This game doesn't have any review. Be the first one to review it!

Add Review


  • fabiano_m_machado Fabiano M Machado
    2019-07-16 19:44:05 -0300 Thumb picture

    Primeiro jogo que tive quando comprei meu Phantom System

    Saudade do meu Phantom System que tinha e sempre quando lembro dele eu lembro desse jogo, era horas e horas jogando e ainda com a velha e boa pistola que vinha com o videogame, bom pelo menos no meu veio e esse era o unico jogo que tinha e eu e minha irma todos os dias ficavamos jogando, bons tempos.

    0
  • vinicios_santana Vinicios Santana
    2019-06-02 20:34:43 -0300 Thumb picture

    E então eu joguei bastante

    Olá, Vinicios aqui novamente falando de Boardgames e marcado o amigo @onai_onai 

    Se não quer perder as postagens desse tipo ou se já se encheu delas, só avisar que adiciono ou tiro seu nome da lista de pessoas legais. kkkk

    Nesse sábado a jogatina rendeu. Jogamos 3 jogos bem distintos, cada um com suas peculiaridades.

    E então eu joguei Wingspan.

    Desde o seu lançamento, venho vendo a atenção que o jogo tem recebido e estava bem curioso para jogá-lo, mesmo que o tema não me atraísse.

    Inicialmente os componentes chamam a atenção, houve um carinho ao fazer cada elemento do jogo. Seja o suporte para o mercado, os ovinhos, a lina dice tower simulando um comedouro, e culminando na arte, tanto do tabuleiro individual, quanto das aves.

    E já que o jogo se trata de aves, falemos delas, no meu jogo, usei muitas aves de rapina, e foi interessante ver como elas interagem entre si, todas têm seus habitats bem definidos, além de alimentos preferidos.

    O jogo consiste em fazer coleções de pássaros, buscando combos que lhe ajudem a optimizar suas ações, que vão ficando menores a cada turno que se passa.

    Algumas cartas repetem as habilidades com uma ou outra diferença, mas é esperado devido ao grande volume de aves.

    Quanto a polêmica dos nomes não traduzidos, não fez muita diferença na nossa mesa, sendo até um fator cômico ao tentarmos descobrir o nome que certas aves teriam no Brasil.

    Um ponto que chamou a atenção positivamente, é o fato de cada carta ter uma pequena curiosidade sobre a ave em questão, é algo bobo, que muitos podem nem perceber, mas que agrega e muito ao jogo, aprendi muita coisa bacana sobre aves durante a partida.

    Inicialmente achei que seria um jogo muito apertado, pela quantidade decrescente de ações, além da quantidade massiva de cartas, mas como são só 4 turnos e seu tabuleiro tem número limitado de espaços, se mostrou um jogo rápido e estratégico, poderia facilmente jogar mais de uma partida na noite.

    Com certeza quero o jogar mais vezes.

    Jogadores: Vinicios, Rafael e João Paulo.

    Vencedor: Rafael.

    Duração: 2 horas.

    E então eu joguei Warcraft The Boardgame com 4 jogadores.

    Era o momento que mais esperava da noite, a mesa estava posta, cada exército numa extremidade do mapa, tendo que se preocupar apenas em ser o último em pé.

    Seria épico, mas não foi.

    Não me entendam mal, o jogo é ótimo, eu estava adorando cada jogada, cada detalhe, mas o jogo foi longo e prometia durar mais uma hora, quando os player mostravam cansaço, até sono, o que acabou desmotivando a mesa e terminamos a partida, para não obrigar ninguém a jogar.

    Quais fatores nos levaram a esse ponto?

    Poderia apontar 3.

    1- Foi a primeira vez que jogamos o modo para 4 jogadores, então, mesmo o jogo sendo simples, haviam pequenas regras que causavam confusão e a constante interrupção para leitura de regras, acabou atrasando o jogo.

    2- Agrada mais aos fans da versão para PC; Aqueles que conheciam o jogo de computador, estavam embriagados a cada referência, programando os sons de suas unidades como se o mesmo acabasse de emergir da tela do monitor, mas para quem não conhecia o jogo original, era só um jogo de guerra sem propósito.

    3- Talvez o motivo crucial, ignoramos o aviso do manual de se jogar em equipes com 4 jogadores. A sede de sangue para uma partida free for all, acabou saindo pela culatra, o jogo ficou mais arrastado do que deveria e conseguir a pontuação requisitada era uma vitória digna dos mais persistentes guerreiros.

    Bom, o jogo não é ruim, longe disso, só pecamos em ter jogado errado, logo mais jogaremos uma nova partida, dessa vez respeitando as equipes, Horda vs Alliance, e como o trovejar das marchas de nossas tropas, ou o tintilar das espadas e escudos, mancharemos solo sagrado com sangue e nosso inimigo tombará aos nossos pés.

    Jogadores: Vinicios, Rafael, Fabiano e Ana Paula

    Vencedor: Ana Paula

    Duração: 3 horas e meia

    E então eu joguei Everdell.

    Quando o Rafael, dono do jogo, meu mostrou a caixa do Everdell, a primeira coisa que chama a atenção, é a belíssima arte com animais antropomorfizados, que no mesmo instante, me levou as memórias de fábulas e contos que ouvíamos quando criança, e com esse sentimento puro, que começamos a jogar.

    O jogo consiste em coletar cartas fazendo combos que optimizem sua pontuação, recolher recursos com seus trabalhadores no decorrer de 4 estações que tem tempo variado pra cada jogador, se você não comprar nada útil pra fazer seu jogo rodar, vai passa de estação rapidamente, enquanto os demais jogadores ainda colhem os frutos de suas jogadas.

    Ao passar de estação, novos trabalhadores são liberados para lhe ajudar a colher recursos para o inverno.

    A arte é impecável, no quesito das ilustrações, não há o que reclamar, muitas cartas, como do canário bardo, dariam facilmente um belo quadro decorativo. Os recursos, todos em plástico e muito bem acabados, são mais um ponto para a imersão.

    Os meeples personalizados são um charme a mais.

    Já um ponto negativo é a árvore de papel que orna a ponta do tabuleiro, apesar de ficar lindo na mesa, mais atrapalha que ajuda.

    Sua copa esconde as cartas e dependendo de onde vier a luz, mesmo vendo a carta, a sombra da copa o impossibilita de ler qualquer coisa.

    Sem falar que ela abriga os meeples a serem liberados, que ao mínimo esbarrão, podem voar pela mesa.Adoro elementos 3D no tabuleiro, mas creio que aqui, não foi bem implementado,

    Não se enganem com a temática boba e infantil, Everdell é um jogo extremamente estratégico e desafiador, fiquei vários minutos quebrando a cabeça e me descabelando, pensando em uma, duas, três estratégias, no fim, venci o jogo, por pouquíssima diferença, mas acredito que não explorei nem um terço desse bosque cheio de possibilidades.

    Jogadores: Vinicios, Rafael, Fabiano e Ana Paula.

    Vencedor: Vinícios

    Duração: 2 horas

    Esses foram os jogos que joguei nesse sábado. Foi um dia muito divertido. Reunir com os amigos é sempre bom.

    Espero que tenham gostado do texto,assim que jogar mais alguma coisa, postarei por aqui.

    E lembrando, sigam o instagram  boards_and_boards, por lá sempre há fotos das jogatinas do grupo que participo.

    18
    • Micro picture
      jcelove · 4 months ago · 2 pontos

      Acho massa esses boardgames cheios de elementos, mas nao tenho paciencia nem ameegans pra sessoes de 2h de jogatina.hehe

      4 replies
    • Micro picture
      onai_onai · 4 months ago · 2 pontos

      Poxa que legal, nunca joguei nenhum desses jogos e que inveja, queria ter jogado com vocês. Haha... Uma coisa que sempre faço, todas as vezes vou jogar algo, um dia antes da partida sempre leio o manual de regras e tiro todas as minhas dúvidas, por mais que eu já tenha jogado o jogo sempre tem alguma regrinha que acaba escapando...

      1 reply
  • leandro Leandro Lopes
    2018-09-25 20:28:09 -0300 Thumb picture
    Post by leandro: <p>Jamais sabia disso. É serio que podemos controla

    Jamais sabia disso. É serio que podemos controlar o pato no segundo controle ??

    36
  • jonatasbermudes Jonatas Bermudes
    2018-06-19 21:55:15 -0300 Thumb picture

    Desafio dos 10 Games - Dia #1

    Medium 560190 3309110367

    @desafio dos 10 games que causaram impacto em mim e que consiste em colocar uma imagem apenas, sem explicação. Um game por dia e a cada game, indicar um amigo para participar.

    Quase todo mundo já deve ter sido marcado, então se vc viu essa postagem, fique à vontade pra participar! :)

    13
    • Micro picture
      caramatur · about 1 year ago · 2 pontos

      Classicão! (Só de olhar já dá pra ouvir a risada, kkk)

  • 2018-05-10 09:01:21 -0300 Thumb picture

    #69 - Duck Hunt [NES] 1984

     Em 1973, a Nintendo desenvolvia Arcades com tecnologia de pistolas de luz, onde ela captava a luz emitida pelo televisor para conseguir ler onde o jogador estava apontando. Essa tecnologia era antiga e já foi implementada nos jogos de tiro do primeiro Odyssey de 1972. Pois bem, em 1976, dentre os vários jogos nesse estilo, o jogo de caça aos patos ficou bem famoso no Japão, com isso, a Nintendo resolveu lançar o acessório para o Famicom que permitia “disparar” contra a sua televisão, a pistola Beam Gun. O jogo de caça aos patos foi adaptado para o console, com visual cartunesco. Aqui, estamos diante de um matagal e devemos atirar nos patos que aparecem voando. Feito isso, o nosso simpático cachorrinho levanta o pato abatido e se prepara para o próximo. São 10 patos no total e devemos acertar pelo menos a metade para prosseguir.

     - Um jogo bem simples e um tanto quanto repetitivo, voltado mesmo para a criançada. Há 3 modos de jogo, no modo A, aparece 1 pato por vez na tela e o jogador 2 pode controlar esse pato usando o controle. No modo B, são 2 patos na tela e no modo C, que é o mais difícil, devemos acertar 2 pratos arremessados que vão ficando cada vez menores no horizonte. Temos apenas 3 tiros para acertar os alvos, então nos modos B e C só podemos errar uma única vez. Uma coisa que ficou marcante no jogo é a risada do cachorro toda vez que deixamos os patos fugirem. Os gráficos possuem cores vivas e efeitos sonoros marcante, destaque para a música inicial. A ideia de ficar dando tiros na tela da televisão é bem interessante.

    Nota pessoal: ★★★☆☆

    @andre_andricopoulos, @filipessoa, @cleitongonzaga, @jack234, @old_gamer, @ziul92, @mardones, @porlock, @darlanfagundes, @velhoretrogamer, @jokenpo, @darth_gama, @armkng, @lgd, @luizkorynga, @marlonildo, @joanan_van_dort, @zak_yagami, @volstag, @manoelnsn, @shuichi [Quem quiser ser marcados nas próximas postagens, é só botar nos comentários]

    60
  • 2018-02-20 11:41:33 -0300 Thumb picture

    Aparição em Pixels.

    Medium 527329 3309110367

    Foi um dos prêmios por ganharem a partida. 

    2
  • jesspras Jessica
    2017-10-10 12:02:52 -0300 Thumb picture
    Post by jesspras: <p>duck hunt em html e css.&nbsp;</p><p>É bugado...

    Medium 481847 3309110367

    duck hunt em html e css. 

    É bugado...pelo menos o pato morre quando clica em cima xD

    13
  • 2017-05-12 19:24:34 -0300 Thumb picture

    Duck Hunt Dog (remorso)

    Agora você sabe porque não teve continuação desse jogo.

    39
    • Micro picture
      santz · over 2 years ago · 4 pontos

      Na hora que o cão apresentou o pintinho, achei que ele ia pegar a zapper.

    • Micro picture
      llipefarias · over 2 years ago · 3 pontos

      É no fim o dono pega e mata ele tbm rs. Pq eu disse isso? Que triste :(

      1 reply
    • Micro picture
      eileen · about 2 years ago · 2 pontos

      ownnnn

  • fredson Fredson Ricelli
    2017-03-24 13:06:26 -0300 Thumb picture
    fredson checked-in:
    Post by fredson: <p>Ok, não resisti. XD</p><p><a href="https://www.y

    Ok, não resisti. XD

    Será que só eu fiz isso? @msvalle, @montanaro, @gossouza, etc.

    Btw, nunca vi nenhum merchant pedir goose bone/skin pra trocar por arma. (E quem souber, não precisa me falar)

    21
    • Micro picture
      fredson · over 2 years ago · 3 pontos

      @duck hunt! XD

      1 reply
    • Micro picture
      montanaro · over 2 years ago · 2 pontos

      Eu acertei uns dois desse até agora, mas não acho que foi por competência... hehehe Esse é o tipo de coisa que valeria troféu.

      1 reply
    • Micro picture
      msvalle · over 2 years ago · 2 pontos

      Quem nunca? huahuahua

  • 2017-01-02 21:10:15 -0200 Thumb picture

    Como funciona a pistola Zapper do NES

    No mundo dos games sempre contamos com inovações muito legais para melhorar a nossa experiencia com o jogo o legal disso é que a cada ano novas tecnologias vão surgindo e com isso cada vez mais, nos sentimos mais dentro de uma realidade  :)

    Hoje vou tentar explicar como funcionava uma dessas tecnologias a Zapper 

    De exemplo para explicar vou usar o game Duck Hunt que acho que é o mais conhecido entre a galera 

    Ao apertar o gatilho da pistola, uma espécie de interruptor ativa a passagem de energia para o sistema integrado do fotodíodo da pistola e este mesmo é acionado

    Neste momento no jogo  que a tela pisca, em um tempo muito rápido (um frame) ela fica inteiramente preta e o fotodiodo registra essa informação, logo após aonde o pato estava "aparece" um retângulo branco 

    (se forem dois patos as partes brancas são mostradas com tempo diferentes para o console saber qual pato foi acertado)

    O fotodíodo (uma luz igual a do infravermelho do controle remoto) é acionado e por um tempo pequeno ele capta informações luminosas. Se ele captar a mudança de cor de preto para branco do retângulo, é enviado um sinal ao console que junto ao cartucho decodifica as informações como sendo acertado o pato e este consequentemente aparece morrendo na tela, o cachorro levanta o cadáver e aumenta a pontuação. 

    Se o fotodíodo captar pouca ou nenhuma mudança de luz é enviado outra informação ao console e este processa que você errou o pato, o pato foge e o cachorro ri de você descaradamente.

    e é assim meu colegas que funciona a Zapper :)

    Espero que tenham gostado :)

    37
    • Micro picture
      willguigo · over 2 years ago · 3 pontos

      Duck Hunt é top, the best fps

      1 reply
    • Micro picture
      joaops1997 · over 2 years ago · 3 pontos

      Interessante. Um tempo desses eu estava me perguntando como funcionava mesmo.

      1 reply
    • Micro picture
      jonatasbermudes · over 2 years ago · 2 pontos

      Então se eu apontar a arma sempre pra um quadrado branco numa tela preta (no celular, por exemplo), eu sempre vou "acertar" o pato? :D

      6 replies

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...