This game doesn't have any review. Be the first one to review it!

Add Review


  • zyotic Fellipe Guimarães Fortes
    2020-05-20 13:58:28 -0300 Thumb picture
    Post by zyotic: <h4>Desafio</h4><h1><p>Poste aqui uma música de um

    Desafio

    Poste aqui uma música de um jogo que está jogando AGORA e não importa se é jogo bom ou ruim, porém a MÚSICA precisa ser boa.

    @desafio

    @game_music

    15
  • zyotic Fellipe Guimarães Fortes
    2020-05-18 16:04:26 -0300 Thumb picture
    zyotic checked-in:
    Post by zyotic: <p><strong>Final Fantasy II - A new journey began..

    Final Fantasy II - A new journey began... (Parte 2)

    Precisamos impedir o final da construção do Dreadnought e para isso devemos ir até Basfk. Ao chegar na cidade nós descobrimos que anteriormente a construção estava sendo supervisionada por um Cavaleiro Negro, mas agora Borghen é quem está no comando.

    Com a ajuda de um rebelde infiltrado nós entramos pelo canal debaixo da cidade e chegaos até o hangar do Dreadnought, mas já é tarde demais e apenas vemos o cavaleiro negro e Borghen partindo junto da máquina de guerra.

    No caminho de volta até Hilda podemos ver um pouco da destruição causada pelas cidades onde a máquina de guerra voadora passou. De volta em Altair vemos a rainha lamentar o ocorrido e Minwu deixa o grupo para cuidar do Rei. Destruir o Dreadnought vai exigir um fogo mágico conhecido como Sunfire que deve ser usado no núcleo do airship. O único lugar conhecido por ter essa chama é em Kashuan Keep, mas desde o ataque do Emperor o lugar está trancando pelo falecido príncipe Scott.

    Para piorar a situação a tranca só pode ser aberta pela voz de um membro da família real de Kashuan ou pelo Goddess Bell e o irmão covarde de Scott, o principe Gordon desapareceu justo agora que teria a chance de ser útil na vida! Sem outra opção vamos atrás do sino mágico que está guardado em uma caverna de gelo próxima a Salamand.

    Para acessar essa dungeon precisamos da ajuda de Josef que nos empresta seu Snowcraft e se une a party. Josef é um monk que bate mais forte com suas mãos nuas que o resto da party com suas armas, entretanto ele não tem magias e é péssimo como mago, então deixaremos ele ser um lutar físico puro mesmo.

    A Snow Cavern não é uma dungeon difícil e quando estivermos quase chegando no final dela encontraremos uma caverna cheia de castores gigantes(?) onde é revelado o maior plot twist do jogo! Spoilers à caminho, vocês foram avisados!

    Depois dessa revelação chocante encontramos a passagem secreta que nos leva ao local de repouso do Goddess Bell, mas não vamos pega-lo tão fácil pois temos que cuidar  do seu guardião primeiro: Adamantoise.

    Esse boss é um inimigo aleatório na proxima dungeon então ele não será tão difícil... contanto que você não tenha esquecido de manter sua magia em um lvl razoável. Pelo visto, isso acaba sendo um tema recorrente nas lutas mais difíceis desse jogo. Enquanto no jogo anterior eu recamava que magia de dano era inútil aqui ela é essencial, confirmando que minha escolha de que fazer todo mundo "Red Mage" foi uma boa ideia.

    Pegamos o artefato fazendo surgir uma passagem conveniente até a saída, mas antes de Firion e cia verem a luz do Sol novamente, Borghen reaparece para tentar nos impedir em uma batalha... que leva 1 turno por que ele é um meme ao invés de ser um boss.

    Entretanto antes de morrer ele revela que plantou uma armadilha na caverna, lançando sobre nós uma pedra rolante no melhor estilo Indiana Jones. Só que diferentes do explorador famoso nós não somos rápidos o bastante, porém Josef em um momento de grandeza que deixaria até Sabin orgulhoso segura a pedra com suas próprias mãos dando tempo para sairmos do caminho. Infelizmente ele não consegue a manter para sempre e acaba sucumbindo vítima da armadilha. (Press F to pay respects)

    Sem tempo para luto nós voltamos a Hilda com as notícias e já partimos direto para Kashuan Keep. O sino nos permite entrar no castelo, que agora é um ninho de monstros e encontramos Gordon que estava tentando recuperar a Sunfire sozinho para mostrar que não é um inútil, mas acaba sendo um inútil mesmo assim por que precisa da nossa ajuda para faze-lo. (Eu realmente odeio o Gordon como personagem, ele me lembra um certo Príncipe Bardo de um certo jogo no futuro)

    Nessa dungeon eu comecei a sentir a curva de dificuldade enfim aumentando. O jogo estava muito fácil até agora e esse foi o primeiro momento que eu tive que pensar melhor no meu gerenciamento de recursos. O boss daqui foi uma experiência bem esquisita.

    Ele é um tipo de fogo demônio que absorve magia de fogo (óbvio) e também gelo. (???) Maria estava sem mana para usar Thunder então eu não sei se ele é vulnerável a esse elemento. Com um Shell na party as magias dele foram muito fáceis de tankar e depois de 4 turnos acho que acabou o MP dele por que só usou ataques físicos. Eu tive que fazer esse boss só nos ataques básicos que davam pouco dano então a batalha demorou um pouco, mas foi muito fácil me manter vivo na luta.

    Conseguimos então a Egil's Torch e com ela pegamos o Sunfire. Ao sair da dungeon eis que vemos nossa carona (O airship de Cid em que Hilda estava junto) ser perseguido e capturado em uma cena digna de Star Wars - Episódio IV. (Pensando agora a franquia já tinha algumas referências a SW, pena que Biggs e Wedge só foram existir vários jogos depois)

    Retornando a Altair nós descobrimos que o Dreadnought está em um hangar a norte de Fynn e essa já é nossa próxima missão. A dungeon do interior do airship é uma das partes icônicas desse jogo assim como sua música que dá um tom bem legal a toda cena. Como em Kashuan Keep a dificuldade do jogo começa a ser ajustada para algo mais desafiador do que eu vinha tendo. Firion e cia conseguem resgatar Cid e Hilda primeiro, depois chegam atém a engine da nave e usam o Sunfire para iniciar o processo de destruição.

    Antes deles escaparem entretanto, o cavaleiro negro aparece de novo e Maria tem a impressão de já ter ouvido sua voz antes. (Quem será? Certamente não o irmão de alguém com amnésia que está servido o vilão)

    Na segurança da base rebelde nós ficamos sabendo que a condição do Rei piorou e ele está a beira da morte.  Suas palavras finais são: Gordon (Que agora não é mais um covarde. Que character development rápido não?) deve liderar junto de Hilda os rebeldes. (Então ele meio que furou o olho do irmão e a gente é capacho dele agora?) Minwu deve ir atrás da magia lendária Ultima e quebrar o selo para que seja usada por nós. E Firion deve continuar seguindo as ordens dos outros. (Desculpa, é mais forte que eu!)

    O rei mal morre e já recebemos nossa primeira missão do novo chefe: Ir atrás dos cavaleiros Dragoons de Deist e seus Wyverns a qual pensam ter sido todos mortos em batalha, mas Gordon acha o contrário. Falando nisso, cadê a Hilda que nem estava ao lado do pai em seu leito de morte?

    Oh boy......

    4
    • Micro picture
      zyotic · about 2 months ago · 2 pontos

      Eu tô dodo para jogar o Soul of Rebirth por que ouvi que é bem legal.
      Eu sempre reafirmo que apesar desse jogo ter uma história fraca e deixar muito a desejar eu estou me divertindo com ele. Essa foi a parte mais longe que eu cheguei nas minhas tentativas de playthrough passadas, então daqui pra frente entro na parte da história que ainda não tinha jogado, vamos ver como será a dificuldade pra frente.

      2 replies
    • Micro picture
      jcelove · about 2 months ago · 1 ponto

      Rapaz, eu tenho trauma dessa parte de destruir a estrela de morte em forma de navio voador medieval pq salvei deppois de entrar nele com os personagens fracos e só tava com esse save, quase perco tudo.hehe

      Depois que zerar tem um bonus legal com os companheiros caidos. E acho bem desafiador.

  • zyotic Fellipe Guimarães Fortes
    2020-05-17 18:44:47 -0300 Thumb picture
    zyotic checked-in:
    Post by zyotic: <p><strong>Final Fantasy II - A new journey began..

    Final Fantasy II - A new journey began.... (Parte 1)


    Dando continuidade a jornada de Firion e cia nossa missão nos leva até a capital de Fynn, que como bem sabíamos estava sitiada pelas forças imperiais.

    Todos esses soldados são encontros fatais a essa altura do jogo, mas basta evitarmos ele e contornarmos a cidade para entrar no PUB. Falando com o barman e usando a nossa palavras chave dos rebeldes (Wild Rose) ele nos revela que no quarto dos fundos está cuidado de um soldado ferido. O grupo vai até ele e descobre se tratar de Scott, príncipe de Kashuan. Nosso encontro com ele é curto, mas aprendemos algumas informações novas: O exército de Fynn não teve chance pois estava mal equipado, já que as minas de Mythril da qual seu equipamento deveria ser forjado estava ocupada pelos vilões e a queda de Fynn foi organizada por Borghen um ex-aristocrata que vendeu seu povo para o Emperor em troca de poder.

    Scott fica relutante em que levemos suas ultimas palavras de amor para Hylda e apenas no entrega seu anel antes de mudar de ideia e sucumbir as suas feridas. (RIP Scott, nos encontraremos novamente no futuro)

    Após darem as notícias tristes para a rainha, ela enfim reconhece nosso valor e nos coloca responsáveis pela missão de recuperar o Mythril roubado. Mas para isso teremos a ajuda de Minwu seu white mage de confiança. Logo de cara vemos que ele já tem um repertório grande de magias upadas em diversos leveis e vai ser de grande ajuda para a party nos próximos desafios.

    No caminho para a cidade de Salamand podemos passar pela cidade de Poft onde encontramos o primeiro Cid da franquia oferecendo seu serviço de Airship Taxi por um preço. Por enquanto ele não será importante para a história, mas no futuro vamos retornar.

    Chegando em Salamand devemos procurar nosso contato: Josef que é um tipo de líder da cidade que era o responsável por suprir os rebeldes com o Mythril. Mesmo declarando nossas intenções e usando nossa palavra chave ele ainda não confia em nós achando que somos uma armadilha do império.

    Não resta escolha a não ser ir para Semitt Falls, a caverna onde é minerado o depósito de Mythril e descobrir por nós mesmos o que está havendo. Essa é a primeira dungeon do jogo e ela não é difícil. Assim como seu antecessor o layout é labiríntico com muitos corredores sem saídas e apenas um caminho que leva ao próximo andar. Mas os gráficos e aparência dos mapas são muito mais bonitos aqui então a exploração acaba sendo mais agradável de observar.

    Uma novidade na construção de dungeon desse jogo são as salas de armadilha. Todas as dungeons tem muitas portas que podem conter tesouros, passagem ou uma sala vazia que tem uma taxa de encontro altíssima. Sem saber o caminho correto é normal que você vá entrar em muitas dessas pelo jogo e pelo menos uma batalha vai ser garantida antes de sair.

    Na metade da mina nós encontramos os homens de Salamand que foram levados para trabalhar a força, a filha de Josef que era uma refém e o ladrão dos rebeldes Paul que caiu em uma armadilha tentando resgatar a todos.

    Deixando a cargo do ladrão de escoltar todos para segurança, Firion e seu grupo continuam a atravessar Semitt Falls em busca do Mythril. No caminho eu tive uma luta contra alguns inimigos Balloons e notei que foi esse FF que começou a introduzir uma série de suas marcas registradas na franquia. Nesse jogo foi a entrada do Cid, Chocobos, magias clássicas como a Ultima, inimigos familiares como esses da imagem que são chamados de Bombs nos futuros jogos, Flans, Behemoths etc.

    No último andar da dungeon nós encontramos um Sergeant que estava mantendo a guarda do Mythril que viemos buscar e é então que nossa primeira batalha de chefe acontece!

    Essa luta pode ser problemática se você não estiver preparado e eu acho que ela é um dos motivos das pessoas julgarem errado esse jogo e seu sistema de progressão. Esqueça ataque físicos aqui, eles não deram mais do que 10 de dano na luta. Porém magia destruiu completamente esse boss e sorte a minha decidir fazer meus personagens tão bons com magia quanto dano físico, né? Imagina um jogador que chegou até aqui economizando MP e com as magias básicas tudo no lvl 1?

    Até agora eu só grindei uns 10 minutos no início do jogo e todos os meus lvls de magia e atributos vieram de batalhas normais. Eu só fiquei revezando entre atacar com as armas e atacar com magia os inimigos e o jogo progrediu naturalmente.

    Até a falácia de que você é obrigado a atacar seus personagens para conseguir fortalecer eles é bobagem até agora. Sabia que a cada umas 10 batalhas o jogo dá um aumento de HP pra todos os personagens mesmo que eles não tenham sido atingidos nenhuma vez durante todas elas? Pois é, o jogo é balanceado até nisso para você não ficar pra trás por falta de conhecimento avançado.

    Todo o depósito de Mythril que vai abastecer o exército rebelde estava nesse único baú? Ok.

    Levamos de volta o material para a rainha em Altair e os soldados e as lojas da cidade recebem um upgrade contendo agora as novas armas e armaduras. Mas nós ainda temos que pagar pelos nosso equipamento mesmo assim, por que não tem recompensa para quem recupera Mythril e salva a bunda dos rebeldes pelo visto. >_>

    Por fim Hilda nos dá nossa próxima missão: Impedir o avanço de uma arma que o império está construindo em Bafsk conhecida como o Dreadnoght, um airship gigante de guerra.

    Esse é um ponto negativo da narrativa desse jogo. Todo desenrolar da história gira em torno de nós sendo mandados pelo mundo por Hilda para fazer alguma missão e voltando para reportar e pegar a próxima enquanto as coisas importantes vão acontecendo. Mas apesar de tudo está sendo uma jogo divertido até então, vejamos se minha opinião sobre a falta de necessidade de grind vai permanecer até o fim.

    4
    • Micro picture
      kalini · about 2 months ago · 1 ponto

      Infelizmente a Alvanista tem limite de 10 imagens nas postagens. Recomendo colar umas screenshots com outras pelo Paint ou Photoshop, pra burlar esse limite.

      1 reply
    • Micro picture
      kalini · about 2 months ago · 1 ponto

      A historia toda é isso: ser pau mandado da Hilda, haha! Não tem um desenrolar elaborado, não tem liberdade... é um amontoado de sidequests. Isso mostra que Final fantasu II realmente é um projeto falho e não tem remake que o melhore.

      1 reply
  • zyotic Fellipe Guimarães Fortes
    2020-05-17 00:12:26 -0300 Thumb picture
    zyotic checked-in:
    Post by zyotic: <p><strong>Final Fantasy II - A new journey began..

    Final Fantasy II - A new journey began.... (Prólogo)

    Depois de zerar o remake  de Final Fantasy I no PSP decidi já ir direto para o próximo jogo da franquia também na versão de PSP.

    Sinceramente eu acho esse jogo muito subestimado pela comunidade, como se ele fosse um tipo de patinho feio que não merece ter uma chance apenas por que veio com um sistema de progressão completamente diferente de tudo visto na franquia.

    O grande diferencial aqui é que não existem LVLs ou XP. Cada atributo, magia e perícia com arma aumentam individualmente conforme você vai realizando ações relevantes em combate: Você recebe dano e aumenta seu HP e Stamina. Você usa magia e aumenta o lvl dela e sua inteligência. Você ataca com um tipo de arma e melhora seu dano com ela.
    Algo como Skyrim se fosse um jRPG de turno nos anos 80. E a principal reclamação de todo mundo que vai criticar esse jogo é sobre como você tem que atacar seus próprios personagens para grindar e como isso quebra completamente o jogo. Mas será que FFII é realmente apenas isso? A resposta é não!

    O jogo original de NES era realmente um pesadelo de grind, mas em seus remakes mais modernos ele é completamente rebalanceado e ficou muito mais fácil progredir nos seus atributos sem você precisar ficar se atacando toda hora. É perfeitamente possível aproveitar a história e seus desafios com um minimo ou mesmo nenhum grind. (Mas se você gosta de fazer "power leveling" e se sentir um semi deus no jogo você pode!)

    Eu já tentei jogar FFII no passado mas acabava sempre deixando ele de lado e perdendo interesse, então essa será a primeira vez que eu vou jogar até o final. Embora eu já conheça a história vai ser minha primeira vez experimentando ela, então vamos lá!

    E o jogo começa exatamente assim: morrendo. (Achei que era Final Fantasy e não Dark Souls)
    Zoeiras a parte, aqui somos apresentados a um mundo que está sofrendo com o reino de tirania de um homem conhecido apenas como The Emperor, que reuniu um exército de soldados e monstros para lançar uma campanha de dominação mundial.
    O reino livre de Fynn foi um dos muitos que caiu em um ataque coordenado pelo exército do Emperor e nossos protagonistas são órfãos que perderam suas casas e famílias durante o ataque. Na sua tentativa de fuga eles são alcançados pelos soldados e deixados à beira da morte.

    Felizmente alguns rebeldes que escaparam de Fynn nos encontram e somos levados para sua base secreta na cidade de Altair. Lá nos recebemos os cuidados do white wizard Minwu e sobrevivemos para lutar mais um dia.

    Ao acordar, Firion se reencontra com seus amigos de infância Maria e Guy, mas nenhum deles sabem dizer onde foi parar Leon, irmão de Maria e nosso quarto integrante no começo do jogo.

    Tudo bem, vamos acabar encontrando ele em algum momento. Quer dizer, não é como se ele tivesse ficado com amnésia e indo parar do lado dos caras mal certo?

    Enfim, os 3 protagonistas decidem pedir a rainha de Fynn que lhes deixem ser parte do exército rebelde, mas ela recusa pois os veem apenas como crianças. Ela sugere que recomecemos nossas vidas nessa cidade que é aliada dos rebeldes e que basta saber a palavra chave (Wild Rose) para abrir algumas portas por aqui. Essa é a primeira introdução de mais um novo sistema incluído nesse jogo, o sistema de Key Words e Items que podem ser aprendidos e falados em diálogos com alguns NPCs importantes para avançar na história.

    Por algum motivo as pessoas também odeiam isso nesse jogo, mas sinceramente não tem nada de difícil nele. É muito fácil achar as palavras chave certas e usá-las nos personagens certos para progredir. Você só precisa no mínimo estar prestando atenção na história!

    Como bons protagonistas órfãos de RPG que somos é claro que vamos ignorar os pedidos da rainha Hilda e ir direto para Fynn tentar nos infiltrar e provar nosso valor buscando alguma coisa que ajude os rebeldes na luta.

    Mas antes vamos a minha estratégia de jogo: Como aqui nós temos total liberdade de montar nossos personagens como quisermos minha ideia é fazer todo mundo híbrido usando de tudo um pouco conforme avançamos na história. Firion vai ser o usuário de espadas e magia de fogo da party, Maria teve seu arco trocado por uma lança e magia de trovão e Guy ficará como o usuário de machado e magia de gelo. Todos também vão usar as magias de cura e suporte conforme forem sendo disponibilizadas e todos vão usar escudo combinados com suas armas de uma mão, por que eu ouvi dizer que é muito melhor ser defensivo do que fazer dual wield no longo prazo.

    Esses primeiros minutos de jogo espero ser um dos meus únicos momentos de grind, pois como eu acho que os personagens começam com HP muito baixo e diferentes uns dos outros decidi igualar e aumentar um pouco seu valor. Foi assim que eu os deixei para dar continuidade a história do jogo.

    3
    • Micro picture
      kalini · about 2 months ago · 1 ponto

      Obrigada por ter dado a magia de trovão pra Maria, porque nossa, já tava cansada de ver tanta mulher em RPG usando agua/gelo/vento/cura/alguma coisa mole, haha!

      Eu também tentei jogar o remake. A unica coisa que curti foi a CG no começo, com o Imperador Rita Repulsa aparecendo com sunhas unhas chiquerrimas, haha, mas na hora de jogar não aguentei, pois achava bem primitivo os dialogos, bem incondizente com os graficos. Depois vou ver o original.

      1 reply
  • bazanella Marlon Bazanella
    2020-04-27 00:27:59 -0300 Thumb picture
    bazanella checked-in:
    Post by bazanella: <p>#img#[703691]</p><p>PSP é uma plataforma mto fod

    PSP é uma plataforma mto foda msm, agora achei um plugin pra tirar print da tela e um pra organizar os jogos, toda vez que procuro acabo achando algum plugin interessante.

    Eu não joguei o FF2 original, essa versão ta bem bonita.

    E vc achando que DS tinha inventado os mimicos. 🤣

    Ta dada a dica pros magos que soh sabem usar bola de fogo!

    🤩

    16
    • Micro picture
      jcelove · 3 months ago · 3 pontos

      Essa é a melhor versao do 2 de longe. Bem bonita e vem com a expansao do gba.
      Os mimics vieram de dungeons e dragons, sao comuns em jrpgs tbm.

    • Micro picture
      lordsearj · 3 months ago · 2 pontos

      Gostei muito dela TB. Uma pixel art linda demais. Música muito boa tb. E gostei do jogo em si. Além do que a fase final e a "DLC"serem bem hardcore. Joguim bão

  • danielretrolevel Daniel Lunas
    2020-03-27 19:04:18 -0300 Thumb picture
    Post by danielretrolevel: <div>Sextou, mas ainda precisamos ficar em casa! En

    Sextou, mas ainda precisamos ficar em casa! Então vem aglomerar online com a gente na nossa live especial de nostalgia monstra! Hoje vamos jogar meu PRIMEIRO RPG de todos os tempos, Final Fantasy IV! Já estamos ao vivo, cola lá com a gente.

    https://www.twitch.tv/retro_level

    3
  • seufi Marcio Garcia Seufitele Pinto
    2020-01-30 01:26:06 -0200 Thumb picture

    Terminando...

    Plataforma real - Android.

    Aproveitei uns dias na praia e nas horas vagas fui adiantando jogo. Terminei a campanha principal há uns 2 dias, e comecei o modo Souls of Rebirth, que se abre após o fim do jogo.

    Era uma vez um monstro malvado

    Esse ultima weapon tava com tudo...

    Mas ele esbarrou num dragoon mago

    Tomou uma magia e saiu aos pulos...

    Tava usando um Guia, e li que era possível derrotá-lo transformando o ultima weapon em sapo. Aí fui atrás pra ver se conseguia... Castel dispel com o Minwu, depois de ter farmado 3 levels da magia, usei uma sage seed pra maximizar a inteligência dele... Proteção derrubada... Farmei até o level 8 de toad com o Ricard, e depois de usar outra sage seed nele, mais duas tentativas fizeram o malvado sair pulando...

    Sério... É muito louco transformar um omega weapon em sapo... Não me lembro de nenhum outro FF que te permita isso...

    Devo fechar o souls of rebirth nos próximos dias... E partir para o FFI... Primeirao... Vamos ver se aguento...

    23
    • Micro picture
      santz · 6 months ago · 2 pontos

      O gamer vai para a praia jogar videogame.

    • Micro picture
      santosmurilo · 6 months ago · 2 pontos

      Os únicos FFs q não consegui zerar foram esse e o primeiro! 🤦🏻‍♂️

  • 2020-01-23 18:31:23 -0200 Thumb picture
    lordsearj checked-in:
    Post by lordsearj: <p>F I N A L I Z A D O (2.0)</p><p>E agora foi a ve

    F I N A L I Z A D O (2.0)

    E agora foi a vez dos finados. 

    Cara, que DLC difícil. Três áreas só. Mas o caminho e tenso. Até tentei ir na cara e na coragem. Mas farmei demais, putz.

    Engraçado que depois já tava p... E fui na porradaria mesmo.... Não e que deu certo? Gastei muito menos magia e itens. Ai ai.

    Bom, mas vou detalhar a jornada em uma crítica depois. 

    Claro que não será uma tipo a dos feras aqui do Alva, mas vou escrever. Gostei do jogo, com algumas ressalvas.

    Agora é descansar um pouco (fiquei pilhadão com essa última parte, rs) e partir para para o FF III.

    Inté.

    20
    • Micro picture
      lukenakama · 6 months ago · 2 pontos

      Aeee boa.

    • Micro picture
      jcelove · 6 months ago · 2 pontos

      Show! Essa é pauleira mesmo. Penei demais no começo e no final. Mas acho maneiro o lance dos mortos estarem bataçhando em paralelo aos herois principais. Mateus seria o vilao mais badass da serie se nao fosse tao sem graça.hehe

      1 reply
    • Micro picture
      onai_onai · 6 months ago · 2 pontos

      Esse eu comecei mas nem terminei...

  • 2020-01-17 01:34:25 -0200 Thumb picture
    lordsearj checked-in:
    Post by lordsearj: <p>CONTINUE.....</p><p>E vamos dando sequência ao j

    CONTINUE.....

    E vamos dando sequência ao jogo com a inusitada DLC. Fazer uma sequência, aliás uma estória paralela com os caras que foram para o "pós vida" é legal vai. 😄

    E olha quem encontramos! O Kain.... Ops, quer dizer, o Richard (aliás, Dragoon, Mysidia, cavaleiro negro, Cid engenheiro aéreo. Os mundos de FF II e IV são os mesmos?)

    Bom, eis aí a nova party: Um mago branco, um príncipe Herói que usa magias de ataque, um monge e um Guerreiro Dragoon.

     E deste último, morri com ele no jogo principal equipando a Bloodsword. Achei que tinha feito burrada, fiquei p... Mas não é que deu certo? 

    A primeira parte é tensa mesmo. Morri pacas. Daí qdo finalmente vc sai dá de cara com uma cidade com tudo que tem direito (santuário, hotel, lojas de armas, armaduras, poções e magias) 

    Ah véio... Aí não né? Papai agradece.

    Partiu voltar pra área anterior e grindar sem medo de ser feliz, ah lá Dragon Quest.

    Volto depois que achar que já dá pra seguir. 😄

    29
    • Micro picture
      jcelove · 6 months ago · 2 pontos

      Putz, ja reuniu o grupo? Passou a parte mais hard.

      A parte mais insana é o começo com o minwu sozinho. Ele so tinha magia branca pra mim e 0 atk foi um indmferno. Se deixou a bloodswird com o richard ta trabquilo eke vai ser o tankao do grupo.

      Os mundos dis jogos sao diferentes mas é uma referencia legal dele como "pai" do kain

      Agora é so grindar muito antes de cada area q passa tranquilo.
      Um oeqyeno spoiler é q essa aventura pis vida dekes se passa em parakelo a batalha final dos herous vivos e o grupo vai ajudar a vencer o mateus

    • Micro picture
      santz · 6 months ago · 2 pontos

      Aí tem coragem.

  • 2020-01-16 04:03:50 -0200 Thumb picture
    lordsearj checked-in:
    Post by lordsearj: <p>F I N A L I Z A D O</p><p>#img#[681963]</p><p>Fi

    F I N A L I Z A D O

    Fim da saga dos quatro heróis órfãos de Fynn. Gostei do jogo. Depois falarei mais sobre ele.

    E antes de ir para o III, vamos fazer essa DLC (eu acho) aí debaixo.

    31
    • Micro picture
      jcelove · 6 months ago · 2 pontos

      Ae parabens!
      Espero q vc tenha dekxado os personagens q morreram em lelek alto e bem equipados senao vai ser pauleira.hebe

      3 replies
    • Micro picture
      manoelnsn · 6 months ago · 2 pontos

      Aconselho o 3 de NES, que é lindão. Esse remake 3D é feio que dói, huahua

      14 replies
    • Micro picture
      santz · 6 months ago · 2 pontos

      Eu já achei o jogo tão ruim que passei longe desse extra.

      3 replies

Load more updates

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...