This game doesn't have any review. Be the first one to review it!

Add Review


  • 2019-04-27 12:05:22 -0300 Thumb picture

    Castlevania Bloodlines Retro-Review

    Com certeza um dos melhores games de ação, não só do Mega Drive como de toda a geração 16 bits. Impressionante o trabalho que fizeram com esse game no hardware do Mega. Um claro exemplo do tipo de empresa que a Konami já foi um dia.

    2
    • Micro picture
      thejosephkorso · about 2 months ago · 1 ponto

      Acabei de fazer legenda pra terceira parte da retrospectiva da série e Bloodlines é um que nunca joguei. Mas por ter tido SNES ao invés de Mega Drive. Eu vejo que teu trabalho é esmerado, mas no youtube a coisa tá lenta. Você usa as framentas de metadados por lá?

  • mastershadow mastershadow
    2018-12-24 11:32:00 -0200 Thumb picture
    mastershadow checked-in:
    Post by mastershadow: <p>Zerado!<br><br>Com esse, cheguei a 29 games zera

    Zerado!

    Com esse, cheguei a 29 games zerados esse ano, a meta é chegar nos 30, provavelmente eu zere o Order Of Eclesia essa semana.e ai fecha essa meta haha.

    Desta vez, foi a terceira vez que termino esse game, zerei a versão Americana e Europeia a muitos anos, agora zerei a versão japonesa, chamada Vampire Killer, ela não tem censura nenhuma, é mais rápida,os personagens se movem mais rapidamente e os inimigos também,o jogo roda a 30 frames nessa versão, além de poucas mudanças nos cenários e uma dificuldade mais equilibrada.

    Um dos melhores Castlevanias , trilha sonora é perfeita e combina com cada cenário, que são lindos por sinal, recomendo demais esse game!

    45
  • mastershadow mastershadow
    2018-12-17 11:10:14 -0200 Thumb picture
    mastershadow checked-in:
    Post by mastershadow: <p>Domingão de ontem,rejogando esse clássico do Meg

    Domingão de ontem,rejogando esse clássico do Mega,(emulando no Nintendo WII) e um dos melhores Castlevânias do estilo clássico, ficando pau a pau com o Rondon Of Blood em minha opnião!

    37
  • lgd Leandro "Tommy"
    2018-10-20 21:11:46 -0300 Thumb picture
    lgd checked-in:
    Post by lgd: <p>Muito bom, uma agradável jogatina, ainda mais de

    Muito bom, uma agradável jogatina, ainda mais depois de descobrir que o password é quase um save!

    6
  • darlanfagundes Darlã Fagundes
    2018-10-20 20:09:28 -0300 Thumb picture

    Live!

    O @lgd tá ao vivo jogando esse jogo!

    16
  • italochianca Italo Chianca
    2018-09-27 08:44:48 -0300 Thumb picture

    CASTLEVANIA: BLOODLINES: UMA JORNADA SANGRENTA NO MEGA DRIVE

    Medium 588435 3309110367

    Exclusiva dos consoles da Nintendo desde sua origem, a série Castlevania seguiu um novo caminho na história dos videogames em 1994, quando Castlevania: Bloodlines foi lançado exclusivamente para o Mega Drive, apresentando um game violento e divertido no auge da Guerra dos Consoles. 

    Acesse a matéria com a análise completa CLICANDO AQUI

    4
  • jeffroupinha Jefferson Lima Roupinha
    2018-08-22 19:43:40 -0300 Thumb picture

    Sega e Vampiros

    Medium 3664061 featured image

    Historicamente os vampiros da Konami nunca foram numerosos em plataformas do ouriço azul, tendo somente dois jogos de peso nas plataformas da Sega, sendo eles no Mega Drive e no Saturn. No entanto um fato curioso são dois jogos que foram cancelados um para 32X e outro para o Dreamcast. Então é hora de conhecer melhor a história dos sugadores de sangue da Konami nos videogames da Sega.

    Para o Sega Dreamcast, Castlevania: Resurrection, o qual foi cancelado em março de 2000, era destinado a ser o 17º título da série Castlevania,  este também seria o terceiro jogo Castlevania para entrar no reino 3D.
    Já que a Konami estava se aventurando com a série no N64, com resultados mistos de boas ideias em jogos fracos. Muito da experiência adquirida nos títulos de N64 seriam experimentados no 128 da Sega.

    O jogo do Dreamcast era para se concentrar em Sonia Belmont, e um novo personagem, Victor Belmont, um caçador de vampiro que tinha abandonado sua linhagem. A história se passa em 1666, imediatamente antes da aventura de Simon Belmont nos Castlevania originais.

    Greg Orduyan, o diretor de arte para o jogo, é até hoje o único membro da equipe do projeto que revelou o controverso desenvolvimento do jogo. E seu cancelamento é creditado a muitas coisas, incluindo desacordos entre as equipes japonesas e equipes americanas da Konami, e a morte do Dreamcast pós o anúncio da Sony PlayStation 2.

    Dois personagens principais, boa música, aventura, ação e puzzles, seria um jogo em tanto na plataforma da Sega mas ficamos só na vontade.
    No entando outros jogos fizeram parte da história da Sega com os vampiros da Konami.

    Para Mega Drive, Castlevania: Bloodlines é o único jogo da série Castlevania que foi lançado para Mega Drive/Genesis. Ele foi desenvolvido e publicado pela Konami e foi primeiramente lançado para a América do Norte em 1 de junho de 1994. 

    Com belos visuais, boa música, level design e com um de seus heróis com feições femininas. Castlevania: Bloodlines nos traz uma história situada em 1914 e contrasta com os eventos da primeira grande guerra.

     A feiticeira Drolta Tzuentes ressuscita, Elizabeth Bartley, uma condessa conhecida como "a sobrinha de Drácula" (a qual é baseada em Elizabeth Báthory), que decidiu trazer Drácula à vida. Para isso, ela assassina o príncipe herdeiro da Áustria, iniciando assim a Primeira Guerra Mundial, para que as  almas sacrificadas na durante a guerra estivessem disponíveis para seu propósito maligno.
    Mais tarde, em 1917, Elizabeth parte em uma jornada pela Europa, recolhendo as almas dos mortos para seu plano de reviver Drácula. No encalço da vampira, John Morris, usando do chicote "Vampire Killer", e seu amigo Eric Lecarde, usando sua lança, partem juntos em uma jornada para deter Bartley e Drácula.

    Na casa dos cancelados junto do Dreamcaste temos para 32x, Castlevania: the bloodletting ou o derramamento de sangue para o periférico de mega, o 32X e Sega Saturn. Seria a entrada da serie nos 32 bits. Um dos primeiros anúncios do jogo foi na edição de dezembro de 1994, da revista Player Games, que lista "Castlevania" para 32X com lançamento já definido nos EUA. 

    A produção do jogo começou após o sucesso de Tokimeki Memorial, que foi lançado em 1994 e teve Koji Igarashi como desenvolvedor. Devido ao sucesso de Tokimeki Memorial, foi dado o direito de Koji Igarashi trabalhar em qualquer jogo que ele escolher, e optou por fazer um novo Castlevania.

    Pouco se sabe sobre a 32X Castlevania, só que ele teria tido lugar cronologicamente algum momento depois Castlevania: Rondo of Blood e teria, Richter Belmont, Maria Renard e um personagem desconhecido chamado de "rival".

    Apenas três sprites do jogo de 32X foram liberados ao público; cada em uma pose para os três personagens já mencionados. O sprite de Richter seria re-trabalhado e reciclados em Symphony of the Night, enquanto o sprite do rival é baseado na aparência de Richter em Rondo of Blood.

    Originalmente era previsto para ser lançado em 1996 e possivelmente até 1997 e foi aos poucos sendo deixado de lado até seu cancelamento. Na sequência do cancelamento do jogo, boa parte da equipe foi colocada no desenvolvimento de Symphony of the Night, que eventualmente foi lançado em Março de 1997 para Sega Saturn.

    O jogo de 32x acabou por ser reformulado em Castlevania: Symphony of the Night.

     A versão PlayStation foi desenvolvida pelo estudio KCET da Konami, e outra equipe a KCEN foi designada para trabalhar no "reforçado" port de Saturn algum tempo após o lançamento do jogo no Playstation.

    No Sturn Sotn recebeu uma versão maior e mais completa do game, com mais cenários e personagens que são possíveis controlar como Maria e Richard.
    Esse é tido por boa parte do público como o melhor jogo do gênero, é não é para menos, visualmente, musicalmente e com gameplay impecável, faz de Sotn um dos melhores jogos de todos os tempos.

    31
    • Micro picture
      santz · 10 months ago · 1 ponto

      Pô Konami, que mancada. Esse Castlevania de Dreamcast parecia ser muito da hora. De repente, dava um gás para o console da Sega.

      2 replies
    • Micro picture
      artigos · 10 months ago · 1 ponto

      Parabéns! Seu artigo virou destaque!

    • Micro picture
      kess · 10 months ago · 1 ponto

      Uma pena, o conhecimento que tenho de alguns jogos cancelados, parece que seriam tão interessantes, uma pena que nem todos conseguem ver a luz do dia...

  • volstag Guilherme De Assis Pinto
    2018-08-12 18:44:19 -0300 Thumb picture
    volstag checked-in:
    Post by volstag: <p>Em todos estes anos nessa industria vital, que e

    Em todos estes anos nessa industria vital, que eu me lembre, nunca tinha terminado com o Jonatan, só com o Erik, isso porque de primeira eu fui muito com a cara dele e achei interessante uma abordagem de não usar chicote, a arma clássica de todos os outros jogos.

    Mas antes tarde do que nunca né.

    De qualquer forma, o que posso dizer desse jogo, ele aproveitou muito bem os recursos do console, e apresentou algo nos moldes nintendinho, porém superior graficamente e sonoramente, mas mantendo o espírito da coisa, diferente do Super Castlevania 4, que já teve diferenças monstras até no tamanho do personagem na tela.

    Só quero dizer com isso que notar essas evoluções em cada geração, e apreciá-las é o que tem de realmente bom quando se joga um bom jogo clássico.
    Esse foi um jogo que fiquei muitos anos sem rejogar, e praticamente metade dele eu já não lembrava mais como era, o que é muito bom hahaha

    Os chefes e os estágios são tão bonitos, e a jogabilidade tão gostosa que quando a gente percebe já passou tanta coisa, tirei trocentos prints, mas como aqui só cabem 10, e também pouco importa exatamente pra galera eu encher de imagem né hahaha.

    O povo que faz jogo retrô hoje em dia, devia dar uma boa olhada nesse jogo, é impressionante a simplicidade e criatividade que tiveram.

    ”Hey Frank, falando francamente...”

    ”Aê... onde você achou esse brinquedo menino, me ajudaria muito andar num desses”

    ”Toma estilingada Morte fedida!”

    ”Toma estilingada mulher feia!”

    Sim, esse é o print mais bosta que você verá em toda a história desse jogo, matei o Drácula mas infelizmente ficou um lixo a imagem hahahaha, quem mandou ele se esticar né?
    Bom, é isso ai, acabei pondo muita imagem, então não vou colocar nenhuma foto ”the end” como sempre faço.

    40
    • Micro picture
      manoelnsn · 11 months ago · 3 pontos

      Esse eu tenho vontade de jogar, mas como muita coisa do megadrive, sempre acabo empurrando ele com a barriga

      5 replies
    • Micro picture
      topogigio999 · 11 months ago · 2 pontos

      Esse jogo é muito bom, sofri um pouco pra fechar, mas gostei muito....

    • Micro picture
      pauloaquino · 11 months ago · 2 pontos

      Será que você chega no "vampiro raíz"?
      (porque vampiro que é vampiro só não encara UMA coisa: sol)

      2 replies
  • vinicios_santana_3 Vinicios Santana
    2018-06-29 12:48:20 -0300 Thumb picture

    ÚLTIMO DIA DA CAMPANHA

    Pessoal, mais um post rápido pra falar que hoje é o último dia da campanha do Catarse.

    Ainda da tempo de apoiar.

    Vou ir dando notícias do desenvolvimento por aqui.

    Link da campanha

    https://www.catarse.me/hunter_ebc6?ref=project_lin...

    Quem ler no Tapas, me segue lá, ajuda a mais pessoas conhecerem o trabalho.

    Quem ler no app Agakê, comenta lá o que está achando também.

    E claro, caso queira a HQ impressa, apoie a campanha no Catarse.

    Link do Tapas

    https://tapas.io/episode/1082002

    Postagens anteriores:

    http://alvanista.com/tag/hq-hunter

    O projeto tinha a estimativa de 1 ano e assim que finalizado, iria abrir um financiamento coletivo, consegui concluir a HQ e abrir o financiamento em 6 meses.

    Marcando o pessoal das artes rs.

    Se mais alguém desejar ser marcado nas postagens com temática artísticas, ou conheça alguém que possa se interessar, ou ainda, que não deseje mais ser marcado, só avisar.

    Grande abraço pessoal.

    @oda_oficial

    @elionazio, @filp, @fragucci, @ghostsnakin, @hard_frolics, @hilquias, @irix, @jugemu, @laumiramos, @lcirilo, @manoelnsn, @negosouls, @nono, @rafaschiabel, @typhonite, @filipessoa, @inksketch, @jokenpo, @ralphdro, @vinicios_santana_3, @waterstill , @mastermune, @augusto_sander, @ermeson, @tiagoandrade, @douglascruz19, @jlribeiro, @database_, @jonassouza, @mateusfv, @juca87, @blinkn, @anebarone

    32
  • comudomega Mega Drive
    2018-06-13 19:41:16 -0300 Thumb picture

    Um título único

    Considerado um dos melhores Castlevania feitos, Bloodlines viria a ter uma continuação muito tempo depois com o Castlevania: Portrait of Ruin.

    Este jogo traz dois personagens que estão ligados a família Belmont, John Morris, que usa a Vampire Killer para destruir os inimigos a sua frente, mas como não sendo um verdeiro Belmont, tem problemas de acessar o verdadeiro poder do chicote e Eric Lecarde, que faz parte do Clan Lecarde que fora designado a portar a lança de Alucard.

    Havia a pretensão de lançar um outro jogo para a plataforma da SEGA, no caso para o Addon 32X que viria a ser chamado de Bloodletting e que se passaria algum tempo depois que Rondo of Blood.

    13
    • Micro picture
      pauloaquino · about 1 year ago · 2 pontos

      Eu já passei pela experiência de jogar esse Castlevania e foi bem divertido.

    • Micro picture
      pauloaquino · about 1 year ago · 2 pontos

      Será que é um Castlevania "raíz"?
      Que nem o meu lance com o A Link to the Past, que muitos aqui viram.

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...