This game doesn't have any review. Be the first one to review it!

Add Review


  • 2020-11-02 19:53:26 -0200 Thumb picture
    dlima checked-in:
    Post by dlima: <p>essa música infantil combina dms com o jogo</p><

    essa música infantil combina dms com o jogo

    agora vou esperar geral ir dormir pra continuar esse daq, nossa to jogando tudo q tava acumulado

    até agora segue o mesmo estilo do Penumbra, só q bem melhor, até agora bem menos ação, e convenhamos o ação do Penumbra não é um dos melhores, é original tem seu charme, mas é meio irritante

    estou me mantendo são, por enquanto

    teve um level the floor is lava, a diferença é q nesse o chão e água e tem algo nela q nem Deus sabe oq é

    como eu descobri isso?

    bem, da maneira difícil

    como consegui passar do level?

    bem, da maneira fácil

    literalmente a resposta estava na minha cara

    no Penumbra tinha uns artefatos assim, q usava pra salvar, aq eu não sei bem oq faz

    enfim, vamos deixar o terror lovecraftiano invadir meu sistema nervoso e me levar a loucura (não na maneira q vc está pensando)

    e uma curiosidade, falo melhor sobre lovecraft em um post, mas Você Sabia Que HP Lovecraft tinha um gato?

     um prêmio pra quem souber o nome do gato e escrever abaixo!

    tipo sério, eu dou até um jogo recomendado pelo @nicholasaraujo0

    20
    • Micro picture
      jcelove · 24 days ago · 3 pontos

      Ah os penumbra parecem versoes alpha desse, ele é bem mais redomdinho.

      Pena q tirando a dlc justine nada mais da serie me prendeu. To com o machine for pigs no backlog a anos mas apis ver a historia desanimei.hehe

      4 replies
    • Micro picture
      andre_andricopoulos · 24 days ago · 2 pontos

      Essa fonte é super sinistra...😬

      4 replies
  • bobramber Jefferson Da Silva Prado
    2020-10-04 10:18:41 -0300 Thumb picture
    bobramber checked-in:
    Post by bobramber: <p>Comecei essa classiquera do terror.</p><p>Detest

    Comecei essa classiquera do terror.

    Detesto jogar com itens obrigatórios limitados, mas pelo menos o começo é bem generoso com os fósforos.

    Joguei uma vez apenas (1 a 2h) porque acabei viciando num outro jogo que farei check-in depois.

    Gostei bastante do início, exploração e puzzles leves, sem mapa ou quest mark.

    18
    • Micro picture
      jcelove · about 2 months ago · 2 pontos

      Ele é bem linear na maior parte do tempo. As partes tensas são as com água e a prisão, passando disso nada mais assusta.hehe

      1 reply
    • Micro picture
      peralva_gamer · about 2 months ago · 2 pontos

      Adorei esse. A sequência sai esse ano. Amnesia Rebirth.

      3 replies
    • Micro picture
      andre_andricopoulos · about 2 months ago · 2 pontos

      Dá pra se divertir...e também se assustar 😬

  • jcelove José Carlos
    2020-09-16 18:22:47 -0300 Thumb picture

    Amnesia: Rebirth

    como assim vai sair um Amnesia novo e eu nem sabia?

    pena que acho que a formula saturou bastante mas parece mais interessante que o Machine for pigs (que achei psicodelico demais U_U)

    17
  • mandaloriano_95 Henrique
    2020-07-16 18:01:58 -0300 Thumb picture
    mandaloriano_95 checked-in:
    Post by mandaloriano_95: <p>"<i style="background-color: initial;">What are

    "What are my intentions, Daniel? Salvation. It used to be yours, but now you only seek misplaced revenge."

    Quase dois meses atrás, eu terminei de jogar o Alien: Isolation (que comprei naquela promoção por três reais, mas que tive preguiça de fazer check-in, hehe) e, no fim, acabei ficando com vontade de jogar mais alguma coisa de terror.

    Inicialmente eu tinha tentado começar pelo Outlast, mas depois dos jumpscares horríveis com direito a música explodindo os tímpanos do jogador logo na introdução (sem contar o film grain exageradíssimo), acabei desinstalando e decidi partir para o Amnesia de uma vez.

    E que jogão, hein. Eu já havia jogado o comecinho dele alguns anos atrás, durante uma noite na qual eu estava tomando conta da casa de um parente. Estava jogando com um headset em um quarto escuro como breu. Porém, a verdade é que eu acabei me rendendo ao medo e parando antes de sequer encontrar o primeiro inimigo, pois a cada passo que eu dava no jogo, me vinha a sensação de que tinha alguma coisa no quarto logo atrás de mim, huahua. Bem, desta vez fui até o fim, após algo em torno de 8 horas de jogatina.

    A ambientação e o design de som do jogo são capazes de imergir e aterrorizar o jogador de maneira sublime. Além disso, a temática envolvendo poderes e criaturas além da compreensão, somada à mecânica de sanidade, carrega um quê de Lovecraft delicioso e muito bem apresentado. Afinal de contas, é difícil não se sentir apreensivo ao presenciar baratas andando na tela e outras alucinações por ter ficado tempo demais no escuro ou olhando para os monstros que o perseguem.

    Já na parte do gameplay, a exploração do castelo de Brennenburg é tão gratificante quanto é aterrorizante. Áreas como a prisão e The Choir são excepcionalmente marcantes graças ao perigo iminente que elas apresentam enquanto o jogador busca itens para progredir. E, ainda que os diversos puzzles sejam consideravelmente simples de serem resolvidos, é bem legal como vários deles são intrínsecos à física do jogo.

    A narrativa também é bem bacana. Além das habituais notas espalhadas pelos cenários, os flashbacks ajudam a contar a história de forma sedutora (destaque para as cenas de tortura extremamente angustiantes). O antagonista Alexander também passa uma impressão bastante preeminente durante todas as suas linhas de diálogo por conta do belo trabalho de atuação.

    Acho que minhas únicas ressalvas envolvem parte do funcionamento do encontro com inimigos: por conta de como as aparições dos Grunts e dos Brutes são realizadas, acaba sendo muito fácil para o jogador tirar proveito do sistema, o que potencialmente remove um pouco da tensão do jogo. Quando fui ao Chancel pela primeira vez, por exemplo, eu acabei não me deparando com um inimigo que, vendo posteriormente na internet, deveria estar lá. Isto ocorreu porque, antes de continuar prosseguindo, eu decidi voltar ao cenário anterior para explorá-lo mais a fundo, o que desativou o spawn do monstro sem que eu soubesse.

    E, como cada monstro é programado para aparecer uma única vez, o jogador pode se deixar ser morto pelo inimigo propositalmente para benefício próprio, já que o monstro não ressurgirá na próxima tentativa. O pior é que, aparentemente, morrer não tem nenhum tipo de consequência para mitigar essa tipo de abuso, pois nas únicas duas vezes em que eu morri, não perdi praticamente nada de progresso.

    10
    • Micro picture
      andre_hirosaki · 4 months ago · 1 ponto

      Sumido.
      Dificuldade em jogos de terror é uma ideia meio tensa. Imagine q o jogador já está extremamente desconfortável com o clima e ambientação e ainda deixariam ele difícil? Sim, isso seria ótimo. Poucos jogos t dão medo de morrer ou ficar com poucos recursos pra poder continuar e arriscar perder o progresso do mesmo

      1 reply
  • luchta Ewerton Ribeiro
    2020-05-01 06:25:54 -0300 Thumb picture
    Post by luchta: <p>#img#[704700]</p><p><strong>Amnesia: The Dark De

    Amnesia: The Dark Descent e Crashland estão de graça na Epic Games Store. Mas só para avisar, mesmo (já que nimguém falou). Em todo caso eu já tenho o Amnesia na Steam, terminei a anos, e só hoje percebi que ele tem conquistas na Steam, e obviamente não tenho nenhuma, não sei quando implementaram isso, mas foi bem depois de eu terminar o jogo, além de outras adições como um modo mais dificil. Quem sabe eu volte a jogar ele, nunca toquei na expansão e nem baixei alguns mapas da comunidade famosos e bem legais (apesar da Steam não ter oficina, o jogo tem suporte para eles, foi criado antes da Steam ter esse recurso, mas bem que podiam ter implementado). Claro que vou jogar a versão Steam, Epic Lixo nem conquistas tem...

    11
  • 2020-03-16 19:46:06 -0300 Thumb picture

    Amnesia: Rebirth |PS4|PC|

    DESCRIÇÃO DA STEAM:

    Você não pode respirar. A criatura está a centímetros de distância. O objetivo dela: se alimentar do seu terror. Então, você se agacha na escuridão, tentando controlar o medo, tentando silenciar o que há dentro de você.


    “Eu conheço você. Eu sei do que é capaz.”

    Em Amnesia: Rebirth, você é Tasi Trianon, que acordou no meio do deserto da Argélia. Dias se passaram. Onde você esteve? O que fez? Onde estão os outros? Refaça seus passos e reúna os fragmentos do seu passado confuso. É sua única chance de sobreviver ao horror impiedoso que ameaça devorá-la.

    “Não se permita ter raiva, não se permita ter medo.”

    O tempo está contra você. Assuma o papel de Tasi e guie-a em meio ao seu profundo pavor e dor. Enquanto luta para abrir caminho pelo terreno desolado, você deve enfrentar também suas próprias esperanças, medos e arrependimentos amargos. Mesmo assim, você deve continuar, um passo após o outro, sabendo que perderá tudo se fracassar.

    ======================================================

    Faz um tempinho que foi anunciado, eu tava sem tempo pra poder postar, mas hoje arrumei uma "folga", mas só 10 dias atrasado.

    18
    • Micro picture
      andre_andricopoulos · 8 months ago · 1 ponto

      Não sou muito fã de Amnésia mas certamente vou jogar...

  • gradash Elton Gradash
    2019-11-15 09:18:50 -0200 Thumb picture

    Notificações, issu non ecxiste!

    Faz tempo que não tenho mais notificações....

    18
  • anacmarc Ana Marcondes
    2018-07-24 23:53:27 -0300 Thumb picture
    anacmarc checked-in:
    Post by anacmarc: <p>A escuridão é uma agonia infernal, mas consegui

    A escuridão é uma agonia infernal, mas consegui ir até o fim (com uns surtinhos de ansiedade, mas consegui). Agora é juntar forças pra encarar a dlc do porco.

    8
    • Micro picture
      gus_sander · over 2 years ago · 2 pontos

      Ainda juntando coragem pra jogar esse ai kkkk

      2 replies
    • Micro picture
      bye · over 2 years ago · 2 pontos

      Não tem dlc com porcos, a dlc que é meio porca kkkkk

      3 replies
  • thesky Caique
    2018-07-16 01:58:19 -0300 Thumb picture
    thesky checked-in:
    Post by thesky: <p>Terminei essa maravilha do terror, ambientação m

    Terminei essa maravilha do terror, ambientação maravilhosa, efeitos sonoros fantásticos e sistema de sanidade MUITO legal. Essa engine também é bem legal, a física dos objetos ficaram sensacionais.

    No início eu tava com bastante medo, mais até que Outlast haha mas depois que eu entendi como que escapa dos inimigos o jogo perdeu muito o terror por que é extremamente fácil fugir deles. Por causa disso pra mim Outlast continua sendo o melhor jogo de terror.

    Agora vou jogar as DLCs e talvez alguma custom story, também já to com a série Penumbra pronta pra jogar, mas infelizmente não jogarei SOMA por que meu PC não roda :(

    8
    • Micro picture
      bye · over 2 years ago · 2 pontos

      Parabéns! Tem uma DLC só chamada "Justine" a outra, com nome "Remember", é um livro pdfzão de contos que acontecem antes da história do jogo (tô tentando ler mas com certo atraso pois tá tudo em inglês). Se achar uma custom legalzona aí poderia dizer aqui pela Alva por favorzinho? Eu gostaria de fazer uma lista dela pra brincar mais pra frente (-;

      2 replies
    • Micro picture
      andre_andricopoulos · over 2 years ago · 2 pontos

      Curti bastante também.
      Mas achei melhor OUTLAST.
      ---
      JUSTINE é fraco... além do mais...morreu já era. Começa tudo de novo...
      ---
      MACHINE FOR PIGS é o melhor!

      2 replies
  • bye Bye
    2018-06-15 15:27:08 -0300 Thumb picture
    bye checked-in:
    Post by bye: <p>🏆&nbsp;<strong style="background-color: initial;

    🏆 Enfim 100%!Progresso: 17/17 (\q/)

    E finalmente depois de aproximadas sete horas e meia caçando acendedores de vela (e não utilizando nenhum deles), minha jornada guiada por um longo vídeo de 46 minutos dando dicas e mostrando a localização de cada um dos coletáveis chegou ao fim. Uma coisa interessante em buscar todas as conquistas de um jogo é, às vezes, você descobre algumas coisas que deixou passar na primeira vez que jogou e... infelizmente, não foi meu caso com o Amnesia: The Dark Descent, mas ainda assim valeu a pena revisitar esse jogão!

    Para me preparar para tal tarefa, montei a seguinte mesa de operações:

    Como não queria ficar minimizando o demônio do jogo a cada segundo, optei por acompanhar o guia pelo celular enquanto fazia suaves pausas após decorar a posição de um acendedor específico e assim foi do primeiro até o 151º. O celular foi próximo do teclado no começo mas depois coloquei ele mais pra cima (o pescoço realmente me agradeceu).

    É certo que não ter utilizado nenhum acendedor durante o jogo inteiro foi uma atitude desnecessária, mas o fiz para que pudesse sempre deixar o número de acendedores no inventário sincronizado com o do inventário do autor do vídeo, garantindo que não deixaria nenhum para trás.

    E como havia explicado na postagem anterior, a conquista "Insanidade" só é desbloqueada quando você consegue todas as outras então ela representou bem (com esse nome) toda essa minha ideia de caçar budegas em jogos de terror. 

    Agora que tudo está completinho, o que me resta fazer é recarregar as baterias para a sequência produzir uns textos sobre o quanto e como eu curti demais esse clássico da Frictional Games.

    Bem vindo Amnesia, a  entrada no Hall dos 100%!

    43
    • Micro picture
      jcelove · over 2 years ago · 2 pontos

      Caraca, parabéns! Não tive paciência pra rejogar tudo em busca dos acenderores (na verdade qdo joguei nem tinha achievements, lembrei agora XD)

      1 reply
    • Micro picture
      caramatur · over 2 years ago · 2 pontos

      Parabéns! ^^

      1 reply

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...