2019-08-16 00:26:51 -0300 2019-08-16 00:26:51 -0300
gabriel_bonafe Gabriel Bonafé Bastos

RED DEAD REDEMPTION 2: SEPARANDO TÉDIO E IMERSÃO

Red Dead Redemption 2 foi lançado em 26 de outubro de 2018, mas só tive a oportunidade de jogá-lo em março de 2019. Como de costume, peguei o disco emprestado e prometi devolvê-lo em dois meses. Mas o período que o game ficou no meu PlayStation 4 foi o dobro, assim como seu dono (meu irmão) havia alertado. “Só começa se tiver muito tempo”, disse.

Embora seja positivo à primeira vista, o tempo de jogo estendido acaba afastando muitos jogadores do título da Rockstar. Isso porque Red Dead Redemption 2 exige paciência para se tornar divertido, o que nem sempre é realidade quando nos dispomos em frente à tela com o controle na mão.

No meu caso, que dificilmente tenho longas horas vagas para investir jogando, cheguei a deixar o game de lado por quase um mês. Sim, tem uma hora que se torna realmente um saco cruzar grandes distâncias no mapa, principalmente quando isso é feito apenas para trocar diálogos.

Quando voltei ao progresso, já com intuito único de dar fim à campanha, me reanimei com tarefas secundárias e despertei novos interesses que me prenderam por mais um mês no jogo. E é justamente essa linha tênue entre imersão e tédio, tão presente em Red Dead Redemption 2, que acho justo abordar.

Leia mais aqui: https://bit.ly/3088poX

Red Dead Redemption 2

Platform: Playstation 4
572 Players
234 Check-ins

1
  • Micro picture
    guee · 18 days ago · 1 ponto

    Acabei de fazer um check-in falando que tinha zerado o jogo e apontei exatamente pra esse problema. O jogo sofre pelas suas qualidades, sua grandiosidade afasta a gente dele.

Keep reading → Collapse ←
Loading...