You aren't following gakuma.

Follow him to keep track of his gaming activities.

Follow

  • 2018-06-26 09:48:03 -0300 Thumb picture
    Thumb picture
    Post by porcaflamejante: <p>Achou que tínhamos sumido? Claro que não. Se voc

    Achou que tínhamos sumido? Claro que não. Se você é fã de Fallout ou do filme Karatê Kid, temos dois textos excelentes.

    Primeiro, de autoria do @gakuma, um levantamento das esperanças e cismas que temos sobre o Fallout 76.

    E o Youtube lançou uma série/continuação do Karatê Kid original, aquele de 1980 e lá vai um abraço. Confira nossa análise sem spoiler abaixo:

    Fallout 4

    Platform: PC
    325 Players
    224 Check-ins

    20
  • gakuma Guilherme Souza
    2018-06-22 16:39:08 -0300 Thumb picture

    Desafio das 20 Músicas!

    Seguinte, quem me conhece, sabe que pego esses desafios e deturpo tudo... Vi o @danielgfm fazendo direitinho e tal, e parabéns pra ele... Mas aqui é na hora.

    Sendo assim, segue a minha lista.

    As regras originais tão mais pra baixo, assim como os marcados.

    1 - BFG Division - DOOM

    2 - Wandering Ghosts - Castlevania Symphony of the Night

    3 - Fallout 4 Theme - Fallout 4

    4 - Sogno di Volare - Civilization VI

    5 - Gehrman, The First Hunter - Bloodborne

    6 - Gwyn, Lord of Cinder - Dark Souls

    7 - Time's Scar - Chrono Cross

    8 - Main theme - The Last of Us

    9 - Sins of the Father -Metal Gear Solid The Phantom Pain

    10 - The Wolven Storm - The Witcher 3

    11 - Take Me Home, Country Roads - Fallout 76

    12 - Main theme - Battlefield 1

    13 - Main theme - F.E.A.R.

    14 - Into the Wilderness - Wild Arms

    15 - Still Alive - Mirror Edge

    16 - Akuma's Theme - Super Street Fighter IV

    17 - One Winged Angel - FF7

    18 - Dire, Dire Docks - Super Mario 64

    19 - Opening ost - Warhammer 40k: Dawn of War 3

    20 - Intro ost - Mega Man 2

    As regras (originais) são as seguintes:

    1 - Poste uma música de um jogo por dia por 20 dias - Total de 20 jogos

    2 - Não pode repetir o jogo 

    3 - A música precisa estar no jogo (OF COURSE!)

    4 - Vale versão remix ou música licenciada no jogo

    5 - Marque um amigo por dia e a persona @desafio

    @lcirilo, @xualexandre, @juninhonash, @solidrenan, @s7ephano, @thr2e, @edknight, @sekto, @guee, @sulivan...

    Tem mais gente que gostaria de marcar, mas a preguiça impediu... Sinta-se marcado, se quiser.

    6 - Não explique nada, só poste

    E O RESTO É FORA DO DESAFIO. POR QUE? POR QUE SIM!

    1 - Jump Up, Super Star! - Super Mario Odyssey

    2 - Ludwig, The Accursed & Holy Blade - Bloodborne (The Old Hunters)

    3 - E1M1 At Doom's Gate - DOOM

    4 - Chemical Plant Zone - Sonic 2

    5 - Big Blue e Mute City - F-Zero

    6 - Sewer Surfin' - TMNT Turtles in Time

    7 - Main theme - The legend of Zelda: A Link to the Past

    8 - Revived Power - Shadow of the Colossus

    9 - New York Theme - Top Gear

    10 - Oyoiyoi - Shogun II: Total War

    Battle of Shinobue

    11 - USA Roosevelt Theme Full - Civilization VI

    12 - Baba Yetu - Civilization IV

    BONUS ROUND!

    13 - In the Hall of the Mountain King - Line Rider

    Sonic the Hedgehog 2

    Platform: PC
    163 Players
    3 Check-ins

    21
  • play4fun João De Jesus Júnior
    2018-04-20 22:08:57 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Maincast do Retorno \o/

    Passa la no canal da Porca  e vamos indo que o show vai começar

    16
  • gakuma Guilherme Souza
    2017-12-12 22:13:54 -0200 Thumb picture

    Habemus Bloodborne...

    2015... 2015, foi a primeira vez que ouvi falar/vi o Bloodborne, e desde então, quis comprar um PS4, por ser fanático da franquia Souls, todas as pesquisas que costumo fazer sobre o lore, e o material que já escrevi.

    Finalmente comprei o PS4, e o jogo... Foram umas poucas sessões de jogatina e hoje cheguei a Byrgenwerth... Impressionante, é o jogo mais detalhado e perfeito que já vi.

    Vamos ver o que consigo entender de todo esse universo tão rico...

    Bloodborne

    Platform: Playstation 4
    2329 Players
    987 Check-ins

    17
  • juninhonash Juninho Rodrigues
    2017-06-02 10:02:15 -0300 Thumb picture
    Thumb picture

    Desafio Vida Gamer

    Sei lá quem me marcou, acho que o @_gustavo e o @pauloaquino, mas vamos lá.

    1- Só de ouvir dá arrepios (jogou que te marcou pela trilha sonora).

    Tem muitos, mas muitos MESMO, recentemente que eu pirei foi Mario Kart 8, e de todos os tempos tem tantos mas tantos que nem compensa listar. Acho que vou de MK8 mesmo só pela preguiça.

    2 - Que história (jogo que te marcou pelo enredo).

    Olha, acho que foi Azure Striker Gunvolt, por ter um enredo acima da média dos jogos de plataforma, eu confesso que tava esperando porra nenhuma e de repente: UAU!

    E ainda teve um final relativamente bombástico, então achei foda.

    3 - É velho mais eu gosto (jogo antigo que mais lhe marcou).

    Vários, muitos jogos do SNES que eu amo de paixão são bem difíceis e me marcaram consideravelmente. Dentre eles, vou citar alguns como Final Fight 2 que zero na dificuldade maior, Wild Guns que também consigo o mesmo, todos os Megaman X (menos o X7, ele não existe), e por aí vai.

    4 - Saiu ontem mais curto pakas (jogo atual que mais lhe marcou).

    Bom, saiu Street Fighter V fevereiro de 2016 e já tenho 710 horas de jogo, eu ACHO que gosto do jogo. Lembrando que pra ter mais ou menos a mesma quantia de horas do IV eu demorei uma faixa de 4 anos, completei uma faixa de 1 mil horas com uns 6 de existência do jogo somando PS3 e PC.

    5 - Se não fosse ela... (geração que mais lhe marcou).

    Provavelmente a do SNES e do PS1, a do SNES me ensinou a amar os jogos e muitos dos gêneros e do PS1 me fez gostar de RPG's, porém não consigo dizer se tenho uma favorita, eu não entendo muito bem ainda como dizem que "x geração foi melhor" porque sempre tem pontos altíssimos e baixíssimos em todas as situações. 

    Mas pra não falar que "sou um sem lado", acredito que a melhor seja agora por causa da plataforma PC, nela eu jogo tudo antigo, tudo novo e pago preços muito menores. E nem precisa gastar 20 mil reais como dizem, porque isso é falácia da pesada.

    6 - O tempo passa, o tempo voa (jogo que mais lhe tomou tempo).

    Acredito que seja Street Fighter Alpha 3, jogo que joguei 4 versões dele incansavelmente, sozinho no emulador de arcade e no PS1 (World Tour <3, volta pra mim no SFV vem vem vem), com os amigos no PS2 e nas jornadas solitárias do trabalho ou mesmo cagando joguei muito a do PSP, que é a melhor por ter mais conteúdo.

    Acredito que seja facilmente o jogo que mais joguei na vida, devo ter de 2 mil horas pra cima nessa porra.

    7 - Aleluia (jogo que foi seu maior desafio terminar).

    Por bons motivos foi Dark Souls, na primeira jornada fui super afetado por diversos erros do jogo que os fãs insistem em tratar como "coisa boa" só porque o jogo tem mais coisa positiva do que negativa, e depois que aprendi a lidar com eles, passou a incomodar menos mas na primeira jogada foi dureza.

    Por motivos errados teve a merda do Final Sleep Fantasy XIII que foi de longe o jogo mais tedioso que joguei de RPG na vida, fui até o fim e de tanto desgosto ainda não tive coragem de jogar as outras sequências dele.

    8 - Seu game da vida (o jogo que é o seu mais querido entre todos).

    Persona 2, a saga. Mas tenho um carinho pouco maior por Eternal Punishment, porque ele me ensinou literalmente algumas coisas das quais carrego até hoje, alguns questionamentos sobre realidade, pessoas e como o mundo não é tão preto e branco como dizem.

    O Innocent Sin tem uma mensagem mais juvenil de persistência mas o Eternal Punishment tem um clima mais policial e sombrio que fez toda a diferença somado ao enredo fantástico.

    E pensar que eu detestava o jogo... Por conta do sistema, que eu detestava mas depois vi que era pura frescura minha mesmo.

    9 - Marque um gamer para continuar a bagaça:

    Bom, vamos marcar então @raiden @s7ephano @gakuma @phil_lyra @nostallgiabr @diogo_paixao @katsuragi @wiictor @netogermano e @lcirilo.


    Street Fighter Alpha 3 MAX

    Platform: PSP
    613 Players
    54 Check-ins

    39
    • Micro picture
      lcirilo · almost 2 years ago · 3 pontos

      Tá todo mundo fazendo essa bagaça... vou fazer tbm!

      1 reply
    • Micro picture
      willguigo · almost 2 years ago · 3 pontos

      Só o solo de baixo do início do MK8 já me arrepia todo.
      as músicas das telas do F0 das Dlcs tb são uma viagem no tempo

    • Micro picture
      andre_andricopoulos · almost 2 years ago · 3 pontos

      Vc curte SF V?
      ---

      6 replies
  • gakuma Guilherme Souza
    2017-05-23 19:43:43 -0300 Thumb picture

    Dia bom, é dia de Lore...

    Eh coisa boa que é voltar a produzir com frequência...

    Neste momento, escrevendo o Lore de Gertrude, da Fé Celestial, e altas confusões em Lothric...

    Dark Souls lll

    Platform: PC
    115 Players
    45 Check-ins

    11
  • gakuma Guilherme Souza
    2017-05-22 18:55:06 -0300 Thumb picture

    Lore das Cinzas - Parte 6

    Senhoras e senhores, segue para sua apreciação mais uma parte do Lore das Cinzas, uma análise aprofundada do Lore de Dark Souls 3, e suas dlcs.

    E desta vez, com a revisão do ilustre @solidrenan, parceiro scholar do lore da série já há bastante tempo.

    Segue a história até aqui:

    INTRODUÇÃO

    Parte 1 - O Primeiro Pecado

    Parte 2 - Trevas à Espreita

    Parte 3 - O Fim

    Final - As Cinzas no Tempo e Espaço

    CAPÍTULO 1 - Os Lordes das Cinzas

    Parte 1 - Aldrich, O Santo das Profundezas

    Parte 2 - Yhorm, O Monarca Recluso

    Parte 3 - Lothric e Lorian, Os Jovens Príncipes

    Parte 4 - Os Vigilantes do Abismo

    Parte 5 - Mentira tem Pernas Curtas

    CAPÍTULO 2 - Humanos e Suas Promessas

    Parte 1 - O ANJO CAÍDO, AS TREVAS E O SACRIFÍCIO SUPREMO.

    "Ahh, merciful goddess, mother of the Forlorn, who have no place to call their own...

    Please, bear witness to our resolve...

    Fire for Ariandel... Fire for Ariandel...

    And the ash to kindle flame..."


    "Ahh, Deusa misericordiosa, mãe dos Forlorn, que não tem lugar para chamar de seu...

    Por favor, seja testemunha da nossa determinação...

    Fogo para Ariandel... Fogo para Ariandel...

    E cinza para atiçar a chama..."

    Gael O Cavaleiro Escravo.

    Tradução livre.

    Na primeira vez que encontramos Gael, de joelhos e cabeça baixa. Quando nos estende o pedaço da pintura, clamando para que avivemos a chama em Ariandel, para que a Pintora possa terminar seu trabalho, e a terra de Ariandel seja purificada, não imaginamos que aquele ali foi um dos primeiros homens.

    Gael fazia parte dos Cavaleiros Escravos, uma unidade de guerreiros humanos juramentados aos deuses, usados como linha de frente na batalha contra os Dragões Ancestrais e demais inimigos do império. Gael existia nessa era e já vive há tantas outras. Depois do fim dos cavaleiros, que eram usados na linha de frente nos combates, uma vez que não podiam morrer, Gale, o último Cavaleiro Escravo, encontrou refúgio no Mundo Pintado de Ariandel, o mundo pacífico e frio, distante das cinzas, das chamas, de deuses.

    E assim os Cavaleiros Escravos foram esquecidos pelo tempo, sem jamais receberem o crédito que seus pares, os Guerreiros de Prata, recebiam, ainda que viessem mais atrás, nas linhas de batalha. Esse era o caminho dos deuses.

    Gael esteve em paz, até a invasão de Elfriede no Mundo Pintado, e a corrupção de Londor que tomou a Pintura. Alguns poucos foram contrários a corrupção da chama e do Mundo Pintado. A Pintora, Gael, o Corvian mal formado que ainda mantém sua consciência, mas a grande maioria louvava Elfriede. Talvez por ser um símbolo de esperança, para os não-mortos.

    Elfriede é a irmã mais velha de Yuria e Liliane, e participou da criação da Igreja Sombria de Londor¹, no reino dos não-mortos, fora do Mundo da Pintura.

    1. Sombria/Escura, seria a tradução de Sable do inglês. Em francês, o significado é areia. Teria isso alguma ligação com o deserto que vemos na abertura e no fim do mundo, onde enfrentamos o Gael? Teria sido uma profecia, como a de Aldrich?

    Vemos então mais evidências da diferença entre a corrupção, a cada nova região. A corrupção promovida por Elfriede, é promovida pelo sangue, pelo sangue que alimenta a chama a frente Ariandel. A corrupção que gera seres insetóides que se alimentam de sangue.

    A corrupção do abismo de Aldrich, diretamente localizado abaixo da Catedral das Profundezas, é baseada em carne e no consumo dessa. O impacto disso pode ser acompanhado em seus servos, como o Arquidiácono McDonnell, inchado e com matéria enegrecida escorrendo de seus olhos, em um porão escondido em Irithyll.

    Temos a corrupção mágica descontrolada, causada pela experimentação. Onde tanta magia do abismo é utilizada que passa a corromper a natureza, e todos aqueles que convivem com ela. Como o que aconteceu em Oolacile.

    Por último, existe a corrupção natural, causada pela longa exposição a Humanidade. Como aconteceu à base da Cidade Anelar.

    Pelo relato de Gael, a corrupção de sangue, pode ser curada com a purificação através da chama. E apenas um ser de brasas pode reavivar a chama no Mundo Pintado.

    "I've seen your kind, time and time again.

    Every fleeing man must be caught. Every secret must be unearthed.

    Such is the conceit of the self-proclaimed seeker of truth.

    But in the end, you lack the stomach.

    For the agony you'll bring upon yourself..."


    "Eu vi seu tipo, uma e outra vez.

    Cada homem em fuga deve ser capturado. Cada segredo deve ser desenterrado.

    Tal é o conceito do auto-proclamado inquiridor (buscador) da verdade.

    Mas no fim, lhe falta estômago.

    Para a agonia que vai trazer sobre si mesmo..."

    Sir Vilhelm

    Tradução livre

    Enquanto traçamos nossa jornada por Lothric e os reinos que são atraídos para ali, Gael escapa de Sir Vilhelm, que capturou a Pintora, sob o comando de Elfriede. Gael então segue com a promessa de encontrar um guerreiro de cinzas que possa "destronar" Elfriede, ela própria um ser de brasas, e então livrar o Mundo Pintado de sua corrupção.

    É a Gael que Vilhelm se refere com tanto desdém, quando o enfrentamos, poucos metros antes de libertarmos a Pintora, a garota que criará um novo mundo, ao contrário deste, que foi apenas restaurado pelo Pai Ariandel.

    É notável o compromisso de Vilhelm em proteger o segredo do que aconteceu no mundo pintado, considerando que está no caminho, como um cão de guarda entre nós e o acesso ao porão de podridão, abaixo da Catedral de Ariandel. Esse porão, que também guarda o mecanismo que mantém o altar em seu lugar, impedindo o acesso ao Pai Ariandel.

    Esse porão, também guarda o corpo de Vilhelm, que escondido, projetava sua ilusão às portas da Catedral de Ariandel, sondando possíveis curiosos que tentassem atacar Elfriede. Não

    A tomada do Mundo Pintado e manutenção do poder, da chama alimentada pela corrupção do sangue, não foi inteiramente pacífica.

    O sino que poderia causar o despertar de um Aceso, foi arrancado do topo da catedral e arremessado à mata próxima.

    O portão à entrada da Catedral foi arrombado para dentro, e seus destroços ainda repousam na neve. A entrada não foi pacífica.

    Os Corvian que peregrinam até a prisão da Pintora, pacíficos, desarmados, caminhando em posição de ovação, são executados sem qualquer oportunidade de defesa, por um Cavaleiro Corvian.

    Com a tomada de assalto, da Catedral, Gael saiu da pintura usando o link junto a Capela da Purificação, o altar, idêntico aquele onde encontramos dois Cavaleiros Corvian, próximo à "prisão" da Pintora. Não é uma pintura, mas ainda assim, um elo bom o suficiente.

    Gael vem de um antigo dialeto celta, onde singnifica Selvagem. A palavra também era utilizada para "homem selvagem", "homem da floresta" e, posteriormente, "guerreiro".

    Em muito o significado se aplica a Gael, o Cavaleiro Escravo, principalmente à última vez que o encontramos.

    Gael, em toda sua jornada em nossa era, buscou atender a sua Donzela, a Pintora. Primeiro buscando alguém que a libertasse das garras de Elfriede e os demais que causaram o sítio em Ariandel. E então, buscando o único pigmento que que poderia pintar o novo mundo pintado. A Alma Negra.

    Gael sabia que essa não seria uma missão da qual ele escaparia com vida. Seria um sucesso do qual ele não sobreviveria, e ele sabia disso.

    Caso não conseguisse cumprir sua missão, precisava que alguém a cumprisse. Que levasse o pigmento a menina, para que pintasse um novo mundo, distante da podridão do Mundo Pintado de Ariandel.

    Para tal, Gael deixou diversas mensagens, e pistas visuais com pedaços de sua capa, em diversos pontos da Cidade Anelar, e antes disso, nas ruínas do fim do mundo, à margem da Primeira Chama. Se alguém fosse forte o suficiente, chegaria até ele, e além, caso fosse necessário.

    No entanto, podemos observar pela escrita de Gael, em suas mensagens, que sua pedra sabão já sofreu da corrupção do abismo, pela humanidade desenfreada, em tom avermelhado, diferente de tudo o que vimos até então. Podemos ver inclusive a imagem de diversos rostos, diversas almas em sofrimento, sendo expurgadas de suas palavras.

    Então, quando encontrou os antigos Reis Pigmeus, depois de eras na Cidade Anelar (podemos ver o efeito do tempo em seu equipamento, principalmente em sua espada, partida, e desgastada pelo uso), Gael tomou de seus corpos a Alma Negra, cada fragmento dela. Enlouquecendo mais e mais a cada pedaço de alma que recolhia, ficando maior, deformado.

    Quando o encontramos, ele nos reconhece, no entanto, não consegue se conter. Já está tomando pela fúria, pelo abismo, como Artorias esteve, tantas eras antes, ainda no tempo dos Deuses.

    Gael sabia que enlouqueceria, caso tentasse tomar a Alma Negra para si, ele viu o que aconteceu em todas as eras anteriores, todos aqueles que foram corrompidos pela Humanidade. Viu o que acontecera com Artorias, em Oolacile, com os Quatro Reis humanos de Nova Londo, e ambos os reinos. Viu o que a Humanidade havia causado em Drangleic, com os fragmentos da alma do Pigmeu Furtivo, Manus.

    Curioso como a aparente aleatoriedade do universo parece buscar a ordem. Por mais que os atacasse os Reis Pigmeus, não havia mais sangue em seus corpos ressecados e envelhecidos pelas eras. Gael precisava devorar o que restava deles, para tomar verdadeiramente a Alma Negra. E foi isso que aconteceu, é isso que vemos, quando o encontramos na arena no fim do mundo, quando o atacamos até sangrar.

    Vemos pela primeira vez, desde Manus, e os fragmentos de sua alma, o sangue da Alma Negra, o pigmento que a Pintora precisa para seu novo Mundo.

    Um mundo tão bom e gentil que valia o sacrifício de um guerreiro imortal. Um verdadeiro anjo que voa (atente para o estado de sua capa, quando o enfrentamos) pelas dunas do fim do mundo, em ataques violentos e incessantes. Um dos primeiros e o maior guerreiro humano a nunca alimentar a chama.

    Bom, pessoal, com a postagem sobre Gael e uma bela pitada sobre a Cidade Anelar e O Mundo Pintado de Ariandel, damos início a esse novo Capítulo, mais focado nos humanos e suas histórias por Lothric, Ariandel, a Cidade Anelar e muito mais.

    Marcando o pessoal que pediu pra ser marcado... Se quiser ser marcado nos próximos textos tb, basta pedir, nos comentários.

    @raygoulart, @jorgegt, @bancena, @darksouls, @solidrenan, @wiictor, @salvianosilva, @sekto, @mbizonsp, @thiiixd, @lcirilo, @d13g0mq, @akromvaleth, @ederreloaded, @christtci, @roberto_tio, @mjdias, @viniciusvignatireis

    Dark Souls III

    Platform: PC
    280 Players
    264 Check-ins

    45
    • Micro picture
      akromvaleth · almost 2 years ago · 3 pontos

      Boa!

      1 reply
    • Micro picture
      boudelare · almost 2 years ago · 3 pontos

      Aí meu coração, chegando em casa vou devoralo

      1 reply
    • Micro picture
      solidrenan · almost 2 years ago · 2 pontos

      E assim como a própria Dark Soul, o lore vai se juntando pedaço a pedaço pra que enfim o todo seja vislumbrado!

      1 reply
  • gakuma Guilherme Souza
    2017-04-19 12:02:29 -0300 Thumb picture

    Lore das Cinzas - Parte 5

    Mentira tem pernas curtas. 

    Isso, por si só, já deveria nos deixar desconfiados de Ludleth, o pequeno monarca de Courland que foi sacrificado na primeira chama.

    Ludleth de Courland

    Pouquíssimas informações temos, sobre o pequenino Lorde das Cinzas que nos recebe no Santuário Cinério, e nos acompanha até o fim de nossa jornada, sem deixar seu trono.

    O único Lorde das Cinzas que atendeu ao chamado. Ou ao menos é assim que Ludleth se apresenta, quando chegamos a frente do seu trono. A verdade, como sempre, é muito menos nobre.

    Ludleth, no passado, não foi um Lorde das Chamas por escolha própria, não importa o que diga. o contrário dos demais nobres, que se sacrificaram à primeira chama. Ludleth teve as pernas decepadas, para que não fugisse, e então, foi isolado na fornalha da primeira chama, para que queimasse até que restasse apenas o corpo em cinzas.

    “ahh, it singeth, to the bone, it hurts...

    please, help me. be done with me...

    no, gods, no, i cannot bear it...

    it burns, burns, help me…”


    "ahh, queima, até o osso, machuca...

    por favor, me ajude. Acabe comigo...

    não, deuses, não, eu não suporto...

    queima, queima, me ajude..." (tradução livre)


    O lamento do pequenino, durante o sono, ecoa pelo Santuário Cinério, caso você tenha a sorte de abordá-lo no momento certo. Percebe-se também que ele e a guardiã da chama tem alguma espécie de conhecimento misterioso, um sobre o outro, algum tipo de relacionamento.

    Somente ao fim de nossa jornada, pela Cidade Anelada, e mais além no tempo, no fim do mundo, entendemos que realmente era Ludleth, o Rei Pigmeu que queimou na primeira chama, que alimentou uma era.

    Ludleth é associado ao reino de Courland, um reino que abominava a transposição de almas, talvez pelo histórico do que aconteceu em Oolacile, quando as almas de humanos foram puxadas muito além do limite, o que quase levou ao fim do mundo. Mas Ludleth, desafiador como todo humano, nunca parou, e por representar a espécie que mais aumentava em números e dividia a Alma Negra, foi queimado.

    Ele era sim, um dos monarcas de um reino fabuloso, a Cidade Anelar. Um reino regido por Reis Pigmeus que sobreviveram ao fim dos tempos sob a tutela da Filianore, a filha de Gwyn. Um presente, uma esperança de manter a maldição dos não mortos longe daquele que era o mais poderoso reino dos humanos, o reino dos humanos originais, como Manus.

    Courland, Kurzeme, ou qualquer outro nome que tenha em nossa era, faz parte da Latvia, País que faz divisa com a Lituânia, ao seu sul. Repleto de regiões pantanosas e de águas calmas, não há nada de muito interessante nesse reino, exceto pelo palácio de Rundâle (um dos nomes que encontrei para a construção), lar dos Duques de Courland.

    Essa estrutura foi construída de forma anelar, a receber o visitante por uma abertura e então se encontrar em um belo pátio, muito semelhante à estrutura da Cidade Anelar, e ao espaço dos tronos dos Reis Pigmeus que encontramos depois do fim do mundo, em nossa batalha Final.


    Mas ainda não é hora de falar da Cidade Anelar, de Reis Pigmeus ou do fim do mundo…Ainda não.

    Perdão pelo Spam, mas não aguentei mais tempo antes de soltar o que já tinha produzido... Fica aí essa palhinha do que já peguei na Cidade Anelar.

    Marcando o pessoal que pediu pra ser marcado... Se quiser ser marcado nos próximos textos tb, basta pedir, nos comentários.

    @raygoulart, @jorgegt, @bancena, @darksouls, @solidrenan, @wiictor, @salvianosilva, @sekto, @mbizonsp, @thiiixd, @lcirilo, @d13g0mq, @akromvaleth, @ederreloaded, @christtci, @roberto_tio, @mjdias

    Dark Souls lll

    Platform: PC
    115 Players
    45 Check-ins

    30
    • Micro picture
      juninhonash · about 2 years ago · 3 pontos

      Centenas de anos depois, ele retorna!

      1 reply
    • Micro picture
      renatolf · about 2 years ago · 3 pontos

      É, o tempo todo o Ludleth parece esconder algo. Mas é mais sofrimento que outra coisa mesmo. Ainda assim, pra mim, uma das melhores frases de efeito do jogo é dele "I may be small, but I will die a Colossus".

    • Micro picture
      solidrenan · about 2 years ago · 2 pontos

      Excelente!!! Nunca tinha pensado no Ludeth dessa forma, mas realmente faz total sentido!!!

  • gakuma Guilherme Souza
    2017-04-19 11:10:39 -0300 Thumb picture

    Lore de Lothric e além...

    Aquele momento em que uma DLC é tão boa, mas tão boa, que te anima a voltar a escrever...

    A filha de um deus que mantém uma cidade à beira do fim do mundo, essa cidade, uma fortaleza com os muros e defesas todas apontadas para seu interior. Um dragão criado como arma contra as forças do abismo, e um guerreiro que vive desde o início dos tempos, sempre às sombras dos acontecimentos do mundo, das eras.

    Nas próximas semanas, sai novo capítulo do lore de lothric...

    @raygoulart, @jorgegt, @bancena, @darksouls, @solidrenan, @wiictor, @salvianosilva, @sekto, @mbizonsp, @thiiixd, @lcirilo, @d13g0mq, @akromvaleth, @ederreloaded, @christtci, @roberto_tio, @mjdias

    Dark Souls lll

    Platform: PC
    115 Players
    45 Check-ins

    19
    • Micro picture
      lcirilo · about 2 years ago · 3 pontos

      aeeeeeeeeeeeeeeee

    • Micro picture
      marcusmatheus · about 2 years ago · 3 pontos

      E garanto que vou ler - assim como fiz com suas outras publicações brother.

      1 reply
    • Micro picture
      wiictor · about 2 years ago · 3 pontos

      Opa! Já estou aguardando

      1 reply
  • gakuma Guilherme Souza
    2017-02-08 14:12:40 -0200 Thumb picture

    Gameplay da nova DLC de Dark Souls...

    Então... Vamo pirá? Vamo...

    1º - Dá pra ver claramente que a gente cai pelo telhado da Grande Biblioteca. basta uma olhadinha mais aprofundada que dá pra ver os globos e estantes com livros.

    2º - E aquele "maguinho" atirando uma humanidade descontrolada, como aquelas que tinham próximo ao abismo, em Oolacile? Ou seria a humanidade possuindo aquele undead?

    3º - Primeiro achei que fosse uma Moonlight Butterfly, daquelas cópias mais safadas... Mas depois de olhar com atenção, ver que ela surge entre pilares de luz, como a magia, que encontramos na cela da Gertrude e os cavaleiros angelicais usam... To pra dizer, aquilo é a figura angelical que a Gertrude relatou ter visto, e por isso foi aprisionada. Ou é a própria Gertrude, que abandonou o corpo e ressucitou naquilo ali.

    57 segundos desse trailer.

    4º - E aquele cavaleiro de Farron ali, com o dark sign no peito, de quem foi corrompido pela humanidade... Até lembra o peito dos 4 Reis... Pode não ser um cavaleiro de Farron, mas que aquela "aquecida de espada" parece a deles, a parece...

    5º - Parece que vamos ver o outro lado da Muralha de Lothric... Aquele repleto de túmulos e flores brancas. Aliás, flores brancas como as que estão na Fornalha da Primeira Chama, lá onde enfrentamos a Alma das Brasas.

    Quem summona os arqueiros é uma criatura gigante, lá no fundo, a frente do que parece ser uma igreja...

    49 segundos desse trailer.

    6º - Que lindo, trabalho em grupo... Parece que vamos enfrentar dois daqueles morcegões ao mesmo tempo, um de veneno, o outro de fogo. Até já tinha percebido isso no trailer anterior, mas achei que fosse a primeira e segunda fase da luta.

    Sei lá, pela aparência do morcegão de fogo, que provavelmente é o principal, já que foi mostrado desde o primeiro trailer dessa dlc, acho que ele tem alguma relação com o Príncipe Demônio, aquele que só é mencionado, que lutou contra o Lorian e perdeu, mas deixou a espada chamuscada e enegrecida.

    Esteticamente ele parece muito com o Velho Rei Demônio... Sei lá...

    Bom, será que perdi alguma coisa? Foi isso que vi... Se alguém ainda ama @darksouls, dá as caras aí nos comentários e bora teorizar...

    Marcando aquela gente bonita que me summonou, ou que sei que tem interesse nisso e que acompanhou o que fiz do Lore do Dark Souls 3 até então... @thiiixd, @akromvaleth, @bancena, @xualexandre, @darksouls, @raygoulart, @jorgegt, @solidrenan, @wiictor, @salvianosilva, @sekto, @mbizonsp, @lcirilo, @d13g0mq, @ederreloaded

    Dark Souls lll

    Platform: PC
    115 Players
    45 Check-ins

    33
    • Micro picture
      jorgegt · about 2 years ago · 4 pontos

      O que você chama de "Cavaleiro de Farron" eu pensei que parecia mais com os Darkwraiths. De qualquer maneira, não tenho dúvidas de que esse DLC vai deixar mais perguntas do que respostas.

      2 replies
    • Micro picture
      rafaelseiji · about 2 years ago · 2 pontos

      Daqui a pouco eu paro de chorar e assisto com mais atenção

      2 replies
    • Micro picture
      lcirilo · about 2 years ago · 2 pontos

      Caramba hein, vai ser show. Vou baixar de novo o jogo e ver se pelo menos no low ele roda...

Keep reading &rarr; Collapse &larr;
Loading...