This game doesn't have any review. Be the first one to review it!

Add Review


  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2019-04-24 10:31:23 -0300 Thumb picture

    CHECK IN ATÔMICO (SHARE)

    Descoberto o motivo do desaparecimento das pessoas no assentamento do estádio de futebol: pessoas estão sendo picotadas vivas e suas carnes vendidas para deliciosos pratos culinários...

    Fui correndo ligar pra polícia mas...o orelhão não funciona há um bom tempo!😖

    Noutra missão paralela vou em busca duma caça ao tesouro. Reviro tumbas e descubro uma bela espada com um saco de dinheiro 🤑

    Sentindo-me num set de THRILLER, necróticos aparecem pra me esfolar vivo!!!😈

    Melhor procurar outro local pra explorar...

    No meio do caminho, destruo por completo um sintético (neste estado robótico são classificados como ESTÁGIO 1, os de ESTÁGIO 3 assemelham-se bastante aos humanos).

    Entrei num prédio, e encontrei um necrótico "peidorreiro". Sua cabeça é dividida em dois pedaços...🤗

    Peguei no flagra! Vou dar uma pausa nos tiroteios e me enfiar bem ali no meio...😏

    JASON VORHEES me dá dicas sobre onde encontrar mais cabeças pra estourar...

    Quando o papo com Jason começou a ficar chato ao falar de sua querida mãezinha, eu saí pra me distrair por ae (ou seja, aquelas HEADSHOTs que tanto apreciamos).

    A América no ano de 2077 era uma terra cheia de grandes realizações de tecnologias avançadas e conflitos civis terríveis. Assim como em qualquer época, a maior parte das pessoas comuns queria apenas uma coisa: uma vida feliz e pacífica. O que eles conseguiram foi a aniquilação nuclear completa! 

    Me despeço com essa belíssima trilha (o game possui uma excelente seleção de músicas antigas.

    28
    • Micro picture
      ryou · 5 months ago · 2 pontos

      "pessoas estão sendo picotadas vivas e suas carnes vendidas para deliciosos pratos culinários"
      Raul Seixas, é você?

      3 replies
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2019-04-18 11:21:05 -0300 Thumb picture

    CHECK IN ATÔMICO (SHARE)

    Saí do INSTITUTO e entreguei o antídoto que lá encontrei pro MUTANTE se transformar num HUMANO...

    Ainda pensativo sobre a existência dessa "lenda urbana" (O INSTITUTO), vou visitar uma galera. Obviamente fui abordado no meio da floresta...

    Olha meus brothers ae, levei até o doguinho...

    Percebi que me faltam apenas 03 bonecos... O mundo é grande e preciso olhar no YOUTUBE agora!

    Olha que sacanagem: passei aqui antes, vi o carro com o boneco e achei engraçadinho a homenagem aos carros ROLLS ROYCE. Mas não é que o boneco é pra pegar? 🤣 Então considero que esqueci apenas 2 mesmo...

    Distraído, dei chance a outro filho da puta tentar me matar, mas acabou perdendo a cabeça...🤗

    O outro boneco perdido está bem a mostra e também por aqui passei. O real motivo de não ter explorado esse cantinho... sinceramente não sei!😖

    Mais um desgraçado me aparece para perder a cabeça...

    O terceiro e último foi o mais complicado. Originalmente ele fica no topo da lixeira ou bem encostadinho na pilastra. Mas ocorreu um tiroteio nesse local com direito a granadas e esse boneco saiu de sua posição original 😖

    Pronto. Todos bonecos coletados. Sinto estar próximo do fim então foco em algumas sidequests. Vou ficando por aqui, investigando esse estabelecimento comercial suspeito...com aquele rastro de sangue mais suspeito ainda indo diretamente para aquele porão. O que será que lá acontece?

    A América no ano de 2077 era uma terra cheia de grandes realizações de tecnologias avançadas e conflitos civis terríveis. Assim como em qualquer época, a maior parte das pessoas comuns queria apenas uma coisa: uma vida feliz e pacífica. O que eles conseguiram foi a aniquilação nuclear completa! 

    Me despeço com essa belíssima trilha (o game possui uma excelente seleção de músicas antigas.

    27
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2019-04-03 10:25:13 -0300 Thumb picture

    CHECK IN ATÔMICO (SHARE)

    Após 1 ano de check ins, finalmente bora pro INSTITUTO!

    O lugar é maravilhoso...

    Mas o mais legal é...

    ...a criação de...

    ..."BOFES ESCÂNDALOS".😏

    Vou fazer uns 10 desses pra mim!🤗

    "BOY MAGIA"🤩 pronto pra ser usado!!!

    Por aqui encontro o antídoto para o "DOUTOR MUTANTE" virar humano novamente (sub quest requisitada nos check ins atrás)

    Mas o mais chocante mesmo não foi a criação de "boy magia", mas o encontro desses dois grandes personagens. Me fez questionar se eles realmente são reais...ou se o que dizem é verdade!

    Saindo do INSTITUTO percebi que já explorei bastante, mas há muito o que explorar ainda...

    A América no ano de 2077 era uma terra cheia de grandes realizações de tecnologias avançadas e conflitos civis terríveis. Assim como em qualquer época, a maior parte das pessoas comuns queria apenas uma coisa: uma vida feliz e pacífica. O que eles conseguiram foi a aniquilação nuclear completa! 

    Me despeço com essa belíssima trilha (o game possui uma excelente seleção de músicas antigas.

    27
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2019-03-25 18:01:25 -0300 Thumb picture

    CHECK IN ATÔMICO (SHARE)

    Já tô pronto (e bem alimentado) pra explorar...

    ...essa área bizarra extremamente repleta de radiotividade.

    Conheci um doutor que diz existir no INSTITUTO uma fórmula para que ele possa novamente ter um aspecto humano. Bem, quando eu chegar lá...tentarei te ajudar, amigão!

    Mas bora explorar outros lugares. O engraçado é que a parceira robô CURIE não sabe nadar...kkkk

    A DENGUE aumentou 61% no BRASIL...parece que em FALLOUT também!

    Bora pra cidade. Visual mais bonito...e acho que com menor índice de dengue.

    Mas não significa que será uma exploração fácil. 

    Pelo menos estou bem armado! 🤠

    Atingí nível máximo com a CURIE! É incrível o quão apaixonado essa "sintética" está comigo...Até aqui já cheguei ao nível 75 de meu personagem.

    Tô pronto pra me teletransportar para o INSTITUTO...porém com "medinho". E se acontecer como no filme "A MOSCA"?🦟

    A América no ano de 2077 era uma terra cheia de grandes realizações de tecnologias avançadas e conflitos civis terríveis. Assim como em qualquer época, a maior parte das pessoas comuns queria apenas uma coisa: uma vida feliz e pacífica. O que eles conseguiram foi a aniquilação nuclear completa! 

    Me despeço com essa belíssima trilha (o game possui uma excelente seleção de músicas antigas.

    31
    • Micro picture
      onai_onai · 6 months ago · 2 pontos

      Eita, o tamanho desse mosquito! Hehe...

    • Micro picture
      rcukierti · 6 months ago · 2 pontos

      Achei que fosse um ogro nerdão XD

      1 reply
    • Micro picture
      fabiorsodre · 6 months ago · 2 pontos

      Dengue apocalíptica

  • anebarone Ane
    2019-03-17 02:23:29 -0300 Thumb picture

    1000 coisas

    Passou o dia da mulher e fiquei vendo umas coisas da medusa, aí fui fazer algo antes de dormir.

    Adoro ver teorias, estudos e reinterpretações do mito, sempre acho algo bacana (não necessariamente histórico, só interessante mesmo).

    Algumas das leituras e inspirações:

    http://www.inquiriesjournal.com/articles/103/hell-...

    https://imgur.com/gallery/2pAmR

    http://www.english.illinois.edu/maps/poets/a_f/bog...

    Imagem em alta resolução e vídeo com a pintura antes de ser editado liberado pros apoiadores

    Também arrumei umas proporções da sole survivor de 2017, o corpo estava pequeno e faltavam alguns sinais de idade/sol no rosto. O gif comparando as duas versões também foi parar na pasta dos apoiadores

    Pra quem quiser ver todas as minhas fanarts, deixo no tumblr um megapost com todas as tags: 

    http://anebarone.tumblr.com/fanarttags

    E o vídeo com o processo de pintura do Mollymauk, do Critical Role, agora tem versão com áudio em português:

    Também ando procurando estúdios de ilustração / jogos por SP para sondar. Os freelas estão indo bem e as campanhas aliviam muito, mas não sei se consigo me manter só com eles nos próximos meses. Se souberem de estúdios bacanas, let me know. Estúdios de design também.

    Ando fazendo uns updates mais pessoais pelo Patreon (nos posts públicos, é só seguir), IG ou Twitter, para quem quiser.

    Site | APOIA.se | Podcast | Facebook | Twitter | Youtube | Instagram | Lojas: Colab55, Redbubble e Society6

    Se quiserem ser marcados em desenhos futuros, me avisem (se quiserem deixar de ser marcados, tb me avisem!)

    Amigos que pediram para ser marcados

    @jokenpo @drodro @laumiramos @darlanfagundes @inksketch @ermeson @flaviohideki @raccoon @typhonite @akromvaleth @ralfrisi @tiagoandrade @marcusmatheus @sugarbae @vinicios_santana_3 @manoelnsn @wildwolf @raquelita @kratos1998 @tiagoandrade @onai_onai @manoelnsn @volstag @ticianavalle @roberto_monteiro

    47
    • Micro picture
      vinicios_santana · 6 months ago · 2 pontos

      Caramba, adorei o quadrinho mudo da medusa,bem trágico e coloca ela mais como uma vítima de sua própria situação.

      2 replies
    • Micro picture
      manoelnsn · 6 months ago · 2 pontos

      Ficaram lindonas!

    • Micro picture
      marcelomalss · 6 months ago · 2 pontos

      Lindas artes. Mandou ver!

  • leoaldrighi Leonardo Heling Aldrighi
    2019-03-15 20:40:39 -0300 Thumb picture
    leoaldrighi checked-in:
    Post by leoaldrighi: <p>#img#[623963]</p><p>agora voltar para a saga de

    agora voltar para a saga de Felipo na terra destruída de Fallout, sim eu fiz outro personagem  

    10
  • leoaldrighi Leonardo Heling Aldrighi
    2019-03-12 22:47:04 -0300 Thumb picture
    leoaldrighi checked-in:
    Post by leoaldrighi: <p>Resolvi voltar a jogar só que agara com um perso

    Resolvi voltar a jogar só que agara com um personagem bem feito primeiro Fiz o Juão

    mas ai tava muito bonito

    dai fiz o Tinhão que ficou perfeito

    Bora recomeçar a historia 

    12
  • andre_andricopoulos André Zanetti Andricopoulos
    2019-03-12 22:06:47 -0300 Thumb picture

    CHECK IN ATÔMICO (SHARE)

    Encontrei o "HOMEM SEM SOMBRA"! Mentira... é bug mesmo! 😂

    "Dorgas mano...muitas dorgas"😎

    Mas bora focar num caso interessante...que é transformar a amiguinha de CODSWORTH numa (aparente) humana. CURIE é seu nome, olha ela ae!

    Essa cadeirinha faz milagres...

    Ficou gata, não?

    Com ela derrotei ursos...

    Toupeiras... e a medida que avançamos juntos, CURIE fica excessivamente apaixonada por mim. 

    Bora jogar um mini game pra distrair. Claro que tinha de ser do BÁRBARO.

    É o minigame que mais curti jogar...

    Jogando um game...dentro de outro game. Gostei tanto que até zerei!

    A América no ano de 2077 era uma terra cheia de grandes realizações de tecnologias avançadas e conflitos civis terríveis. Assim como em qualquer época, a maior parte das pessoas comuns queria apenas uma coisa: uma vida feliz e pacífica. O que eles conseguiram foi a aniquilação nuclear completa! 

    31
    • Micro picture
      pedro_x · 6 months ago · 2 pontos

      me da depressão ver essa fotos e saber que meu pc n roda esse jooj lindo

      5 replies
  • anduzerandu Anderson Alves
    2019-03-11 22:23:41 -0300 Thumb picture

    Registro de finalizações: Fallout 4

    Zerado dia 10/03/19

    Aleluia! Finalmente eu terminei esse jogo, o último dos 4 que peguei emprestado há uns meses.

    Entre ele, Shadow of the Colossus (Remake), The Last Guardian e Horizon Zero Dawn, Fallout 4 foi a última escolha, justamente por já saber que provavelmente se tratava de um título longo, e foi mais ou menos isso mesmo.

    Além disso, esse jogo não tem lá a melhor fama, e pra dizer a verdade, mal vejo alguém falando dele, quase como se fosse um jogo irrelevante. Na época de seu lançamento, lembro de ter visto muito interesse no personagem andando pelas ruas destruídas com seu cachorro e depois muito meme com Settlements e Deathclaws. Todo o alvoroço e uns amigos felizes me fizeram ir atrás da série e comprar Fallout 3, que só jogaria cerca de um ano depois.

    Bom, eu amei o 3, de verdade, mas me decepcionei muito com o New Vegas, que muita gente defende. Eu achei o jogo um porre. Mas e o 4? Eu já estava me preparado para achar o jogo fraco.

    No começo da aventura você cria seu personagem e vive uma vida bacana ao estilo da década de 1950 (mas o jogo se passa muito depois disso). É legal ver  como a Bethesda chegou na nova geração, embora visualmente o jogo nem seja tão bonito e que poderia ser facilmente algo de Xbox 360.

    Definitivamente é um Fallout. Outro Fallout. Será que isso é bom? Será que o jogo vai me surpreender ou cair na mesmice? Não que a fórmula seja ruim, mas a impressão que as vezes dá é que jogando qualquer um deles, você já conheceu tudo o que precisava.

    De volta o jogo, o começo é bem legal e eu estava bem animado. Logo rola um plot-twist e a coisa fica cada vez mais interessante. Por outro lado, se no 3 você procurava seu pai e no NV um assassino, aqui você vai atrás de seu filho.

    Sem dar spoiler, você basicamente acorda no futuro depois de anos congelado e tudo fora destruído. O que diabos aconteceu com a sociedade? As pessoas estão tentando sobreviver se unindo ou se aproveitando das outras numa realidade onde tudo é escasso ou radioativo.

    Logo você faz seu primeiro parceiro: um cão. Se você gosta de cães como eu, vai adorar essa amizade. Em seguida, somos apresentados a um grupo de pessoas que deseja povoar a Comunidade, mapa do jogo. Juntar pessoas, montar bases, trabalhar juntos. Legal!

    É aí que o jogo começou a ficar chato pra mim. Um bocado de missão que abre outra e outra e logo meu menu estava repleto delas. Eu já nem sabia em qual ficar, então comecei a fazer a que estivesse mais próximo de onde quer que eu estivesse. Ao mesmo tempo, as descrições delas ou as circunstâncias na estória faziam todas parecerem missões principais, e de certa forma eram mesmo, mas isso só ficou claro nas minhas últimas horinhas de aventura e foi bem confuso antes disso.

    O fato é que o jogo não quer ser linear como o 3, então tenta ser mais como o NV, mas enquanto este último fazia você escolher facções no final, aqui meio que as coisas já estão abertas desde cedo e as vezes te obrigam a fazer missões de facções inimigas para poder prosseguir. De certa forma, você é obrigado a conhecer todas uma hora ou outra e essa ideia, no fim das contas, foi legal.

    A questão, é que eu estava confuso a maior parte do jogo e isso foi me desmotivando. A ponto de eu ter preguiça de voltar a jogar e quando voltava, só queria fazer logo o que quer que me levasse à conclusão do jogo. Pra piorar, cheguei a avançar bastante em uma das facções com pouco nível e estava fazendo missões bem difíceis antes do que deveria, bem como aconteceu com Horizon Zero Dawn. A frustração estava me assombrando.

    Em certo momento, o jogo me fez usar uma de suas mecânicas novas por obrigação (o que aconteceria muitas outras vezes na campanha): construir.

    -Vá até tal lugar;

    -Elimine todas as ameaças;

    -Construa uma torre de rádio.

    Parece simples, e é mesmo, depois que você aprende como funcionam as coisas. Para construir, tem que estar num local delimitado que permita isso (o jogo deixa bem claro onde) e de lá, acessar um menu com o touchpad do controle, só para construções.

    Nesse menu há várias categorias e subcategorias. Quer fazer paredes? Vá em construções, depois paredes, depois escolha o tipo de parede. E etc aí que está. Eu tenho que construir uma antena, mas qual exatamente? Fecha menu, abre menu, verifica, fecha menu, abre menu, procura pelo menu de antenas, procura a antena por nome.

    Ao selecionar o que deseja construir, você verá os materiais necessários, como 5 de aço, 3 de alumínio, 2 de tecido ou qualquer coisa do tipo (existem vários tipos de recursos no jogo). Como tê-los? Colete sucata pelo jogo. Sabe Skyrim que pode meio que pode pegar qualquer coisa dos cenários e guardar? É isso aí! Mas pra ter recursos específicos, você deve ter pego coisas que os tenham. Não espere achar aço num ursinho de pelúcia!

    Junte isso ao fato de que certas coisas são meio raras de achar, com o fato de que tudo pesa e você são pode sair coletando qualquer porcaria e se encher de coisas sendo que você tem que ter espaço para equipamentos, armas, munição, com mais o fato de que uma construção imbecil requer várias unidades de um recurso mais chato de encontrar e mais o fato de que as coisas não mostram o que elas contém até você as pegar e ir olhar no inventário ou se já souber de cor.

    O jogo começou a me obrigar a parar de avançar pra ir atrás de coisas assim e foi TENSO! E mesmo quando eu conseguia fazer o que era necessário, o menu de construção é bizarro. Você ainda tem que construir geradores que consigam abastecer aquela coisa E ligar fios. Tudo é mal explicado e grande parte eu tive que ter a paciência de dar uma estudada ou sair testando e procurando lógica. Depois fica bem fácil, mas eu vou dizer que não é atoa que todo mundo vê o jogo super barato, mesmo sendo bem completo. Não é algo pra um jogador mais casual. O jogo não explica nada direito!

    Enquanto isso, voltando ao jogo uma vez por semana e fazendo missões de exterminar pessoas em determinados lugares. Você começa a apreciar o caótico mapa do jogo e sua imersão. Você começa a aprender as localidades e a se localizar sem abrir o mapa. Um prédio que parece inútil já foi ou será o cenário de uma missão importante.

    Fui coletando armas e mais confusão: uso uma Pistola e acho Pistola+. Deve ser melhor. Abro o menu e ambas estão ocupando a mesma linha no inventário: Pistola[2]. Mando soltar e uma delas vai pro chão. Será que ele ficou com a melhor ou o quê? O mesmo com todo equipamento.

    Depois munição. Existe uma gama gigante de armas e munições. Saia coletando tudo mas minhas armas, que basicamente eram diferentes e ocupavam todos os 12 atalhos do menu rápido e ainda assim eu sofri muito com falta de balas.

    Matar inimigos, arrombar trancas, terminar missões e descobrir novas localidades te dá XP, que faz com que passe de nível e possa alocar um ponto por nível em diferentes habilidades, como dar mais dano com certos tipos de armas, recuperar mais HP com itens de cura, ter maior furtividade etc. O menu de alocação tem MUITAS skills. Tipo, umas 100 talvez e cada uma com diferentes níveis.

    Você pode aumentar a sua Agilidade até 8 pontos, por exemplo. Algumas poucas outras só tem 1, 2 níveis. Quanto mais pra baixo na árvore de habilidades, maior será o requisito básico para desbloqueá-la, como Força 3, 4, 5.

    Uma grande parte da identidade do jogo estar de volta, como esperado, que é o sistema de VATS, que você pode ativar de acordo com a Aramina disponível no momento (que se gasta quando você corre ou usa o sistema de VATS mesmo). Ao usar esse sistema, o jogo fica em super câmera lenta e você poderá escolher em qual parte do(s) inimigo(s) irá mirar seus ataques, com a possibilidade de errar cada um deles.

    Esse sistema de super legal em jogo anteriores, fazendo inimigos derrubarem suas armas ao tomarem dano nos braços (com sorte), fazer eles caírem ao tomar tiro nas pernas e ficarem desorientados ao tomar dano na cabeça. E com mais sorte ainda, esses membros explodiam e eles os perdiam para sempre. Aqui eu não vi nada disso, só uma skill que se comprada poderia fazer eles derrubarem as armas das mãos.

    Resultado: muito tiro na cabeça pelo simples fato de dar mais dano (embora a porcentagem de acerto fosse bem menor) e explosões de membros quando a os inimigos tomavam o último dano.

    Fallout 4 te presenteia com uma Power Armor desde o começo da aventura. What? Pois é, e ainda me deu mais umas outras 2 ou 3 pela campanha, mas agora elas funcionam com um núcleo que as abastece e ao acabar, as roupas ficam tão lentas que são praticamente inúteis.

    Sofrendo dano, suas partes vão se estragando até quebrarem e quando finalmente descobri como consertar, advinha como? 4 aços, 2 alumínios etc. Nããão!

    Você ainda vai ver que esses recursos são necessário também para melhorar roupas e armas, o que eu basicamente nunca fiz no jogo.

    Com base na falta de energia para usar Power Sempre, acabava nem.usando também senão em partes que você é quase que obrigado, como num deserto tóxico que você fica tomando radiação constantemente, mas ignora esse efeito usando a roupa do robozão (radiação nesse jogo diminui o seu HP máximo mais e mais).

    O jogo foi ficando melhor conforme eu fui o entendendo, ganhando novas companhias e aprendendo sobre como funciona tanto o mapa como Fallout 4 em si.

    Logo a estória foi fazendo mais sentido e ficando interessante. Facções vão ficando cada vez mais importantes (uma quer roda a tecnologia pra ajudar a humanidade a sobreviver, outra quer salvar os Sintéticos, robôs quase tão humanos quantos os próprios humanos, etc). E por mais que cada grupo queira algo, eles acabam tendo que sacrificar outra coisa para ter aquilo, e nem sempre é algo simples.

    A quem você quer ajudar? Bom, o melhor é ajudar a todos e conhecer suas motivações o máximo que será antes de tomar qualquer decisão no final. O bom é que ainda garante uns níveis com tanta quest feita! Por outro lado, é importante saber largar uma quest se ela estiver muito difícil pro seu nível. Eu não cheguei a fazer isso por teimosia, mas acredito que o jogo tenha essa intenção para com o jogador.

    Resumindo: Fallout 4 é um grande jogo, com uma ótima estória, muita área a ser explorada e missão para ser feita, além dos muitos personagens para conhecer e mesmo tornar seus parceiros. Mesmo sem nenhuma DLC, o jogo é muito completo e demoraria um bom bocado para conhecê-lo completamente, ainda mais porque as missões finais dependerão de qual facção você decidir ajudar.

    De bom: muito a se fazer, ótimo enredo com um plot-twist muito bom no fim. O jogo valoriza o "role play", que você joga como quiser e vive como quiser. O mapa é grande, mas não muito, o que facilita a familiarização de tudo. Muitos personagens bons. O designer do jogo como um todo é muito bom, desde as armas até os robôs e roda tecnologia envolvida. Rádios muito boa, já que enquanto nos outros jogos eu gostava de uma música ou outra, eu amei uma estação completa daqui (deve ter mais de 10 músicas). O jogo me deixou muito intrigado e me perguntando a todo momento se fiz a escolha certa no final. Sabes automáticos me salvaram de fazer cagadas aqui e ali. Possibilidade de jogar em primeira ou terceira pessoa. Jogo em português (só não dublado).

    De ruim: tudo muito confuso, desde as muitas missões disponíveis, às armas e o que vale a pena carregar ou não, o que é obrigatório ou não. O jogo em si não é muito revolucionário, é mais um Fallout, só que com a possibilidade de construir, que inclusive eu odiei. Necessidade de carregar tralha para fazer várias missões, mas elas pesam no seu inventário e não dizem do que são compostas até serem devidamente coletadas e analisadas. Grande parte do jogos é composto por missões monótonas ou sem originalidade. Sistema VATS, embora muito útil, ficou mais sem graça. Muita informação e conteúdo que julguei desnecessário e só dá uma sensação gigante de confusão ou de que o jogo será muito complexo. A estória se estica um pouco demais as vezes. Visual um bocado datado, principalmente as animações de faces e cabelo. Jogo nada intuitivo.

    No geral, acabei achando o jogo legal mais perto do final, mas tava achando um saco o tempo quase todo, sem diversão. Mais surpreendente foi ver meu tempo no final: apenas 25 horas! Eu jurava que já tinha perdido umas 60h! Depois de tudo, acho que jogaria as missões que faltaram e faria os outros finais, coisa que jamais pensei que falaria. Por outro lado, Fallout 3, minha primeira experiência, continua sendo o definitivo e ainda acho que outros jogos da série só meio que servem para continuar jogando a série, mas pouco adicionam ao universo senão mais lugares, missões e estórias a serem contadas. Se eu recomendaria F4? Talvez. Pra quem nunca jogou a série, pode ser uma boa ficar só nele. Mas eu definitivamente achei melhor que o New Vegas. Maneiro.

    18
    • Micro picture
      andre_andricopoulos · 6 months ago · 2 pontos

      Achei esse game (3 e 4) sensacional.
      É um mundo gigantesco...e tu vai onde quiser...se relaciona com quem quiser (seus parceiros de viagens...elevando a relação...o que concede vantagens), decide o que fazer (missões ou sub missões).
      ...
      Ansioso pra uma sequência...
      ...
      Já zerei tem tempos...mas ainda tenho 150 fotos pra fazer posts...😬😬😬

      7 replies
    • Micro picture
      0blivion · 6 months ago · 2 pontos

      Eu acho o 4 maravilhoso até mais que o 3, já o new vegas tenho péssimas lembranças com ele mas preciso finalizar um dia

      3 replies
    • Micro picture
      kevinryman · 6 months ago · 1 ponto

      Dá pra entender a história do três sem as dlcs?

      1 reply
  • grey_hawk Gabriel Bean
    2019-03-08 17:04:34 -0300 Thumb picture

    Youtuber tem seus vídeos de review de mods de FO4 copyright claimed

    Medium 3708425 featured image

    O youtuber MxR Mods, que faz vídeos de mods de Skyrim e Fallout 4, teve sua série de mods de FO4 "copyright claimed".

    "Mas a Bethesda fez essa putaria, mesmo com ele praticamente divulgando os jogos dele"

    É aí que está o detalhe: não foi a Bethesda!!!!

    O autor desses copyright claims foi ninguém mais ninguém menos que o cantor Dion DiMucci, que canta a música 'The Wanderer', que foi usada em um dos trailers do FO4 e que era usada na intro desses vídeos de mods.

    E esse cantor já tentou processar a Bethesda em 1 milhão de dólares pelo uso dessa mesma música nos trailers

    Parece que existe alguém mais fdp com os fãs de Fallout que a própria Bethesda.

    Veja o vídeo do próprio youtuber explicando aqui:



    @gradash @tecnologgamer

    5

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...