Medium picture

thecriticgames Matheus Pontes

O Bruce Wayne do Alvanista. "BY THE PEOPLE FOR THE PEOPLE"


2 months ago 2019-04-17

Stinger

Stinger ou Moero TwinBee: Cinnamon-hakase o Sukue! (algo como Queime TwinBee! Ao resgate de Dr. Cinnamon) é a sequencia do primeiro game da série que independente da qualidade é dono do de um importante passo na história dos shoot'em ups que é a criação dos cute'em ups, a ramificação bonitinha e fofinha mas nem por isso menos infernal do gênero.

Stinger coloca o jogador novamente no papel da nave TwinBee e de sua irmã WinBee  (ou do novo irmão, GwinBee uma nave verde caso esteja jogando a versão americana) 100 anos após o primeiro jogo, as naves, agora pilotada pelos netos dos pilotos do primeiro game devem resgatar o criador das naves Dr. Cinnamon (que ainda esta vivo por ter sido colocado em estado criogênico) do novo antagonista Gattlantis, neto do vilão do primeiro jogo King Spice (e em nada um remete a outro o que é bizarro). A trama da versão americana conta com menos detalhes e com certas diferenças, com aliens vindos do planeta Attackon sequestrando Dr. Cinnamon que desenvolveu um poderoso adoçante, e que os mesmos planejam usar potencializado para transformar o planeta Terra numa bola de algodão doce gigante, non-sense demais até pra TwinBee.

Pelo menos agora o jogo possui um final enquanto no primeiro game ele simplesmente retornava para a primeira fase (a versão nipônica possui inclusive cutscenes exclusivas).

Dentre as novidades do jogo temos a capacidade de se jogar fases não apenas na vertical, mas na horizontal também (o que é o caso dos estágios 1,3 e 7), uma outra novidade é, pelo menos na versão nipônica, a capacidade de se jogar em três jogadores com auxilio de um adaptador (com o terceiro jogador controlando a nave verde, o irmão caçula GwinBee, já que nela o segundo jogador controla WinBee). O sistema de sinos retorna do jogo anterior, e continua uma porcaria, para quem não conhece ao atirar em nuvens no céu sinos passaram a voar pela tela e ao serem atingidos um determinado número de vezes mudam de cor oferencendo diferentes efeitos, os sinos amarelo (oferece pontos), azul (aumenta velocidade da nave) e branco (da tiro duplo) retornam, o sino vermelho que fornecia escudo passa a ser branco piscando em azul, alem deles há dois sinos novos, o rosa (da um poderoso canhão laser) e o branco piscando em rosa (da clones ao jogador, ou Options como são conhecidos no gênero), o sistema ainda é péssimo e uma loucura de se tentar utilizar pelos mesmos motivos do primeiro o que é brochante.

A nova perspectiva da uma dinâmica e uma variada simplória, mas legal pra época.

São 7 fases ao todo com um sistema de perspectiva alternado entre fases horizontais e verticais como mencionado la em cima (parece ser do gosto da Konami visto que a mesma ja usou disso a rodo em Contra). Assim como no game original as naves possuem tiros tanto aéreos como bombas terrestres para detonar alvos no chão, os inimigos são bem similares ao que ja se via no primeiro jogo, os chefes no entanto são diferentes e bizarros, enquanto no primeiro game King Spice e seus servos são diferentes naves cada um com sua própria forma de ataque os chefes do segundo jogo apelam pro bizarro antromorfizando coisas inanimadas, como uma melancia, um radio e até mesmo uma torneira com dentes. Graficamente o jogo melhorou, pouca coisa mais melhorou, cenarios com mais detalhes principalmente com auxilio d anova perspectiva, sonoramente a melhoria foi no mesmo nivel, composições um pouco melhores e um tanto mais variadas, nada la digno de extrema nota.

O modo de 3 jogadores podia ser jogado com auxílio de um acessório do Famicon Satllite ou o Four Score.

Stinger/Moer TwinBee é uma sequencia um pouco mais encaravel que se predecessor, há melhorias, mas os problemas principais permanecem inalterados, se puder encare a versão japa por ter mais cutscenes (e ainda o recurso para três jogadores caso você possa fazer uso!).

7.2 7.2 10
Overall
6.0 Gameplay
7.5 Story
8.5 Music
7.0 Graphics
Nova perspectiva, mais cutscenes (principalmente na versão niponica) e multiplayer para 3 jogadores (somente na versão niponica).
Sistema de power-up de sinos ainda é uma grande dor de cabeça; chefes.

3 of users found this review helpful.


Outras críticas do mesmo autor:

Keep reading → Collapse ←
Loading...