já esperava: mil inimigos na tela, bastante plataforma, coletar power-ups e diferentes tipos de arma e perdê-los ao morrer com o toque de qualquer Zezinho, chefes grandalhões e muitos robôs a serem destruídos.

    No começo da coisa toda é possível selecionar o nível de dificuldade entre Fácil e Normal. Há uma silhueta do Hardcore mas ele só é aberto quando fechamos o jogo no Normal.

    Depois disso há a possibilidade de escolher personagens: uma mulher ou um robô que se converteu pro lado da resistência. Há mais dois a serem desbloqueados também, mas o que mais me chamou a atenção foi ver o quadrinho do lado direito da tela pra me lembrar que existe o modo 2-player cooperativo que eu poderia estar jogando, mas aqui no Rio eu tô sem amigos, haha.

    Após uma tela de explicação de jogos ao maior estilo SNK, uma surpresa: você escolhe a fase que deseja jogar, ao invés de segui-las numa ordem linear. Bom, cada uma delas mostra um nível de dificuldade diferente e você provavelmente faria como eu e jogaria na ordem, o que acaba deixando o jogo sempre na mesma ordem de qualquer forma, mas indo na ordem de dificuldade eu percebi que a fase 2 tem o nível maior que a 3, o que acarretou que eu joguei "fora de ordem", mas tudo bem.

    E falando em dificuldade, o jogo varia muito bem a jogabilidade e temática de cada uma das 5 fases e você tem que se acostumar com os controles básicos e específicos de cada parte, movimentação e como abordar diversos tipos de oponentes.

    O primeiro estágio, por exemplo, demorou apenas 5 minutos! Eu achei que tivesse demorado mais, mesmo tendo jogado super bem. Já a segunda fase levou 15 minutos, o que eu diria que é a média de tempo cada cada uma delas. Outras chegaram a levar 18!

    Mesmo com muitas mortes, eu raramente senti que o jogo foi injusto ou que jogou muita coisa pra se preocupar na tela e geralmente a culpa era minha mesmo por ter me posicionado mal ou ter usado um comando errado. Felizmente Blazing Chrome conta com checkpoints e continues infinitos! Isso não deixou a experiência fácil, mas bem menos frustrante.

    Os checkpoints mesmo, acontecem depois de minibosses, e você pode levar um bom tempo até chegar num deles e morrer bastante antes ou nele mesmo. Você morre, perde todas as vidas e o jogo te joga de volta pro último ponto de salvamento e isso quase sempre te faz jogar longas partes novamente até chegar onde estava.

    Outra coisa bacana nesse quesito de salvar progresso é que o meu notebook estava acabando a bateria e quando eu o coloquei na tomada, ele desligou (coisa que nunca havia acontecido). Torci pra só ter acabado a bateria bem na hora mas ele havia desligado mesmo, mas quando abri o jogo novamente, ele já me deu a opção de continuar de onde havia parado (no caso, eu tinha acabado uma fase e estava na tela de selecionar a próxima quando aconteceu).

    Como todos já sabemos, o sentimento é de estar jogando Contra, e isso inclui algumas coisinhas básicas, como saber trocar de arma e usá-las apenas quando necessário para evitar perdê-las. A arma principal é uma metralhadora bem legal, as outras são:

    -W, que funciona como o flamethrower antigo e tem aquela física bizarra com delay quando você muda de lado;

    -G, o grenade launcher. Joga granadas com baixa cadência entre cada disparo, mas é bem forte;

    -P, que acredito ser Plasma Gun ou coisa do tipo. Os tiros são meio que como os do Laser do Contra, mas de uma forma muito boa e forte, fora a possibilidade de segurar o botão e soltar um raio bem grande e contínuo.

    Além das armas, há ainda uns drones que você coleta e te dão melhorias passivas (você os perde se morrer também. Um deles adiciona tiros aos seus ataques, outro te dá dois escudos para proteger uma vida (meu favorito) e o último te deixa mais rápido e com pulo duplo.

    Resumindo: Blazing Chrome é um jogo sensacional do gênero, e que talvez tenha feito pra Contra o que Freedom Planet fez com Sonic. É o melhor do gênero? Talvez. Mas com certeza é um mega título pra zerar ou mesmo jogar casualmente com quem curtir. Casual ele não é, então definitivamente não indicaria pra qualquer um, mesmo sendo uma experiência bem amigável.

    De bom: visual e sons incríveis, desde a música até falas, que muito remetem a fliperamas. Dificuldade perfeita no Normal, e há a opção de Fácil pra quem quiser algo mais tranquilo (imagino que o Hardcore seja algo como Contra 4). Jogabilidade e controles responsivos, como devem ser nesse gênero. Cada fase é bem original. Desbloqueáveis. Checkpoints justos e que garantem que, se você tiver paciência, você vai zerar o jogo e sem ter que refazer fases que já terminou. Coop de 2 jogadores. Muito estiloso.

    De ruim: achei que o comando de rolar (baixo e pulo) poderia ser outro botão (possivelmente editável), pois isso me fez me matar um bocado de vezes e eu raramente o usava de forma útil (vacilo meu). Algumas coisas são levemente injustas, como projéteis difíceis de ver ou quando você dá um pulo que parece certo mas o personagem ainda encosta um pouco a perna e morre.

    No geral, eu amei o jogo, por mais que eu deva ter jogado uma horinha apenas. Um dos melhores do gênero e a melhor opção pra quem quer mais do tipo e não aguenta mais jogar os clássicos. Zere sozinho ou chame um amigo que curta pra relembrar os bons tempos com uma experiência desafiadora, mas muito justa. Jogaço que já chegou pra virar um clássico!

    28
    • Micro picture
      seufi · 3 months ago · 2 pontos

      To esperando uma promo pra pegar pra ps4 e jogar aquele coop com os parceiros.

      1 reply
    • Micro picture
      darleysantos676 · 3 months ago · 2 pontos

      E os artigos??? Tô de brinks hahha! Nem sei se lembra de mim. Mas gosto dos seus textos pois você destrincha os jogos todos, muito bom!

      1 reply
  • andre_luiz André Luiz Alvares
    2020-01-01 19:06:16 -0200 Thumb picture

    Mehores jogos BR do ano

    Eu joguei o Sky Racket com meu primo e é bem divertido, realmente recomendo pra jogar em multi local.

    Obs: Nesse jogo a sua missão é resgatar a deusa capivara celestial, como isso não poderia ser gênial?

    10
  • miguelpardal Miguel Pardal Alexandre
    2019-11-10 03:26:55 -0200 Thumb picture
  • 2019-11-03 21:44:26 -0200 Thumb picture
    leosouza checked-in:
    Post by leosouza: <p><strong>ZERADO!!!</strong><br>Ando sumido e joga

    ZERADO!!!
    Ando sumido e jogando quase nada, hoje peguei para jogar de vez o mais novo jogo da Joymasher, e digo que é um jogaço!!!

    25
    • Micro picture
      thiagoreis · 5 months ago · 1 ponto

      Jogaço Realmente !!

  • jcelove José Carlos
    2019-10-05 18:38:50 -0300 Thumb picture

    Guia oficial de Blazing Chrome

    O pessoal da Warpzone não para. A ultima surpresa deles é  um guia maneiro do ultimo sucesso da Joymasher, com participação do próprio Danilo Dias (o criador do jogo), intro em história em quadrinhos, muitas infos e um detonado que não deve a guias gringos!

    Muito legal, nostálgico e colecionável, principalmente pros veio que curtia revistinha com detonado. O melhor de tudo é que assim como a revista mensal da warpzone o guia é totalmente free na versão digital, só ir na loja e baixar o PDF.

    http://warpzone.me/loja/produto/warpzone-guia-blazing-chrome/

    Pra quem curte ed. física na coleção o precinho ta bem maneiro (15 pila), acho que finalmente vou dar dinheiro pros caras.hehe

    19

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...