This game doesn't have any review. Be the first one to review it!

Add Review


  • anduzerandu Anderson Alves
    2019-08-12 18:05:39 -0300 Thumb picture

    Registro de finalizações: Mario Tennis Aces

    Zerado dia 12/08/19

    Cara, eu curto muito Mario Tennis. Via nas revistas as versões de N64/Gamecube quando era criança e pirava (como em qualquer coisa de Mario), mas só fui jogar mesmo no GBA. E, Jesus, como eu amo aquele jogo e seu modo história. Nunca cheguei a conectar cabos game link, mas também nunca senti falta. Era massa demais!

    Mais tarde, joguei a versão de Wii na casa de um amigo depois de anos dedicados apenas ao portátil e achei super bacana a jogabilidade usando a movimentação dos controles e tal. Época boa. Eu voltei a jogar a série no 3DS e Wii U mas ambos focavam muito no multi local, sem campanha e todo o lado RPG charmoso que eu tanto gostava (fora outros defeitos) e acabei que ainda nem fui jogar e fechar outros títulos da série.

    Já agora no Nintendo Switch, estou sempre de olho em multiplayers local pras festinhas ou encontros com a galera que leva os seus videogames e toda a proposta de trazer a qualidade de séries que ficaram esquisitas de volta sempre chama a atenção. Tenho curtido basicamente tudo no console e Mario Tennis Aces não foi exceção. Infelizmente, com os preços altos e o meu pé atrás, eu acabo esperando os amigos comprarem para experimentar e procurando defeitos e motivos para não gastar meu suado dinheiro. A verdade é que "comprar jogos pros outros" vem sendo cada vez mais desnecessário e eu venho investido mesmo nos single players.

    Mas eu queria jogar MTA! Campanha e tal! Alguém me emprestaaaa!

    Recentemente a Nintendo resolveu disponibilizar jogos completos para serem jogados dentro de um prazo. Quem diria, hein? O tal do Trial trouxe Captain Toad: Treasure Tracker pro Japão e esse Aces pra gente aqui. Pense na felicidade! Uma semana é mas do que o bastante pra fechar o jogo e ainda veio numa época legal de festividades na escola onde trabalho e a molecada se amarrou na jogatina. A disputa foi feroz! Ainda tentei por um Mario Kart 8 ou outras coisas mas MTA reinou soberano. Tanta vontade de jogar e se divertir me fez querer ter o jogo e curtir com os amigos mas, mais uma vez, ele ficaria encostado pra ser jogado uma vez a cada 1 ou 2 meses.

    De volta ao jogo, ao abri-lo pela primeira vez é executada uma cinemática contando a estória do modo aventura. Meio bizarro visto que eu só queria ver o multiplayer no início e nem toquei na campanha. O pior é que não há como pular essa cena.

    O modo aventura conta que Wario e Waluigi foram atrás de uma raquete de tênis mágica em umas ruínas para que pudessem ganhar o poder de vencer qualquer partida. Lá, eles acabam acordando um mal maior que invade a ilha onde todos estão e sequestra o pobre do Luigi. Mario então resolve ir atrás de seu irmão.

    A partir daí você tem um mapa para se mover e fazer as fazes disponíveis na ordem que desejar. O primeiro mundo, de cinco, é basicamente apenas tutorial e partidas contra IA estúpida. Mas tá valendo demais!

    Mario Tennis Aces continua com uma vasta lista de comandos disponíveis, algo que considero como um ponto negativo nos últimos jogos da série:

    -Analógico ou d-pad movem o personagem;

    -ABXY dão diferentes tipos de raquetadas, como forte, fraca, curvada;

    -X + pra cima faz a bola ir sobre os oponentes pra parte detrás da quadra deles. Já X + pra baixo tá uma raquetada fraquinha que deixa a bola próxima da rede.

    Até aqui o jogo é tudo ok. Você tem que saber se posicionar e usar o ataque certo na situação certa. Dependendo da quadra, como uma que tem um mastro de navio no meio, a dor de cabeça é maior e as variedade numa partida já são bem grandes.

    Infelizmente o jogo insiste em manter o legado de comandos mais roubados afim de deixar o jogo mais "louco" e "party game", mas acaba ficando desnecessariamente mais complexo e irritante quando jogamos contra jogadores experientes.

    Aí que entra a barrinha de energia ou de mana ou sei lá de quê.

    Conforme jogamos, as vezes aparecem marcações de estrela no chão do lado de um jogador ou outro. Se você ficar dentro desse espaço e bater na bola, seu golpe será bem mais forte e rápido. Porém, se a sua barra estiver ao menos 1/3 cheia (amarela), você poderá executar um golpe especial ao apertar R em que você mira em algum ponto da quadra do oponente e executada um ataque super forte e rápido.

    Para defender de um ataque desses, o jogador adversário deve não apenas acertar a bola em alta velocidade, mas acerta-la no último segundo para que ela retorne tranquilamente e ainda encha um pouco da sua barrinha. Caso demore para acertá-la, ela vai passar direto e o adversário marcará um ponto. E se acertá-la muito cedo, sua raquete perderá um dos seus "pontos de vida" e ao perder o último, se quebrará. Raquetes quebradas no modo campanha fazem com que o adversário marque ponto e você troque pra próxima equipada. Quebre a última e você estará desclassificado.

    Para ajudar a remediar, você pode segurar o botão R para deixar o tempo lento enquanto sua barrinha se acaba. Isso é bom para defender corretamente ataques especiais e até mesmo ajudar a alcançar bolar distantes ou que você sem querer deixou passar por cima e está quase fora da quadra.

    Administrar a barrinha é uma preocupação a mais, e das mais importantes.

    Acha que acabou? Com a barrinha cheia o personagem poderá usar um ataque especial de qualquer lugar da quadra ao apertar o botão L. Esse ataque tem uma cutscene bacana e gera um ataque bem forte, mas que também pode ser defendido, da mesma forma que qualquer outro especial,

    Pra finalizar, se você mover o analógico direito para qualquer lado, o personagem executa um pulo naquela direção para salvar bolas distantes. Você também pode executar essa ação apertando X duas vezes e movendo para um lado. Eu odeio essa ação (e na verdade qualquer farofada dessa) pois eu sempre me acostumei a jogar apertando duas vezes para carregar meus ataques e acabei pulando pra longe da bola muitas vezes, inclusive as vezes por esbarrar no analógico.

    Na época da Demo Online desse jogo cada partida era muito suada e o oponente sempre conseguia salvar a bola com algum macete desses.

    Depois de vencer o primeiro chefe e mover pro segundo mundo, o jogo começa cada vez mais a ficar difícil e a por todos esses comandos à prova.

    Eu estava meio entediado com as conversas por balões enquanto os personagens se olham, fazem animações simples e soltam um "yeah!", "Oh noo!" ou "let's go!" aqui e ali, mas até cheguei a ler quase tudo e continuei forte pelo trial ser por pouco tempo e os mundos serem bem curtinhos (tipo 5 estágios e um ou outro nem é obrigatório).

    Ganhei níveis, stats maiores, raquetes melhores e fui pegando o jeito. Algumas fases são partidas comuns, outras são puzzles ou desafios de mira e afins. Até que é legal.

    No começo do terceiro mundo é que a coisa começou a ficar tensa. Uma partida comum contra um Blooper e, meu deus, era pra estar tão difícil assim? Eu entendi o jogo e tal mas o cara tava me humilhando! E pra fechar, o mastro do navio no meio da quadra ou fazia com que a minha bola desviasse de onde eu marcaria um ponto ou desviava de onde eu achava que viria e ia pro lado oposto da quadra (tipo, ao invés de vir em linha reta, ela batia no mastro no meio e desviava, fazendo um ângulo de 90º).

    Depois de matar mais uns chefes e fazer uns desafios razoavelmente complexo e me recusar a voltar em estágio e ganhar mais níveis, cheguei no último mundo e sofri mais na primeira fase, contra o Boom Boom, do que contra qualquer outro (convenhamos que foi a única partida de tênis de verdade daquele mundo). Ele não deixa as bolas passarem de jeito nenhum, é bem tenso e pra ferrar mais ainda, do meu lado da quadra tem um monte de mechatroopas andando e se explodindo, fazendo com que eu escorregue e fique um segundinho sem poder fazer nada.

    Havia a possibilidade de bater com a raquete e jogá-los pro lado oposto, mas a bola tinha que vir pra um lugar que tivesse um deles e depois os Boom Boom tinha que estar no mesmo lugar que ele explodisse para escorregar e ficar um segundo indisponível, o que raramente aconteceu.

    Achei muitas ideias boa mas um pouco mal executadas e sem sentido, apenas irritantes. Ainda assim, a campanha foi legal e me diverti um bocado nas 3 ou 4 horas que joguei a campanha

    MTA conta com uma boa variedade de modos, além da campanha. Há a possibilidade de jogar as Free Matches contra amigos ou bots, jogar single ou duos, alterar regras e tirar mecânicas desnecessárias e assim por diante.

    Particularmente eu gostei bastante do modo Swing. Nele, você joga com apenas um joycon, segurando-o como a uma raquete. Use o analógico pra se mover e o movimento dos controles para atacar. Pra quem gosta de imersão e simplicidade ou da época do Wii, vai gostar muito desse modo, que felizmente pode ser jogado de 1 até 4 jogadores.

    Pra quem gosta de competição, há um modo online bacana no estilo torneio. Infelizmente eu já vi inúmeras pessoas reclamando que na época isso dava certo, mas hoje você raramente encontra adversários, então eu não apostaria em seu online. Bizarramente, Mario Kark 8 Deluxe não tem esse problema.

    Mas pra ser sincero, MTA é mais um multiplayer mesmo, e daqueles de sofá. Se você tem amigos que jogar regularmente com você, é sim uma boa pedida. Eu não pagaria caro para jogar raramente ou muito menos para jogar sozinho.

    Resumindo: Mario Tennis Aces é um bom jogo, bem superior ao que foram as suas versões de Nintendo 3DS e Wii U. Com o advento da portabilidade e da facilidade de jogar nem que seja no Swing Mode, o jogo é sim uma boa proposta para grupos de amigos que curtam um jogo competitivo local.

    De bom: muito bonito (amei uma quadra da floresta e seu gramado). Modo campanha bacana também, embora não seja seu foco. Muitos modos de jogo, incluindo o que se usa movimentos do joycon. Muito divertido e simples de entender com várias pessoas jogando. Cutscenes e um mapa legal na aventura, assim como muitos dos desafios e extras.

    De ruim: mecânicas meio irritantes. Muitos comandos e uma profundidade meio desnecessária principalmente pra quem jogar mais casual ou rapidinho ali numa festa. Online morto. Não há a opção dos jogadores como quiserem: botões ou movimento numa partida, ou seja, ou todos jogam de uma forma ou de outra. Alguns desafios mais difíceis do que o necessário. Trilha sonora meio repetitiva (na campanha). Aparentemente não é possível jogar o Swing Mode no modo tabletop com 2 ou mais pessoas (mas esse jogo dá mais certo na TV de qualquer forma).

    No geral, curti a experiência e vou até cogitar trocar algum dos jogos que terminei nele pra jogar de vez em nunca quando a galera animar. Graças a deus rolou esse trial e já estou rezando pra quem venham mais todos os meses (tô de olho em você, Star Allies)! Jogue sim Aces, mas só tendo companhia!

    25
    • Micro picture
      kleber7777 · 10 months ago · 3 pontos

      Nunca conheci um único jogo de tênis ruim. Tá aí um esporte bacana que não experimento mais a um bom tempo.
      Quando tiver um Switch, será compra certa!

      1 reply
    • Micro picture
      sandrotoon · 10 months ago · 2 pontos

      Além daqueles que você disse eu sofri muito no kamek que era um rally de 400 pontos com aquele mastro no meio do barco... teve uma que eu perdi faltando 2 pontos pros 400
      Jogaço, vale muito a pena. Achei que eu ia finalizar e deixar quieto mas fiquei com vontade de comprar o jogo

      1 reply
  • supermarkosbros マルコス・アントニオ
    2018-11-24 20:05:33 -0200 Thumb picture

    Novos personagens em 2019

    "Luma, Pauline e Boom Boom"

    17
    • Micro picture
      rafa9000 · about 1 year ago · 2 pontos

      Vai ter mais algum alem desses esse ano? Alem do Dry Bone recem lançado.

      2 replies
  • supermarkosbros マルコス・アントニオ
    2018-10-29 18:48:46 -0200 Thumb picture
  • elfenor Mark SellenDorn
    2018-10-04 09:02:49 -0300 Thumb picture
    elfenor checked-in:
    Post by elfenor: <p>Finalizado.</p><p>(o modo aventura)</p>

    Finalizado.

    (o modo aventura)

    15
  • elfenor Mark SellenDorn
    2018-08-22 09:59:16 -0300 Thumb picture
    elfenor checked-in:
    Post by elfenor: <p>Joguei (<del>perdi</del>) online só uma vez para

    Joguei (perdi) online só uma vez para desbloquear o Blooper.

    Avançando no modo história. Acho que falta pouco pois dá pra ver o castelo do Bowser logo adiante.

    8
  • 2018-08-15 23:07:37 -0300 Thumb picture

    Mario Tennis Aces

    ...Nintendo anuncia novo bundle, exclusivo do Walmart.

    >>> Nintendo Switch

    >>> Mario Tennis Aces (cód. Digital)

    >>> 1-2-Switch (cód. Digital)

    O bundle custará $359,99.

    @u3marcos

    10
  • jugemu 寿限無
    2018-08-15 19:16:03 -0300 Thumb picture
    jugemu checked-in:
    Post by jugemu: <p>Mais um check-in que só serve para registar que

    Mais um check-in que só serve para registar que vi os créditos. ^^"

    O modo história é mais um modo tutorial que serve para treinar o jogador. É um pouco desafiador, mas mais na paciência do que na habilidade. ^^

    O forte do jogo mesmo é jogar online ou com outras pessoas. Joguei algumas vezes e perdi a maioria (para a alegria do meu irmão) Hahahaha... Mas mais por ser noob mesmo. XP

    P.S.: Essa assinatura do Mario é uma coisa muito legal e criativa. O desenho da assinatura é legal, mas o som que faz enquanto ele assina... o sujeito da Nintendo que teve essa ideia é um gênio. 

    16
  • marlonfonseca Marlon Fonseca
    2018-07-04 21:19:34 -0300 Thumb picture
    marlonfonseca checked-in:
    Post by marlonfonseca: <p><strong>Jogo finalizado #1924 - Mario Tennis Ace

    Jogo finalizado #1924 - Mario Tennis Aces (Nintendo Switch)

    Finalizado em 04.07.2018

    Mario Tennis é mais uma longeva franquia dentro do universo Mario mas antes desse aqui eu só havia jogado o de Virtua Boy(!!??).

    Além dos modos tradicionais, e, sem dúvidas, o multiplayer disso aqui deve ser viciante e divertido ao extremo, o game tem seu modo história intitulado de adventure.

    Nele, Mario deve percorrer 5 mundos e enfrentar duelos com rivais (sempre com um algo mais além de uma partida tradicional, desafios (importantes para conseguir raquetes melhores) e boss battles.

    Achei tudo muito bem integrado ao universo de Mario e ao esporte ainda que em alguns momentos senti o lado tênis da coisa ficando como um detalhe.

    Obviamente, especiais como uma câmera lenta e golpes certeiros fazem parte integrante da jogabilidade. E seu domínio é fundamental para o progresso no jogo.

    No geral foi (mais) uma boa experiência ao lado de Mario e sua turma.

    18
  • religiaogamer_ Religião Gamer
    2018-07-03 19:05:32 -0300 Thumb picture
    religiaogamer_ checked-in:
    Post by religiaogamer_: <p>#img#[564459]</p>

    7
    • Micro picture
      santz · almost 2 years ago · 2 pontos

      Preciso muito jogar algum jogo de esporte do Mario.

  • gan0nd0rf Luis Gomes
    2018-06-30 20:53:38 -0300 Thumb picture
    gan0nd0rf checked-in:
    Post by gan0nd0rf: <p>Avancei um pouco na campanha.&nbsp;</p><p>#img#[

    Avancei um pouco na campanha. 

    Ganhei fácil do macaco. 

    Mas apanhei das piranhas. 

    No modo campanha não pode usar os sensores de movimento... Único jogo que acho os sensores úteis. 

    Parece que pra jogar com movimentos só indo em um modo específico de jogo. 

    26

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...